História Yu-Gi-Oh! Card revolution! - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~leitor2016

Postado
Categorias Yu-Gi-Oh!
Personagens Jaden Yuki, Personagens Originais, Yugi Muto, Yusei Fudo
Tags O Coração Das Cartas
Exibições 19
Palavras 911
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Shounen, Sobrenatural
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, eu voutei depois do longo duelo contra aquele assaltante de banco, mas é melhor eu chegar logo em casa antes que a minha mãe me mate.

Capítulo 2 - A proposta


   Depois do incidente do banco, eu fui rodeado por um monte de reportes malucos, quase eu não consigo sair de lá. Mas quando eu sai fui direto para casa .

   Quando eu cheguei em  casa minha mãe me recebeu com um abraço se comemoração. - Shigo! Que bom que você chegou sã e salvo eu estava assistindo o seu duelo pela TV e estava com muito medo de que você perdesse e a quele ladrão roubasse todo o seu deck.- Ela realmente estava muito feliz com o meu feito.- Obrigado mãe .- Respondi carinhosamente. Mas aí ela indagou : - A propósito, de onde vieram aquelas cartas que eu não comprei pra você? -  Agora eu me ferrei, toda vez que ele faz esse tipo de pergunta e eu não consigo responder coerentemente eu entro no coro.

   - Eu não sei, elas apareceram no meu deck Derrepente . -  Mesmo que essa seja a verdade ela não acreditou em mim, eu temtei convence - la de que eu estava falando a verdade, mas foi em vão. Ela queria que eu devolvesse mesmo que a gente tivesse que ir de casa em casa perguntar de quem eram as cartas.  Mas , para a minha sorte, a rua da minha casa estava cheia de reportes me preucurando e sair de casa na quele momento era suicídio. Por isso ele me deixou ficar com as carta, fui trocar de roupa, jantar e durmi.

   Logo de manhã bem cedo eu me levantei para tomar o café da manhã, mas havia algo de errado . A rua de casa estava mais cheia ainda de reportes,  parecia um Apocalipse zumbi, só que de reportes .  De repente surgiu uma limozine bem comprida junto de vários caros da polícia. "Será que eu virei o presidente da ONU por causa do duelo de ontem? " Era o que eu me perguntava.

   De dentro da limozine saiu o motorista do veículo que abriu a porta para um homem muito bem vestido,  ele se dirigiu até a minha casa e bateu na porta eu o atendi

  -Então você é o famoso duelista Vigilante? -  Ele me perguntou. - Sim sou eu, o você quer comigo. -  Eu quase não consegui falar direto porque eu nunca tinha me sentindo tão importante,  pois eu sempre fui pobre. - Eu sou o pedagógo da academia de duelo Akai Tsubaki, e trago um com vi te especial a você promovido pelo próprio diretor da mesma.  Ele o desafia para um duelo,  se você vence - lo irá ganhar uma bolsa de estudos intregal para a nossa prestigiada academia. -  Eu fiquei paralisado de tanta emoção, aquela era umas das oportunidades mais raras do mundo. Como um duelo poderia me proporcionar tantas dádivas.

  Eu aceitei o desafio com muita alegria, chega até ele ficou irritado com o meu jeito descontraído, o pedagógo saiu da minha casa avisando que o duelo ia ser a um mês.  E assim eu passei o resto de mês trancado no meu quarto montando o um deck dedicado às cartas Vigilante, que eram todas do Warrios tipe com o atributo de luz.  Eu sabia que o diretor da Akai Tsubaki não era fraco, mas com o grande upgrade no meu deck esse seria um duelo muito divertido.
 
   Quando o dia do duelo finalmente chegou eu estava muito ansioso. Veio uma limozine bem chique me pegar. Já no estádio de duelo o diretor da Akai Tsubaki, Mashiro Hokutsu já estava me esperando,  ele era um homem velho e baixinho, mas também era um excelente duelista . - Finalmente você chegou, pode ficar com o primeiro turno, vai precisar. - Eu sabia que ele tinha alguma coisa planejada , mas simplesmente puxei às cartas e joguei -Eu invoco um mostro virado para baixo e encerro o meu turno. -

    - Ótimo,  sua jogada foi bem simples, gosto disso, é coisa rara entre os jovens de hoje em dia. - Ele parecia calmo e bondoso, mas acha que isso era pra que eu abaixasse a guarda. - Invoco o Ciense Ticher ( 1400/1200) depois ativo a carta mágica Inreguleitor, ele proíbe que monstros turnes possam ser invocados normalmente. -

   -Assim não vale!  Você invocou um mostro turner normalmente antes de ativar essa carta. - Eu só resmunguei por que não estava acostumado com cartas mágicas desse tipo. - Se você quer mesmo entrar na Akai Tsubaki , deve se acostumar com duelos injustos assim, afinal a vida é uma grande injustiça. Agora eu ativo ao efeito do cience Ticher: discar- tando uma carta da minha mão eu posso invocar o monstro Walter Partcule torten  (1000/100) .  Nlv 4 cience Teacher ,  Nlv 3  Walter Partcule,  a fonte do conhecimento encontrado no infinito além das estrelas, Sychoro shoukan!  Cosmic Dragon! ( 2300/2000)  em modo de ataque. - Esse sim é que é um monstro muito bonito, ele tinha a aparência de um dragão chinês, só que com uma arma dura de escamas que pareciam estrelas.

  - Quando o Cosmic Dragon é invocado por invocação sychoro com sucesso,  o oponente tem que expulsar da partida um monstro sychoro do extra deck de minha escolha,  e eu escolho o seu Sword - man Vigilante  - Ótimo, primeiro ele não me deixa invocar monstros turnes normalmente e agora ele expulsa o meu monstro mais poderoso, eu realmente sinto que esse duelo não depende mais da sorte .


Notas Finais


Oi, aqui é o Shigo, esse duelo está sendo mais difícil do que eu pensei, mas com continua divertido, no próximo capítulo eu com certeza vou ganhar então eu espero você no próximo capítulo de Yu-Gi-Oh! Card revolution!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...