História Yuri!!! On Ice - Não me olhe assim! - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yuri!!! on Ice
Personagens Victor Nikiforov, Yuri Katsuki, Yuri Plisetsky
Exibições 241
Palavras 1.182
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


CHEGAY!!!!
O que dizer desse episódio 8? QUANTO HOMEM LINDO!
Estamos todos preocupados com nosso Makkachin, que seja só um susto.
Vamos lá, o anime está tomando um rumo ótimo para quem shipa YuYu. Interação entre os dois <3
Queria falar que estou muito feliz por ter gente que realmente está gostando. São os comentários de vocês que me movem a fazer isso. Espero que não me abandonem.

Capítulo 6 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction Yuri!!! On Ice - Não me olhe assim! - Capítulo 6 - Capítulo 6


Os poucos segundos que se passaram entre o beijo e a queda, foram como um borrão para Yuri. Ao caírem no chão, Victor sorria feito um bobo. Todos ao redor deles ficaram pasmos com a cena que presenciavam. Yuri não sabia o que fazer, o que pensar, muito menos como agir. Não era o fim do mundo beijar Victor, não tinha problema com aquilo. Se levantaram logo após o ocorrido, o platinado estava radiante com a nota de Yuri. 
Após o evento se dar por encerrado, Victor fez questão de arrasta-los para uma comemoração em um restaurante indicado por um dos organizadores do evento. Se trocaram no próprio local e seguiram direto. Phicht, Victor, Yuri, Leo, e Guang, pediram tudo o que tinham direito. Todos estavam radiantes com o dia que tiveram. 


Não acredito que estamos mesmo aqui!  - Phicht falava feliz, não podia segurar a alegria do primeiro lugar dentro de si mesmo. 


Hoje foi um grande dia – Leo sorria o tempo todo, na maioria das vezes, Yuri podia perceber, os olhares eram para Guang. 


Vamos comemorar – Victor, que já havia bebido saquê o suficiente antes mesmo de comer puxava cada vez mais Yuri para junto de si. 
Victor, você precisa parar de beber, não vai conseguir voltar vivo para o hotel desse jeito – Yuri, cada vez mais esmagado pelos braços do maior, tentava de todos os jeitos pegar seu copo com o liquido alcoólico.


Você cuidará de mim não é Yuuuri? –Victor o abraça ainda mais e para a surpresa de todos presentes na mesa, o beija novamente, assustando o moreno, que logo se afastou.


Victor.... n.não faça isso  - Yuri se ajeita e volta a olhar para os companheiros que agora, olhavam para os dois com olhos tão brilhantes quanto crianças observando seus doces preferidos. 


O mundo precisa saber disso... – Phicht que nunca largava o celular, já estava registrando o momento, provavelmente para as redes sócias. – Victor bêbado duas vezes em menos de dois dias é demais pro meu coração.


Phicht-kun n.não faça isso também – Yuri balançando as mãos em frente a câmera do celular, sendo esmagado pelos braços de Victor. Era essa a imagem que logo iria para as redes sociais. 


Yuri nunca esteve tão feliz, porém, estava preocupado na mesma medida, não sabia qual seria o comportamento de Victor a partir daquilo, não sabia o que ele mesmo sentia, e seus pensamentos a todo tempo voavam para o loiro. Será que havia visto a cena? O que iria pensar? Eram perguntas que não paravam de assombrar Yuri. Era confuso demais, havia se apaixonado por Yurio. Mas não podiam ficar juntos enquanto competissem. Victor o havia beijado, diante de todos, e o pior era que o moreno não havia odiado aquilo. Tinha se sentido desejado. Não era apaixonado por Victor, era seu amigo agora, amigo que Yuri considerava mais do que qualquer um. Sabia que Victor se sentia da mesma forma, seus atos de afeto exagerados eram comuns agora, o beijo havia acontecido por tamanha felicidade que ambos sentiam. Yuri não mantinha contato com Yurio, por escolha do mesmo, para que não houvesse distrações entre eles. Mas o moreno não podia negar. A incerteza, dia após dia era cada vez maior. 


