História Boku no Hero--Imagine - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Aizawa Shouta, Asui Tsuyu, Bakugo Katsuki, Lida Tenya, Midoriya Izuku, Personagens Originais, Present Mic, Todoroki Shouto, Uraraka Ochako, Yagi "All Might" Toshinori
Visualizações 138
Palavras 1.639
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drabble, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


AI MDS DESCULPA, EU REALMENTE DEMOREI, TAMBÉM, O CAPÍTULO TÁ UMA MERDA AAAAAAAAAAAAAA DESCULPA ;_;

Aqui como prometido, um capítulo Yuri u-u

E também..30 FAVORITOS CARALHO AAAAAAAAAAAAAA SOCORRO<3333333333 EU AMO VCS SERIAU ;U;

Capítulo 2 - Uraraka x Header- Juntas


Fanfic / Fanfiction Boku no Hero--Imagine - Capítulo 2 - Uraraka x Header- Juntas

-Y/N, acho que..Não podemos mais ser namoradas.- Uraraka falou aquilo enquanto olhava para baixo, com as duas mãos juntas e com uma feição triste

-...Que?- Você arregalou os olhos ao escutar tais palavras dela, você havia programado das duas irem tomar um sorvete para comemorar seus três meses de namoro. Sim, você era lésbica, mas Uraraka era bisexual, mas isso não interferia nada em seu relacionamento até agora

-E-e-eu acho que..Que isso não é certo!- A mesma apertou a barra de sua saia cor pastel, fechando os olhos- Namorar uma menina n-não é certo!

-Uraraka. Três meses. TRÊS MESES DE NAMORO! E agora você vem me dizer isso?! Mas que porra é essa, han?!- Você colocou a mão em seu rosto, cobrindo sua pele azulada, mas logo a deixa exposta para olhar a mesma, você estava se segurando para não chorar ou dar um murro nela- O que caralhos aconteceu?

-Não é nada!! Eu apenas..apenas..- Olhou para trás, provavelmente vendo se alguém chegava- Apenas não te amo mais!! Eu..Eu..Eu te odeio! Y/N!- Você pôde notar que ela estava com lágrimas nos olhos, a menor lhe empurrou e saiu correndo, sumindo na multidão

Você estava perplexa pelo o que acabara de acontecer, sentiu as lágrimas quentes caírem de seu rosto, molhando sua face. Começou a chorar naquele lugar mesmo, sem ao menos se importar com os olhares dos outros, queria mesmo era poder ao menos ter alguém para cessar sua raiva, queria realmente socar alguém e chorar no colo do mesmo. Sua mão trêmula foi ao encontro do seu celular, ligou para seu primeiro contato que apareceu na lista de chamada

-..M-midoriya..? P-p-posso falar com você?- Tentava conter o choro para o mesmo não estranhar, mas depois de vocês marcarem um canto para irem, você simplesmente jogou o celular no chão e pisou emcima dele, sim, custava caro um, mas isso não importava agora, você só queria morrer, e nada mais.

~///*///~

-E...Foi isso?- A voz do esverdeado soou em seus ouvidos, estavam em um bar próximo à sua casa, então podia ir e voltar sem problema algum, ele tomava uma coca e tinha seus cabelos naturalmente bagunçados

-É.- Você deu mais um gole em sua cerveja, sim, era de menor e estava bebendo, mas por que? Estava pouco se lixando para as leis do mundo, era uma deliquente e não seguida as regras. Talvez sim, esse podia ser o motivo de Uraraka terminar o namoro de ambas- Isssssoo é um sacoo...Izuku-Kun..Conhece uma pessoa para eu poder ficarrrr?- Sua voz era fraca e longa, já havia tomado três latas e já estava bêbada, soluçou e tomou mais um gole, acabando sua quarta lata, agora iria para a quinta se Deku não tivesse tomado de sua mão

-Y/N-San! Você não é a menina que eu conheço! A menina que eu conheço e que eu gosto é deliquente e luta pelas coisas que ama! Cadê essa menina? Ela não chora por causa de um amor perdido!- Ele fala isso em uma voz grave, parecia seu antigo pai, bem, se ele não tivesse sido preso você estaria feliz nesse exato momento

-Eeeeeuuuu não sei Izzzukuu....Eu estou tããããão carente..- Começou a rir, colocando as duas mãos em seus cabelos rosados, mas logo comecou a chorar quando se lembrou dos momentos entre você e sua namorada- Eu não sei o que fazerrrr...Eu sou uma merda. Euuu sou um lixo.

