História You're my - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 27
Palavras 1.316
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Capítulo III


Fanfic / Fanfiction You're my - Capítulo 3 - Capítulo III

Pov de Hana

Eram 07:17 quando eu me levantei da cama, entrei na casa de banho e tomei um banho. Vesti o uniforme e penteei-me e fiz uma trança no cabelo. Comi uma sandes, coloquei a mochila às costas, calcei-me e sai de casa.
Entrei na sala de aula e sentei-me no meu lugar. Como não tinha ninguém dentro da sala deitei a minha cabeça na mesa e acabei por adormecer.
Quebra de tempo - 08:00
Senti alguém abanar-me e chamar-me, eu abri os olhos e vi a Seoyeon sorrindo.
= Bom dia bela adormecida. Disse a Seoyeon sorrindo.
= Bom dia Seoyeon. Disse levantando a cabeça e dando um pequeno sorriso.
Ela sentou-se à minha frente e depois o professor chegou.
= Turma, vamos ter um novo aluno. Informou o professor.
Todas as raparigas da turma ficaram curiosas para saber como seria o novo aluno, eu por outro lado não me interessei muito.
= Entre. Ordenou o professor.
O aluno novo entrou e colocou-se ao lado do Professor. Calma o aluno novo é o rapaz que conheci ontem?
= Apresente-se, por favor. Ordenou o professor de novo.
= Olá chamo-me Oh Minhyuk, tenho 17 anos e espero dar-me bem com vocês. Apresentou-se o Minhyuk.
= Alguém tem alguma pergunta para o Minhyuk? Perguntou o professor.
Nesse momento ele olhou em volta e para meu azar os nossos olhares encontraram-se, ele acenou para mim e sorriu. As borboletas voltaram de novo e as minhas bochechas começaram a ficar quentes. Eu dei um pequeno sorriso e depois desviei a cara para outro lado.
= Pode sentar-se. Disse o professor.
E como continuação deste dia de sorte o único lugar vago é atrás de mim. Depois do Minhyuk sentar-se atrás de mim o professor começou a aula, que era uma seca. Senti leves toques nas costas e virei-me.
= Olá. Sussurrou o Minhyuk sorrindo no final.
= O-o-olá. Sussurrei olhando para as minhas mãos.
= Estás bem? Tens a cara vermelha. Queres que te leve à enfermaria? Perguntou preocupado.
= N-n-n-n-não é necessário eu estou bem. Respondi dando um sorriso tímido.
= De certeza? Perguntou duvidoso.
= Sim eu estou ótima. Respondi dando um sorriso.
Eu virei-me para a frente e tomei atenção para o que o professor dizia.
Quebra de tempo - 10:05
Finalmente a aula acabou e agora vou comer, se conseguir T-T.
= Seoyeon não vens ? Perguntei levantando-me do meu lugar.
= Aonde? Perguntou confusa.
= Comer. Respondi.
= Tou indo. Disse levantando-se num salto.
Saímos da sala e dirigimo-nos ao refeitório, que como sempre estava cheio. Por isso eu e a Seoyeon demos meia volta e saímos do local, voltamos para a sala e sentamo-nos nos nossos lugares. Alguém tocou nas minhas costas, olhei para trás para ver o Minhyuk sorrindo.
= O refeitório estava cheio? Perguntou.
= Sim. Respondi.
= Então não conseguiram comprar nada? Perguntou.
= Não e eu tenho fome. Respondi.
Ele não disse mais nada, então eu virei-me para a frente.
= Hana. Ouvi alguém chamar-me.
Eu virei-me para trás outra vez e vi o Minhyuk com duas embalagens na mão.
= O que é isso? Perguntei-lhe curiosa.
= São mini pães com recheio de chocolate. Toma. Respondeu colocando as embalagens na minha mão
= M-mas isso não era para ti? Perguntei.
= Eu não tenho fome, tu e a Seoyeon podem comer. Respondeu sorrindo.
= O-o-o-obrigada. Disse gaguejando.
Eu virei-me para a frente e toquei nas costas da Seoyeon. Ela virou-se para mim e eu dei-lhe uma das embalagens. Quando acabei de comer ouvi o toque e toda a gente começou a entrar, o professor entrou logo em seguida e iniciou a aula.
Quebra de tempo - 13:00
Finalmente é almoço. A Seoyeon levantou-se o mais rápido que pode e arrastou-me para fora da sala. No corredor ouvi uma música e parei.
= Hana porquê que paraste? Perguntou a Seoyeon.
= Agora lembrei-me que me esqueci da minha carteira na sala, podes ir à frente que eu já te apanho. Menti.
= Tá mas não te demores. Disse a Seoyeon indo embora.
Eu segui aquela melodia e parei à frente de uma porta que tinha em cima uma placa com "sala de música" escrito. Era daqui que vinha a melodia por isso abri a porta da sala e entrei em pés de lã. A sala era muito grande e estava cheia de instrumentos musicais, no meio havia um grande piano preto.
= O que fazes aqui? Perguntou o Yoongi secamente.
= E-eu? Perguntei apontando para mim própria.
= Não vejo aqui mais ninguém. Respondeu virando-se para mim.
= Ouvi a música que estavas tocando e segui-a até aqui. Disse.
Ele virou-se para o piano e começou a tocar a mesma música outra vez, eu aproximei-me e sentei-me ao lado dele.
= Sabes tocar? Perguntou.
= Só sei uma música. Respondi.
= Então toca-a. Disse levantando-se.
Eu ia começar a tocar mas ainda estava um pouco insegura, eu já não toco esta música à muito tempo.
= Demoras-te muito? Perguntou.
Eu abanei a cabeça negativamente, respirei fundo e comecei a tocar. Quando finalmente terminei de tocar virei-me para trás e olhei para o Yoongi, que estava com um pequeno sorriso nos lábios.
= E então? Perguntei.
= Não foi mau, confesso. Respondeu.
= Estou vendo que ele é difícil de agradar. Murmurei para mim mesma.
= Disseste alguma coisa? Perguntou.
= As horas. Menti.
= São 13:30. Respondeu olhando para o seu relógio.
= 13:30?? Gritei levantando-me depressa.
= A Seoyeon deve estar deitando fumo da cabeça de tanto esperar. Disse andando aos círculos.
= AH, que desculpa vou arranjar por ter demorado tanto tempo. Disse ainda andando em círculos.
= Para de andar em círculos e vêm, eu invento uma desculpa por ti. Disse pegando no meu pulso e puxando-me fora da sala de música.
Quando chegamos ao refeitório vi a Seoyeon e os rapazes juntos numa mesa.
= HANA. Gritou a Seoyeon aproximando-se de mim.
= Desculpa. Disse escondendo-me atrás do Yoongi com medo dela.
= O quê que tiveste fazendo? Ninguém demora 30 minutos a ir buscar a carteira. Disse zangada.

