História You want to play, babygirl? - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hentai, Lolicon
Exibições 85
Palavras 2.064
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Então você quer brincar, babygirl?


   -Eu gozei na boquinha gostosa do Yoongi pensando em você. Hoje a noite quero gozar na sua bucetinha e na sua boca também. Quero ouvir você gemer bem gostoso... Vou mostrar quem manda.


........


Estava me arrumando pra ir a festa da escola, ia ser uma festa apenas com o ginásio e com o Ensino Médio, enquanto me maquiava no banheiro aproveitei pra ligar pra Sohyun, afinal nós iríamos juntas. 


*Ligação on*


-Está animada pra encontrar seus oppas hoje? -Riu-


-Logico, Namjoon hoje disse que ia mostrar quem manda, estou muito animada hahahaa. 


-Você não presta hahahah....


-Não mesmo. Depois te passo um vídeo que o Namjoon me mandou. -Disse enquanto espalhava a base-


-Esse vídeo é do meu interesse? -Ela retrucou debochada-


-É do Yoongi Oppa fazendo um boquete pro Namjoon daddy. -Falei baixinho mas o bastante pra ela ouvir.-


Ouvi uma gargalhada alta e escandalosa, rindo involuntariamente.


-Sempre soube que rolava algo entre eles, sempre que eu estava na secretaria por arrumar encrenca e o Nam entrava na sala, eu sentia uma magia entre os dois. Por isso criei YoonNam. 


-Amiga, mas eles se pegam entre sim, todo mundo se come. -Ri alto-


-Você não presta mesmo, tem sete boys e não divide nem comigo.... -Ela disse fingindo estar triste-


-A culpa não é minha se eles não querem seu corpinho. -Disse simplista e ela riu- E você nem pode tomar conta dos meus boys. Já tem o seu. Aquele tal amiguinho do Jackson....


-Quem o Wonho? É só uns beijos sem compromisso, nem gosto dele. -Sua voz falhou, ela realmente gostava dele-


-Yaaa, não se faça de durona porque sei que vocês se amam. E agora vou desligar porque já terminei, beijo, vem logo, to te esperando.


Finalizamos a ligação e eu dei a última olhada no espelho. Estava linda. Trajava um vestido preto bem acima dos joelhos que realçava minhas curvas, que tinha um pequeno decote na frente com as alças cruzadas. Retoquei o batom nude acinzentado e joguei o cabelo analisando meu tênis cano médio também preto. 


Sorri e mordi os lábios vendo o quão linda estava, desci as escadas recebendo olhares da minha mãe.


-Uiii, tá linda. -Ela gritou -


-Eu sei, querida. -Sorri e dei uma piscadela-


-Cuidado que o tal de Jackson Wang vai pirar. Pesquisei ele na sua rede social e até que ele é bonitinho, ele tem 18 anos não? Shippo.


Senti minhas bochechas esquentarem e ruborizarem mas não foi visível por causa da base.


-Yaaa omma, nós não nada demais. 


-Mas admite que já rolou uma coisinha entre vocês.


-Não vou mentir, sim. E como sabe?


-Intuição de mãe. -Ela lançou uma piscadela e a campanhia soou- Atenda, deve ser a Sohyun. 


Fui correndo abrir a porta animada e dei de cara com quem eu menos esperava. Jeon Jungkook. Sim, Jeon Jungkook estava ali parado em frente à minha porra com um sorriso fofo enorme trajando uma calça de couro preta marcando suas coxas incríveis e seu membro(rs), um Timberland marrom e uma camisa preta de botões, por cima uma jaqueta. Sua franja estava levemente jogada de lado e o perfume masculino totalmente convidativo e meio adocicado invadiu minhas narinas. Se um sorriso fofo não estivesse estampado no seu rostinho, eu agarraria ele aqui mesmo.


-Oi... Jeon....-Franzi o cenho ainda desacreditando que ele estava ali-


-Hey girl, é assim que cumprimenta seu professor? Está linda. -e sorriu, mas agora malicioso.-


Ele me puxou pra um abraço antes mesmo que eu relutasse. Aos poucos cedi ao seu abraço e ele levou suas mãos até minha cintura apertando, se abaixando e cheirando vagarosamente meu pescoço.


-Jungkook, minha mãe ta ali. -Sussurrei-


Ele me largou na hora de um jeito desajeitado e não me provei de soltar uma risada ao ver o desespero do mais velho.


-Entre professor Jungkook. -Minha mãe sorriu-


-Não precisa senhora é que.....


-Não me chame de senhora. -Ela interrompeu- Entre. Tenho apenas 34 anos, pareço velha pra você?


