História Zero - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Visualizações 36
Palavras 1.899
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Hentai, Josei, Romance e Novela, Seinen, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu deveria estar escrevendo just a girl, mas to com bloqueio naquela estória então, tomem mais uma história sobre a Sakura pq aparentemente é o único personagem que eu sei desenvolver. Sorry not sorry.

Capítulo 1 - Unus.


 Sakura Haruno, 19 anos, cursando o segundo ano de medicina. Dona de longos cabelos rosas e olhos verdes brilhantes, ela atualmente via algo que não queria. Encarava de modo irritado a página de uma rede social, amaldiçoando aquela maldita interação.

- Claro que ela estaria flertando com ele. - Murmurou baixo, soltando um ruído de irritação em seguida.

Sua amiga, Ino Yamanaka respondendo flerte bobo em comentários de uma postagem do homem que ela estava afim. Claro. Isso sempre acontecia. Sakura mordeu o lábio e decidiu fechar aquela aba, não podia culpar a amiga no fim das contas, já que nunca havia falado de seu interesse sobre o rapaz. Até porque ninguém nunca se interessava por ela mesmo, já que Ino era mais corpórea, atirada, interessante, extrovertida e mais uma serie de atributos que a faziam superior e no qual a jovem não queria pensar agora. Desde que terminara o namoro de um ano, não havia ficado com ninguém a isso a irritava. Na realidade, a sensação de não ser alguém era o incomodo. Sentir-se personagem secundário em sua própria vida. Ser a amiga de Ino, ou a amiga de Naruto, ou a (ex) namorada do cara inteligente, mesmo suas notas sendo melhores... Tudo girava em torno de alguém, menos ela mesma. Isso era egoísmo, a rosada admite, mas estar sempre em segundo plano em sua própria vida era deveras deprimente. Suspirou fechando o notebook, largou o objeto na mesa próxima a cama e cobriu-se até o pescoço, um novo suspiro cansado foi dado, Sakura então fechou os olhos e torceu para conseguir dormir logo.

Durante o intervalo das aulas, Sakura almoçava com sua amiga Hinata. Morena, com olhos perolados, Hinata era uma dos herdeiros da família Hyuuga, que tinham tradição no ramo farmacêutico. A morena entanto, fazia faculdade de biomedicina a contra gosto.

- Hinata, você já se sentiu como uma personagem secundário na sua vida? - A morena desviou o olhar do prato, encarando a amiga.

- Como assim?

- Você sabe, ser sempre conhecida como a companhia de alguém, nunca se destacar em nada... - Sakura suspirou, tentando disfarçar a expressão incomoda que carregava para si desde da noite passada. Hinata também era tímida então talvez isso a incomodasse.

A morena piscou os olhos claros algumas vezes, apoiou os hashis na boca e então abriu a boca.

- Ah... - Hinata mordeu o lábio. - Até incomoda mas, sinceramente quando eu chava alguma atenção sempre acabava sendo zoada então... Por mim tudo bem, enquanto tiver amigos ao meu lado. - A morena sorriu.

- Entendi, tem razão. - Sakura sorriu em retorno. Aquela resposta não era o suficiente. O incomodo ainda estava lá. Mas decidiu apenas mudar de assunto para não criar um clima estranho.

Durante o dia, Sakura tentou perder Ino de vista o máximo do tempo, mas teriam a ultima aula juntas então, seria meio que impossível evitar a amiga. Ino Yamanaka era loira de olhos azuis e longos cílios para complementar seu charme, fazia biologia por conta de sua paixão por plantas, mas as amigas pegavam aulas extras em comum duas vezes por semana. A loira entrou sorridente pela porta e acenou para a amiga, a rosada sorriu e tentou não transparecer sua insegurança. A ouviu contar sobre o dia enquanto o professor não entrava e então reparou em outra coisa; ela em nenhum segundo falou sobre ficantes. Ino era rápida no gatilho, sempre mudava de ficante com frequência, mas geralmente contava tudo para Sakura. Durante a aula, Sakura pensou que talvez fosse tudo coisa da imaginação dela, e tentou aquietar sua paranoia em relação a amiga.

