História You'll Be In My Heart - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Shawn Mendes, Zayn Malik
Tags Camila, Camren, Camren G!p, Lauren, Lauren G!p, Romance
Visualizações 884
Palavras 1.377
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente, me perdoem pelo desabafo de hj cedo, muitos não mereciam ler o que escrevi, eu realmente fiquei p... pq não é a primeira vez q esse ser me atazana, em outra fic foi a mesma coisa, eu explodi, me perdoem. E quero agradecer à todos que me apoiaram, eu voltei hj por vcs. Então dedico esse cap à todos que estão comigo, amo vcs de coração s2

Capítulo 22 - Namorada?!


POV Lauren

 

Fui de volta pra quadra de cabeça baixa, as meninas estavam no vestiário, mas fiquei do lado de fora, não estava com cabeça, só queria jogar e ir embora. Soou o apito e as meninas saíram do vestiário indo pra quadra.

- Laur, que cara é essa? – Mani me pergunta assim que se aproxima de mim.

- Nada. – digo triste.

- Pode me contar o que aconteceu. – fez uma cara de brava. Quando eu ia responder, vejo Zayn entrando na quadra com uma menina.

- Mani, quem é aquela? – aponto disfarçando pra menina que estava ao lado dele.

- Ah, é a Kamila, ela é nova na escola, estuda no segundo ano. – meus olhos se arregalam.

- Ela chama Kamila?? – fico espantada e Mani me olha estranho.

- Sim, porque o interesse?

- Depois eu te conto, como eu sou burra. – bato na minha testa. – Eu vou pedir Camz em casamento. – digo afobada.

- O que?! – agora ela arregala os olhos.

- Não deus, em namoro, vou pedir ela em namoro hoje. – digo e me veio uma felicidade imensa por saber que não era a minha Camila com ele.

- Que ótimo Laur, fico muito feliz. – ela me abraça e fomos na quadra. O juiz falou conosco e escolhemos o canto da quadra.

 

POV Camila

 

- Dinahhhh.

- Calma Mila, vai passar. – diz do lado de fora da porta da cabine do banheiro.

- Porque fui ter dor de barriga justo agora, eu quero ver a Lo jogando. – digo suando frio.

- Você tem que tirar isso do seu corpo, ou quer andar como se tivesse assada?

- Ok, ta saindo, ohh, vai merda. – comecei a pular na privada pra ver se saia. – Ai Dinah, isso emperrou aqui. – escuto ela dar risada. – Isso, ri das desgraças alheias.

- Desculpa Mila, mas essa situação ta muito engraçada. Treina pra quando você for mãe do Lorenzo Junior, força, tenha força, aperta alguma coisa perto com a mão e força isso a sair de você.

Segui o que ela falou e apertei o rolo do papel higiênico e fiz força, até que saiu tudo.

- Jesus Cristo, que parto difícil. – digo e Dinah começa a rir da minha cara. Saímos do banheiro e seguimos pra quadra.

- Espera, você trouxe? – pergunto pra Dinah.

- Trouxe ne, eu não iria esquecer uma coisa tão importante assim. – assenti e voltamos pra quadra. Vejo Lauren correndo com a bola, ela vestida de jogadora é muito sexy.

Sentamos juntos com outros na arquibancada e começamos a assistir ao jogo.

- Minha filha, porque demorou tanto? – minha mãe me pergunta enquanto comia pipoca.

- Emergência no banheiro.

- Eu te falei minha filha, tem que comer mamão, senão o cocô emperra. – as pessoas ao redor começaram a rir. – Do que estão rindo, vocês não cagam também não? – minha mãe fala se virando pra eles.

- Ai que vergonha. – tento esconder minha cara.

O jogo seguia truncado, as vezes faziam falta na Laur e meu coração disparada, pensando que ela pudesse estar machucada, mas ela levantava e seguia com o jogo.

- Oh Cristo, coitado do pênis dela. – tia Gretchen põe as mãos na boca.

- Nossa, a Lauren mal sai de uma torsão, agora chutam a bola nas bolas dela. – Sofi faz uma careta de dor. Uma menina chutou a bola no sexo da Lo, ela estava gemendo de dor, fui correndo e invadi a quadra.

- Lo, você está bem?? – ponho as mãos no rosto dela e acaricio.

- Agora sim amor. – me abraça e eu fico meio confusa.

- É com licença, vamos voltar ao jogo? – o juiz faz cara feia e eu saio da quadra com um sorriso bobo no rosto.

O jogo foi assim até o final do primeiro tempo, as meninas foram ao vestiário pra conversar sobre as estratégias de jogo. Eu fiquei na arquibancada mesmo, não queria desconcentrar a Lo.

- Ah não. – escutei Sofi relinchar do meu lado.

