História You Will Be Mine - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Jessica, Taeyeon, Tiffany, Yuri
Tags Drama, Romance, Sobrenatural, Taeny, Yulsic
Exibições 130
Palavras 2.594
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Orange, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLHA QUEM VOLTOU QUE NEM FOGUETE? EU MESMA.
HELLOU AGAIN GUYS :V

Como vocês vão? Bem? Eu to ótima, só jogando muito Mystic Messenger (se você n joga, eu recomendo que sim, mas é em inglês, então quem entender um pouco, e noiz XD)

OKAY, VAMOS LÁ PARA A FIC
ESPERO QUE APROVEITEM SEUS LIENDOS

Capítulo 8 - Prince Charming, or perhaps Princess?


Fanfic / Fanfiction You Will Be Mine - Capítulo 8 - Prince Charming, or perhaps Princess?

Abri meus olhos com uma dificuldade enorme, sentindo dor em minhas costelas. Arfei ao tentar me mover. 

Olhei para os lados é parecia algum tipo de cabana velha. Tinha um sofá totalmente destruído ao meu lado e algumas roupas rasgadas no chão, consegui identificar uma coloração vermelha no piso de madeira.

Sangue 

Claro que eu estava tentando com todas minhas forças me soltar daquela maldita cadeira, mas nada adiantava, eu sentia meu corpo totalmente pesado, como se fosse desmoronar a qualquer momento.

Isso não era natural, eles haviam me dado algo, certeza. A última vez que eu fiquei assim, foi quando a Yoona por susto me atacou.

Yoona é uma bruxa experiente. 

Eu estava ainda tentando inutilmente me soltar, mais ao ouvir o piso fazer um ruído, parei imediatamente. Levantei a cabeça, dando de cara com o mesmo menino que estava conversando comigo. 

-Quem diabos é você afinal?!- falei, minha intenção era gritar, mas até minha voz estava fraca de uma maneira estranha demais.

-Eu? Você não precisa necessariamente saber, mas eu vou te dizer do mesmo jeito, Nichkhun Horvejkul. Ao seu dispor, princesa. - ele fez uma reverência totalmente estúpida, me fazendo revirar os olhos. - você deve estar se perguntando porquê diabos está aqui, não? Bom, Donghae, seu namorado, somos amigos. Parece que ele não gostou muito do fato de você estar saindo com aquela morena. Então ele decidiu fazer uma troca. Você pela Yuri. Pelo oque ele me disse, a lobinha já está vindo. - arregalei os olhos ao ele falar aquilo.

Oque ela estava pensando?! Burra! Retardada! Imbecil!

Até parece que não tem um cérebro. Senti uma dor nos olhos, pude ter certeza, minhas veias nos meus olhos já estavam saltando.

-Você ficar brava não vai adiantar nada, oque te demos não passa tão rápido. - falou, me fazendo cerrar os olhos.

-Oque exatamente você me deu? - perguntei. Ele se aproximou de mim, colocando uma mão no meu ombro, me fazendo encostar de vez na cadeira e ficando próximo de meu rosto.

-Temo que eu não possa te falar, querida. - disse, sarcasticamente, pegando no meu queixo.

Virei meu rosto em repulsa. 

Yuri. Oque ela estava pensando afinal?

XX

Yuri

Eu podia ouvir minha respiração ofegante enquanto eu corria na minha velocidade sobrenatural até o endereço que o mesmo havia me passado.

Não era bem um endereço, já que parecia ser uma cabana no meio da floresta.

Ao ver algo brilhando, como se fosse uma luz ali perto, parei bruscamente. Subi em cima de uma árvore tentando ter uma vista melhor. 

Pude ver Donghae com mais dois cara na frente da cabana, ele parecia impaciente.

Obviamente, eu não iria entregar meu corpo precioso pela Jessica né gente? A única coisa que eu faria era entregar ele PARA ela, mas tirando isso. 

Pulei em outro árvore, uma mais perto da parte de trás da cabana, avistando no máximo, 9 caras parados ali. Pelo amor de deus, tinha gente até na merda do teto!

Certo, eu não era boa com planos, nunca fui estratégica. Taeyeon poderia me ajudar com isso, mas ela não está aqui, na verdade, ela nem faz ideia de que EU estou aqui. 

Ouvi barulhos de alguns galhos se quebrando e olhei para baixo. Um dos caras estava, passeando, digamos assim, por ali. Ele olhava para os lados, parecendo procurar alguém.

