História Youth-Kaisoo (2 Temporada) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, F(x)
Personagens Amber Liu, Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Krystal Jung, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Kaisoo
Exibições 78
Palavras 1.387
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiii espero que tenham gostado Bjssss <3 S2

Capítulo 11 - Paraiso


- Kai? O que está fazendo aqui?- Pergunto KyungSoo.
- Eu vim almoçar... mas e vocês?- Peguei e olhei para a menina que estava com ele. Ela não é feia mas também não é tudo aquilo.
- Também.- Respondeu ela. Não perguntei pra você.
- Que bom... então aproveitem...- Disse me retirando da mesa. Aish por que eu estou sentindo raiva disso?
- Espera!- Me virei pra mesa deles de novo.- Não quer almoçar com nós?- Vi que a menina tinha revirado o olho.
- Não... mas obrigado pelo convite...- Disse me retirando dali.

Sentei na minha mesa novamente e fiquei esperando o meu almoço chegar. Parecia uma eternidade, aquilo não vinha nunca. Todo esse tempo fiquei olhando pro Soo e pra menina. Parecia que ele estava me fazendo ciúmes. Então ele quer brincar...

- Que moço bonito, o que faz aqui sozinho?- Pergunto uma garçonete.
- Almoçando não é obvio?- Disse ainda concentrado no Soo.
- Nossa... grosso.- Disse ela se retirando. Mas a impedi.
- Desculpa eu estou um pouco triste hoje... mas o que falava?- Perguntei soltando seu braço.
- Vamos começar do começo, me chamo Amber e o seu?
- Kai...- Disse dando um aperto de mão.- Olhei para o lado e vi que o Soo estava olhando mas logo desviou.- Então por que não se senta aqui?- Disse apontando pro banco a minha frente.
- Claro...- Ela sentou e nós ficamos conversando. Sempre dava uma escapada para olhar o Soo e notava que ele também me olhava. Mas em uma dessas escapadas notei que ele colocou o cabelo daquela menina para trás da orelha, não me aguentei e fiz o mesmo com a Amber.

E assim foi nosso almoço, eu fazendo ciúmes pro Soo e ele pra mim. Logo a garçonete teve que ir e eu fiquei sozinho. Como não tinha terminado meu almoço ainda eu fiquei mais um pouco, e claro olhando pro Soo. Achei até engraçado da nossa parte ficar fazendo ciumes um pro outro, mas é claro que tudo tem limite.

Quando já tinha terminado eu olhei novamente pra eles e o Soo estava limpando a boca dela. Nesse momento me subiu uma raiva, que eu queria voar na cara daquela baranga e retirar tudo da li. Me levantei e deixei o dinheiro na mesa, e sai.

                                                                KYUNGSOO POV
Como a boca dela estava suja resolvi limpar só pra fazer ciumes no Kai, se ele gosta mesmo de mim ele vai ficar mordido. Peguei o guardanapo e comecei a limpa. Depois que eu terminei olhei novamente mas não o encontrei ali.

- A Mie com licença.- Disse me levantando.
- Mas D.O. ....- Não esperei ela terminar para sair procurar o Kai.

A ele se foi por minha culpa. Nossa que brincadeira boba KyungSoo! Você é tão infantil. Sai procurando em todo lugar mas não o achava. Como estava cansado resolvi sentar num bando numa praça aqui perto.

Me sentei e levantei a cabeça pra cima pensando na besteira que eu avia feito. Abaixei a cabeça de vagar e olhei pro lado. Logo a pessoa que estava num banco pra frente do meu me olhou e nossos olhares se encontraram. Dei um sorriso ao saber que achei o Kai.

Me levantei e fui falar com ele.

- O que foi Kai?- Perguntei tocando no ombro dele. Mas ele tirou minha mão.
- Por que não pergunta pra menina que estava com você!- Disse ele num tom frio.
- Credo Kai! Que bicho te mordeu?- Disse me virando de frente pro banco. Eu olhei pra ele e pude ver que seu olhar estava triste.- Olha Kai me desculpa... é que eu achei que você estivesse brincando com meus sentimentos e...- Ele me interrompe.
- Eu nunca brinco com os sentimentos das pessoas. Soo eu realmente gosto de você e fiquei chateado com você... mas tem que confiar em mim...- Disse ele se virando pra mim.
- Eu confio mas é que...- Abaixei a cabeça.- Você me lembra uma pessoas...- Ele me olhou.
- Quem?
- Meu... meu...- Uma lágrima caiu so de pensar no morenão. Eu sei que ele está na minha frente falando comigo, mas o Kai de antes.
- Dele não é?- Eu assenti.
- Olha não fica assim, eu vou te fazer esquecer ele.- Dei um pequeno sorriso com a seu conforto, mas não tem como esquece-lo.- E eu nem fiquei tão chateado assim...- Disse ele me abraçando e beijando o topo da minha cabeça.
- Serio?- Perguntei levantando minha cabeça.
- Sim.- Disse ele secando minhas lágrimas.- E pra te provar isso vou te comprar um sorvete.- Dei um sorriso.

