História Young FriendShips - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescência, Amor, Família, Romance, Vida
Visualizações 9
Palavras 2.314
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Um capitulo fofo já que o próximo vai ser meio tenso heheheh

Capítulo 18 - Amigo(s) Secreto


- Que horas são? - Lottie pergunta, bocejando e se jogando no braço de William, que estava na parte de trás dela, apoiada no sofá.

- Quase meia-noite. - Harry diz, olhando no seu celular.

- Acho melhor decidirmos que ganhou e encerrar a noite. Todos vocês acordam cedo amanhã. - Lew diz.

- Aa nããoo. - Hendra reclama, se endireitando. - Hoje é uma daquelas noites que são muito legais para serem finalizadas.

- Por que vocês não dormem aqui hoje? - Will diz, olhando em volta. - Todos vocês.

- Mas não tem camas suficientes. - Lewis fala, guardando os dados na caixa e então se apoiando no Harry, que colocou seu braço em volta dele.

- Nós podemos dormir todos aqui no sofá mesmo e eu trago meu colchão, ligar um filme e sei lá.

- Hoje é segunda-feira, pessoas. - Lewis ri. - Dois trabalham amanhã cedo e duas vão pra escola.

- Para de ser estraga festa. - Hendra joga sua almofada no seu irmão. - Daqui alguns meses eu vou pra faculdade, deixa eu aproveitar meu último ano aqui, por favor?

- Nossa. - Lew suspira. - É verdade né? - Ele afundo nos braços de Harry. - Daqui a pouco você vai pra sei lá que canto do mundo.

- Não pensem nisso agora. - Lo diz. - Ainda temos alguns meses com a Hendra aqui, vamos aproveitar então.

- Com ela aqui? - Will franze a testa. - Você não vai também?

- Vou, mas não pra longe. Não vou sair dessa região, minha mãe precisa de mim. - Ela sorri para ele.

- Oh. - Ele suspira aliviado, sem ser nenhum pouco discreto. - Legal.

- Sobre hoje, então. - Harry muda o assunto. - Vou pegar o colchão, abram o sofá.

- Eu vou junto, pra pegar uns cobertores. - Lew esfrega as mãos, se levantando. - O instinto Lewis diz que amanhã vamos acordar com neve.

- SuperLewis não tinha o poder de mudar o tempo. - Hendra gritou enquanto Lew e Harry seguiam pelo corredor. - Ele só fazia as tarefas de casa.

- Super poderes evoluem, minha cara. - A voz de Lew é ouvida em algum lugar da casa. - Marquem minhas palavras.


Todos já estavam acomodados em seus lugares, William, Lottie e Hendra no sofá e Lewis e Harry no colchão. Diversos travesseiros estavam distribuidos e cada um tinha seu próprio cobertor (menos quem estava no colchão).

Depois de muita discussão sobre qual filme eles iriam assistir, foi decidido que seria Titanic, em parte porque ninguém iria ficar acordado até o final, e em parte porque Hendra nunca tinha visto.

Então, quando o navio estava afundando, todos já estavam dormindo em um sono profundo.

Menos Hendra, que chorava silenciosamente com a cena.


Lottie foi a primeira a acordar. Já era 9 horas da manhã, e nem ela nem Hendra iriam para a escola, obviamente.

- Will? - Ela o chacoalha, e sorri quando ele começa a tentar a abrir os olhos. - Will.

- Hm? - Ele murmura.

- Já são 9 da manhã, vocês não tem que abrir a loja?

O garoto se espreguiça e se senta no sofá, tentando fazer sentido do que ela tinha falado. - Droga, temos sim. - Ele se joga na almofada com um resmungo. - Tá muito bom pra sair daqui. Quantos graus tá lá fora?

Lottie pega seu celular e atualiza a temperatura. - 5 negativo.

Ele se levanta do sofá e joga seu travesseiro no Harry, acordando num salto ele e Lew.

- Vamos, pombinho. - Ele bagunça o cabelo de Harold com a mão. - Temos um trabalho pra fazer.

- Mhm. - Harry se vira e abraça Lew. - Já levanto.

- Rápido, por favor.

- Bom dia, seres humanos - Lew diz, sorrindo.

Harry responde com um beijo na ponta do nariz dele.

- Harry, pelo amor de Deus, levanta. - Will reclama, colocando seu casaco.

- Como vocês fazem barulho. - A voz de Hendra é ouvida.

- Ei... - Lew levanta a cabeça, olhando em volta. - O que eu falei!? - Ele se levanta num salto, puxando Harry com ele e indo até a janela. - Neve!

- Meu Deus, não é que é verdade? - Lottie se levanta, indo até a janela.

- É, Lew. - Hendra também vai ver, colocando uma mão no ombro do irmão. - Agora você pode usar esse seu super poder novo para o bem e ir trabalhar numa estação de metereologia.

