História You're so bipolar - imagine hot/cute Jooheon - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Jin, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Personagens Originais, Show Nu, Won Ho
Tags Daddykink, Hot, Incesto, Jin, Jooheon, Monsta X, Seokjin
Visualizações 45
Palavras 784
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Annyeong!
Espero que gostem da nova fic, é que dêem muito amor a ela, viu?
Vou tentar começar a postar frequentemente, juro.

Capítulo 2 - Everything gets better with you.


"Você vê as estrelas, mas eles só veem os céus, e você vê as minhas cicatrizes, o que eles veem?"

Lot to Learn - Luke Christopher 


[S/N] Pov's


Eu estava no velório da minha tia Min-Hee, eu a amava demais, ela era como uma mãe. Ela era um exemplo de mulher pra mim, era jovem, bonita, inteligente, boa cozinheira como tio Jin, sempre me dava conselhos quando estava confusa, triste ou perturbada com algo, na opinião, mais perfeita não podia ficar. Sua morte foi causada por um desabamento do teto de um túnel, onde ela estava passando de carro com tio Jin, e só ele conseguiu se salvar, no momento em que eles estavam salvando a tia Min-Hee, um dos carros ali soterrados explodiu por conta de um super aquecimento ou coisa assim, e ele foi arremessado na direção do bombeiro que estava salvando a unnie Min-Hee, a matando na hora junto com o bombeiro. Tio Jin saiu com uma lesão pouco séria na perna mas está bem, mas não superou que o amor de sua vida tenha morrido, é essa tragédia toda foi exatamente a três dias atrás, no dia do aniversário de casamento deles.

Agora cá estou, vestida de preto, olhando minha bela e querida tia sendo enterrada. Meu tio chorava em silêncio, enquanto minha avó morria de chorar. Eu só conseguia chorar em silêncio, como meu tio.

Eu não conseguia ver aquela imagem, de ver minha tia sendo enterrada. Aquilo era como uma facada no meu coração.

- Tio Jinnie? - perguntei, direcionando o olhar para Jin.

- O-o q-que foi, meu bem? - disse ele, dando um fraco sorriso, e limpando suas lágrimas rapidamente.

- Não consigo olhar isso. Por favor, deixe-me ir, sim?

- Ok. Só não se perca e não fale com estranhos. - ele deu um beijo na minha testa e sorrio.

Eu sorri de volta e saí dali.

O lugar do velório era meio que um campo florido ou um grande jardim ao ar livre, Min-Hee unnie falava pra mim que quando morresse, queria ser enterrada perto das flores, num jardim, assim sua alma viveria com as flores, a coisa que ela mais amava.

Eu saí do local aonde está acontecendo o velório e fui em direção da entrada do jardim/campo, e lá na entrada vi Jooheon sentado numa moto, deu um sorriso e fechei meu olhos ao meus tempo, mas os abri rapidamente. Cruzei os braços e fui andando até ele. Chegando nele, ele diz:

- Olha eu já falei o quanto você fica linda de preto? - disse ele, mordendo os lábios e me olhando de cima pra baixo.

- Para de graça. - disse, dando uma risada nadalada. - Acho melhor você ir ligo, meu tio está aqui. E se ele te ver aqui, não vai ficar nada alegre.

- E eu lá tenho medo dele? O que ele vai fazer? Me bater com uma colher de pau? - disse ele, revirando os olhos e me fazendo rir.

- Só você mesmo pra me fazer rir numa hora dessas, Lee Jooheon. - disse rindo.

- Pois é. - suspirou e fez uma pausa - Olha, quer dar uma volta? - disse ele, se referindo a moto.

- Não sei não, Jooheon. Tio Jin..

- Tio Jin, tio Jin, tio Jin.. - ele me interrompeu. - Tudo é "tio Jin". - disse ele bufando.

Jooheon olhou para cima, vendo meu tio na entrada do jardim/campo, nos encarando, mas Jin estava a alguns (mas poucos) metros de distância da gente. Eu me virei, também vendo meu tio, que não estava com uma cara nada boa. Suspirei e logo após, minha avó Sook apareceu ao lado de Jin, e cochichou algo a ele. Ele revirou os olhos, olhou pra mim, olhou pra vovó e depois voltou para o velório, meio bravo. Vovó Sook veio com um largo sorriso, ela amava Jooheon, achava ele um ''belo garoto".

- Sra. Sook. - ele se levanta da moto e faz uma reverência a minha vó. - Meus pêsames.. sobre Min-Hee. Ela era uma boa pessoa. - disse ele, ficando sério.

- Obrigado Jooheon. - disse, sorrindo para Jooheon. - Veio levar a minha [S/N] para passear? - disse ela olhando para mim.

- Nã..

- Bem, eu queria a levar pra passear. A senhora deixa?

- Claro. Fique a vontade.

- Vovó! E o enterro da tia Min-Hee?! A senhora ficou louca? Eu não vou abandonar ele assim, de uma hora pra outra, e mais, eu..- disse, arregalando os olhos mas sendo interrompida por vovó Sook.

- Shh..  você precisa esquecer isso, pequena. Não se preocupe, ok? - disse ela, se afastando da gente. - Cuide bem de minha [S/N]! - gritou ela, já distante de nós.

Eu bufei e vi Jooheon dando um sorriso de lado, vitorioso.

- Vamos?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...