História Yukio é sua complicada vida (incesto yaoi) - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Lira-San

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Família, Original, Romance, Yaoi
Visualizações 115
Palavras 683
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Famí­lia, Fantasia, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bem vindo ao tão esperando Lemon!

AVISO: Esse capitulo contem conteúdo sexual e homossexual (Boy x Boy), se esses assuntos não te agradam, aconselho a você não ler esse capitulo.
Esta advertido!

Aproveite e boa sorte com o sangramento nasal!

Capítulo 9 - Uma noite quente e longa!


Fanfic / Fanfiction Yukio é sua complicada vida (incesto yaoi) - Capítulo 9 - Uma noite quente e longa!

Pov’s Yukio

Fiquei encarando Ryuk assustado... Não o conhecia pervertido desse jeito:

-Eu aviso... Não vou fazer nada que você não queria... –Ryuk fala e me vira de quatro.

-Ry... Ryuk! –Tento me virar e ele caiu no chão - Não vou ficar em baixo nem que o raio me parta!

Sento no peito dele:

-Só falta você começar a rebolar... –Ele me olha malicioso e agarra minha coxa.

-Pervertido! –Falo e seguro o gemido.

Ele me empurra e eu paro no chão de barriga para baixo:

-Não vai fazer o que eu... –Ele faz

-Prometo que não vai doer...  –Ryuk fala malicioso - Antes... Molhe para mim? –Ele me mostra dois dedos.

Tonto, corado e cansado, faço o que ele pediu:

-Ah! R-Ryu... k - Paro por um segundo e vejo-o me masturbando.

-Shhhhhhh... –Ele faz sinal de silencio – Faço o que eu te pedi apenas –Ele me olha serio e beija minhas costas.

Tranquei minha respiração... E voltei ao que Ryuk pediu:

-Parabéns amor... –Ele fala carinhoso e me dá um selinho - Se dor pode gritar - Sem mais aviso e começa a fazer os movimentos de tesoura na minha entrada.

Grito de dor e começo a chorar:

-Desculpa Yukio... –Ryuk fala com o semblante preocupado.

-Se você parar eu juro que não te abraço mais! –Falo com um sorriso fraco na cara e cheio de lagrimas.

-Baka... –Ele fala e retira os dedos me fazendo gemer baixo.

Ele me pega no colo e me joga na cama:

-Daqui para frente eu não paro por nada! –Ryuk fala já sem a camisa.

-E quem disse que eu quero que você pare? –Surpreendo Ryuk com essa frase.

Ele me olha malicioso e tira a roupa de empregada por inteiro, ele encara meu corpo magro:

-Não me encare assim, você que é forte demais! –Falo corado.

-O que é bonito e para ser apreciado. –Ele beija meu peitoral. –Posso começar?

-... –Não respondo e o encaro.

Ele me puxa me fazendo trancar as pernas nas costas dele, sinto o membro dele entrando em mim. Grito de dor e prazer ao mesmo tempo.

Uma leve onda de prazer percorre meu corpo. Tapo minha boca para não gritar:

-Yukio... –Ryuk se inclina e me abraça - Quero te ouvir gritar.

Quando sinto que ele esta completamente dentro de mim, grito e me agarro a Ryuk:

-R-RYU-RYUK! –Grito e volto a chorar.

Coloco minhas pernas em volta das costas dele. Ryuk começa a fazer movimentos lentos de vai e vem:

-M-mais... R-Ra-Rapido! –Falo com dificuldade.

Ryuk entende e se inclina para frente beijando minha face vermelha:

-Não se arrependa depois... –Ele fala e morde meu pescoço.

Concordo com a cabeça e dou uma leve olhada para baixo, nunca me senti tão pervertido ao sentir prazer em transar com meu próprio irmão mais velho. É muito estranho sem duvida, mas como diria a Lira-San: Eu não ligo, Eu Shippo.

-Yukio... Vamos trocar de posição? –Ryuk pergunta e eu solto um grito quando ele saiu de dentro de mim.

Apenas concordo com a cabeça e ele me faz sentar em cima dele:

-Não me encare assim, eu pedi para trocar você concordou! –Ele fala e agarra minhas coxas. –Geme para mim pequeno!

Apenas o sinto entrando novamente, começo a gemer, não porque ele pediu, mas pelo prazer:

-Não aguento mais! –Falo e ele entende.

Inclino-me para frente e ele me segura:

-Diga meu nome... –Ryuk pede malicioso.

-R-Ryuk... Ry-Ryuk! Ryuk! –Tento falar sem gemer ou minha garganta travar.

-Bom garoto. –Ele me beija calmo

Ele sai de dentro de mim e respira ofegante.

Acabamos gozando (desculpe o palavreado) e saí dolorida nessa:

-Quer dormir um pouco? –Ryuk pergunta e olha para o relógio.

-Sim. –Me jogo ao lado dele e o abraço - Boa noite e obrigado!

Ele me beija de língua e me olha malicioso ainda:

-Boa noite e de nada. –Ele me abraça.

POV’S Lira

Entro no quarto onde os dois estão e tiro uma bela foto (foto do cap.)

Saio e sorrio:

-Boa noite Ryuk! –Falo.

-Obrigado Lira! –Ele fala e volta a dormir.

 

 


Notas Finais


Desculpa se ficou pequeno.
Acredite eu já fiz lemon pior (muuiiitttooo piiorrr) que esse
Obrigada por ter lido! Ate a próximo. Part. 2?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...