- Harry! - Will choraminga, na porta.

- Deus me livre. - Harold revira os olhos e dá um beijo em Lewis. - Tenho que ir antes que William tenha um ataque.

- Tudo bem. Vá ser uma pessoa responsável.

Harry, que já estava de roupa pois havia dormido com ela, assim como todos eles, foi pegar seu casaco e até a porta. - Fiquem a vontade, ok?

- Isso, qualquer coisa, estamos lá embaixo. - Will afirma, e então os dois descem as escadas, fechando a porta atrás deles.

- Bom meninas. - Lew poe cada braço em volta de uma. - O que querem de café?

- Qualquer coisa. - Lo diz. - Só um chá já é o suficiente pra mim.

- Não pra mim! - Hen reclama. - Lew... - Ela sorri com cara de cachorro que caiu da mudança. - Você bem que poderia fazer...

- Panquecas? - Ele adivinha. - Claro.


William havia emprestado seu casaco para Lottie, que havia preferido ir a pé para casa para poder aproveitar a neve antes que a mesma se tornasse um caos. Hendra foi sozinha também, já que sua casa era literalmente do lado, e Lew seguiu seu caminho para sua própria.

Na loja, restaram Will e Harry, como sempre.

- Ontem foi divertido. - Harry boceja. Havia duas noites que ele não dormia corretamente.

- É bom você não dormir em serviço, Harold. - Will brinca, passando álcool na bancada. Ele então olha para o amigo por cima de seus cílios. - Sabe? Eu estou orgulhoso de você.

- Quê? - Harry ri, um pouco envergonhado.

- Até um mês atrás você só falava com clientes além de mim. - Ele dá de ombros. - Agora nós temos um grupo de amigos em comum e você até namora. Quem diria?

- Quem diria. Acho que precisamos até criar um grupo de Whatsapp pra nós. - Ele brinca e Will arqueia as sombrancelhas.

- Eu concordo.


20/12/2017


- Que frio do inferno! - Will entra na loja, dando uns saltos para se aquecer. - Vocês não querem sair lá fora, sério.

- A culpa é sua que esqueceu de comprar o presente e deixou pro último minuto! - Harry ri, se ajeitando nos braços de Lew.

- Bom, antes isso do que meu amigo ou amiga secreto ficar sem presente.

- Eu nem sei se a pessoa vai gostar do que eu comprei, pra ser sincera. - Lottie diz. - Eu sou péssima com presentes.

- Eu também. - Hendra fala, olhando pela janela.

- Vamos começar por que eu sou ansioso demais. - Lew diz, se mexendo incontrolávelmente por alguns segundos. - Quem se oferece para começar?

Lottie levanta a mão. - Posso?

- Vá em frente.

Ela se levanta e fica no meio dos quatro. - Bom, o meu amigo secreto é uma pessoa muito legal...

- Opa, já não sabemos que é o Harry. - Will brinca.

- Ei! - O amigo diz, no meio das risadas.

- Uma pessoa muito legal... - Ela continua. - Inteligente, que faz todo mundo rir quando quer e adora filmes de ação.

- É a Hendra? - Lew pergunta, franzindo a testa.

- Não dessa vez. - Ela sorri.

- Ah, então sou eu! - Ele se levanta num salto e vai até a garota, que estava rindo, pegando o presente. - Muito obrigado. - Ele a abraça e eles voltam para seu lugar. - Vamos ver o que é... - Ele começa a desembrulhar a pequena embalagem. Dentro, tinha o jogo Horizon: Zero Down.

- Você não parava de tagarelar essas últimas sobre como queria esse jogo.

- Ai, Lottie, muito obrigado, mas... Eu não tenho um play 4.

- Não tem... Até dia 25. - Hendra pisca para os dois.

- O quê!? - Ele fica abismado.

- Eu não falei nada. - Hendra diz. - Sua vez, Lew.

- Ah não. Eu quero ser um dos últimos. Vai você.

- Mas... Tá. - Ela murmura. - Só saiba que isso é contra as regras. - Ela se levanta. - Bom, meu amigo secreto é alguém atencioso, que se importa com os outros as vezes mais do que com si próprio... Hm... - Ela pensa. - Ah, sei lá, cara. Sou ruim com palavras. Sei lá, hm, tipo, é meio que um pai só que meio...louco?

- William! - Harry grita, vibrando e rindo.

- Você realmente é péssima nessa brincadeira. - Lew provoca.

- Ha ha. - Ela sorri pra Will e vai em sua direção. - Bom, eu não sabia direito o que comprar porque você não fala muito do que você gosta, então... Eu meio que pedi ajuda pra Lottie e ela achou que você ia gostar. É bem aleatório.

- Own, obrigada Hendra e Lottie. - Ele sorri, abraçando a garota morena. Então ele abre e dentro havia um Power Bank de Pokebola. - Oh meu Deus. - Ele respira fundo.

