História You're Mine - Im JaeBum 'Jb' (Got7) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Jackson, Jaebum, Jinyoung, Mark, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 193
Palavras 2.190
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong Meus Amorzinhoos! 😍
Mil desculpas pela demora,eu realmente ando muito atarefada, mas consegui terminar mais um capítulo para vocês!

Se tiver algum erro, pelo Amor de G-Dragon ..ME AVISEM! 😁Porque eu muita das vezes não tenho tempo para revisar,então pode acabar tendo muitos erros ortográficos.

Espero que gostem..😘

Beijinhos e Boa Leitura! 💋📖

Capítulo 13 - Capítulo 13 : Pronta? Talvez Não..


Fanfic / Fanfiction You're Mine - Im JaeBum 'Jb' (Got7) - Capítulo 13 - Capítulo 13 : Pronta? Talvez Não..


Ponto de Vista da Allyson :

-Deixa as  suas coisas ali no quarto e vamos sair! - Jb disse assim que entramos em uma casa estranha para mim.

Estávamos naquela mesmo lugar  em que ele me trouxe pela última vez..  falamos sobre o passado dele e sua mãe aqui nesse.. cemitério.

Meu sentimento não era o mesmo.

Eu nunca pensei que eu poderia estar em um relacionamento real com ele, o mulherengo...agora eu anseio pelo seu toque...O que uma pessoa pode fazer com o seu coração?

-Ok! -  Eu respondi e andei até o primeiro quarto que encontrei.

Entrei e vi uma cama de casal. 

-Vamos dormir juntos?-  Eu sussurrei para mim mesma já  começando a me sentir nervosa.

Deixei minhas coisas em cima da cama  e corri para encontrar Jb que estava me esperando escorado  na soleira da porta.

-Vamos! -  Ele disse puxando a  minha mão e entrelaçando nossos dedos.

Sorri com aquilo..Era um pouco estranho, mas esse ato dele me deixava muito .Eu me sentia segura.

-Já está tão tarde. .Para onde vamos a essa hora? - Eu perguntei-lhe, mas ele só olhou para frente e não me respondeu.

Olhei para Baixo!

Tudo bem..

Nós continuamos caminhando sob o céu escuro.

A pequena vila era a mesma  que eu lembro quando estava aqui... A única diferença era que não estava  animada como de costume... parece que as  pessoas  que vivem aqui já estavam dormindo.

De alguma forma, comecei a ter medo por causa dos sons estranhos, provavelmente feitos por animais que vagavam  pela  noite.

As casas escuras também me assustavam. .. Eu me aproximei de Jb e apertei mais forte a  sua mão.

Eu tentava não olhar em volta e apenas ficava  pensando no que raios Jb tinha na cabeça para estarmos caminhando no escuro indo para sei lá Deus sabe onde  a uma hora daquelas.

À medida que passava o tempo, continuamos andando, finalmente ja Estávamos fora da vila...

Estava muito frio e a única luz aqui era a lua.

-Vai Demorar muito?- perguntei olhando para o terreno baldio ao meu lado,aonde continha apenas Lixos e Um matagal enorme,poderia sair qualquer um dali de dentro para nos atacar.

Apertei firme o braço do JB com a outra mão.

-Nós  ja Estamos quase lá! -  Jb falou finalmente.

-La Onde? Perguntei ainda não tendo pistas...

Estou tremendo,quero sair daqui o mais rápido possível.

-Você é  uma menina muito impaciente! - Ele sorriu e eu bufei irritada. - Nós só temos que passar por esta pequena floresta. - Alarguei meus olhos quando ele disse "Floresta" . -  Não se preocupe, é apenas um atalho de no máximo  cinco minutos.. . A rua é muito pequena, porque as árvores estão muito próximas umas das outras. Apenas tenha cuidado e não solte a  minha mão ou você.. Ficará perdida! -  Ele me disse seriamente e eu assenti apavorada.

Eu olhei para a floresta pelo  lado de fora e não parecia nada como ele me descreveu.

Começamos a andar e ele ligou a lanterna do celular  para iluminar o caminho.

Começei a ter medo porque, sério, As árvores estavam fechando o caminho por todas as direções.

-Você tem certeza disso? -  Perguntei-lhe e ele parou de andar me fazendo quase tropeçar com ele.

-Você confia em mim? -  Ele perguntou  me deixando  surpresa com a súbita questão.

-Sim eu confio Jb! -  Eu assegurei-lhe e ele acariciou minha cabeça.

-Então, apenas me siga .-  Ele sorriu e eu assenti com a cabeça.

-Desculpe isso..Eu só  ..eu só estou com medo da escuridão. -  Eu confessei e ele continuou andando ainda segurando minha mão.

-Eu sei disso...Você está tremendo mais do que nunca. - Ele disse...Então ele ja sabia disso desde o início? Por que ele ,sabendo que estou com medo ,quer ir  a um lugar como esse então? Eu nem sei onde diabos estamos indo.

Mas ..Eu ..eu confio nele.

Eu tenho que acreditar nele e esquecer meus medos!

