História Your Song - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 80
Palavras 592
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Slash, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeira Stucky que eu escrevo, ficção misturada com algumas coisas da vida. Título da história roubado de Your Song do Elton John.

A fic é basicamente narrada pelo Sebastian, quando houver alteração de narrador eu vou avisar no inicio do capitulo.

Espero que se interessem pela história.

:D

Capítulo 1 - Prólogo



E quando eu senti medo de  ser visto, você me viu.

Veio até mim, sorriu, me deu a mão. Me mostrou que eu não era uma aberração e que poderia ser querido por alguém. Que meus traumas não eram grandes o bastante para me destruir porque minha luz era muito maior. Uma luz que eu nem imaginava ter. Uma luz que entrava em perfeita sintonia com a sua. Deixou claro para mim que eu não precisava me esconder, que eu era lindo e que o mundo merecia me ver.

E quando eu senti medo de não ser ouvido, você me ouviu.

Depois de tantas vezes ter tentado me expressar sem sucesso, acabei criando uma barreira imensurável para abrir meu coração. Mas então você chegou. Todo aquele medo e pânico que eu tinha ao me imaginar pondo para fora meus temores morreram quando vi seus olhos atentos em mim enquanto tirava todos os meus curativos para te expor minhas feridas. Meu coração se acalentou quando você se dispôs a tratar de meus machucados até os mesmos cicatrizarem, cuidando de mim como nunca fui cuidado.

E quando eu tive medo de ninguém mais brigar por mim, você brigou.

Gritou, urrou, se colocou entre eu e o mundo. Me protegeu de quem queria me ferir com ferocidade, lutou por mim como ninguém nunca havia lutado antes. Evitou que o mal viesse até mim novamente, mesmo pondo sua vida em risco por conta disso, me mostrando que se esforçaria por mim, que eu valia a pena. Deus, eu valia a pena!

E quando eu senti medo de não ser mais tocado, você me tocou.

Provou minha boca e meu corpo com desejo, com vontade. Via que a sua sede e fome de mim nunca acabava, por mais que você me tivesse, por mais que eu tivesse você. Nossos corpos se muniam de amor ao estarem juntos e a saudade de quando estavam separados era aterradora. Você me desejou dentro de você, com você, em você. Me quis seu, sem medo algum, sem receio algum, fazendo eu finalmente me sentir amado e desejado, depois de me sentir por tanto tempo um pedaço de nada. Fez minha cabeça se separar do corpo e meu corpo flutuar por tamanho prazer que me proporcionou. Me fez seu, te fez meu, nos fez nosso.

E quando eu senti medo de ser abandonado, você pegou minha mão.

Ficou ali, comigo, no momento em que eu achei que não teria nem a mim mesmo. Me cuidou, me mimou, me acalentou. Me protegeu do medo e do desespero, me acolheu em seus braços como se eu fosse de cristal... E eu era. Estava frágil, quebrado, aos pedaços e você me juntou e me montou e me manteve seguro. Algo que não pensava que sentiria tão cedo. Eu sabia que se você fosse embora, eu iria também, existe algo mágico relacionado ao fato de você existir.

E quando eu senti medo de nunca ser amado... Você me amou.

Não preciso dizer o quanto a sua existência foi importante para eu seguir em frente. O amor quando vem da forma que você me trouxe, faz as coisas terem sentido. Foi quando eu percebi que você me ensinou e mostrou como não ter medo algum, me pegou em seus braços e me deixou ser livre com você. A liberdade conjunta é algo que deve ser saboreado e eu sou tão... Tão grato!

"Espero que não se importe, espero que não se importe que eu expresse em palavras, como a vida é maravilhosa enquanto você está no mundo."


Notas Finais


O primeiro capitulo virá em breve! :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...