Ele pegou na minha mão e me levou até uma sorveteria. Eu escolhi de morango e o Kai de flocos. Saímos com nossos sorvetes na mão.
- E ai, onde vamos agora?- Perguntei a ele.
Ele fez uma cara de pensativo e então disse.
- Já sei!
- Qual?
- Surpresa!- Mas que droga...

Ele tampo meu olho com uma venda que nós compramos no mercado. Realmente o lugar devia ser longe pela demora.
- Já chegamos?
- Não!
- Aish!- Me virei no banco do carro.

Demoro mais um pouco até que chegamos. Ele me tirou de dentro do carro e me guiou até lá. Ele retirou a venda que estava cobrindo a minha visão, fiquei de boca aberta com o lugar. Era realmente lindo, tinha uma árvore bem grande e uma visão maravilhosa.
- Vem aqui!- Disse o Kai. Então fui até ele.
- O que quer?- Disse me sentando entre as pernas dele.
- Ficar com você.- Disse ele me apertando.

Ficamos ali por um bom tempo até decidimos ir. Ele me levou até em casa e depois foi pra dele. Realmente estou muito feliz que estamos juntos de novo. Mesmo ele não se lembrando de mim. Resolvi ir tomar um banho. Depois do banho coloquei a roupa mais confortável que eu tinha e fui até a cozinha fazer algo pra mim comer.

Senti um formigamento nas pernas, mas acho que não era nada. Depois veio uma dor muito forte nas minhas pernas que não aguentei e cai no chão. Fiquei ali por volta de 5 a 15 minutos. Quando fui me levantar senti uma tontura, me segurei na mesa pra não cair. Então resolvi me sentar um pouco.

                                                                   CHANYEOL POV
Hoje é meu aniversário e a MinJi está agindo estranho comigo. também se uma menina aparece e diz que tá gravida do seu marido é bem loco. Eu entendo ela e sei que está sofrendo também, mas eu queria ter aquela MinJi alegre e feliz nem que fosse apenas uma vez.

Sai do quarto e fui pra cozinha, percebi que a MinJi estava alimentando os nossos filhos. Ela é uma ótima mãe... fiquei observando aquilo, até a mesma me olhar de dar um sorriso dei um sorriso pra ela também. Ela se levantou e veio na minha direção.

Ela me olhou e não disse nada, estava preste a passar quando segurei o braço dela.
- MinJi... precisamos conversar...- Disse ainda segurando seu braço.
- Não temos nada pra conversar!- Disse ela tentando se soltar. Mas eu a levei até o nosso quarto para falar com mais privacidade.
- MinJi me esculta!- Ela parou e olhou pra mim.- Me desculpa, me desculpa mesmo... eu sou um marido horrível eu sei, mas eu so quero que saiba que eu te amo...- Ela me olhou com um olhar triste.
- Chanyeol... eu... eu...- Antes dela terminar puxei a mesma para um beijo necessitado da minha parte pelo menos. Puxei ela para mais perto de mim e peguei ela no colo. Caminhei com ela sem parar o beijo e deitei ela na cama. Paramos o beijo por falta de ar.
- EU TE AMO MINJI!- Disse e comecei a beijar ela de novo. Deitei sobre ela e comecei a passar minhas mãos sobre o corpo dela. Quando estava preste a tirar a blusa da mesma ouvimos um choro...parei o beijo.- Eu vou ou você vai?- Perguntei
- Você vai!- Disse ela me dando um selinho.
- Ok.- Disse me levantando.- Mas nós ainda não terminamos isto aqui em.- Ela apenas riu e eu fui atender a criança.

Cheguei na sala e vi que a Sook com meus filhos.

- O que pensa que está fazendo?....

 

CONTINUA....


Notas Finais


oiii EU ESPERO REALMENTE QUE VOCÊS TENHAM GOSTADO!!!
Desculpem os erros...
E pelos nomes nos capitulos " Esse por exemplo n teve nada a ver"
Bjss de purpurina
Até o proximos...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...