História You're my everything (Imagine Jungkook) - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Orange Caramel
Exibições 54
Palavras 1.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


A N N Y E O N G
espero que gostem.
Boa Leitura ~~

Capítulo 25 - Capítulo 25


Fanfic / Fanfiction You're my everything (Imagine Jungkook) - Capítulo 25 - Capítulo 25

Anteriormente (...)

Jimin subiu as escadas e foi para o seu quarto comigo, arrumou uma bolsa com algumas roupas e uniforme escolar, pois amanhã era segunda e haveria aula. Descemos e fomos para a minha casa.
______­___________•

Entramos em minha casa cautelosamente, quando minha mãe nos parou:

─ Omma: Oi S/N, voltou tarde né, nem se lembrou da sua mãe???? (Me olhou me fuzilando)

─ S/N: Ah, oi omma, então né.. Desculpa.... (Falei fazendo um aegyo) 

─ Omma: HAHAH, tudo bem. 

─ S/N: Então mãe, trouxe o Jimin 
comigo, por causa de umas coisas ai, não quero deixar ele sozinho, ele pode ficar aqui alguns dias né? (Falei esperando sua confirmação e peguei na mão de Jimin, que estava fora da visão de minha mãe)

─ Omma: Claro que ele pode, mas vocês irão a escola normalmente né? 

─ S/N: Claro. 

─ Omma: Cadê ele? Quero conhecer ele né, já que é seu namorado.

─ S/N: Tá aqui. (Retruquei e puxei Jimin pra frente) 

─ Jimin: Olá. (Falou tímido) 

─ Omma: Mas que fofo. Oi Jimin, fique a vontade viu? 

─ Jimin: Certo, obrigado. 

─ S/N: Vamos pro meu quarto.

─ Omma: S/N, vocês precisam dormir, já são 22:10pm, vocês tem aula amanhã.

─ S/N: Tá omma, só vamos deixar as coisas no quarto, comer e dormir. (Falei subindo com Jimin pro quarto) 

Fomos pro meu quarto e deixei suas coisas em uma parte vazia do armário:

─ Jimin: Obrigado por me deixar ficar aqui.

─ S/N: Dá pra parar de agradecer? (Fui em sua direção o abraçando) 

─ Jimin: Te amo. 

─ S/N: Eu também te amo. Vamos descer pra comer e depois dormir. 

Saímos do quarto e fomos pra sala, minha mãe não estava mais lá. Pegamos cereais com leite e comemos rapidamente. Fomos dormir.

Acordei repentinamente no meio da noite com muito cansaço, dor de cabeça e vontade de vomitar, estava tudo girando pra mim. Sentei na cama pra ver se passava a sensação e só piorou, quando sinto que iria vomitar, saio correndo pro banheiro, abro a tampa da privada e despejo tudo. Eu não sei o que havia acontecido mas tava me sentindo muito mal. Quando Jimin chega no banheiro:

─ Jimin: S/N!!! VOCÊ TA BEM??? (Disse segurando meus cabelos) 

─ S/N: Nã... (Não consegui terminar de falar pois o enjoo voltou e despejei mais ainda).

─ Jimin: Ai meu deus. Respira, vou pegar água pra você.  (Saiu correndo de lá o mais rápido que conseguiu) 

Depois de uns 2 minutos ele voltou, eu já estava sentada do lado da privada, esperando voltar o enjoo.. Meus olhos estavam lacrimejando, eu estava sentindo uma dor de cabeça enorme, e claro muito tonta. 

─ Jimin: Tá melhor? (Falou deixando o copo no balcão do banheiro e se agaichando a minha altura sentada) 

─ S/N: Não... sei. (Falei pausadamente achando que vomitaria novamente)

─ Jimin: Tome água. (Falou limpando minha boca com um papel higiênico e me dando o copo de água) 

─ S/N: Jimin, você é um anjo. (Falei cansada) 

Tomei água e já não estava mais sentindo o mal estar de antes, voltei para a cama com ajuda do Jimin. Nos deitamos, e ele ficou virado pra mim, me olhando com cara de preocupado. Involuntariamente, eu comecei a sentir uma vontade muito grande de chorar, eu não sei o que estava acontecendo comigo. Escondi meu rosto prestes a chorar com minhas mãos:

─ Jimin: S/N? Tá bem mesmo? (Ele disse e sem poder me conter comecei a chorar, por um motivo que nem eu mesma sabia, Jimin imediatamente se sentou na cama e me puxou para ficar sentada também. Eu continuava com as mãos no rosto, que logo Jimin tirou.)

