História You're my Yin and I'm your Yang - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Gabriel Agreste, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Miraculous Ladybug
Exibições 54
Palavras 1.485
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


TUDO BOM?!?!? TÔ VENTO Q TEMOS LEITORAS NOVAS😊😊😊
ENTÃO...Oie! Bem vindas meus amores!!!
Tô com um cap novo(mentira ele tá prontos a mais de um século)😂😂 mais o próximo só sai daki a um mês 😫😫😫😫 eu to precisando de + inspiração pra terminar, já q eu já tô fazendo mais 8 caps....
QUE BOM Q VCS GOSTARAM DO KEVIN E DO JEAN!!!!!! Sobre tiu das brabuletas...
ELE VAI TER UMA "FILHA" SIM!!! OKAY PRODUÇÃO!!! Eu ja tava com essas ideia a séculos, e agr ela vai ser tornar real!!!
QUERO SO VER QUEM VAI ENTENDER AS REFERNCIAS!!! QUERO VER QUEM VÊ TV D+!!!!!
Borá pro capítulo pessoas!!! Boa leitura!!!

Capítulo 11 - Como o "Romeu" conheceu a Lady de um modo diferente.


O príncipe cavalgava em Plagg rapidamente ao lado de Nino, que cavalgava em Blubber. O loiro havia falado para o melhor amigo que encontrará sua lady ali, e as histórias (lendas em outras palavras) diziam que quem entrava naquela floresta, conhecia um pouco de seu destino.

Não era novidade para Nino que o amigo era teimoso demais para aceitar que ele tinha desmaiado e imaginado coisas. Quando o loiro contou para Nino o que aconteceu e que seu destino estava selado com Ladybug, acabou fazendo o moreno chorar.... de rir.

-Foi aqui! - o loiro disse cortando o silêncio, enquanto pulava do cavalo, com um sorriso no rosto- Ela está bem aqui com um arco e flecha e ela era linda....                         

-Cara, você só pode ter sonhado! Quase ninguém entra aqui! - Nino rebateu descendo do cavalo - Olha e o mais impossível é uma garota usar armas!

-Ela existe Nino vou encontrá-la mais tarde. - o loiro suspirou, enquanto passava as mão no cabelo - E quem disse que não podem?

-Hãn....Desde que toda garota foi criada para ser gentil e delicada, e não para usar armas - respondeu como se fosse o óbvio.

-Eu também pensava assim... - disse rindo baixo - Até que ela quase me acertou com uma flecha na cabeça!

-E você gosta de uma garota que é inexistente e que quase te acertou com uma flecha na cara! - gritou não acreditando no que ouvia, e olhou para cima balançando os braços - O mundo deve estar louco!

O garoto riu indo até o amigo que reclamava que o loiro tinha sonhado ou demasiado. Ficaram um tempo pelo lugar, ainda faltava  um tempo para o por do sol, até escutarem galopes pelo local. 

Se fossem os guardas não era apenas o loiro encrencado, se posicionaram rapidamente, retirando a  espada da cintura e andaram até o local onde escutaram os galopes próximos. 

Porém, o azar resolverá passar pelos dois mais cedo, os dois que andavam lado a lado, se encontravam agora de contas um para o outro e de cabeça para baixo em uma armadilha.

-Ótimo! Tem como do dia melhorar! - Adrien quase gritou, até que viu um vulto perto das árvores - Quem está aí? 

-Adrien, calma. Pode ser um urso ou um caçador - o moreno repreendeu o amigo, porém ficou quieto assim que escutou uma risadinha, que ecoou pela enorme floresta, fazendo com que Nino arregalasse os olhos - Ok... Agora eu me caguei...

-Mon Dieu Nino! - Adrien disse dando uma risada baixa por causa do desespero do amigo e pronunciou com um pouco mais de seriedade -Olha eu odeio falar assim, mas como você não me respondeu...Quem está aí apareça! Isso é uma ordem!!!

Ele não conseguia enxergar o vulto, porém só escutou mais uma baixa risada, como a de uma criança. A pessoa que os observava estava se divertindo com situação. Quando o loiro se preparava para ordenar outra vez, saiu de vez das sombras, deixando com que os meninos a visem.

-Ladybug e vocês? - disse a de vermelho, com um sorriso divertido estampado no rosto.

-Eu falei que ela existia... - sussurrou o loiro com um sorriso de canto - E agora vai falar o que?

-Acho que já foi tanto sangue para minha cabeça - Nino sussurrou de volta brincando, isso irritou o loiro profundamente - E provavelmente estou vendo coisas...

-O que ouve? O gato comeu a língua de vocês - perguntou se sentando na grama, olhando para eles curiosa, não tinha conseguido escutar uma palavra que eles disseram.

-Primeiramente, olá sou príncipe Adrien- o loiro acabou falando príncipe com um suspiro, fazendo a garota pensar que ele não gostava de seguir aquilo, assim como ela - E esse é meu melhor amigo Nino..

-Olá? - Nino perguntou, fazendo ela rir.

-Alteza, Nino - ela cumprimentou, e olhou para cima vendo os dois presos - Querem ajuda, para sair daí?

-Não! - o lado orgulhoso do loiro falou mais alto.

-Não?! - perguntou o moreno confuso.

-Não!! Nós saímos daqui sozinhos!

-Não saímos não! - negou Nino indignado, levando um belisco na perna - Aiii!

