História You're Beautiful - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang
Tags Bigbang, Dorama, Insinuação De Sexo, Kpop, Romance
Exibições 27
Palavras 841
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 28 - Precisamos conversar


Fanfic / Fanfiction You're Beautiful - Capítulo 28 - Precisamos conversar

Narrador on~

Todos estavam boquiabertos vendo o beijo, que por sinal estava ficando cada vez mais intenso. As mãos de Seungri foram para o membro do mais velho, por cima da calça. Taeyang não estava se aguentando, soltava alguns gemidos baixos entre o beijo, o que fazia Seungri ficar mais excitado ainda. Porém, o mais velho não havia se esquecido de que aquilo era apenas um jogo para Seungri. Recobrou a consciência e empurrou amigo, que quase caiu com tanta brutalidade. Os outros apenas observavam para ver no que iria dar.

- Chega desse joguinho Seungri. Eu não resisti ao seus encantos, já pode me deixar em paz agora. Ou vai me dizer que queria mais que isso!? Porque se for isso, pode tirar o seu cavalinho da chuva.- disse nervoso.

- Parece que quem está jogando aqui agora é você Taeyang. Fica se fazendo de vítima quando quem errou primeiro foi você. Não que isso justifique tudo, só quero deixar bem claro que não existe vítima nenhuma nessa história.- disse dando as costas para Taeyang, e foi para o seu quarto. 

Seungri estava frustado, mas não era uma questão de ego mais. Ele realmente desejava Taeyang, mas já estava farto de todo aquele vitimismo. Já este, por sinal, estava parado no mesmo lugar de antes, refletindo em todas as verdades que o mais novo havia "jogado na sua cara". Seungri estava certo, não havia vítima nenhuma na história. Havia apenas dois jovens orgulhos e recém-apaixonados, que não sabiam como expressar o amor que os pegou de surpresa.

[...]

No dia seguinte todos acordaram com ressaca, consequência da bebedeira de ontem. Como sempre Dae acordou primeiro e foi para a cozinha preparar o café. Enquanto arrumava a mesa, mesmo com certa dificuldade por causa da dor de cabeça, Jiyong, Jan Di, Sehun e Choi chegaram na cozinha. Pareciam que tinham acordado em sincronia.

- Bom dia amor.- disse Choi abraçando suas costas e lhe dando um beijo no rosto, Dae corou com o ato- Quer ajuda?

- Bom dia príncipe. Obrigado, não precisa, já estou acabando.- respondeu sorrindo.

- Mano, eu tava muito bêbado ou eu vi o Seungri e o Taeyang se pegando ontem?- Jiyong perguntou.

- Os dois.- Sehun respondeu dando risadas escandalosas, que causou as dos outros também.

- Mas parece que não terminou muito bem.- disse Dae fazendo um biquinho.

- Achei que o Taeyang ia bater nele naquele hora.- comentou Jan Di.

- Não sei o que se passa na cabeça daqueles dois, mas o Seungri tinha razão, não tem vítima na história.- Choi falou.

- Depois eu vou conversar com eles.- Jiyong falou dando um suspiro.

- Você parece um psicólogo.- Choi disse o analisando.

- Você parece um dançarino de alta qualidade.- disse Jiyong em um tom irônico.

- Yah!- Choi o deu um tapa de leve e todos riram. Cessaram as risadas quando perceberam passos vindo da escada, olharam e viram que era Taeyang.

- Bom dia Senhor Pegação.- Sehun falou irônico e recebeu um puxão de orelha de Jan.- Ai!

- Não me fale nada que me lembre da noite de ontem. Agradecido.- disse se sentando à mesa.

- Pra mim além de você querer lembrar, quer repetir.- disse Dae o olhando nos olhos.

- Não quero nada que tenha haver com o Lee.- disse revirando os olhos.

- A única coisa que você não quer, aliás, que vocês dois não querem, é assumir que são dois idiotas e orgulhosos que estão apaixonados um pelo outro. O Seungri eu meio até que entendo, pois ele é um pouco imaturo. Mas você Taeyang, caralho, tu já passou por tanta coisa e não tem a simples coragem de assumir que está apaixonado? Ah, vai se fuder.- disse Jiyong demonstrando uma irritação.

- Olha a boca desgraça!- repreendeu Choi.

- Pra mim desgraça também é palavrão.- Sehun disse.

- Então você acabou de xingar.- Choi respondeu mostrando a língua, quem via até falaria que era uma criança.

...

Depois de baterem um longo papo, Seungri acordou e foi direto para a cozinha, estava morto de fome. Taeyang percebeu que as olheiras do amigo estavam mais profundas, se perguntou o porque, deduziu que fosse por insônia ou algo do tipo. O que ele não sabia era que Seungri ficou um bom tempo chorando antes de dormir, o porque de tanto choro, nem ele mesmo sabia. Apesar de ser conhecido pelo fato de ter tido vários relacionamentos, Seungri não sabia o que era estar apaixonado de verdade, pelo menos não até começar a sentir aquilo por Taeyang. Ele era um tanto quanto inocente em relação a isso.

- Bom dia.- disse Seungri de cabeça baixa. 

Jiyong parecia saber o que ele estava sentindo. Se levantou e deu um abraço apertado no amigo, os outros só olharam, não esperavam aquele ato.

- Bom dia Pandinha.- disse em meio ao abraço- Não se preocupe, vocês vão se resolver.- sussurou e lhe soltou, voltando a sentar.

[...]

Eles acabaram de tomar o café e foram se levantando aos poucos, restando apenas Seungri e Taeyang, que evitavam olhar um para o outro. Taeyang irritado com aquele silêncio todo e até mesmo com seu próprio orgulho, se levantou e disse:

- Precisamos conversar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...