Continuei observando ele, até ele vir na árvore que eu estava, sentando e encostando as costas na madeira da árvore. 

Ok, eu não estava entendendo nada. 

Ele tirou o celular do bolso dele, e começou a mexer no mesmo. Eu iria desviar o olhar se eu não tivesse começado a ouvir gemidos.

Pera, gemidos? 

Cerrei os olhos, tentando ver o que o cara tanto mexia ali.

Claro.

Adivinhem.

Porno, minha gente. 

Vi ele tirar a cinta e abaixar o zíper  da calça disfarçadamente e lentamente.

-POR DEUS, NINGUÉM QUER VER ISSO CARA, VAI PARA OUTRO LUGAR. - falei, alto.

Não que eu me importasse, já que eu estava longe da cabana assim como o cara.

Vi ele dando um pulo e como estava escuro, ele olhar para os lados desesperadamente.

-Quem está aí?! - gritou.

-A lady gaga. - falei, de modo desinteressado. Pulei em sua frente na maior naturalidade do mundo e o vi dar um passo para trás. - Mentira, se a rainha estivesse aqui, eu não estaria perdendo meu tempo com certa loira. 

Ele começou a tremer, e pegou a arma que estava em sua cintura, apontando para mim. Sua mão estava tremendo tanto que eu tive que sorrir. 

-Ah qual é? Você não vai atirar, e eu não vou te machucar se você não fizer nada. - falei, me aproximando dele em passos lentos, fazendo ele recuar mais ainda. 

Oque eu não estava esperando veio, ele atirou. Senti a bala atravessar meu ombro e grunhi de dor. Coloquei a minha mão rapidamente naquela área. 

Olhei para ele, logo ficando com meus olhos avermelhados. Ele tremeu mais ainda é largou a arma no chão, se afastando até bater as costas na árvore e cair no chão por causa da dor. 

-Você não deveria ter feito isso. Você sabe como eu preciso desse ombro para frequentar a academia cara?! Eu levanto peso, você sabe oque é isso? E eu demoro no máximo 48 horas para me recuperar da merda de um tiro de prata! - falei, parando em sua frente com a minha velocidade sobrenatural. Peguei ele pelo cabelo, puxando. Ouvir ele soltar um grunhido de dor. - Você é o maior cagão cara, não se preocupe, isso não irá demorar, pelo contrário, irá ser uma morte bem rápida, sem dor. - ele abriu a boca, mencionando que iria gritar, antes disso eu coloquei minhas mãos em cada lado da sua orelha, girando seu rosto com uma força enorme.

Consegui apenas ouvir o belo som de seu pescoço se quebrando é o corpo sem vida, cair no chão. 

Certo, acho que está na hora de eu me fantasiar! 

Tirei toda a roupa do cara, pegando ate seus equipamentos. Coloquei por cima da minha roupa sem nenhuma dificuldade, já que eu estava usando uma regata bem confortável. Meu shorts não tão curto também não seria um problema. Peguei a calça larga dele é coloquei. 

Ele tinha um tipo de comunicador, na orelha, mas estava desativado. Peguei seu boné, prendendo meu cabelo em um coque rápido, e colocando o boné por cima. 

Bons tempos que eu fazia isso para me infiltrar nas escolas. Minha curiosidade falava mais alto, já que eu era de um orfanato pobre e não podia entrar em uma escola decente. 

Só não sou analfabeta graças a Taeyeon, amém anã de jardim.

Peguei sua arma, colocando em minha cintura. Não que eu fosse precisar né, mas era bom manter o estilo. 

Tá, eu sou infantil, mas o plano é...bom? 

Okay, Yuri, não é.

Parei de falar comigo mesma mentalmente, indo em direção a cabana com as mãos no bolso. Limpei minha garganta ao me aproximar de um dos caras que estavam na frente da porta dos fundos. Tentei ao máximo fazer uma voz grossa.

Failed.

-Eae caras, meus mano de coração. - que? - então, Donghae ordenou que eu ficasse de olho na vampira, então, vocês poderiam sair da minha frente? - falei, tentando fazer um sotaque estranho.

Eles me olharam desconfiados por alguns segundos, mas abriram passagem. Entrei na casa e fechei a porta cautelosamente, girando a chave com cuidado para ninguém ouvir.

Esses caras são tão idiotas.

Pera, será que eu estava parecendo mesmo um homem?

...