- Seu quarto é cheio de Pokémons, então eu meio que achei que você gostaria disso. - Lo ri.

- Meu Deus, Will, não sabia que você era desses. - Lew zoa.

- Não deem moral ou ele vai começar a tagarelar, sério. - Harry avisa, parecendo sério, mas depois caindo na gargalhada.

- Meninas, muito obrigado. Amei. - Ele ri. - Bom, minha vez então? - Ele se levanta, pegando seu pacote. - Meu presente vai para uma pessoa que é extremamente inteligente, boa, impressionante, linda,...

- Tá, tá, tá, já entendemos que é pra sua namorada. - Hendra o corta.

- Hendra! Não interrompa! - Lew briga, brincando.

- Querido, eu não tô aqui pra ficar ouvindo vocês pagando pau um pra outro não.

Lottie se levanta, rindo, pega o pacote e dá um beijo em Will. Então ela volta a se sentar ao lado de sua amiga e abre o pacote, tirando de dentro um vestido branco cheio de babados e rendas.

- Will... - Ela fica de boca aberta.

- Cara, isso definitivamente custou mais que 40 libras. - Harry diz.

- E o que tem de errado em gastar mais que o combinado? - Lew pergunta.

- Eu vi você olhando para ele noutro dia. - Ele explica. - Achei que você gostaria de usar ele no ano novo, já que você vai passar no Rio. Lá faz calor essa época, não?

- Will, eu... - Ela continua sem palavras. - Eu realmente não sei o que dizer.

- Você vai pro Rio? - Harry arqueia as sombrancelhas. - Que legal!

- E vocês, vão passar aonde? - A loira diz.

- Eu e Hendra vamos passar na França, com a família. - Lew diz.

- E eu vou visitar minha vó no interior. - Will diz.

- E você, Harry? - Lo pergunta.

- Ah. - Ele dá de ombros. - Vou ficar por aqui mesmo.

Will e Lew se olham quando Lo diz. - Nossa...

Lew limpa a garganta. - Ainda têm dois presentes. Harry?

- Bom, eu sou péssimo com isso também. - Ele murmura, subitamente triste. - Eu conheço quase todos vocês a pouco tempo, e, bom, essa pessoa é muito forte, empenhada, e, eu não sabia o que comprar, então eu só ouvi o seu irmão mesmo. - Ele ri baixo e vai até Hendra, que se levanta e o abraça.

- Eu tenho certeza que vou amar. - Ela sorri, pega o pacote (pesado e grande) e o abre. - A coleção toda de Senhor dos Anéis? - Ela sorri.

- Você ama os filmes, achei que ia gostar de ler também. - Lew sorri, pondo um braço em volta de Harry.

- Obrigada, meninos. Sério.

- Bom, Lew. - Will diz. - Sua vez.

- Como só sobrou um presente e uma pessoa, eu não preciso ser todo misterioso sobre né? - Ele diz, olhando nos olhos de Harry e o beijando rapidamente enquanto poe o envelope na frente do namorado. - Aqui está seu presente. Foi comprado com muito carinho. - Ele olha pra Will, que está roendo as unhas.

- Obrigado. - Harry beija Lew.

Então ele abre o pacote, e inicialmente fica confuso, até ver o que realmente era.

- Não pode ser. E-eu não posso... Isso claramente custou mais que 40 libras. - Ele gagueja, sem saber pra onde olhar.

- Você pode e vai aceitar. - Lew diz, sério. - Você não vê sua familía a anos, Harold. Eu não posso te levar pra França, pelo menos não ainda, mas posso te levar pra Bristol. - Ele o abraça. - E meio que eu só paguei metade, já que um amigo seu queria fazer parte desse reencontro.

Harry vira o rosto para William, que estava com um sorriso de orelha a orelha. - Eu-eu realmente não sei o que dizer. - Os olhos dele se enchem de lágrimas.

- Nãooo. - Lew ri, passando o dedo embaixo dos olhos de Harold. - Não é pra você chorar. Sorria!

Ele sorri, ainda chorando e meio rindo. - Eu te amo. - Ele diz, e essa era a primeira vez que ele dizia isso. - Tipo, muito. E você também. - Ele vira para Will. - E você, e você. - Direcionando para Lo e Hen (e não, elas obviamente não estavam se abraçando, e Lo definitivamente não estava chorando que nem um bebê). - Todos vocês.

- Awnn, nós te amamos também. - Lo diz, se levantando e o abraçando.

- Abraço em grupo! - Lew ri e o abraça, e logo todos estavam abraçando o garoto e se jogando em cima dele, rindo e brincando.

E Harold nunca esteve mais feliz em sua vida, mas, se ele para pra pensar, o garoto tem dito isso a si mesmo quase todos os dias.


Notas Finais


Bom amores, acho que temos menos que 5 capitulos até o fim...
Espero que tenham gostado de mais um capitulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...