Enquanto caminhávamos pela floresta, o caminho finalmente começou a ficar mais largo. Me senti aliviada.

Realmente nos levou apenas cerca de cinco minutos para atravessar a floresta.

De repente, fiquei espantada com a visão de um lugar bonito.

Vi um lago Em que a lua estava sendo refletida.. A floresta estava  à sua volta e há uma parte com areia da praia,era onde estávamos neste momento.

É assustador, mas realmente também  era muito incrível de assistir.

Eu podia ficar aqui e olhar para esse paraíso pequeno e perdido por horas.

-É lindo ...- Eu admiti e Jb riu.

-Não é? Eu sabia que você ia gostar ...-  Ele se elogiou e nos sentamos no chão, onde tinha areia pertinho do lago.

Era como se tivesse o oceano bem na minha frente.

-Seria bom se pudéssemos vir aqui outra hora para nadar. A água parece tão gostosa! -Eu disse me  levantando para colocar minhas mãos na água.

Toquei na beira e Não estáva fria..

Todo mundo ficaria com ciúmes com de um lago com uma  temperatura tão perfeita. 

Olhei para o lago um pouco mais ao longe e  vi que havia duas direções...Uma ponta era o  final do rio e a  outra continuava  para o outro lado.

A água deve estar tão limpa e refrescante.

- Por que não nadamos agora?-  Ouvi Jb sugerir.

-O que? - Olhei para ele que ainda estava sentado.

-O que? Eu sei que você quer entrar lá e eu também quero.
Eu tenho nadado neste lago umas  centenas de vezes. Eu sei onde tem cada pedra e sei até mesmo onde encontro  a rocha mais pequena, então não se preocupe.-  Ele disse e se levantando.

Ele caminhou em minha direção, ficou na  minha frente e  olhou diretamente  nos meus olhos.

-Eu não posso entrar lá... vai saber o que tem no fundo do lago... Não, eu definitivamente não posso! - Eu me recusei e Ele colocou seus braços em volta da minha cintura.

-Você disse antes que  confia em mim..-  Ele me lembrou , fazendo  eu me sentir  estranha comigo mesma.

Foi como se eu me sentisse culpada...Eu tinha falado sinceramente que eu confiava nele...Eu Preciso provar isso.

-Você vai me cuidar mais tarde! -  Eu fiz uma careta e acertei seu peito levemente.

Ele sorriu e beijou minha cabeça.

-Tudo bem Bebê, Tira a jaqueta  e os sapatos agora! -  Ele pediu  e então eu fiz. 

-E agora? - Perguntei e no mesmo instante ele me segurou e me levou  em estilo nupcial...Ele tirou os seus sapatos e  começou a caminhar em direção ao lago ,aos poucos  seus pés começavam a entrar na água.

A nossa roupa iria molhar toda mas não me  importava mais nada naquele momento do que estar com Jb .

-JB!! - Gritei Quando a água começou a quase encostar mim

Me encolhi mais no colo dele e apertei mais o seu pescoço.

Ele olhou para mim ,riu maldosamente e soltou os seus braços que me seguravam , meus pés bateram contra a água e eu me agarrei mais ao seu pescoço tentando não cair.

-Yahh! -  Eu gritei com medo, Estou apegada a ele, mas quem se importa? enquanto eu tiver medo e ele for meu ,eu tenho o direito.

-Você é tão engraçada quando tem medo! -  Ele debochou e riu.

-Você não precisa me lembrar disso toda a hora seu idiota! - Eu disse e ele riu um pouco mais.

Ele parou com a piada e me olhou profundamente.Meu rosto estava a poucos centímetros de distância dele,  Ele começou a me olhar de uma forma que eu não poderia conseguir explicar,mas eu senti um calor enorme me invadir.

Porque... porque ele está me olhando assim?

-Seus peitos ficaram maiores.- De repente ele solta quebrando o silêncio.

Tá aí o motivo da encarada estranha!

Por que diabos ele tinha que dizer isso?

-Alguém por favor me explica por que eu gosto de um cara pervertido! ?- Eu gritei e minha voz ecoou, já que o lugar que  estávamos era  puro silêncio ao redor.

-O que? Eu apenas estou dizendo a verdade! -  Ele sorriu.

-Você não está sendo romântico nem um pouco Jb. -  Eu disse e ele fez uma expressão de confusão em seu rosto.

-Como Não?? - Ele perguntou incrédulo.  - Então ...O que  eu fiz que não foi romântico? -  Ele perguntou e fiquei surpresa com a lerdeza dele .

-Tem certeza que eu posso falar?

- Sim ...- Ele respondeu honestamente.

-Bem, por exemplo, na situação em que estávamos agora, você poderia ... Bem, é embaraçoso que eu diga isso, mas você poderia  dizer que gosta de mim ou me beijar...por exemplo. - corei. -  Mas você diz que  meus seios ficaram maiores.. Eu ..eu..Ok..eu ja sei como você é... eu deveria esquecer isso. -  Eu disse envergonhada  e ele riu.

-De qualquer forma, Você sabe que eu vou te beijar! -  Ele disse e logo encostou os seus lábios aos meus.