-Não senhora. -Ela lançou um olhar malvado pra ele que se desculpou todo tímido- A senhora... Quero dizer.... Você teve a (S/N) bem nova não? -Sorriu torto-


-Sim. E você professor Jungkook, será o acompanhante dela na festa? -Ela sorriu-


-Sim. -Ele segurou minha cintura-


Pera, que?


-Bom, que mal tem uma aluna ser acompanhante do professor? Se divirtam.


Claro mãe, que mal tem o professor que tirou a virgindade da sua filha hoje acompanha-la na festa? Nenhum.


-Tchau mãe. -Sorri-


-Tchau meu amor, tchau Jungkook. 


-Tchau. 


Saímos de casa e assim que entramos no seu quarto soltei uma lufada de ar.


-Que foi? 


-Sei lá, estava me sentindo tensa com você e minha mãe no mesmo ambiente. -Sorri- Não vamos agora não é? Tenho que esperar a Sohyun.


-Não brinca que você chamou outra pessoa. -Ele colocou as mãos na cintura e eu ri da cena-


-Você é a "outra pessoa" nós íamos apé. -Fiz bico- Sabe.... Até que você ta bonitinho hoje.... -Olhei pra ele de relance sorrindo- Pra um menino da sua idade, quase um aluno da nossa escola....  


-E você até que está bem gostosa pra uma menininha da sua idade. -Ele falou malicioso- Vem cá, senta no colinho do oppa enquanto a Sohyun não vem. Vamos nos divertir.


Coloquei cada perna do lado do seu quadril e rebolei pra frente e pra trás sorrindo devassa, passei a língua devagar no seu pescoço e ui subindo pro maxilar chegando no queixo e depois boca. Lhe dei um selinho deixando sedento por mais e mordi seu lábio inferior puxando lentamente entre dentes. Suas mãos foram pra minha cintura apertando e alisando o local enquanto uma minha foi para seu peitoral e a outra para seus cabelos negros, puxando. Tomei seus lábios em um beijo delicioso, lento e cheio de luxuria, suas mãos foram pra minha bunda levantando meu vestido e apertando o local, massageou meus seios e depois puxou meus cabelos. Tudo isso sem quebrar o beijo, nossas línguas rodeavam e se travavam uma na outra, rebolei em seu membro sentindo ele ficar excitado, cortou o beijo com uma mordida em meu lábio inferior e foi chupando e beijando meu pescoço maltratando, segurei em seus cabelos da nuca e puxei o local  com a outra mão massageando seu membro. 


-Heeeyy, casalzinho a flor da pele. -Sohyun batia no vidro do carro-


Saí do colo dele de maneira rápida ajeitando o vestido e retocando o batom. Olhei de relance o volume gostoso do Jungkook é ele estava excitado, sorri pensando no efeito que tinha sobre ele.


Ela entrou no carro e estava linda, trajava um vestido rosa pastel com gola alta e um tênis da adidas. 


-Ta linda amiga. -Sorri pelo retrovisor-


-Você também amor. 


Era visivel o constrangimento no rosto de Jungkook, ele estava levemente corado com a boca vermelhinha e um pouco inchada. 


-Oi professor, tudo bem? -Sohyun sorriu divertida porque ela sabia o estado dele-


-T-tudo sim. -Ele sorriu torto e deu partida -


*Quebra de tempo*


Chegamos na festa que na verdade era em um salão, a música estava abafada, luzes eram visíveis piscando lá dentro, e fora pessoas se pegando tinham várias. 


-A noite vai ser boa hein SanHa. -Sorri em direção ao meu colega da turma que beijava uma menina desconhecida-


-A noite vai ser ótima. -Ele gritou e voltou a beijar a menina, parecia estar bêbado. Ri e entramos no salão-


Tocava uma música do Jay Park e tinha uma pista de dança com várias meninas dançando e um barman LINDO e um garçom mais LINDO ainda. Cutuquei Sohyun e sorri ao encontro dos dois caras lindos e ela entendeu o recado. 


-Qual o motivo do sorrisinho, hm?


Jungkook me abraçou por trás e eu senti sua respiração bater contra meu pescoço, sorri com malícia e respirei fundo. É agora que eu vou provocar...


-O barman e o garçom são lindos. -Virei de encontro a ele roçando nossos lábios-


-Não ouse em falar com eles, ouviu? Você é minha. -Disse sério e segurou minha cintura de uma forma possessiva-


-Jungkook, estamos em público. -Sussurrei


-Foda-se, eu quero te amar em público e mostrar pra todos que você é minha. -Ele me deu um selinho e eu sorri-


-Nossa que delicado. -Ri- Cadê os meninos? Eu e Namjoon combinamos uma coisinha. -Sorri malicioso mordendo os lábios-


-Nós 7 combinamos uma coisinha baby. -Ele sussurrou no meu ouvido-


-E que coisinha seria essa? -Provoquei, pois eu sabia muito bem o que era-


-Nós iremos te foder Baby, te foder com força até você gozar no nosso pau. Como uma putinha. 


