História Youtuber Love - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Felipe Z. "Felps", Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, Thiago Elias "Calango"
Personagens Felps, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, Thiago Elias "Calango"
Tags Calango, Guaxinim, Thiago Elias
Exibições 4
Palavras 359
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Crossover, Fantasia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIIIIS
Fiquem com este capítulo!
(Obs: A frase da Maah no último capítulo será explicada no próximo)
Boa Leitura!

Capítulo 9 - Cap VIII - Ombro Amigo


Fanfic / Fanfiction Youtuber Love - Capítulo 9 - Cap VIII - Ombro Amigo

Capítulo VIII – Ombro Amigo

                                      CAL

        

Eu já parara de chorar havia muito tempo.

Não adiantava mais. Ou adiantava? Não sei. Não sei de mais nada.

Se passaram algumas horas desde o ocorrido. Minha mãe chegou do trabalho, me deu um beijo e desceu as escadas (eu ainda estava no meu quarto, mas estava postando um vídeo novo).

Ouvi o telefone de casa tocando na sala, e depois parou. Logo, vi minha mãe parada na minha porta com uma expressão triste.

- Thiago. – Mãe.

- Sim? – Eu.

- Já terminou o que está fazendo? – Mãe.

- Não. Porque? – Eu.

- A Marci está precisando de você. – Mãe.

Levantei rapidamente, já agarrando uma blusa de frio, meias e um par de tênis. Meu coração estava disparado. Quando minha mãe dizia isso queria dizer que Maah realmente precisava de mim.

- O que aconteceu com ela? – Eu.

- Nem eu sei. A mãe dela me ligou e disse que a filha estava chorando horrores no quarto e não deixava ninguém entrar. Aí ela pensou em você. – Mãe.

- Ok. Beijo, mãe. Eu já estou indo. – Eu.

- Tchau, filho. – Mãe.

Desci as escadas correndo e peguei meu celular e meu fone. Saí de casa do mesmo jeito, mas nem precisava. A casa dela ficava na esquina, ou seja, a três casas da minha.

Bati apressadamente na porta da casa dela, sendo atendido pela Sra. Stark.

- Ah, Thiago, que bom que você veio! – Sra. Stark.

- Como ela está, Sra. Stark? – Eu.

- Chorando. Vá lá encima. Veja você mesmo. – Sra. Stark.

Assenti e subi as escadas. A porta do quarto dela estava trancada, então (eu faria isso de qualquer jeito), bati.

- Eu já falei pra senhora sair daqui, mãe! – Maah.

- Então agora eu sou sua mãe? – Eu.

Silêncio.

A porta se abriu e uma das linhas com a qual eu tinha tão precariamente costurado meu coração também.

Ela estava horrível. Mas linda. Estava com o rosto inchado, e os olhos estavam vermelhos. Instantaneamente a abracei.

Ela agarrou meus ombros e começou a chorar no meu peito.

Eu me senti idiota, estúpido e sem coração.

Mas foi uma sensação boa.


Notas Finais


..................Até daqui a pouco......................


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...