Izuku olhava para você com um mero olhar de reprovação, mas, logo seu olhar mudou para uma feição curiosa e brilhante. O mesmo olhou-te e sorriu levemente para você, se aproximando um pouco de seu rosto para limpar a saliva que saia do canto de sua boca

-..Y/N-San, eu sei que você é muito sensível nesse negócio de pedir desculpas ou pedir algo para ela. Eu vou tentar falar com a Uraraka para tentar saber o por ela ela fez isso com você.- Ele sorriu docemente. Oh céus, como amava aquele sorriso- Tudo bem? Apenas não fume ou beba muito, pode acabar morrendo. Também, não s–

-SIIIIIIIIMMMMMM!~~~ Eu te amo dekuuuuh!!!!!!~~- Você deu vários beijinhos nele, fazendo o mesmo rir, mas logo perdeu a consciência e desmaiou ali mesmo, talvez tivesse bebido demais, pois era muito frágil à bebidas alcoólicas. A partir daí não conseguia se lembrar mais de nada, somente uma cabeleira verde começar a gritar seu nome.

~///*///~

Acordou em sua própria casa. Ah, sim, Deku havia lhe trago até aqui por caridade. Pobre coração de melão, não é mesmo? Se sentou em sua cama e olhou ao redor, coçando sua cabeça e borcejando, mas logo ouviu a porta do quarto ser aberta e pensou que seria ele, mas era somente sua mãe

-.. Querida, o que eu te disse sobre beber demais?- a azulada maior disse em sua reprovação, seus cabelos delicadamente brancos davam um lindo toque sereno nela, mas, sereno ela não tinha de nada

-Ah, vai tomar no cu.- Você franziu o cenho, coçando os olhos com a mão esquerda- Uh..Que ressaca de merda. Que dia é hoje, ein..?- Tentou se levantar, mas seus músculos estavam fracos e dois dos pés à cabeça, sinceramente, odiava aquilo

-Sabado.- Respondeu sua mãe com um leve sorriso- Ah, Y/N, eu fiz panquecas para você, espero que goste meu amor!- Deixou o prato ao seu lado, okay, sua mãe estava estranha, cemi-cerrando seus olhos, você tomou a voz, sendo a mesma um pouco grave

-Mãe?

-E-du também fiz biscoitos e suco de laranja, e estou terminando waffles com cobertura d-de caramelo..

-Mãe.

-Você também v-vai amar a minha salada de frutas c-com leite moça! Você também vai se derreter com o meu mousse de maracujá!

-MÃE!

-ME DESCULPA!- A maior abraçou-lhe, começando a chorar baixinho, você suspirou alto e afagou seus cabelos, dando um beijo na sua testa- E-eu acho que estou traindo seu pai..Eu gosto de outra pessoa!

-Mãe, você "acha"?- Sua voz estava meio serena, mas também preocupada com a sanidade mental de sua mãe

-Eu conheci um homem e ele tem uma individualidade incrível! Já te contei que ele também é um herói?! Ele é meio calado mas também amoroso! E..Aaaahh! Eu lembro que seu nome é o..Hmm, como era mesmo? Aikaza..Auwaza..- A mesma colocou a mão no queixo, pensando antes de sorrir alegremente- Ah! O nome dele é Aizawa! Ele é professor da UA! Nos conhecemos no mercado! Ele é tão baixinho! Mas eu acho que ele chega em minha testa. Enfim, começamos a falar sobre coisas que gostamos é viramos amigos!

