História You'll Never Be Alone - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~tommostressed

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Larry Stylinson, One Direction, Ziam Mayne
Visualizações 60
Palavras 783
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Festa, Ficção, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - The call


Camila era adorável, mas só as vezes, na grande maioria do tempo ela era pegajosa e muito falante, era quase impossível ter um diálogo com ela, já que ela não deixava ninguém falar.
Até Mary que não se estressava com nada, as vezes perdia a paciência com a garota. E quando o assunto era Liam Payne toda a paixão que ela nutria pelo garoto transbordava em forma de excesso de atenção.

Talvez seja por isso que o "relacionamento" deles nunca passaram de beijos e amassos. Mas nada muito sério já que Liam odiava grude.

- Eu não namoro a Camila se é isso que quer saber, e nem quero. - Explicou. - Ela é legal e tal, mas eu não gosto dela, pelo menos não desse jeito.

Aquelas palavras provocaram um estranho alívio em Zayn. Ele queria sorrir, mas se conteve e apenas murmurou um "hmm".

- E você e aquela loirinha? Vocês...

- Não... não mais. - Zayn suspirou.

A lembrança de Gigi beijando aquele garoto o atingiu como um raio naquela manhã. Aconteceram tantas coisas que ele tinha até esquecido todo o drama do dia anterior.

Zayn contou toda sua história com Hadid. E disse o quanto se sentia cansado. Sentiu-se até aliviado por estar desabafando com alguém.

A conversa fluiu tão facilmente, que quando se deu conta, o carro já estava sendo estacionado em frente a sua residência e a conversa que a pouco não parecia ter fim, se transformou em silêncio nem Zayn e muito menos Liam sabiam ao certo o que dizer.

- Obrigado. - O moreno quebrou o silêncio.

- Não precisa agradecer - Liam sorriu.  

- É sério, obrigado mesmo. - E Liam sabia que Zayn não agradecia somente pela carona, ele se referia a tudo. - E me perdoa por ter quebrado tuas coisas, eu prometo te comprar outro.

- Relaxa cara, está tudo bem não precisa.

- É - é eu até te convidaria para entrar, mas se você não correr vai perder outra aula.

- Você está certo, então... eu te vejo por aí?

O moreno assentiu, e Liam deu uma piscadela e um sorriso de lado, logo se despedindo e indo embora.

Zayn viu o carro se afastar e sumir na curva. E o garoto ficou ali, parado, pensando, milhões de coisas passavam pela sua cabeça e ela novamente começava a doer, parecia mais um terreno sendo bombardeado por mísseis. Fora a respiração que estava um tanto descompassada.

Uma nota mental foi feita.

NÃO INGERIR ÁLCOOL PELAS PRÓXIMAS 3 ENCARNAÇÕES.

》》》》

Na tarde daquele mesmo dia, os garotos se reuniam na casa de Niall. Como tinham acumulado alguns exercícios no decorrer da semana passada, resolveram se juntar e resolver as atividades em grupo, já que seria mais fácil e muito mais divertido que responder individualmente.

- Alguém conseguiu responder a quinta questão de história? - Harry perguntou e depois encheu a mão de salgadinho e colocou na boca.

- Tu tem que fazer um resumo sobre como Hitler era um filho da puta. Toma, lê e tira uma idéia do que eu escrevi - Louis entregou seu caderno ao cacheado.

As quatro balas todas de sabores distintos que estavam na boca do loiro não o empediram de perguntar a Liam o motivo de seu atraso mais cedo.

- Desembucha Lee, o que aconteceu? Você tá todo estranho... E eu nunca vi você se atrasar tanto assim pra aula.

- Hmm... Sabe aquele cara que tava brigando lá na escola ontem? - Os outros dois garotos também tinham suas atenções voltadas para Liam, e assentiram com a pergunta.

- Eu esbarrei com ele ontem, na saída da pizzaria, ele nem tava se segurando em pé de tão bêbado que estava. Aí eu ajudei ele.

- E o que isso tem haver com você chegar atrasado?

- É que hoje de manhã, ele esbarrou no nosso porta retrato e acabou se cortando, então eu...- Niall o interrompeu.

- Que porta retrato? Aquele que fica NO SEU QUARTO, que tem nós quatro? - uma expressão sacana tomava o seu rosto.

- Nem faz essa cara, não aconteceu nada, ok? - Liam sabia o quão poluída poderia ser a mente do loiro.

- Ué, eu não disse nada. - O loiro fingiu sua maior cara de indignação.

- Mas eu sei que pensou, seu ridículo.

- Eu sou tão previsível assim?

O celular de Niall começou a vibrar em cima da mesinha de centro. Mas apenas Harry percebeu a chamada, ele pegou o telefone e chamou a atenção do garoto balançando-o em sua frente.

- Nialler! Tem alguém te ligando.

- Oh, valeu! - Ele se levantou do tapete felpudo e foi até a cozinha atender a ligação.

- Hmm... então quer dizer que você levou o novato pra sua casa?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...