História Yu-Gi-Oh! NG (Interativa) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yu-Gi-Oh!
Personagens Jaden Yuki, Joey Wheeler (Katsuya Jonouchi), Personagens Originais, Seto Kaiba, Téa Gardner (Anzu Mazaki), Yugi Muto
Tags Comedia, Duelo, Egito, Espíritos, Magia, Mistério, Mitologia, Personagens Originais, Yu-gi-oh!
Exibições 47
Palavras 1.588
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Fantasia, Luta, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Perdoem o erros de português, desculpem a demora para postar um cap novo e foi mal por ele ser tão curto.

Capítulo 4 - O Reino das Sombras


Fanfic / Fanfiction Yu-Gi-Oh! NG (Interativa) - Capítulo 4 - O Reino das Sombras

Capitulo: 04

O reino das sombras

 

         O local existia nada, não conseguia se ver nada, sentir nada, mas havia apenas uma coisa.

         Escuridão.

         Zero começou a se sentir mal. Aquele local lhe trazia lembranças muitos ruins, lembranças de um tempo muito distante e que ele lutava muito para esquecer.

         Kaiba também se sentiu mal. O local lhe lembrava a falha de sua vida e do inimigo que ele perseguia por causa dela. Agora, os dois estavam lado ao lado naquela realidade e ambos só vivam a escuridão e eles mesmo.

         — Então, parece que o nosso duelo vai ter que ficar para depois. – Disse Zero.

         — Concordo em deixarmos para depois. – Disse Kaiba. – Você sabe onde nós estamos?

         — Sei – Disse Zero, cerrando o punho. – Não é a primeira vez que eu venho aqui. – Zero olhou para Kaiba e viu o mesmo ódio nos olhos de Kaiba. – Então não é a primeira vez que você venho aqui.

         — Vamos dizer que eu não gosto de falar sobre isto. – Disse Kaiba. – E, pelo o que eu vejo, você também não deve gostar de falar aqui.

         — Eu gosto daqui. – Zero ligou o disco de duelo. – Eu tenho coisas a tratar com pessoas daqui. – Zero pegou uma carta, a colocou no disco de duelo e uma luz surgiu na escuridão. – Venha Galaxy-Eyes Photon Dragon! – O dragão se materializou e deu um poderoso rugido.

         — O que você está fazendo? – Disse Kaiba. – Você está querendo atrai-lo?!

         — Isso mesmo. – Gritou Zero. – Vamos ver se ele tem coragem de aparecer!

         A escuridão começou a se moldar e do vazio surgiu um castelo. O castelo foi se moldando, ele ficou cada vez mais alto e Zero e Kaiba pararam na sala do trono. O local era gigantesco, decorado com várias placas feitas de preta com monstro de duelos presos, quadros com pessoas em posição de medo ou fuga, estudas de dragões enfeitavam o caminho até o trono, onde havia alguém sentado. Depois de você subir alguns degraus da gigantesca escada que dava para o trono feito de caveira e algumas cartas.

         Sentado no trono havia um homem, mas não dava para dizer a idade dele ao certo. Algumas momentos ele parecia ser um velho e outras parecia ter a idade de Zero e Kaiba.

Ele tinha a pele muita clara, parecia ser albino; um olho branco e outro negro, que lembrava os olhos de dragões e seus cabelos eram negros como a noite, estavam totalmente para cima e arrepiados de uma forma que não dava para explicar. Vestia roupas no estilo egípcio e estava todo coberto de ouro, mas uma coisa em seu pescoço chamou a atenção de todos no local.

         — Como?! Como você pode ter isto. – Gritou Zero e começou a subir as escadas.

         — Espere! – Gritou Kaiba. - Não faça nada precipitadamente. – Ele começou a segui-lo.

         — Parece que vocês dois aceitaram o meu convite. – Disse o homem, sua voz era fria e poderosa. – Eu gostei muito do duelo de vocês dois.

         — Então você estava assistindo! – Gritou Zero, chegando perto do trono do homem. – Galaxy-Eyes...

         — Zero, espera! – Gritou Kaiba, ativando o seu disco de duelo.

         — ... Destruction Photon Stream! – O Galaxy-Eyes soltou o seu poderoso ataque na direção do homem.

         O homem viu o ataque se aproximando e apenas deu um leve riso.

         O ataque se aproximou em uma velocidade assustadora, mas o homem foi protegido por uma esfera negra.

         — Não pode ser. – Disse Kaiba, muito impressionado.

         — Como você ousa! – O corpo de Zero adquiriu um coloração vermelha e seu dragão começou a evoluir. – Você roubou o enigma dele e seu monstro mais precioso.

         O homem se levantou do trono e apareceu o autor da esfera defesa, que era uma pessoa que todo duelista conhecia e respeitava.

         — Eu não roubei nada dele. – Disse o homem rindo. – Apenas ganhei dele tudo isto em um duelo. – Disse o homem amostrando o Enigma do Milênio em seu pescoço e ao seu lado o poderoso e lendário Mago Negro.

         — Isto é impossível! – Gritou Zero. – Você não pode ter ganhado do Yugi!

         — Então é verdade... – Disse Kaiba, ao chegar no local.

         — O que você sabe disto! – Disse Zero furioso.

         — Algum meses atrás, me pai me contou que o Yugi tinha desaparecido do mapa e apenas disse para Mana e Thea que tinha que sair em uma jornada espiritual.

         — Ele está certo. – Disse o homem. – Essa jornada espiritual era me derrotar e tomar de volta o controle do reino das sombras.

         Kaiba ficou preocupado. Ele mesmo já tinha perdido um duelo a muito tempo atrás contra aquele cara e, na época, deve a ajuda de uma grande duelista, mas, agora, ele dependia de apenas um duelista impulsivo movido a ódio.

