História You're The Love Of My Life - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Grey's Anatomy
Personagens Cristina Yang, Owen Hunt
Tags Angustia, Cristina Yang, Crowen, Kevin Mckidd, Owen Hunt, Romance, Sandra Oh
Exibições 59
Palavras 1.569
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Finalmente atualizado.

Capítulo 7 - Apenas amigos


Já faziam quase duas semanas depois daquele dia em que Cristina havia dito a Owen que não conseguia perdoa-lo, ela morava com Meredith e Derek e não falava mais com Owen.

"Cristina! Você está linda com essa roupa!" Mer tentava convencê-la.

Hoje à noite era um baile de angariação de fundos para o hospital e Cristina e Meredith estavam tentando escolher um vestido.

"Eu já disse que eu odeio essa cor." Cristina advertiu. Ela estava em frente a um espelho com um vestido rosa apertado.

"Ughh Cristina..."

As duas continuaram provando diversos vestidos, até que Cristina colocou um vestido bordô comprido. Ele realmente ficava incrível nela.

"Este, Mer." Ela virou-se para sua amiga.

"Uau, ele é lindo!" Meredith disse impressionada.

Ultimamente ela vinha tentando distrair Cristina dos pensamentos sobre a traição ou qualquer coisa que envolvesse Owen.

Cristina olhou-se novamente no espelho, "eu sei." Disse ela.

"Sabe o quê? Vão ter toneladas de homens atrás de você." Meredith disse e riu.

___________________________________

Owen estava tendo um dia difícil, dois de seus pacientes tinham morrido e ele não conseguia concentrar-se em seu trabalho. Resolveu ir almoçar, afinal não tinha tido tempo antes.

Quando pegou sua comida, avistou Cristina e Callie sentadas em uma mesa no canto. Já fazia algum tempo que não falava com Cristina, ela estava ignorando-o e ele decidiu dar-lhe o tempo que necessitava.

Cansado de lutar mas querendo saber com ela estava, decidiu sentar-se com elas.

"Dra. Torres, Dra. Yang, posso sentar aqui?" Perguntou.

Ambas as duas olharam para ele com desgosto. Acho que Callie também já está por dentro da novidade, pensou.

"Eu já estou de saída." Cristina disse.

Owen se parou de revirar os olhos para sua teimosia. "Eu... uhh... vou sentar em outro lugar." Disse e começou a sair.

"Não, você não precisa fazer isso. Pode se sentar conosco, Dr, Hunt." Callie chamou e sorriu amigavelmente para ele.

Ele se virou e caminhou de volta para a mesa, "obrigado!"

Cristina tinha uma carranca em seu rosto, mas Callie a cortou com um jeito amigável e acolhedor.

"Não é, Cristina?"

Sem saber como reagir, Cristina concordou com a cabeça. Não gostando da presença de seu marido infiel, levantou-se da cadeira.

"Me desculpem mas eu tenho algo muito importante para fazer." E assim ela saiu.

Callie suspirou e revirou os olhos. "Eu sei o que aconteceu entre vocês, ela só precisa de tempo. Sabe, ela me contou sobre a traição, ela disse que você estava bêbado e chateado por causa do aborto." Ela falou baixinho.

"Eu tentei explicar que eu não sabia a merda que eu estava fazendo, mas ela simplesmente não consegue entender." Tenta explicar.

Callie tenta ser discreta em sua resposta: "Hunt, eu entendo que você estava chateado. Mas se você realmente ama ela, não iria fazer isso."

"Eu sei..."

"Cristina precisa de tempo, ela precisa aprender a confiar em você novamente." Callie diz.

Derrepente seus pagers tocam, e ambos correm para atender os novos pacientes.

___________________________________

Já eram 18h02 e Cristina estava saindo de uma cirurgia. Ela sabia que iria atrasar-se para a festa, tentou arrumar-se o mais rápido possível.

Quando estava colocando seu vestido, ouviu algo do lado de fora da porta e então alguém entrou.

Era Owen. "Me desculpe, achei que a sala estava vazia." Pediu desculpas.

Sem olhar para cima Cristina continuou a arrumar-se, mas não conseguia puxar seu feixo. "Uhh droga!" Reclamou para si mesmo.

"Deixe-me ajudar." Ele chegou por trás dela e fechou o feixo. O toque suave de sua nas costa de Cristina a fez prender a respiração, podia sentir seu perfume delicioso.

"Obrigado" ela cortou antes que não conseguisse mais controlar-se.

Sem dizer nada Owen sai da sala. Ela se sente um pouco confusa e ansiosa, mas logo varre esse sentimento longe e continua se arrumando.

POV Jackson

Aqui estou eu, na festa do hospital. Estou em um grupo de homens que simplesmente não param um minuto sequer de falar sobre cirurgias e máquinas incríveis de Raio-X.

Não aguento mais a conversa, preciso de algo para me distrair. De longe percebo uma linda mulher adentrando no salão, ela está vestindo um vestido bordô lindo, que realça suas curvas.

Mas quando a mulher se aproxima posso perceber que ela não é realmente uma pessoa estranha. É Cristina Yang.

Nunca pensei que a Yang fosse tão linda assim. Sempre tive uma queda por ela, mas realmente, eu nunca notei o quão linda ela fica em um vestido justo.

Sem mais tempo a perder, peço desculpas ao senhores que estavam na mesa e me levanto, caminho em direção à Yang.