-Então tá! - ela deu ombros, pegando adaga e o arco, adorava desenhar (ou esculpir) no mesmo sentia como se ele fosse mais importante ainda - Boa sorte com isso.

O tempo passou, faltava em torno de uma hora para o por do sol. A azulada conversava animadamente com Nino, enquanto o loiro irritado e mexia tentando se soltar pela nona vez.

-Olha você tem certeza que não que não quer ajuda? - perguntou preocupada - Qual é loirinho, eu posso te ajudar...

Mal ela falou, quando ouviu um barulho de algo caindo. O loiro fez a corda, que prendia os dois abaixar e fazer os dois baterem de cabeça, e votarem para o alto, presos novamente.

-Então... - o loiro suspirou - vai nos ajudar ou não?

-Era isso que eu queria ouvir! - respondeu animada, enquanto se levantava.

-Eu também - Nino gritou fazendo ela rir, levando outro belisco na perna - Para com isso!! 

-Anda, vai nos soltar ou não? - perguntou impaciente, vendo sua lady se aproximar da corda a onde prendia os dois, a observando, como se pensasse como iria soltar os dois dali.

-Olha, se eu não conhecesse o tipo de armadilha, eu diria que  não posso ajudá-los... - a azulada e espondeu olhando a corda com um nó bem feito - Mas como eu conheço bem esse tipo, eu diria que meus irmãos a colocaram a armadilha aqui.

-Como sabe disso? - perguntou Nino confuso.

-Eu que ensinei a fazer... - a de capuz vermelho respondeu dando ombros, como se fosse normal aquilo acontecer.

-Como assim VOCÊ ensinou?! - o moreno perguntou assustado, era uma boa armadilha para ser feita por uma garota.

-Vai nos soltar ou não?! - perguntou novamente o  loiro já irritado, se demorasse mais um pouco iria se ferrar, pois estaria atrasado para encontrar a sua lady

-Só se pedir: Por favor.. - ela disse sorrindo docemente ao lado do garoto

-Ela está certa alteza. Onde estão seus modos!- Nino o repreendeu 

-Afff.... por favor. - o loiro bufou e respondeu cansado, vendo Ladybug se levantar.

A garota sorriu de canto e pegou a adaga na cintura, os olhou por alguns segundos. Eles encaravam ela confusos, não tinham a menor ideia do que a garota de cabelos azuis faria. 

Ela riu levemente, " Ela é adorável!" pensou o loiro sorrindo bobo perdido em seus pensamentos, tanto que nem notou a mestiça sorri maldosa e em um movimento rápido cortar a corta, fazendo com que caisem com bastante força de cabeça na grama.

-Para uma Lady, você poderia ser mais delicada....- reclamou Adrien, se levantando da grama e mexendo na cabeça, na tentativa de amenizar a dor - Aí! Isso dói!

-Sou delicada com quem merece - a azulada disse rindo, enquanto quadrava a adaga.

-Eu acho que não mereci seus delicadeza - Nino disse fazendo a garota rir mais - Estava ótimo, mais o príncipe tem que voltar ao palácio, não é mesmo Adrien..

O loiro estava mais preocupado em observar a bela joaninha em sua frente, a pergunta "Quem a garota que se esconde debaixo do capuz?" correu por sua cabeça, a necessidade de saber era tanta. Adrien estava tão entretido que nem ouviu o melhor amigo chamar.

-ADRIEN!!!! - berrou Nino perto do ouvido do príncipe 

-Hãn? Que? Quem? Quando? Onde? - o garoto com cabelos cor de ouro perguntava desesperado olhando para os lados, tentando entender o que tinha acontecido.

Marinette encarou o garoto com os olhos pouco arregalados , deu uma risada baixa e logo depois abriu um sorriso doce, fazendo com que o mesmo coçasse a nuca envergonhado e rise nervoso. 

-O que disse Nino? - perguntou o príncipe, voltando ao normal

-Que você tem que ir para casa- o moreno repetiu revirando os olhos - Vamos logo! Antes que seu pai se de conta que saímos!

-Se ele notasse que eu existo... - reclamou - Mas tudo bem vamos..

-Otimo, Blubber! Plagg!- chamou os cavalos, que vieram rapidamente, Blubber em sua direção e Plagg na de Adrien  - Bom garoto... - exclamou subindo no mesmo - Tchau.

-Tchau... - respondeu sorrindo e acenando com a mão, vendo o moreno virar e ir para a direção contrária de seu reino. 

"A mesma direção para onde Chat foi ontem...." pensou a mestiça, que foi retirada do pensamentos rapidamente por Adrien 

-Ate algum dia Lady...- Adrien subiu no cavalo negro e se "despediu", mas não adiantava teria no máximo 30 minutos para se arrumar e voltar para o mesmo lugar

-Até um dia alteza... - respondeu e fez uma reverência, fazendo o garoto sorrir e dar meia volta, com toda a velocidade que podia.

-O certo seria até logo, My Lady... - sussurrou o garoto com um sorriso de canto.


Notas Finais


AAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHH QUEM ENTENDEU AS REFERÊNCIAS?! SE ENTENDERAM, SIM A REFERÊNCIA FOI A "ESPELHO ESPELHO MEU" 😍😍😍😍😍😍😍 Bem até daki a um mês pessoas!!!! FALOWWWWWW


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...