História Zombie Apocalypse (Panelinha de Dublagem) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 396
Palavras 928
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Sim, mais uma fic minha, mas essa não vai interferir nas outras.

E sim, é da Panelinha que eu tanto amo <3 Espero que quem goste da Panelinha goste da fic <3

Capítulo 1 - O Começo do Caos.


--Obrigado a todos que vieram a esse mini encontro da parte de dublagem da panelinha, e podem ficar tranquilos que já estamos preparando mais uma. – Shiryu terminou de se despidir  em cima de um palco que estava montado numa parte de uma praça

  A Panelinha de Dublagem estava em São Paulo para um mini encontro que haviam marcado com seus fãs, todos estvam lá, Marcus, Sarah, Neko (Mabel), Nanda, Danny, Tina, Shiryu, Bruna, Lore, Steve e Hick.

  Foi díficil pra Steve sair da Alemanha para vir para esse encontro, mas ele conseguiu e ia ficar mais algumas semanas no Brasil, os pais de Danny estavam viajando, então todos estavam se hospedando na casa dele por uns dias, tudo estava sendo realmente legal...

--Então vamos para casa? – Danny disse esperando seus amigos

Todos assentiram e começaram o seguir, a casa de Danny não era tão grande, foi até que fácil hospedar todos lá, alguns dividiam colchões, a casa nem ficou tão cheia usndo esse “truque”...

Já era noite, todos estavam reunidos na sala assistindo TV enquanto comiam pizza, por incrível que pareça eles estavam assintindo jornal, os ancôras falavam um possível problema em um laboratório que ficava na zona central de São Paulo, estavam ocorrendo alguns boatos que algo em um grande experimento para achar a cura de alguma coisa estava dando errado,mas não passava de boato, e também eles nem estavam prestando atenção na televisão porque estavam conversando e comendo pizza..

--Então Steve, como é lá na Alemanha? – Shiryu pergunta se deitando num colchão que estava perto do sofá

--É bem legal, só faltava vocês lá pra ficar perfeito. – Steve diz ao terminar de comer um pedaço de pizza

--Ownt, que fofinho. – Sarah disse fazendo um coração com as mãos

--Principalmete o Danny... – Steve disse e logo depois deu um selinho na bochecha de Danny, que corou um pouco pela ação de Steve

--O shipp já é Canon né? – Nanda perguntou rindo um pouco

--Ele já pediu o Steve em casamento, claro que é. – Neko disse como se fosse óbvio, o que na verdade era

--Aqui geral vai ser padrinhos e madrinhas no seu casamento né Steve? – Lore perguntou rindo

--Mas é claro, os casais já estão prontos, Sarah e Marcus estão de prova. – Danny disse apontando para Sarah e Marcus, mas Marcus não estava ali – Ué, cadê o Marcus?

--Mozão foi tomar banho. – Sarah disse pegando o último pedaço de pizza

--Hey, eu ia pegar esse pedaço! – Tina diz olhando para a pizza na mão de Sarah – Maldade isso.

--Aquela famosa treta pelo último pedaço da pizza. – Shiryu deu uma risada

--Que eu sempre venço, pra deixar claro. – Sarah terminou de comer o pedaço e viu que Marcus estava voltando – MOZÃO!

--Puta que pariu maluco... – Danny disse colocando o dedo no ouvido – Precisava gritar Sarah?

--É Sarah? – Macus disse sentando ao lado da namorada e logo após abraçando ela por cima dos ombros

--Vocês sabem que eu grito a qualquer momento... – Sarah disse se aconchegando no abraço de Marcus

--É, sabemos, mas sempre esquecemos. – Hick disse da poltrona

--Por que você tá na poltrona? – Neko perguntou sem saber para Hick

--Porque eu cheguei nela primeiro, e nem vem que você não vai me tirar daqui Neko. – Hick disse se ajeitando na poltrona

--Então gente,  vamos dormir? – Danny disse ocejando – O dia foi cansativo.

--Bora... – Shiryu disse se levantando

– EU SOU O PRIMEIRO A IR NO BANHEIRO! 

Após dizer isso, Shiryu correu para o banheiro e trancou a porta, bem a tempo antes de ser atingido por um chinelo que alguém jogou nele...

Depois de todos escovarem os dentes e fazerem suas higienes, todos se ajeitaram em seus colchões, até mesmo Steve e Danny, que estavam no mesmo colchão, também estavam deitados na sala junto com todos, que estavam assim: Sarah e Marcus, Lore e Nanda, Bruna e Tina, Neko num colchão de ar, e Hick dormindo na poltrona, ele se recusou com todas as forças a sair de lá.
De Manhã...

Sarah foi a primeira a acordar, ela estava com um roupão grande e rosa claro, ela se levantou e deu um beijo na testa de Marcus e foi até a cozinha, chegando lá ela pegou uma xícara de café, mas ela percebeu que estava faltando algo, foi aí que ela percebeu que a janela estava fechada, e ao perceber isso ela a abriu, e sua reação foi completamente inesperada...

Sarah soltou um grito alto e fino, acordando todos na casa automaticamente, afinal lá fora havia vários corpos de pessoas mortas, e algumas pessoas abaixadas em corpos se alimentando dos mortos, e outros se movendo lentamente em direção a casa de Danny, mas desistindo ao bater no muro ou no portão...

--O que está acontecendo? – Sarah deu um passo pra trás e derrubou sua xícara no chão

--O que aconteceu amor... – Marcus foi correndo até a namorada, mas também ficou em choque ao ver o que estava acontecendo – Que porra?!?

Todos saíram da casa e ficaram parados na calçada da casa de

Danny observando aquilo, nínguem conseguia dizer nada, apenas estavam chocados e pensando como aquilo teria acontecido e como só eles aparentavam estar vivos e normais ao meio daquele apocalipse...

O silêncio foi quebrado por um
barulho de impacto no muro da casa de Danny, e depois dessa barulho, três pessoas pularam o muro e ficaram observando os que estavam parados na porta...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...