História You're mine- Interativa - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Alexandra Daddario, Interativa, One Direction, Originais
Exibições 25
Palavras 687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, FemmeSlash, Festa, Ficção, Fluffy, Harem, Hentai, Josei, Kodomo, Lemon, Luta, Mistério, Orange, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi meus amores e amoras!

Muito obrigada por todo o carinho de vocês nos comentários, eu não merecia tanto... .

Fico feliz que vocês tenham gostado, esses dois capítulos são meio que uma introdução, no próximo começa aquela treta!...

Nem demorei dessa vez!!

Nas notas finais tem cena bônus! Beijos

Capítulo 3 - Apresentações- parte dois


                 ~Juliett's POV~

Todas as meninas me observavam com medo e algumas com um certo fascínio, o que me fez sorrir de maneira psicopata, observei meu irmão tentar acordar a menina que estava desmaiada e fiz um biquinho, morrendo de ciúmes, assim que a menina acordou, puxei Hazz pelo braço, afim de tirar ele de perto dela. A menina meio “grogue" olhou fixamente pro Hazz, como se tentasse lembrar se onde o conhecia...

-Você...-ela disse, com um certo nojo na voz e também um pouco de medo- Você me sequestrou! Seu monstro!

-Desculpa, bitch-chan, mas a minha irmãzinha precisava de ajuda...-ele riu e me abraçou de lado, beijando minha bochecha demoradamente, eu o olhei brava como se dissesse “desencosta" e ele apertou mais o abraço

-Também quero abraço! -disse Louis, fazendo um biquinho todo fofo, com um pouco de ciúmes, com muito ciúmes na verdade

-Ownt, vem cá -me desenvencilho dos braços do Hazzy e o abraço, apertando com força sua bunda empinada e gostosa

-Quero um abraço do Harry! -ele falou meio emburrado, e eu abri a boca em um perfeito “o"

-Ah, tá bom, vai lá com o Harry! Dá a bundinha pra ele também, vai! -fiz bico e saí de perto dele, cruzando os braços, toda emburrada

Eu até iria prosseguir com meu drama, porém ouvi o Gustavette pigarrear, um pouco impaciente com a situação, como se quisesse me apressar, revirei os olhos impaciente e me voltei para as meninas

-Vamos logo com isso. Vocês, à partir de agora, vão trabalhar para mim, como prostitutas em meu bordel...-dei uma pausa dramática, e uma delas, que se chamava Ruby, que era a que estava desmaiada, tentou avançar em mim, parecia uma cachorra!, só que Zayn, lindo e maravilhoso, a impediu, segurando-a pelos braços. Bom, se eu já odiava ela antes, agora odeio ainda mais.

-Ninguém encosta na minha irmã, sua vadia! -ele disse irritado e a chacoalhou com força, Ruby o encarou, havia medo em seu olhar

-Ei, Zee, pega leve com a menina! -Harry disse, a defendendo, isso me fez ficar com raiva, porém Zayn soltou a menina que cambaleou de volta pra seu lugar. Eu dei um pigarro alto, pra que todos prestassem atenção em mim e voltei à falar.

-Toda qarta-feira vocês irão para o borde, ensaiar coreografias e danças pra seduzirem os clientes, toda quinta, sexta e sábado vocês irão trabalhar no bordel, como prostitutas. Aos domingos, segundas e terças-feiras vocês irão descansar e treinar seus modos, pois o meu bordel não é qualquer puteiro de esquina por aí, no meu bordel as garotas são de classe e os clientes são membros da alta elite. Nesses dias de “folga" e em todos os demais dias vocês realizarão trabalhos domésticos na mansão, esses trabalhos serão lhes apresentados respectivamente por Maria, minha governanta. -respirei fundo antes de acrescentar -Nem pensei em fugir, essa casa é totalmente vigiada por seguranças. As consequências de uma fuga são as piores imagináveis. -finalizei meu discurso, calma e serena. O sentimento de medo se fazia presente na sala, algumas meninas me encaravam, com coragem, mas a maioria, inclusive o único menino, estavam de cabeça baixa, eu abri um sorriso sádico e agarrei pela mandíbula, uma menina que estava com a cabeça baixa, ela tinha os cabelos loiros esbranquiçados e seus olhos azuis, ou verdes não sei, estavam cheios d'água, ameaçando chorar; seu nome era Angelique Velvet... -Oh, minha pequena Angel, não chore. Eu não sou assim tão má... -ela me encarou e uma lágrima solitária escorreu de seus olhos, me arrancando uma gargalhada psicopata -Estão dispensadas, Maria -disse o nome da gorvenanta com doçura -Tire-as daqui, leve-as para o quarto. Certifique-se que a partir de amanhã elas já estejam habituadas com minhas regras. Quero meu café-da-manhã na cama e uma delas terá que levar. Os meninos vão comer na mesa, faça com que elas sirvam-os, amanhã irei sair, quando voltar, quero tudo isso  brinco. -eu sorri e Maria as tirou dali -Ah, última coisa -elas pararam de andar- Não ousem chegar perto dos meus irmãos, ou eu mato vocês com minhas próprias mãos... Agora, vão! -elas saem

---------------------------------


Notas Finais


Harry: A Ruby é linda, não acha Ju?
Juliett: Não, não acho. Fique longe dela. É só uma prostituta qualquer.
Gustavo: Hmm, alguém aqui tá com ciúmes!
Juliett: Que?!? Eu nunca sinto ciúmes!
Liam: Aham, claro. E você Juliett, fala demais mas tava de olho no decote da loirinha
Juliett: Que loirinha?!?
Nial: Não se faça de boba!
Juliett: Mas Nialler!... *faço um bico emburradinha*
Louis: Esquece isso Ju. Eu achei aquela Ruby muito atirada!
Zayn: Mas isso é porque você gosta do Hazzy
Juliett: Eu também achei isso e não gosto de ninguém
Zayn: Mas você é psicopata e tem ciúmes de nós todos
Juliett: Vamos embora Lou-Lou?
Louis: Vamos Ju! *somem*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...