História Youtuber Love - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Felipe Z. "Felps", Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, Thiago Elias "Calango"
Personagens Felps, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, Thiago Elias "Calango"
Tags Calango, Guaxinim, Thiago Elias
Exibições 4
Palavras 355
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Crossover, Fantasia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Aqui estou eu! (Vendo a luz brilhar!)
Bom, aqui está a explicação que estou devendo.
Vambora glr!
Boa leitura!

Capítulo 10 - Cap IX - Sentimentos


Fanfic / Fanfiction Youtuber Love - Capítulo 10 - Cap IX - Sentimentos

Capítulo IX – Sentimentos

                            MAAH

 

E eu me senti estúpida.

Porque? Bom, vou te contar.

Quando nos abraçamos, eu senti de novo. Aquilo que eu tentava esconder a muito tempo. Acho que desde a primeira vez que ele me ajudou contra o bullying. Desde lá, eu já me sentia assim. E nunca percebi que ele sentia o mesmo.

Eu tinha decidido partir pra outra depois de um ano, sem saber que ele me amou por nove anos. Nove FUCKING anos.

Eu decidi ir atrás de alguém que nunca ligou pra mim.

Depois que vi ele ali na porta do meu quarto, instantaneamente o abracei e chorei em seu peito. Foram lágrimas de tristeza, mas também foram lágrimas de compreensão. Eu sabia que aquilo aconteceria, mas não quis acreditar.

- Maah, o que aconteceu? – Cal.

- Eu... O João fez uma aposta de me namorar por um dia. Ele me enganou. E eu caí na dele igual a.... igual a alguma coisa. – Eu.

Olhei no fundo de seus olhos, e percebi um brilho ferido.

Foi como se eu tivesse entrado lá dentro. Como se eu visse tudo. Como se eu sentisse tudo o que ele sentiu por mim.

- Ele pode não ter te amado, Maah, mas eu te amo. – Cal.

E eu senti.

A estupidez.

Eu o deixei de lado por nove anos. Nunca percebi.

E acho que ele percebeu que eu entendi.

No momento que eu fui falar algo, Calango sal correndo do meu quarto. E eu sabia para onde ele estava indo.

Bom, aqui em Uberlândia não tem praia, mas tem vários rios, cachoeiras, lagoas.... Mas, havia um lago em especial para nós dois.

A prefeitura mandara tirar a terra próxima do local e colocar areia*, pois mesmo sem ter oceano o local tinha uma brisa salgada e o lago era grande. Mas ninguém mais ia lá.

A não ser eu e o Cal.

E ele fora pra lá.

Essa era minha certeza.

E, adeus compreensão de burrice por nove anos.

Agora eu ia atrás dele.

Como ele tinha ido atrás de mim.

Por todos esses anos.

Calango, me perdoe.

Mas eu te amo.


Notas Finais


* - Eu realmente não sei se existe um lugar desse (é meio impossível). Só que eu vou precisar da Brisa Marinha, entendeu?
Até a próxima!
PS: Estarei planejando a chegada da cambada de SP!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...