Balancei a cabeça negativamente, explorando cada canto daquela cabana procurando a Jessica. Pude ouvir uma voz masculina dentro de uma porta, do lado da cozinha. Me aproximei cautelosamente. 

-Não encosta em mim, seu nojento. - falou alguém, rudemente. Jessica!

Eu queria entrar e bater na pessoa que estava ali dentro, seja lá quem for ele. Mas me contive ao ouvir provavelmente outra porta se abrir, dentro da suposta, sala, já que era a única que eu não havia visto ainda naquela cabana. E fechar novamente. 

Abri a porta devagar, colocando apenas a cabeça para dentro da sala. Pude observar as costas da Jessica, e seu corpo jogado para frente, mas duas correntes impedindo ela de cair. 

Olhei aquilo de forma curiosa, dei mais uma boa olhada no lugar, para verificar se não havia ninguém. 

Entrei dentro da sala, parando na frente da Jessica.

Ela continuou com a cabeça abaixada, mas pareceu perceber minha presença.

-Vocês não cansam de me importunar!? - berrou, levantando a cabeça rapidamente, com os cenhos franzidos por causa da raiva.

Dei um sorriso de canto para ela.

-Por que está sorrindo desse jeito? Você é nojento! - falou, quase desfiz o sorriso, mas parecia que eu realmente estava irreconhecível.

-É assim que você retribui alguem que veio para te ajudar? Que feio Jessica, muito feio, sua mãe não te educou? - questionei. 

-Oque?!- ela franziu mais o cenho, alarguei meu sorriso.

Tirei o boné e desfiz o coque rapidamente, arrumando meu cabelo bagunçando.

-Eu perguntei se sua mãe não te deu educação. - falei, sarcasticamente.

Me desculpem, mas a cara de supresa dela estava Hilária!

XX

Jessica 

Yuri? Pera, era mesmo a Yuri? Olhei ela de cima para baixo, observando aquela roupa nela. 

Eu realmente estava supresa.

-Vou te desamarrar agora, seja uma boa garota, certo? - falou, indo para trás de mim, ela se agachou quebrando a corrente de minhas mãos. Levantou e jogou a corrente longe.

Como eu estava sustentando meu corpo naquela corrente, meu corpo já estava indo para frente, por conta da fraqueza.

Mas, não senti meu corpo entrar em contato com o chão, oque iria doer muito. Oque eu senti foi duas mãos em minha cintura, ela estava agachada na minha frente.

Meu corpo estava pesado, eu não iria conseguir andar tão facilmente.

-Oque aconteceu com você? - perguntou, porém não obteve uma responda vinda de mim. - Não importa, você parece fraca, vou te ajudar. - falou, se levantando junto comigo, suas mãos ainda em minha cintura foram parar em minhas pernas e ela levantou as mesmas.

Fazendo com que eu ficasse em seu colo.

-Oque pensa que esta fazendo? - alterei minha voz, bom, tentei. 

-Carregando uma princesa frágil para longe desses capangas maus. - falou, com uma expressão divertida no rosto. Revirei os olhos. - Hey! Você deveria estar feliz, seu príncipe encantado está aqui. - disse, de forma manhosa fazendo um bico nos lábios.

-Que seja. - disse, olhando para outro lugar.  

-Okay, vamos levar a princesa para um lugar seguro. Se segure. - disse, indo em direção a porta, arregalei os olhos.

-Kwon, oque você vai fa...-Não pude terminar de falar, pois a mesma arrombou a porta. 

Ela olhou para os supostos "amigos" de Donghae em posição de ataque, apontando a arma em direção a ela. Ela mantinha um sorriso um tanto que divertido no rosto, como?!

-Yuri! Tocando no que é meu de novo, você quer realmente morrer em minhas mãos de forma desagradável, não é mesmo? - disse, Donghae com um sorriso psicopata em seus lábios. 

Olhei para ela novamente, abrindo a boca em supresa ao ver ela sorrindo mais ainda. 

-Sinto muito, cara, mas acho que ela curte bronzeadas. - disse, maliciosamente. 

Donghae olhava para ela com uma cara muito séria para meu gosto. Eu estava ficando assustada. 

-Agora, se você me da licença, eu vou curtir um pouco nosso momento. - ela olhou para mim rapidamente - se segura, princesa. - franzi o cenho, mas coloquei minhas duas mãos em volta de seu pescoço com medo do que ela estava planejando. 

Olhei na mesma direção que seus olhos estavam concentrados, havia um espaço gigante no meio, os amiguinhos do Donghae eram tão burros assim?!

