História Zootopia - Amor policial - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Zootopia - Essa Cidade é o Bicho
Personagens Benjamin Garramansa, Bogo, Personagens Originais
Tags Amor, Disney, Policial, Yaio, Zootopia
Visualizações 63
Palavras 1.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Policial, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo e desculpas pela demora, estou escrevendo três histórias no momento e estou atualizando uma de cada vez, peço paciência e n se preocupem a fic vai continuar com toda a certeza, se eu precisar dar uma pausa temporariamente vcs serão os primeiros a saber :D

Capítulo 6 - Capítulo 6 - Rapidinhas no trabalho


POV Garra Mansa

 

Ainda tava deitado em cima do Bogo, ambos eufóricos, mas estava tarde e tínhamos que voltar pra casa, fui tentar me levantar e quase caí, minhas pernas ficaram fracas tive que me apoiar na mesa.

_Eu te machuquei?_ Perguntou ele assustado.

_Não... Foi tão bom que minhas patas pararam de responder_ Estava até sem ar pra falar.

Bogo veio até mim e me ajudou a recolocar meu uniforme.

_Posso dormir com você hoje?_ Perguntei.

_Vou gostar de te ter pra me esquentar essa noite_ Disse ele.

Com a ajuda dele fomos até seu carro, tava difícil andar, minhas pernas ainda estavam fracas, Bogo foi me segurando e me ajudou a entrar no seu 4x4, um veículo enorme, era espaçoso demais pra um búfalo do seu tamanho.

 

Na casa do Bogo

 

_Com fome?_ Perguntou ele ao entramos na sua casa.

_Não, eu só quero dormir com você_ Disse passando minhas patas pelo peitoral enorme e carnudo.

_Tenho que ver se tenho alguma roupa que te sirva_ Falou ele.

Com minhas pernas normalizadas, eu me sentei no sofá pra espera-lo, logo Bogo veio com uma de suas camisas, e olhando pra ela parecia ser bem maior do que as camisetas que eu uso, coloquei-a e ficou parecendo um vestido em mim.

Fomos pro chuveiro tomar um banho, retirei o uniforme e a cueca pra não molhar, como era um apartamento o banheiro não tinha espaço pra uma banheira como na minha casa, nos apertamos embaixo da água para nos ensaboarmos.

Depois do banho

 

Tão bom a sensação de estar limpo, estava cansado e sonolento, fomos pro seu quarto, Bogo deitou primeiro e eu deitei em cima do seu ombro.

_Tá pesado?_ Perguntou bocejando.

_Não_ Disse ele beijando minha cabeça.

Bogo pegou um livro do seu criado mudo, estava lendo ele, mas minhas pálpebras ficaram pesadas demais.

 

 

 

No dia seguinte

 

POV Bogo

 

Foi ótimo dormir com ele, faz tanto tempo desde de a minha separação que nem lembrava como é bom deitar de conchinha, acabei ficando perdido nos meus pensamentos e nem vi o tempo passar, esqueci da pilha de papelada e casos pra registrar, meu café ficou até gelado, o tomei mesmo assim, passei um bom tempo lendo as ocorrências de animais agressivos e alguns bêbados, mandei o Lobato e outros oficiais pra resolverem isso, quase uma hora depois e finalmente acabei.

_Chefinho?_ Garra Mansa abriu a porta.

Rebolando ele veio até minha mesa.

_Temos um caso novo_ Disse ele se sentando no meu colo.

Peguei a pasta amarela, era um desaparecimento, tinham poucos oficiais de plantão, vou ter que ir pessoalmente.

_Tenho que resolver isso aqui, volto assim que der_ Disse beijando seu rosto.

 

Recado: não vou focar em casos e ação nessa fic, apenas no romance e lemon...

Mais tarde

 

Acabei conseguindo um informante e mandei a Judy e o Nick se resolverem com ele, peguei um café e voltei pro escritório.

_O dia tá acabando, que tal uma massagem_ Garra Mansa tava minha sala.

Bem que eu achei estranho ele não estar na recepção, tava anoitecendo e poucos oficiais ainda estavam na delegacia, tranquei a porta e comecei a desabotoar minha farda, ele me ajudou com o uniforme enquanto beijava meu peito.

_Seu coração bate tão forte_ Disse Garra Mansa me abraçando.

Passei minhas patas pelo corpo e agarrei seu bumbum, o botei sentado na minha escrivaninha.

_Deve ser estressante ter o DPZ todo nas suas costas_ Disse ele massageando meus ombros.

O beijei e desabotoei sua camisa, Garra Mansa apesar de estar acima do peso pra sua espécie, seus peitos não são flácidos, são quase como os meus, sua barriga não é dura como a de um elefante, é bem fofinha e boa de apertar, nosso beijo ficava cada vez mais intenso, o deitei na mesa pra beijar seus mamilos, ele soltava leves gemidos, minha calça tava quase rasgando, com essa deixa abri minha gaveta e peguei meu lubrificante.

_Eu não me limpei ainda_ Disse ele ao se levantar.

_Não tem problema, gosto do seu cheiro_ Falei voltando a beija-lo.

Tirei suas calças e passei o óleo no meu membro, botei suas pernas nos meus ombros pra fazer a posição da charrete, coloquei meu pênis na sua entrada e pressionei de leve até começar a entrar.

_Devagar_ Gemeu ele.

O beijei e fiz seu desejo, empurrei até o fim bem lentamente, eu não podia sentir o que o Garra Mansa sentia, poderia estar machucando ele sem saber, então me movi pra trás vagarosamente e enterrei dentro do seu corpo novamente, tudo bem suave não queria causar dor de maneira alguma, beijando sua boca continuei me movimentando devagar.

_Ainda dói?_ Perguntei acariciando seu rosto nitidamente vermelho.

Ele não conseguia falar, apenas sinalizou um não, então aumentei o ritmo, dentro dele é apertado até demais.

_Como é bom_ Deixei escapar um gemido.

Minhas estocadas estavam mais rápidas.

_Minha vez!_ Garra Mansa pediu pra eu tirar.

Me deitei no chão e deixei que ele me dominasse, se sentou na minha virilha e esfregou seu enorme bumbum no meu membro, com uma das patas abriu sua bunda e sentou devagar nele, o segurei na sua larga cintura enquanto ele cavalgava em cima de mim, Garra Mansa apertava meus peitos pra se segurar, comecei a masturba-lo.

_Eu vou gozar_ Disse ele eufórico como eu.

Garra Mansa não tinha mais forças pra continuar, o abracei e rolamos no chão pra trocar de posição, fiquei em cima dele e voltei a estocar, mas dessa vez como estava no meu limite e ele também, estoquei mais rápido e com mais força, nossos gemidos ficaram mais altos, mas pouco me importava se alguém ouvir.

_Tá vindo_ Disse entre gemidos.

O calor aumentava a cada segundo, meu coração estava disparado.

_Vai mais fundo!_ Gemeu ele.

Com força enterrei o mais profundamente que eu consegui, enquanto minha semente preenchia sua barriga, acabei deitando em cima dele, estávamos com nossos rostos colados e avermelhados, tirei meu membro de dentro de seu interior e deitei ao seu lado, com as nossas patas dadas, o puxei gentilmente pra perto do meu corpo e o deitei em cima de mim... 


Notas Finais


Quero convidar vcs a conhecerem o meu canal de gameplay, quem quiser um salve ou participar de alguma gravação é só comentar no ultimo vídeo que eu respondo assim que der, vlw por ter lido :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...