História You're all I need - CAMREN - G!P - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony, One Direction, Selena Gomez
Tags Camren, Camren G!p, Lauren G!p, Norminah, Semi
Visualizações 888
Palavras 1.241
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 35 - Eu te amo


Fanfic / Fanfiction You're all I need - CAMREN - G!P - Capítulo 35 - Eu te amo

POV Lauren

-E foi assim que Ariana me pediu em namoro - Ally disse enquanto entrávamos em casa e nos jogávamos no sofá.

Ally estava me contando como Ariana lhe pediu em namoro. Sinceramente eu espero  que Ariana trate bem minha baixinha senão eu acabo com aquele rosto. Posso ate não ser irmã de sangue de Ally, mas tenho um carinho enorme pela baixinha.

-Espero que ela te trate bem senão...

-Pelo amor de Deus Lauren, pare de ser ciumenta

-Não sou ciumenta, só sou muito protetora

-Isso é bom mas Ari é de confiança

-Eu sei, só não quero ver minha baixinha triste - Dei um beijo em sua testa - Vai sair com ela hoje?

-Sim, vamos ao shopping

-Vish Ariana vai falir, tadinha da menina

-Eu nem compro tanta coisa assim

-Não? Vem cá - Puxei Ally pelas escadas de casa e praticamente arrastei a baixinha até seu quarto - Olha aqui - Apontei pro guarda roupa - Você deve ter umas trinta blusas, uns vinte saltos altos, sem contar os shorts, as calças e as roupas íntimas.

-Ok! Ok, você ganhou! Eu tenho bastante roupa mas não vamos no shopping só pra comprar roupas. Vamos ao cinema e depois tomar sorvete.

-Que horas vocês vão sair?

-As seis da tarde

-Já são cinco horas... - Ally arregalou os olhos e saiu correndo pro banheiro me deixando plantada no meio do quarto.

Bufei e desci até a cozinha vendo um serzinho muito folgado chamado Camila pegando bananas na geladeira. Me aproximei devagar e lhe abracei por trás fazendo Camila soltar um gritinho de susto e me olhar apavorada.

-Acho que peguei alguém no flagra!

-Mas são bananas! É por uma boa causa

-Tenho saudades da Sofi

-Nossa! Eu achando que você iria falar que estava com saudades de mim! - Disse tentando se soltar de meus braços mas apertei mais sua cintura contra mim.

-Amor, você está com ciúmes da Sofi?

-Não estou com ciúmes da Sofi

-Então por que brigou comigo? - Susurrei dando um beijo em seu ombro.

-Porque você não falou que estava com saudades de mim - Cruzou os braços emburrada.

-Camz... Você está de... TPM?

-Até você? Minha mãe ja estava me enchendo o saco dizendo que eu estou de TPM... EU NÃO TENHO TPM! - Gritou me assustando.

-Calma Amor...

-CALMA O CARALHO LAUREN! NÃO ME MANDA FICAR CALMA. EU JÁ DISSE QUE EU NÃO TENHO ESSE NEGÓCIO DE TPM!

-Eu sei que você nã...

-CALA A BOCA LAUREN!

Ok, anota aí: Quando Camila fica de TPM ela vira o demônio em pessoa.

-Osh, mulher brava

-Você falou o que Lauren?

-Nada não...

-Repete!

-Eu disse que você é brava - Murmuro com uma voz sexy - Adoro quando você fica brava.

-Não começa Michelle

-Gostosa... - Murmuro com uma voz rouca vendo seus pelinhos se arrepiarem

-Cafajeste

-Bunduda 

-Pau de amarrar bode - Arregalei os olhos

-O QUE?

-Nada... 

Oh senhor... Essa mulher vai me matar

                                                (...)
 

 -Está muito quieta amor - Camila disse fazendo um leve cafuné em em meus cabelos.

Camila estava sentada com as costas apoiadas na cabeceira da cama e eu estava deitada com a cabeça em seu colo. Nós duas assistíamos um filme qualquer na TV.
 

-Estou pensando se vou fazer faculdade de Fotografia...

-Ainda temos tempo, por que está pensando nisso agora?

-Temos que planejar tudo pra quando irmos morar juntas

-Você planeja exatamente o quê?