Suas mãos seguraram a  minha cabeça me deixando incapaz de me mover. Eu não pude resistir.

O beijei de volta... Sua língua explorava cada  centímetro da  minha boca, Ele começou a brincar com a minha Língua e Eu me senti muito fraca, mas  Não conseguia parar.

Ele foi me descendo lentamente até a água gelada,que na verdade eu nem me importei muito,eu só pensava em seus lábios , Era a coisa mais maravilhosa desse mundo.

Sua mão começou a passar da minha cintura até a minha bunda , me fazendo  corar.

Ele desceu mais as mãos chegando até a minha intimidade e eu estremeci, Mesmo  eu  usando calças jeans, os seus dedos tinham um bom espaço para se mover contra a minha área sensível.

-Jb ... não ... - Eu disse gemendo  e ele desabotoou meu jeans  e colocou as mão dentro da minha calça.

-Jb! - Arfei e Ele colocou um dedo dentro da minha intimidade ,  Eu gemi e gritei seu nome com prazer e dor.

Era a primeira vez que eu sentia esse tipo de coisa e era  tão estranho.

Ele continuou me beijando e  quando perceb.. ele começou a tentar tirar a minha  jeans...Eu quero Tanto sentir isso,mas não aqui,nem agora e muito menos desse jeito,eu acho que não estou pronta para algo assim.

-Jb não  ,JB PARA! - Eu gritei parando de beijá-lo..Ele parou o que estava fazendo e me olhou maravilhado. - Eu ... desculpe ... não estou pronta para isso ... - Eu disse e  desviei o olhar.

Ele não falou nada por alguns segundos,Meu rosto estava quente  então  olhei para baixo ,logo respirando fundo e Voltando a  minha atenção para o ser Maravilhoso que estava a minha frente.

-Me Desculpe ... eu eu não devia ter dado esse passo... - Ele parecia arrependido.

-Não, Está tudo bem!  - Eu sorri. - você não tem culpa aqui... Eu sou a culpada.. Quero dizer, eu sei o quanto voce deve querer isso,e eu sei que você fez isso varias vezes com tantas  meninas antes e agora é  irritante que eu não possa fazer,Eu sinto Muito. - Eu disse me sentindo  realmente envergonhada. Ele pode me odiar por isso, mas eu simplesmente não posso.

-Você é uma tremenda idiota. -  Ele disse e meus olhos se arregalaram.  - Eu Posso esperar até que você esteja pronta e  você sabe disso.  -  Ele continuou. Realmente me senti tão feliz ao ouvir o que ele acabou de dizer. Mas mesmo assim ainda me incomodada, comecei a me sentir uma completa inútil.

-Obrigado ... -  Eu sussurrei.

Ele beijou minha testa e me segurou novamente em um estilo de noiva para que saíssemos da agua.

Quando saímos a primeira coisa que fiz foi arrumar o meu jeans, enquanto eu fechava o zíper me lembrei do que ele   fez na água, senti minhas bochechas se tornarem cor-de-rosa.

Percebi que Jb tirou a camisa molhada  e vestiu a  sua jaqueta...  Se eu fizesse O mesmo será que ele iria me ver??

-Faça o que fiz ou você congelará até a morte. -  Ele disse, e eu não consegui me mexer.

Estou com vergonha de  mostrar meu corpo superior...Quero dizer, ele vai ver o meu peito e ... 

- Se você não fizer isso, eu vou fazer  por você. -  Jb disse malicioso  e eu corei ainda mais.

-Y-Yahh, eu Consigo muito bem fazer isso... Você pode  olhar para trás ? - Perguntei-lhe e ele balançou a cabeça.

-Ah vamos,Você é minha namorada, não tem necessidade de ser tímida. -  Ele sorriu.

Porque  ele fica me  provocando toda a hora?

-JB! - Eu gritei e ele franziu a testa..Logo Ele correu até  mim e agarrou minha blusa fazendo menção para cima com a intenção de tirar a peça - Não espere! - Tentei detê-lo, mas o mesmo era muito forte, não consegui. Jb tirou a  minha blusa totalmente molhada mesmo eu tentando resistir.

Ele então colocou as mãos no meu sutiã. 

- IM JAEBUM -  Eu gritei o seu nome completo   mas mesmo assim..ele não parou.

Ele desabotoou meu sutiã e puxou-o,Coloquei minhas mãos tentei sobre os  meus peitos tentando escondê-los e ele desviou o olhar.

Jb caminhou  até onde minha jaqueta  foi deixada no chão.  pegou e com o rosto virado para o lado  jogou  exatamente na minha direção.

Eu rapidamente peguei e rapidamente começei a vesti-la, Ele ainda não olhava para mim.

Então ele só queria que eu não pegasse frio?

-Obrigado ... Jb ... -  Eu agradeci  caminhando em sua direção com um pouco de vergonha.

-Sua idiota!  -  Ele beijou a minha testa  e segurou a minha mão me levando para a casa. 


Notas Finais


O Que estão achando até agora?
Posso parar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...