         — Eu acho melhor recuarmos. – Disse Kaiba.

         — Então, eu apenas tenho que te derrotar de novo? – Perguntou Zero. – Então vai isto vai ser mais fácil do que a última vez.  

         — Você já duelou com ele? Você já venceu ele? – Disse Kaiba.

         — Uma vez... – Disse Zero, mas foi cortado pelo homem.

         — Você nunca me ganhou Zero. – Disse o homem com desprezo. – Quem conseguiu me ganhar não foi você, mas sim o seu outro eu.

         Kaiba encarou Zero.

         — O que ele quer dizer com seu outro eu? – Disse Kaiba.

         — Kaiba, que tal você voltar ao seu estado frio e calculista e me deixar cuidar dele. – Disse Zero com muita raiva.

         — Infelizmente, não é a hora de nós lutarmos meu caro... – O homem foi cortado por Zero.

         — Não diga este nome! – Gritou Zero e seu dragão rugiu em resposta. – Eu não sou aquela pessoa, eu mudei! Nunca me chame por este nome! – O Galaxy-Eyes se preparou para atacar. – Eu vou acabar com a sua raça.

         — Chega disto. – Gritou o homem e o dragão de Zero parou o ataque. – Já disse que não é hora do nosso duelo. – Ele estalou os dedos. – Primeiro irei mandar primeiro o seu amigo. – Kaiba começou a ser envolvido por trevas. – Adeus, senhor Kaiba.

         — Eu não vou deixar. – O Dragão de Zero abriu as asas e partiu para atacar o homem.

         — Mago Negro. – O mago criou um esfera negra e aprisionou o dragão. – Como eu disse está na hora de acertarmos umas coisas.

         — Como você... – Zero foi cortado por uma imensa luz surgindo no corpo de Kaiba. – Mas que porra é esta?!

         Kaiba começou a brilhar, a luz começou a destruir as trevas e desta luz surgiu um poderoso dragão branco com três cabeças.

         — Venha protetor da família Kaiba! Dragão Supremo de Olhos Azuis! – Agora uma das criaturas mais poderosas de monstro de duelos veio para ajudar o jovem duelista. – Vamos acabar com isto.

         — Concordo. – Disse Zero e o Dragão de Kaiba libertou o Dragão de Zero.

         — Parece que a Kisara sempre te ajuda Kaiba. – Disse o homem gargalhado.  

         — Não ouse falar o nome dela. – Kaiba gritou e liberou uma grande aura de luz. – LUZ BRANCA! – O Dragão atacou uma poderosa rajada de energia.

         — Assim que eu gosto. – Disse o homem gargalhando. – Mostre este seu ódio, me mostro o seu lado das trevas. – Mais uma vez, o mago protegeu seu novo mestre. – Mas duvido que você consiga me acertar.

         Zero respirou, suas lembranças mais sombrias estavam vindo à tona e ele lembro o que fez ele ganhar o duelo, porem isto também consumiu quase a sua vida.  

         — Kaiba, calma. – O corpo de Zero perdeu a energia avermelhada e seu dragão voltou a forma original. – Aqui no reino das sombras quanto mais ódio você tem, mas forte este babaca do Darkness fica.

         — Então o nome dele é Darkness. – Disse Kaiba, no tom frio e normal dele. – Então este o nome deste maldito.

         — A muito tempo que ninguém me chama assim. – Disse Darkness. – A última pessoa que me chamou assim foi a vadia da sua irmã Kaiba.

         A aura de Kaiba explodiu e o seu Dragão triplicou de tamanho.

         — Como você ousa falar da minha irmã! – Gritou em furia o Duelista. – Luz... – Kaiba foi cortado por Zero, que lhe acertou uma pancada na cabeça dele.

         — Foi mal cara, mas você precisa manter a calma.

         — Então parece que você recuperou a razão. – Disse Darkness sarcasticamente. – Você no nosso último encontro era bem mais calmo e sábio como está agora e não aquele cão raivoso que se tornou no meio do duelo.

         — Mas foi aquele cão raivoso que lhe ganhou. – Disse Zero, suspirou e colocou Kaiba sobre as suas costas. – E, agora, eu terei que sair deste reino obscuro e voltar para a academia. – Zero sorriu. – Adeus seu filho da puta desgraçado, com certeza vou te ganhar em duelo das sombras e recuperar as relíquias do meu ídolo.

         Darkness gargalhou.

         — Aceito o seu desafio e espero que na próxima vez que você vier ao meu mundo esteja com um deck mais forte.    

         — Eu e os meus amigos voltaremos mais fortes. – O Dragão se aproximou de Zero, abriu suas asas e as mesmas começaram a brilhar. – Pode esperar aqui. – Os olhos de Zero e de Darkness se cruzaram. – Eu vou te derrotar e recuperar o que você roubou de mim a 10 anos atrás. – O brilho nas asas do Galaxy-Eyes ficaram tão forte que nem mesmo Darkness pode olhar diretamente para ela. – Até logo, seu desgraçado. – Zero e Kaiba partiram daquela realidade.

         Darkness voltou para o seu trono, sentou-se, convocou chamas negras e elas se transformaram em uma carta.

         — Parece que seu irmão ficou mais forte da última vez. – Disse ele. – Mas, você sempre tem que mimá-lo, sempre tem que ajuda. – Ele abriu um sorriso. – Minha vadia e prisioneira favorita. – Na carta, estava estampada a figura de uma bela jovem, de longos cabelos branco e de belos olhos azuis. – Kisara Kaiba.    


Notas Finais


No proxima capitulo, finalmente terá o primeiro dia na academia de duelos e vocês teram que fazer algumas escolhas. Alguém arrisca algum palpite?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...