-Se eu me formar em fotografia eu vou abrir um estúdio no centro da cidade, vamos comprar nossa casa e vamos construir nossa família. Não quero ser sustentada por Demi e Selena.

-Hum tudo bem senhora independe 

POV Dinah

Mani eu estávamos aos beijos em meu quarto, beijos quentes carregados de segundas intenções.

-Tem certeza? - Perguntei assim que descolamos nossas bocas.

-Você me ama?

-Muito

-Você me quer?

-Mais que tudo

-Eu também te amo e te quero mais que tudo e eu tenho certeza de que quero fazer amor com você.

Assenti levemente com a cabeça esboçando um sorriso em meu rosto que rapidamente foi retribuído por Normani. Levantei somente para trancar a porta e desligar a televisão. Voltei a beija-la mas dessa vez com mais cautela. 

Distribui beijos por seu pescoço ouvindo seus suspiros pesados. Pus minha mão na barra de sua blusa em um pedido mudo pra que Mani tirasse a peça. Depois de tirar sua blusa e seu short, Normani fez o mesmo com os meus nos deixando  somente de lingeries escuras.

Mani colou nossas bocas novamente em um beijo rápido, ela sentou em meu colo e impulsionou seu corpo pra frente fazendo com que minhas costas entrassem em contato com o lençol branco e macio que cobria a cama.

Com calma levei minha mão até o fecho de seu sutiã e abri o mesmo me dando a linda visão de seus seios médios. Normani fez o mesmo com o meu e tornou a me beijar fazendo com que nossos seios gerassem um atrito. Desci meus beijos por seu pescoço dando vários selinhos e leves mordidas pelo local. Mani levou suas mãos até meus seios, dando leves apertadas.

Me sentei na cama com Normani ainda em meu colo e a pus por baixo. Dei beijos desde entre o vale do seus seios e sua virilha até chegar em sua intimidade ainda coberta pelo tecido de sua calcinha rendada.

POV Normani  

Dinah me olhou pedindo permissão para tirar a única peça que restava em meu corpo e eu assenti levemente. A peça foi facilmente retirada de meu corpo me deixando completamente exposta. Senti um leve aperto em meu clitóris e fechei os olhos desfrutando da sensação. Senti a uma mão de Dinah se juntar a minha então foquei meus olhos em seus movimentos.

Seus olhos estavam em contato com os meus, seu olhar era carinhoso, transmitida tranquilidade e amor. Seu rosto estava perto de minha intimidade e eu podia sentir sua respiração ali.

Gemi um pouco alto quando senti sua língua fazer círculos em volta de meu clitóris, sua língua percorreu de meu clitóris até minha entrada enquanto com a mão esquerda Dinah fazia carinhos eles em minha coxa em desviar seu olhar do meu.

Sua língua estava em minha entrada e seus dedo começaram a estimular levemente meu clitóris e seus movimentos que eram leves foram aumentando de acordo com os meus gemidos arrastados. 

Troquei nossas posições ficando por cima. Minahs mãos exploravam todo seu corpo e eu distribuía beijos até sua intimidade onde lhe dei devida atenção. 

Entrelaçamos nossas pernas, Dinah me puxou mais pra perto fazendo com que nossos clitóris rígidos e pulsantes criassem um atrito e logo rebolavamos em uma sincronia perfeita. Eu podia sentir seu calor, sua intimidade quente e molhada se chocando contra a minha.  Estava perdendo toda minha sanidade.

-Oh... Dinah, isso!

-Aah... Normani! - Selei lábios nossos em um beijo nada calmo

Fazemos amor com carinho, paixão, desejo... Com calor.

Eu já estáva na beira, nossos corpos estavam quentes, suando, gemidos se misturavam, estávamos em uma guerra para chegar ao ápice. Senti o corpo de Dinah tremer e ela mordia o lábio tentando reprimir um gemido sôfrego que escapou de seus lábios. Eu estava no mesmo estado, havíamos acabado de chegar ao ápice e eu sentia nosso líquidos se misturando.

 Nossos corpos caíram cansados e ofegantes na cama e eu escondo minha cabeça na curva de seu pescoço.

-Eu te amo - Confesso

-Eu também te amo 


Notas Finais


Hallo! Não revisei então relevem qualquer erro. ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...