-Estou tão animada pra isso oppa, sete homens me fodendo deve ser tão gostoso. -Sussurrei no seu ouvido e mordi seu lóbulo-


-Não me provoca amor. Como você disse, estamos em público. 


Sorri e arqueei as sobrancelhas de modo malicioso, passei a mão em seu abdômen sentindo ele se arrepiar, desci a mão pro seu pau volumoso devido a calça apertada a massageei ouvindo um suspiro de deleite do mais velho. 


-Já estão brincando sem nós?


Ouvia voz rouca do Yoongi em meu ouvido e suas mãos rodearem minha cintura, esfreguei as pernas uma na outra e fechei os olhos. Agora a ficha caiu que eu vou fazer sexo com sete caras. 


-Parece estar nervosa, tem certeza que quer isso? Não iremos lhe forçar a nada. -Apertou minha cintura e eu grunhi, era impossível recusar um pedido desses-


-Logico que eu quero daddy, só nunca fiz isso antes e estou nervosa. -Sorri de canto-


-Você é uma fofa. -Mordeu meu pescoço- Me espera dentro do meu carro, não vamos juntos porque vão desconfiar. -Soltou uma piscadela me dando a chave do carro-


Saí da festa sem ao menos falar pra Sohyun e fui em direção ao carro do Suga que estava estacionado um tanto longe e entrei esperando eles. Não demorou muito e os sete já vinham em direção ao carro. Nós nos dividimos em 2 carros e fomos. Pra onde? Eu não sei. 


Eu estava no banco de trás com Jungkook, Jimin e Jin enquanto Suga dirigia e Hope ia no banco do passageiro. 


Jin começou a passar a mão na minha coxa e eu estava muito nervosa e isso era visível da minha parte. 


Sorri, suspirei e decidi me levar pelo calor do momento. Sua mão passava na minha coxa interna ora acariciando de levinho minha intimidade, grunhi pendendo a cabeça pra trás e Jungkook e Jimin se olharam com olhares maliciosos. 


Jungkook pegou em meus cabelos delicadamente tirando da área do meu pescoço e começou a distribuir chupões e mordidas no local, maltratando. Arqueei as costas fechando os olhos e senti Jimin passar a mão nos meus seios deixando-os durinhos na hora.


-Chupa os peitinhos dela, Jimin. Chupa com whisky.


Hoseok sorriu malicioso dando-lhe uma garrafa cheinha de whisky e na hora Jimin abaixou com brutalidade a parte da frente dos meus seios fazendo-os pularem pra fora. Todos ali sorriram com a visão, minhas bochechas estavam rosadas e a respiração descompassada, Jimin despejou Whisky nos dois seios e Jimin abocanhou o direito enquanto Jin abocanhou o esquerdo. 


A língua do Jimin passeava pelo meu biquinho durinho e o rodeava enquanto Jin chupava e mordia toda a extensão do meu seio, mas mesmo sendo com carinho estava deixando marcas. Enquanto isso Hoseok já tinha tirado seu membro pra fora e se masturbava olhando a cena, Jungkook passou a mão pesada pela minha coxa e deu um tapa forte marcando sua mão no local. 


Ele suspendeu um pouco meu vestido preto e afastou minhas pernas roçando dois dedos na minha intimidade com um sorrisinho travesso. Gemi manhosa pedindo por mais e vi que Yoongi olhava do retrovisor com uma mão no volante e a outra massageando o pau. 


Jimin despejou mais bebiba nos meus seios e voltou a chupa-los olhando pra mim, Jin agora mordia meu pescoço apertando o biquinho do meu peito, levei minha mão esquerda até seu membro e apertei ouvindo o mesmo gemer em meu ouvido.


-Você é uma delícia (S/N). 


Ele mordeu o lóbulo da minha orelha e voltou a dar atenção aos meus seios. Jungkook me penetrou três dedos e fez movimentos circulares, arrancando de mim gemidos abafados. Os movimentos se tornaram frenéticos e quando estava quase gozando Yoongi interrompeu estacionando o carro.


-Chegamos. Saiam do carro. 


-Mas oppa eu estou quase... Aahnnn..


-Saia do carro agora (S/n). 


Ele abriu a porta pra mim e eu me ajeitei com cara de poucos amigos e saí do carro contragosto. 


Enquanto os outros saíam o mais velho deu um tapa na minha bunda e mordeu os lábios. 


-Não vejo a hora de te foder com os outros. 


-E eu não vejo a hora de foder com vocês. To louquinha pra brincar.-Sorri travessa


-Entao você quer brincar, babygirl?


[.......]



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...