Após a aula, seguiram juntas para a saída falando de assuntos aleatórios, Sakura sentiu o celular vibrar e pegou o aparelho para responder as mensagens. Seu amigo Naruto havia lhe chamado para ir no bar próximo a faculdade, como o loiro tinha ainda uma aula, o encontro seria daqui a no mínimo uma hora (se não atrasasse), mas deu uma desculpa para Ino e foi naquele momento para o local, queria parar e pensar em sua vida.

Coisa que ela andava fazendo muito aliás, ficar pensando na vida enquanto virava noites estudando, ou bebendo sozinha. Sozinha. Sakura passava muito tempo sozinha, e isso estava desgastando-a mentalmente. A jovem até gostava de ficar sozinha e precisava de seus momentos de paz, contudo... Ela estava cansada. Cansada, é. Pegou uma cerveja e sentou numa mesa afastada, apenas observando o movimento. Suspirou derrotada e apoiou a cabeça no antebraço. O que estava fazendo com sua própria vida? Quando havia perdido o controle assim das coisas?

- Ser depressiva não combina com você. - A voz grossa fez Sakura levantar a cabeça, curiosa. Ela o reconhecia; Sasuke Uchiha, ela o conhecia do ensino médio, mas não o via desde que o mesmo se mudou para o exterior. Sasuke era também de uma família renomada, por isso tinha que ter as melhores notas e os melhores desempenhos em tudo. Ele não podia manchar o sobrenome Uchiha. O moreno estava diferente, seu cabelo preto, antes solto e desarrumado, estava penteado para trás, mas seus olhos continuavam do mesmo jeito, negros e indecifráveis. Sakura deu um sorriso derrotada e voltou a abaixar a cabeça apenas soltando um murmurio. - Posso me sentar?

- Claro. - Disse ainda de cabeça baixa. O moreno deu um sorriso de canto e puxou a cadeira colocando a cerveja na mesa. - Quando voltou? - A jovem levantou a cabeça, observando o moreno a sua frente.

- Faz uns dias, - Sasuke tomou um gole de cerveja. - o Naruto também te chamou aqui?

- Ah, isso é obra dele mesmo. - Sorriu.

- Voltando ao assunto, ser depressiva não combina com você.

- Primeira vez que eu te vejo em mais de um ano, e você já me ofende? - Sakura soltou um riso ironico. - Novo record, neném.

Sakura foi apaixonada um tempo por Sasuke, mas com o passar dos anos, ela apenas aceitou o posto de amiga e seguiu em frente. Não eram íntimos como ela e Naruto, ou Sasuke e Naruto, todavia sempre se provocavam quando podiam.

- Não tenho culpa se você é um meme pronto. - O moreno arqueou a sobrancelha, Sakura soltou um "pff". - Está tudo bem?

- Sim... - Sorriu. - ...Não. - Desfez o sorriso, olhando confusa para a própria cerveja antes de tomar um gole.

- Desabafa neném.

- Não tem o que desabafar, eu só me sinto meio infeliz com tudo, sabe? - Estalou a língua, suspirando. - Cansada da faculdade, de me sentir sozinha, de ser... Só mais alguém. Ah, isso não faz sentido, esquece Sasuke. - Passou a mão sobre o rosto ao finalizar a frase.

- Eu sei o que quer dizer, em partes pelo menos. - O moreno brincava com a garrafa fazendo círculos com as gotas que escorriam da garrafa de vidro. - Se tá insatisfeita com seu curso, desiste.

- Fácil falar quando se tem dinheiro. - Sakura rolou os olhos, o Uchiha apenas rolou os olhos, fazendo sinal para garçom trazer mais duas cervejas.

- Do que tá falando, Sakura? Você nunca foi movida pelo dinheiro, não foi por esse motivo que entrou em medicina.

- Você... - Sakura não pode deixar de sorrir com a frase do moreno a sua frente. - Até parece legal falando desse jeito.

- Nem fodendo! - O moreno abriu as duas cervejas e deu uma para a jovem. - Se isso sair daqui, eu te mato! - Sakura concordou, e ambos brindaram as cervejas.