= Eu.... Eu..... Eu......

= Ela esteve comigo. In terrompeu o Yoongi.

= Uhm, mas deves-me dinheiro. Disse sentando-se outra vez.
= Obrigada. Agradeci.
= De nada. Disse seco.
= Ahm, será que poderias largar o meu pulso, por favor? Perguntei timidamente.
Ele largou o meu pulso e sentou-se ao lado do Namjoon, eu sentei-me ao lado da Seoyeon, que ainda estava zangada comigo. Acabei de almoçar e ouvimos o toque. Então voltamos para a sala. Sentei-me no meu devido lugar e prestei atenção à aula, a aula era uma seca e a Seoyeon ignorou-me a aula toda. Quando acabou as aulas, a Seoyeon arrumou as suas coisas e foi-se embora sem me esperar. Eu arrumei as minhas coisas rápido para a conseguir apanhar.
= Seoyeon espera. Disse correndo.
= O que queres? Perguntou seca.
= Porquê que estás a ignorar-me? Perguntei-lhe confusa.
= Porque me deixaste à seca durante 30 minutos, enquanto estavas te divertindo com o YOONGI. Gritou zangada.
= Desculpa. Eu compreendo perfeitamente se quiseres acabar com a nossa amizade. Disse baixando a cabeça para ela não ver que estava chorando.
= Oh, não nós nunca deixaremos de ser amigas, desculpa por me ter chateado por causa de ciúmes. Disse a Seoyeon abraçando-me.
= Tudo bem. Calma ciúmes? Então tu tens uma queda pelo Yo....
= Shhhhh. Tás maluca queres que todos descubram. Sussurrou tapando a minha boca e corando.
= Então eu irei ajudar-te. Disse sorrindo.
= Obrigada. És uma pessoa maravilhosa. Disse abraçando-me.
= Então já não estás zangada comigo? Perguntei-lhe.
= Não mas se me compares um chocolate deixarás de me dever dinheiro.
= Claro. Disse.
Caminhamos até a um mercado antigo que ficava perto da casa dela, comprei-lhe o chocolate e despedimo-nos uma da outra. Olhei para o céu que já estava escuro e continuei o meu caminho para casa. Entrei em casa e descalcei-me á entrada, depois entrei no meu quarto e pousei a minha mochila no chão. Tomei um banho quente e vesti um pijama do Pikachu. Deitei-me na minha cama e liguei o meu telefone que tinha 19 mensagem não lidas, fui ver as mensagens que por acaso eram todas dele. Sério eu vou mudar de cartão, começo a ficar farta de receber estas mensagens. Por acaso uma das mensagens era da Seoyeon. Escrevi o número dela num papelinho e adormeci.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...