Okay, isso, com certeza, era a gota d'água. Primeiro; você termina com sua namorada, segundo; Você bebê de mais e fica de ressaca, terceiro; Sua mãe começa a gostar do professor da sua ex e do meu melhor amigo. Agora sim, seu mundo estava confuso.

~///*///~

Mais tarde, aproximadamente umas 15:33 você foi para um parque próximo pois iria se encontrar com Midoriya e ver o que deu em ele falar com Uraraka. Você trajava um moletom roxo com várias estrelas no mesmo e uma saia preta que batia em suas coxas, junto com uma meia 7/8 branca e tênis All star vermelho, estava com uma aparência tão inocente que ninguém podia desconfiar que era filha de um preso e era deliquente.

Suspirou baixo e passou suas mãos geladas em seus cabelos, olhando em volta para ver se encontrava Midoriya, mas seu olhar parou em una certa garota de cabelos curtos e castanhos; Uraraka. Sentiu seu coração palpitar, teve medo e também um pouco de curiosidade em saber o por que a mesma estava ali, se aproximou discretamente da mesma, puxando a manga de seu casaco vermelho xadrez

-Uraraka..- Você falou baixo, mas mesmo assim um tanto alto para a menor ouvir, viu ela se virar bruscamente, arregalando minimamente os olhos

-Y-y/n...- Gargejou um pouco, olhando para baixo- Na verdade, não foi Midoriya que te mandou aquela mensagem, fui eu..M-mas foi por uma boa condição! E-eu..

-Não. Uraraka.- Você a interrompeu, abaixando o olhar e segurando suas mãos- Eu entendo que eu não sou boa o bastante para você, eu sou apenas uma mera criança deliquente..Bem, não posso ser considerada criança por ser dois anos mais velha que você. Então eu peço de—

-Y/N!! Para com isso!- Ela quase gritou, mas foi um tanto alto, mas não atraiu nenhuma atenção- Eu que peço desculpas!- A mesma se curvou, fechando os olhos com força- Eu fui obrigada a fazer isso!

-Obri..Gada..?- Você arregalou um pouco os olhos, meio incrédula pelo o que acabara de ouvir, piscando até algumas vezes

-S-sim! Meus pais não gostam de namoro de pessoas do mesmo gênero então..Descobriram que eu namorava uma menina.- Ela voltou a sua postura, abraçando seus próprios braços- E me pediram, não, obrigaram a eu terminar com você. Eu tentei dizer que eu te amava e tudo mais..Mas acabei que ser ignorada.

Tudo aquilo que ouvia era tão..Amedrontador. Você ainda estava supresa por tudo que ouviu, tudo que ouvira ou que está ouvindo. Apenas fez algo sem pensar duas vezes; a puxou rapidamente para um beijo. Um beijo ardente mas ao mesmo tempo apaixonado. Um beijo que dizia mais de seis mil palavras. Você achou que levaria uma bofetada mas foi surpreendida por ser correspondida da mesma maneira

-Y-y/n-San..- Uraraka separou o beijo em seus braços por falta de ar, engoliu seco e sorriu da maneira mais gentil possível- Eu te amo.

-Eu também te a—- Sentiu seus pés serem levantados do chão- Eh?- Olhou para baixo, vendo que estava no ar- Uraraka!

-D-desculpe!!! Eu perdi o controle! Juro que não vai acontecer! E-eu..- No lugar de você ficar com raiva começou a rir descontroladamente, subindo mais ainda, mas por sorte conseguiu segurar a mão de Uraraka

-Eu também te amo.- Sorriu docemente, vendo que ela sorriu de volta, dando um selinho rápido em seu nariz, rindo baixo

-Vamos! Eu queria algodão doce!- A mesma saiu te puxando alegremente, dando leves pulinhos no ar, ah, como adorava ver aquela carinha sorridente novamente

Agora sim sabia o verdadeiro sentimento de amar e ser amada. Agora, Uraraka e você estão juntas, para todo sempre.


Notas Finais


Eu já disse que estava uma merda? :D

•Próximo capítulo será do Bakugou novamente e adivinha? SIM, Y A O I•


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...