História Young Love - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel, Lysandre, Personagens Originais
Visualizações 5
Palavras 1.012
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Escolar, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem a demora! Boa leitura!

Capítulo 12 - Mudanças


Quando o filme acabou, os garotos foram embora e eu me preparei para ir também, peguei minhas coisas no quarto da Jojo e desci para a sala esperando Castiel.


-E então? - ela chama minha atenção.


-O que?


- O que você e Roger fizeram enquanto eu e Lucas estávamos fazendo as pipocas?


-Quer dizer enquanto se pegavam na cozinha? Nós conversamos.


-A gente não...


-Então por que nos deixou sozinhos? No mesmo sofá e demorou tanto assim? Você não se concentra em ficar com apenas um garoto?


-Mas eu não quero ficar com o Lucas - Ela revira os olhos.


Ouvimos a campainha tocar, era Castiel, me despedi de Jojo e segui para casa, Castiel fazia algumas perguntas básicas como: "se divertiu?" e eu respondia com sim ou não.


Quando chegamos em casa, não demorei para ir para meu quarto e tomar banho, eu precisava descansar e me recuperar de alguma forma, depois de sair de lá, arrumo minhas coisas para a escola e ponho uma música para me ajudar a dormir.


(...)


As duas primeiras aulas foram cansativas e eu embora não quisesse, prestei máxima atenção na matéria para que não causasse problemas em minhas notas. Avistei Nina do outro lado da quadra no intervalo, eu não acredito no que vou fazer.
Saio dali e caminho até a garota que se assusta um pouco com minha chegada inesperada.


-Oi Chrissy - Ela sorri.


-Oi...eu preciso da sua ajuda. - Disse sem delongas.


Ela parecia confusa, mas logo percebeu no que sua ajuda seria útil e se animou.


-Eu achei que demoraria um pouco mais...hoje depois da escola.


Concordo com a cabeça e me viro prestes a partir mas algo me incomoda.


-Como sabia o que era?


-Eu comecei assim também. - Ela sorri e volta a fazer o que fazia, colher flores talvez.


Volto para a sala onde passo o restante do tempo escolar, mal havia encontrado Jojo, apenas na troca de salas, mas se contasse algo à ela, provavelmente me repreenderia.


Quando o último sinal tocou encontrei Nina em frente ao portão me esperando, caminhamos até o centro conversando sobre diversas coisas, desde escola, alunos, matérias, até curiosidades sobre o Lysandre, ela parecia saber muita coisa e por mais que ficasse me perguntando onde e como havia conseguido tantas informações, preferi não perguntar.


Tentava ao máximo absorver o que ela falava, Lysandre tinha uma tatuagem com algumas misturas de asas e gosta muito de coelhos...


Ela para em frente uma loja e indica que haviamos chegado e para que entrassemos. Começo a ver as coisas ali da loja, haviam roupas de vários estilos, quis ir para o setor com roupas mais escuras mas Nina me puxou para um local onde haviam roupas no estilo das que ela e Lysandre usavam.


Começou a me estender vários cabides nos quais muitos eu recusava, aquilo era totalmente diferente do que de costume, e cores como rosa e lilás eram desconhecidas à mim e ao meu guarda roupa.


-Mas você não gosta de nada! - ela resmunga. - Não está pensando em conquistar Lysandre...


-Eu não quero mudar completamente, só parecer mais feminina.


-Então por que não anda por aí em outras sessões e procura algo? Eu escolho as dessa aqui.


Fui então começar a procurar algo que fosse mais simples e mais fácil de eu usar sem ter o estranhamento de ninguém, numa sessão mais "atual" que aquelas roupas.


Me admira ver uma loja que vendia aqueles tipos de roupa, não acho que venderia muito se essa moda se alastrasse por aí, mas é claro que sempre há pessoas como Nina e Lysandre para comprar, e agora eu também.


Mostrava algumas peças esperando o aprovamento de nina, em muitas recebia "Não" mas consegui achar três vestidos - os quais nina escolheu, dois deles sendo vitorianos - e algumas blusas "delicadas".


Enquanto ela estava distraída procurando sapatos para mim, vou até a parte que havia corpetes e sintas liga e coloco junto à sacola de compras.


-Porque age como se fosse tão adulta? - ela pergunta me estendendo os sapatos. - Garotas da nossa idade vestem esse tipo de coisa o tempo todo.


-Digamos que eu sou mais madura do que as garotas da nossa idade.


Visto os sapatos e ando um pouco neles, eram altos e o modelo diferente do que estava acostumada.


-É ai? O que achou - ela pergunta esperançosa, esperando minha resposta.


-Não são tão ruins, mas por que tem tantos laços e enfeites?
-É para ressaltar a fofura e beleza, e por falar nisso, precisamos treinar isso.


-Treinar? Ah não, as roupas foram o suficiente por hoje.


-E como vai usá-las se você parecer uma bruta? Não vai ter sentido algum você usar roupas femininas e não agir como tal.


-Eu aprendo o básico na internet.


-Lysandre está na sua casa não é? Ele ensaia lá nas segundas e quartas.


-Você me assusta bastante! Como sabe de tudo isso?


-Eu estou sempre preparada! - ela sorri.


-Isso não importa, na verdade, eu nem sei porque vim aqui.


-Suas esperanças com ele sumiram? Ele nem namora, pode ter uma chance.


-Não me iluda, por favor...ele Não namora?


-Não, tem um tempo já.


-Mas eu vi...sexta, ele estava com uma garota.


-Ninguém de muito importante pelo visto, eu sei de tudo relacionado à ele.


Lysandre não estava namorando então. Aquela sensação me deixava tão frustrada que mal consigo explicar como me sinto, frustrada, é essa a palavra. Senti raiva de mim mesma por ser tão irracional, e raiva por sentir tudo o que sinto por ele, porque eu sempre acabo ferida, machucada.


Não ouvi nada que Nina disse depois daquilo, quando me dei conta eu estava levemente "arrumada" de maneira mais...feminina, e Nina segurando algumas sacolas de compras.


Entrei em casa e vi que a garota conseguiu me manipular mais uma vez. Ouvi um grito de Castiel me chamando a eu e nina descemos até o porão, onde todos estavam ensaiando e por breves minutos, me encarando.


-Chrissy? - Castiel diz surpreso.


-Ah...Oi! - Rio sem graça.


-Quem te destruiu?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...