Fechei os olhos com força. E senti um vento forte batendo em meu corpo. 

Abri os olhos depois de um tempo, e ela estava pulando de árvore em árvore quando nem eu sabia como ela tinha subido aquilo. 

Ela parou em uma árvore após perceber que ja tinha se afastando o bastante. Ela me olhou, e eu comecei a sentir meus olhos pesarem. 

-Seria bom você descansar, não se preocupe, irei procurar um lugar para nós ficarmos. - disse, carinhosamente. Não dei muita bola para aquela atitude dela, pois estava muito cansada. 

Fechei os olhos, caindo em um sono profundo. 

XX

Taeyeon 

Eu estava ficando preocupada já, eu já havia voltado para casa, mas estava com a Tiffany. Estávamos nós duas sentadas no sofá e eu ligando várias vezes para o celular da Yuri.

-Tae, ei, calma. - pediu ela, colocando a mão sobre a minha é entrelaçando nossas mãos. - Yuri deve estar com a Jessica, ela irá ligar de volta algum momento. - suspirei, assentindo positivamente. Eu estava prestes a deixar o celular em cima da mesa, quando eu ouvi o mesmo tocar. 

Quase deixei o celular cair no chão com tanto desespero, peguei de maneira desajeitada o celular, atendendo e colocando na orelha.

-Yuri? Hey, Yuri! Aonde você está? Yuri?! - perguntei, desesperada.

-Ou, calma, você nem me deixa falar, fica calma baixinha. Eu estou em um hotel junto com a Jessica, é uma longa história, mas, só queria deixar avisado que o Donghae, ex namorado da Jessica sequestrou ela, mas eu ja à busquei. Avise Tiffany, fique esperta e não deixa a Tiffany atender qualquer ligação dele, ela não tem ideia de como ele é perigoso, o cara é um psicopata. Preciso desligar agora já que eu estou usando o telefone do hotel, que por sinal precisa pagar. - disse, do outro lado da linha me deixando aliviada por um lado, mas com medo desse Donghae vir atrás da minha Tiffany.

-Tudo bem Yuri, conversamos melhor amanhã! Se cuida, cuide da Jessica também. Eu te amo, não se esqueça disso. - falei.

-Eu também amo você baixinha, relaxa, não iria acontecer nada comigo, a unica pessoa que pode me matar nesse mundo que eu deixaria seria você. - falou, rindo.

Ri um pouco baixo

-Bye, preta. - disse, mais animada. 

-Bye, anã de jardim. - falou, desligando.

Tiffany me olhava um pouco mais relaxada, mas um pouco apreensiva também.

-Elas estão bem, mas, parece que houve uma coisa com a Jessica. - falei, ela arregalou os olhos. - Calma, está tudo bem, ela já esta com a Yuri, mas seria bom explica-la a situação. - ela assentiu positivamente.

Apertei mais sua mão, contando tudo oque a Yuri havia resumido para mim. Pude perceber seu nervosismo pela sua respiração ofegante, acho que ela não esperava esse tipo de coisa vindo de um ex namorado. 

-Aquele filho da puta! Eu vou acabar com a vida dele. - exclamou, fiquei supresa por alguns segundos, mas depois fiquei séria. 

-Tiffany, me prometa que não chegará perto desse cara. - disse. Ela me olhou confusa. - Por favor, eu estou preocupada com você, eu tenho medo de que algo aconteça a você, é eu não iria saber oque fazer ou como reagir se isso acontecesse. - falei rapidamente, parando para respirar. - Eu não vivo sem você, então, por favor, me prometa. 

Ela deu um sorriso tímido, selando nossos lábios lentamente. Sem permissão me invadiu com sua língua, explorando cada canto da minha boca. Ela se separou de mim com dificuldade, mas não antes de me dar um selinho rápido e colar nossas testas. 

-Eu prometo, você não irá me perder, meu amor. - disse, colocando as duas mãos em meu rosto.

Sorri aliviada.

Naquele momento, eu era a pessoa mais sortudo do mundo.


Notas Finais


GUESS WHO BACK AGAIN?
AAAAAAAAA
Mas, adivinha quem ja ta indo embora?
Exatamente
Espero que tenham curtido o capítulo 💜

Esse taeny e tão >...<
Comou posso ficar tão boba com a minha própria fic?
Jesus

ESPERO QUE TENHAM APROVEITADOO MAIS UMA VEZ XD

Bye, amores ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...