"Dra. Yang, você está linda!" A elogio.

Ela vira para minha direção e sorri amplamente, seus lábios estão convidativos, mas infelizmente eu não posso tê-los. "Obrigada, Dr. Avery."

Odeio ter que ser formal com ela, quero chama-la de Cristina, mas não posso, pois não tenho a aproximação adequada.

"Você quer tomar uma bebida ou algo assim?" Pergunto educadamente, afinal hoje eu posso, ela não está mais com Hunt, pelo menos foi o que ouvi.

Novamente ela sorri e responde: "Claro, eu adoraria."

Ofereço me braço à ela, caminhamos até o balcão e pedimos nossas bebidas. Enquanto esperamos nossos pedidos, olho de canto de olho para a mesa onde eu estava antes, Hunt está sentado olhando para nós com uma aparência nada amigável. Acho que ele sente o que perdeu.

"Aqui estão os seus pedidos, com licença." O garçom entrega nossas bebidas.

Posso ver que Cristina está muito ciente do ciúmes de seu marido, pois ela está parecendo um pouco desconfortável com o olhar que está dando-lhe.

"Então, você está incrível hoje." Tento deixar-la mais confortável, mas logo percebo que não funcionou.

"Você já disse isso..."

"Você não precisa sentir-se desconfortável, somos apenas amigos, não há nada de errado nisso." Agora sim consigo fazê-la se sentir mais desconfortável do que estava antes.

Cristina está extremamente vermelha, não tem palavras para me responder e eu me sinto um completo idiota.

"Eu..." tento falar mas ela me enterrompe.

"Ok, Avery. Eu entendo o que você quer dizer. Está tudo bem." Agora é ela que me acalma.

Não sei como, mas me sinto um bebê perto dela. "Eu não sei o porque, mas eu não consigo agir corretamente quando estou perto de você." Admito um pouco envergonhado.

Ela ri e responde: "Você não tem que se sentir assim."

"Eu realmente não sei, mas é estranho. Eu simplesmente travo, parece que o meu cérebro não funciona." Começo a rir para tentar descontrair um pouco.

Ela não responde e eu resolvo continuar, "acho que é porque você tem um jeito meio parecido com Bailey, durona."

"Eu não sou tão má assim." Ela ri alto.

"Claro que não", debocho.

Continuamos a conversar, mas agora sobre coisas do hospital. Ela consegue me fazer rir como eu nunca ri antes, talvez seja porquê eu já estou bebendo o terceiro copo de whisky.

"Desculpa, preciso ir ao banheiro." Ela pede educadamente e desaparece da minha visão. Acho engraçado o modo como ela se refere ao banheiro, normalmente as mulher são mais delicadas e 'finas'.

POV Cristina

A conversa com Jackson está ótima, ele é realmente um rapaz muito amigável e interessante. Eu não ri a algumas semanas e ele conseguiu me animar um pouco, então ele realmente é um cara maravilhoso.

Depois de ir ao banheiro, volto para a mesa e ele está lá, me esperando.

"Você se importaria se eu fosse falar com Meredith?" Perguntei.

Ele sorri educadamente para mim, seus olhos azuis-esverdeados são gentis. "Eu posso acompanha-la?"

Como eu só quero ficar perto da minha amiga, não vejo problema nenhum, afinal ele vai ficar sozinho aqui. "Seria ótimo!" Respondo.

Engancho meu braço no dele e partimos a procura de Meredith, passamos pela mesa que Owen está sentado. Posso sentir seu olhar profundamente em mim.

Com o canto do olho posso vê-lo olhar para mim com uma mistura de raiva e ciúmes. Sorrio e sigo em frente juntamente com Jackson.

POV Owen

Quando vi Cristina entrar no salão não conseguia nem raciocinar direito. Ela está incrivelmente linda. Seu vestido se apega a cada curva e detalhe de seu lindo corpo.

Mas logo percebi que ela estava acompanhada de Avery. Eles conversavam e riam alto, como se fossem grandes amigos.

Cristina nunca sorriu desse jeito para ninguém antes, e sinceramente eu odeio quando ela faz isso para alguém que não seja eu. Como não vou ficar com ciúmes, afinal ela é minha mulher.

Odeio ter que ficar longe dela, ainda mais quando ela se veste assim, tão linda.

Derrepente eles se levantam da mesa que estavam e caminham juntos em direção a mesa que estou. Os braços dela estão enganchados aos dele.

Tenho quase certeza que ela percebeu que estou olhando-a, pois ela deu um leve sorriso e continuou caminhado mas agora com um pouco mais de gingado.

POV Narradora

A noite segue normal, todos conversam animadamente e Cristina começa a se soltar um pouco mais. Enquanto conversam ela começa a beber mais.

"Cristina eu acho que está na hora de irmos para casa." Meredith diz para sua amiga que agora está bebendo sua quinta taça de champanhe.

"Oh não Mer! Agora que está ficando legal." Ela protesta.

Ambos Meredith e Jackson a ajudam caminhar até o carro de Derek.

"Jackson obrigada por cuidar dela." Agradece Meredith.

"Foi um prazer..."

Depois de algum tempo Cristina está deitada na cama e dormindo tranquilamente. Sonhado com coisas boas, com pessoas boas.


Notas Finais


O que acharam de um pouquinho de Jackson e Cristina?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...