História Your Eyes - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance
Exibições 3
Palavras 788
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - Nonô capítulo


Sr. Isabella


- Demorou hoje para chegar amor -Susana me olhava tentando me roubar um beijo esquivei.

- Me diz porque você mentiu? Inventou que a Brenda não queria mais me ver? -ela me olhou espantada.

- É que ela tava no caminho, eu não quero te dividir com ninguém, ela não me engana com a bondade dela -frangiu a sombrancelha afirmando.

- Você é uma ingrata, ela quase me deu de bandeija para você, e realmente você não parece merecedora disso -percebi ela fungar com o que disse.

- Olha aqui Isabella você presta bem atenção como fala comigo, eu só estive sempre aqui contigo lutando por nós, eu sei que ta magoada, mas eu não tenho culpa do que ocorreu, eu já disse que não tava traindo você.

- Isso não tem nada haver agora -confessei.

- Então o que tem tudo haver para você? -ela se aproximou bem seria.

- Aqueles olhos -suspirei.

- Não estou acreditando, achei que estavamos bem.

- Eu não amo mais você dá forma que eu amei a um tempo atrás, na verdade nunca amei alguém de verdade como amei na minha adolescência, até os olhos dela surgirem.

- O que? Presta bem atenção no que está me falando para não se arrepender -ela chorava e eu a olhava seria.

- Eu não vou mentir e me enganar, nossa história acaba aqui, por favor, vai embora da minha casa.  

Enquanto tomava um pouco de vinho, pude escutar o barulho das malas de Susana e ela com os olhos avermelhados sair da minha casa.

Talvez eu tenha sido dura com ela, mas bem que ela mereceu a verdade, depois de me afastar um mês de Brenda. 


   Já havia passado duas semanas, havia ficado conversando por sms com Brenda, cada vez mais me aproximando dela, por causa da doença de sua irmã ela ficou em tratamento no hospital, eu havia começado a focar mais ainda nos meus estudos mau dormia.  Estava dentro do laboratório que criei dentro de casa tentando combater uma doença o Cancer, eu queria achar a cura. Não havia contado a ninguém sobre essa determinação, pois dar esperança a Brenda é dar tudo errado seria frustante.

Quando escutei alguém batendo na minha porta, desci para abrir havia esquecido de tirar o jaleco. Ao abrir foi impossível não sorrir.

- Porque não me avisou que viria? Eu prepararia algo para gente.

- Queria fazer uma surpresa -senti ela me abraçar bem forte, saudade de ver esses olhos.

- Cadê a Susana? 

- Terminamos.

Percebi ela querer sorrir, mas preferiu ficar seria, fiquei um tempo conversando com ela sentada na sala.

- Porque está de jaleco aqui dentro? 

- Calma vou tirar -logo o tirei e fiquei mais perto dela.

- Estava linda de jaleco, mas confesso que o cheiro de bactérias não me agrada muito.

- Então acho melhor eu tomar um banho -decidi levantar e senti ela me puxar para sentar em seu colo.

Olhei seus olhos por alguns segundos, acariciei seu rosto fechei meus olhos e selei nossos lábios. Meu corpo começou a ficar quente e pegar fogo, deci minha boca até seu pescoço dando leve chupadas, percebendo ela se arrepiar. Um olhar malicioso surgiu em meu rosto, com as bochechas vermelhas.

- Assim eu nao quero -me olhou seria.

- Então eu vou te provocar até você querer - levantei tirei minha calça de costas para ela.

Deu para ver minha calcinha vermelha, e minha bunda o que fez ela levantar e me puxar por trás.

- Como sabia que tenho tara pela sua bunda? -sussurou no meu ouvido.

- Vem tomar banho comigo.

Entramos no banheiro comecei a tirar minha roupa ela ainda permanecia parada me olhando, enquanto eu entrava na banheira. Quando já estava nua ela começou a tirar sua roupa fiquei mordendo meus lábios, enquanto via ela tirar cada pedaço de sua roupa, de alguma forma aquilo não parecia a nossa primeira vez. 

Quando ela entrou na banheira, senti ela passar o sabonete no meu corpo, meus olhos focaram nos dela, eu permaneci com as bochechas vermelhas, selei nossos lábios, posicionei meu corpo emcima do dela. 

Comecei a rebolar em uma de suas pernas, comecei a gemer escondendo meu rosto em seu pescoço, ela puxou minha cabeça e selou nossos labios. 

Desci minha boca até um dos seus seios os chupando, enquanto passava meus dentes devagar na região, ela se contorceu com o toque. 

Levei uma das minhas maos perto de sua intimidade, encaixei dos dedos e comecei a fazer um leve vai e vem a olhando gemer para mim, aqueles olhos com uma pitada de lacia ficavam ainda mais atraentes. 

Fomos para meu quarto, deitei na cama sentindo ela passar seus dedos em meu corpo todo me arrepiando, depois senti meus olhos virarem, com o contado de sua língua na minha intimidade, comecei a gemer timidamente, uma sensação impossível de comparar.



 

 


  




Notas Finais


Esse capítulo aí ninguém imaginava que surgiria tão cedo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...