- Oi Taylor, agora o jogo está no intervalo, então não vou atrapalhar ninguém. – um menino que vinha até nós disse e olhou diretamente pra Sofi. – Será que poderia passar o número do seu celular?

- Nossa, mas você é chato em cara. – Sofi se levantou e ficou de frente pra ele. Olhei pra trás pra ver se meus pais iam falar algo, mas eles estavam concentrados na situação. Tia Gretchen comia pipoca olhando pra eles, parecia que assistiam à algum filme.

- Eu estou falando com Taylor e não com você. – disse impaciente.

- Você está falando com a minha namorada. – todos arregalaram os olhos, tio Mike se engasgou com a pipoca e Tay parecia que tinha visto um fantasma.

- Namorada?! Faz me rir. – começou a rir da cara da minha irmã.

- Não acredita ne? – Sofi deu um risinho sarcástico.

- Não. – sorriu em desafio. O que aconteceu a seguir foi cena de cinema. Sofi se virou pra Taylor, pegou sua mão e a levantou da arquibancada, colocou suas mãos na cintura e tascou um beijão na boca dela. Abrimos a boca todos espantados.

Elas pareciam que iam se engolir na arquibancada.

- É, hum, e-eu já vou. – o menino saiu correndo dali. elas ficaram mais um tempo se beijando.

- Pronto Tay, ele não vai mais te en...- Tay interrompe Sofi com outro beijo. Sorriram sem graça e se sentaram, Tay deitou a cabeça no ombro de Sofi, que a abraçou pelos ombros.

- E grande amigo Mike, acho que nossas famílias serão uma só. – meu pai falou e todos riram. Eu sabia que tinha coisa entra elas, sabia.

As meninas voltaram do vestiário, Lauren correu os olhos pela arquibancada e pararam em mim.

- Eu te amo. – falou com a boca e meu coração disparou. Eu estava cada vez mais apaixonada por ela.

No segundo tempo, as meninas começaram melhor que o time adversário, correram muito, chutaram bastante, Lauren jogava muito bem, só que quando ela estava chegando com a bola perto do gol, uma menina praticamente a atropelou.

Todos da arquibancada xingaram e o juiz deu pênalti ao nosso favor. Lauren se levantou e todos se acalmaram. Ajeitou a bola, respirou fundo e o juiz apitou.

Ela deu um chute preciso, a goleira não teve chance, foi uma gritaria até, todos levantaram da arquibancada comemorando.

- Isso ai Looo. – gritei emocionada, e ela virou mandando um beijo pra mim. Todas foram abraça-la.

Depois da euforia, jogaram mais alguns minutos, mas o time adversário não teve chance, ganhamos. Corremos pra quadra e fomos abraçar as meninas. Lauren me viu e veio correndo até mim.

- Ganhamos Camz. – me pegou no colo e me girou no lugar. Ataquei seus lábios e começamos um beijo cheio de línguas. – Eu amo você. – me disse e me deu um selinho.

- Vamos? – estendi a mão e ela entrelaçou nossos dedos. Ela parecia triste por eu não ter falado nada, mas ainda não era a hora.

Estávamos do lado de fora da escola, Sofi e Tay estavam abraçadas, até que faziam um casal bem bonito.

- Gente, quero a atenção de todos. – falei e me desfiz do abraço de Laur, que estranhou a princípio.

- Na verdade, eu também tenho uma coisa para falar. – ela disse vindo ao meu lado.

- Eu quero falar primeiro Lo.

- Mas eu também Camz. – ela parecia aflita.

- Dinah. – chamei e Dinah veio até mim com sua mochila. – Bom, sei que não é um lugar muito romântico, mas aqui estão as pessoas mais importantes de nossas vidas, eu quero que elas presenciem isso. – digo e pego a caixinha que tinha na bolsa, me ajoelhando em seguida.

- Camz, o que está fazendo? – Lauren parecia apavorada.

- Lauren, já estamos ficando a algum tempo, eu, a cada dia me apaixono mais por você, cada gesto seu, cada olhar, me faz perceber que o que eu procurava, estava sempre ao meu lado. – Lauren já começou a chorar. Escutei algumas fungadas, acho que alguém estava chorando também. – Te conheço desde pequena, você sempre vai ser minha melhor amiga, mas queria perguntar se você quer ser a minha melhor namorada. – dei um sorriso e lágrimas escapavam dos meus olhos. – Então, Lauren Jauregui, você aceita ser minha namorada? – abri a caixinha e tinha dois anéis dentro.


Notas Finais


tdu não passou de um mal entendido, apressados kkkkkkkkk fiquem tranquilos, eu nunca desistirei de fic alguma, eu só fiquei chateada, parece birra de criança comigo, mas estou mais calma kkkkk espero que tenham gostado, eu aceito criticas construtivas e não do jeito que estava, praticamente me atacando, enfim, obrigado a todos que estão comigo e obrigada pela força, amo vcs s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...