─ Jimin: S/N, por que tá chorando? (Falou me puxando pra perto dele) 

─ S/N: E-eu n-não s-sei.. (Chorei compulsivamente mais ainda, Jimin em um ato rápido me abraçou e eu retribui. Não sei o que faria sem Jimin naquele momento, uma tristeza devastadora tinha invadido meu interior, o que me fez ficar com uma vontade de chorar enorme.. Parecia até.. hipnose) 

Passamos um tempo abraçados até que eu me acalmasse e involuntariamente dormisse em meio a seu abraço. Acordei sonolenta e com muito cansaço, olhei o ponteiro do relógio que marcavam 5:23am, me pergunto o porque de ter acordado do nada tão cedo. Olho para o banheiro e me lembro do que aconteceu a provavelmente algumas horas atrás.

─ O que deu em mim... (Penso) 

Fui ao banheiro e lavei meu rosto que por conta do choro, se encontrava um pouco inchado. Me despi e fui diretamente para o banho, que lá fiquei provavelmente mais de 20 minutos. Saí do banho e fui até o quarto de toalha, pegar meu uniforme escolar, quando me deparo com Jimin sentado na cama. 

─ Jimin: Tão linda... Tá melhor?

─ S/N: To sim. (Assenti com a cabeça, peguei meu uniforme e voltei ao banheiro) 

Me troquei rapidamente, arrumei meus cabelos e fiz uma maquiagem básica para esconder o inchasso. Penos em como foi estranho eu estar super mal em um momento a noite e acordar bem, eu literalmente melhorei de uma hora pra outra. Foi estranho. 
Sai novamente do banheiro dando espaço pra Jiminnie entrar no mesmo. Olhei o relógio, e marcavam exatamente 6:10am.

─ Nossa, eu passei tanto tempo assim no banho? (Pensei) 

Desci as escadas e preparei dois lanches, com torradas e sucos. Subi novamente para o quarto e vi Jimin pronto. Ele estava extremamente lindo. 

─ S/N: Que que isso Jiminniezinho. Tá muito lindo. (Pisquei para o mesmo que retrucou com outra piscada) 

Descemos juntos e comemos rapidamente as torradas, fomos para o colégio. Chegamos lá, era 6:50am. Andamos pelo corredor quando me deparo com a figura mais nojenta do mundo. 

Lizzy, só podia ser.... A bela e longa história de Lizzy comigo, ou melhor o desastre de história, resumindo, Lizzy estudou comigo em Hong Kong, ela fingiu ser minha amiga por um tempo pra depois acabar com minha reputação, ela contou mentiras pra todos os caras da escola que estudávamos naquela época, ah mas como eu fiquei com um ódio tão grande dessa idiota. E agora ela tá aqui nesse colégio, esse vadia tá me seguindo por acaso?

Fui andando pelo corredor mesmo com a presença daquela piranha, não posso deixar ela me afetar novamente. Eu até estaria andando tranquilamente, se essa peste não me parasse:

─ Lizzy: Oii S/N, lembra de mim?

─ S/N: Queria poder não lembrar. (Respondi séria) 

─ Lizzy: Ah, mas continua a mesma fresca de sempre né. (Riu sarcásticamente) Agora me fala, quem é esse gato ai hein? (Falou apontando pro Jimin) 

─ S/N: Ah ele? (Ri sarcásticamente) Não te interessa querida. AH, terminou de pegar os meninos daquela escola, e ninguém te quer mais né? Ai veio infernizar nesse colégio, ah mas tinha que ser a piranha mesmo. Ta vendo isso aqui? (Apontei pro chão) Sua dignidade querida.

─ Lizzy: YAA!! AISH.. 

─ S/N: Welcome Back Queridinha. (Dei uma risada e sai dali)


Notas Finais


GENTE FICOU RUIM PQ POSTEI PELO CEL, SORRY BAE - silver cookie


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...