- Teme! Sakura-chan! - A voz do amigo loiro, fez ambos olharem para a porta. Naruto Uzumaki, sempre escandaloso e animado, Naruto era o que unia tudo. Fazia gastronomia, e junto com Sakura era um dos poucos da turma de amigos que não vinha de uma família tradicional ou rica. O loiro hiperativo se sentou a mesa, ofegante. Sasuke apenas disse que ia pegar uma cerveja grande e se levantou para buscá-la. - Como estão as coisas, Sakura-chan?

- Levando, loirinho, levando. - Sakura tomou um gole de cerveja sorrindo. - O que conta de novo?

- Uma mina muito gata me chamou pra sair!- O loiro balançou a cabeça freneticamente. Sasuke sentou de volta com copos e outra cerveja, servindo os amigos.

- Qual o nome dela? - O moreno perguntou.

- Shion! - Naruto pegou o celular e abriu para mostrar a foto de alguma rede social. Sakura conhecia Shion, ela era novata e fazia administração se não estivesse errada. - Ela faz administração! Ta no primeiro período e é muito, muitooo gata! - "Bingo" Sakura pensou.

- Hm, - O moreno enrugou a testa. - não é meu tipo.

- ACHO BOM MESMO NÃO SER! - O loiro bateu na mesa, rosnando. Sakura apenas assistia aquilo quieta, bebendo. - Mas teme, nesse tempo que você esteve fora, finalmente arrumou um tipo? - O moreno encarou o amigo e juntou as sobrancelhas.

- Ah, sei lá. - O Uchiha respondeu bocejando. - Fiquei com algumas minas enquanto estava fora, mas... Chato.

- Continua timido? - Naruto provocou. Sasuke apenas mostrou o dedo do meio e voltou a beber. - E você Sakura-chan?! Afim de alguém?

- Alguém? - O moreno olhou curioso. - Você não namora?

- Não mais, - Sakura passava o dedo em círculos na mesa. - eu até achei alguém bonito, mas nhé.

- Nhé?! - O loiro bateu na mesa de novo. - Você precisa superar o Sasori!

- Eu já superei, Naruto. - Sakura riu. - Nosso namoro já estava desgastado mesmo. Mesmo assim, concordo com o Sasuke; chaaato~~ - Imitou o amigo, recebendo um dedo do meio também.

Ficaram a noite toda no bar, Naruto obrigou Sasuke a pagar grande parte das cervejas como punição pois "ele nos largou por um ano!". Sakura agradeceu por essa noite, ela mal já que mal estava pensando em questões problemáticas da vida e suas paranoias graças aos amigos. Sasuke e Naruto levaram a rosada até a casa que dividia com Ino e se despediram dela. Depois de mais de um ano sem contato com Sakura, o Uchiha admitira que estava sem jeito de se aproximar dela, seu cheiro não havia mudado, tendo o mesmo cheiro doce que ela sempre emanava, afagou sua cabeça depois do abraço e seguiu com Naruto para a casa do mesmo. Estava com muita preguiça de ir pra casa.

Sasuke deitou a cabeça no travesseiro emprestado pelo amigo, e o cheiro de Sakura veio a tona. Tirou a camisa. Ele ainda estava lá. Soltou um xingamento baixo e virou de bruços, o cheiro piorou. No final, ele apenas desistiu. Estar novamente na cidade o fazia lembrar do ensino médio e inicio de faculdade. Sasuke sabia sobre a paixão platônica da amiga por ele, e todo dia se amaldiçoava por não corresponder seus sentimentos. E nem poderia, primeiro porque namorava alguém na época, e segundo porque um dos seus primeiros planos para faculdade era sair de Konoha por um tempo. Sakura era uma garota incrível, então merecia alguém que a correspondesse a altura. Quando a jovem começou a namorar no terceiro ano, um misto de alivio e tristeza incomodou o Uchiha, nunca havia visto a garota desta forma então porque diabos aquilo? Pensar naquilo tirava o sono do moreno. Ele rolou pelo colchão, incomodado, mais algumas horas até conseguir dormir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...