Yuuuuri – Victor que já se encontrava quase caindo, diz abraçando o moreno – Está muito pensativo, Yuuuri 


Acho que devíamos encerrar a noite, há alguns lugares que Ji quer me mostrar – Leo não conseguia segurar o riso diante da situação de Yuri.


Dada a noite por encerrada, ambos foram a seus devidos destinos, casa, hotel, voo. Yuri levou Victor de volta ao hotel, cuidou do maior e o coloco para dormir. Agora relaxado, banho devidamente tomado, deitado sob as cobertas da cama do quarto seus pensamentos fluíam para ambos os lados. Dormiu pensando no que faria quando estivesse em frente ao loiro. Pediria desculpas. 
***

Assim que a transmissão acabou Mila foi atrás de Yurio. Sabia exatamente onde encontrar o menor. Ele estaria no centro de patinação, deslizando pela pista incansavelmente, até chegar à exaustão, resolvia seus problemas assim. Mas ao chegar no local, não foi essa a cena que encontrou. Yurio estava sentado no meio do ringue, os olhos e nariz completamente vermelhos, seu olhar voltado ao chão, seus ombros tremiam minimamente, estava chorando. A garota nunca havia presenciado nada perto disso. Não vindo do loiro. Como estava no meio do ringue, Mila deslizou com cuidado pelo gelo, com seus sapatos normais, até chegar à frente do menor. Se sentou devagar, de frente para ele. Esperou até que ele sentisse vontade de falar.


N.Não fique ai parada me olhando, o que veio fazer aqui? Velha- O loiro encolhe as pernas junto ao corpo, não queria mais se sentir daquela forma.


O que está acontecendo Yuri? Nunca imaginei te ver...assim.. – Passou as costas da mão pelo rosto do menor, enxugando suas lágrimas. O carinho que Mila sentia pelo loiro era imenso, sabia que por trás de todo aquele jeito rude, havia um garoto carente e sozinho. 


Bol’no** - o loiro não queria mais segurar tudo dentro de si, precisava de alguém, sabia que Mila estaria sempre ali. 


O que dói Yuri? Porque correu daquele jeito? Depois que viu os dois... Oh, meu Deus, você não está apaixonado por Victor está? - A surpresa no rosto de Mila era evidente. 


O QUE? N.Não, claro que não... É bem pior do que isso Mila – Os olhos do loiro voltaram a marejar no mesmo instante em que pensou em Yuri. 


Mas não entendo Yuri. Você saiu correndo naquele estado, depois que Victor beijou o outro Y.... YURI, é...é isso não é? Você gosta do Yuri japonês. Ah meu gatinho arisco, não imaginei nada disso, mas como? – A ruiva segurava a vontade de rir ao máximo, era estranho e engraçado, aquele pequeno tão arisco apaixonado, por um cara, ainda por cima seu oposto. 


Quando fui para o Japão atrás de Victor, não sei onde estava com a cabeça, aquele imbecil insistia em falar comigo, ser legal, e eu não sei em que momento isso aconteceu, mas eu gosto dele. Antes do dia do Termas on Ice, acabamos ficando. Tinha uma promessa, uma promessa, ele iria esperar até acabar o Grand Prix, eu iria esperar, mas...mas ele... e o Victor – Sem mais uma palavra o loiro se jogou no colo de Mila. 


Não sei como te consolar Yuri, dê o seu melhor, não é por isso que você não ficou com ele? Então dê o seu melhor, gatinho arisco. Não pense naqueles dois agora, dói, transforme a sua dor, coloque ela nos seus programas. Não é sobre isso que você vai patinar? Eu acredito em você. Nunca imaginei te ver assim, vai ficar tudo bem... O amor sempre vence, acho que é assim que se diz...– Mila se sentiu mal ao ver o loiro daquela forma. 


E foi assim que o dia terminou. Após conseguir tirar o menor da pista, ambos foram para a casa. No dia seguinte iriam para Moscou. Ela sabia, precisaria ficar ao lado do loiro. Seria difícil encarar os dois. O amor doía. O Ágape de Yuri estava sofrendo. 


Notas Finais


Bol'no = Dói

E então ? Estão gostando? Quero muito saber. Obrigada por chegarem até aqui.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...