Jornal ♥ * ♥ ¸.• shout out to my ex ♡♥ *


Por: ~



I » know « he's tll and he's {fit} But I [/won't] fall *for* it
Don't want his hands ノ* Or his lips coming near/+me
Cause he's a .f.u.q.b.o.i.
Fuqboi by Hey Violet.


✗ Nome completo ✗
Bradley Whiting Brandenburg.
— Bradley: Nome de origem inglesa, variante de Brandi. Significa ❝do vasto prado❞.

✗ Apelido ✗
Brad || Brady || Cachinhos Dourados.
Brad: Todos o chamam assim, é apelido mais comum, mais falado até que o seu próprio nome. Abreviação de seu nome, é mais fácil se pronunciar Brad do que Bradley, então as pessoas optam por chamá-lo assim.
Brady: Batizado assim pela família. Apelido usado pelos mais próximos, como os familiares e amigos de longa data. Não reclama quando o intitulam assim, porém o garoto não se sente muito confortável em ser chamado desta maneira em público.
Cachinhos Dourados: Obviamente chamado assim pelo cabelo longo e loiro. É a maneira mais fácil de irritá-lo, ouvir esse nome faz o seu sangue subir à cabeça.

✗ Idade ✗
Vinte e três anos de idade. Brad entrou com dezenove anos na faculdade.

✗ Curso ✗
Bradley cursa direito e está no seu penúltimo ano de curso. Somando, já são quatro anos na universidade.

✗ Sexualidade ✗
Heterossexual.
adjetivo de dois gêneros
1. relativo ou pertencente aos dois sexos.
2. relativo ao tipo de afinidade, atração e/ou prática sexual entre indivíduos de sexo oposto.

✗ Nacionalidade ✗
O garoto é estadunidense. Mais precisamente, Bradley nasceu em Nova York, a cidade mais populosa dos EUA.

✗ Aparência ✗

[ ̶A̶l̶e̶x̶ ̶S̶a̶x̶o̶n̶]
Se você procurar ❝deus grego❞ no dicionário, certamente encontrará o nome de Bradley como significado. Afrodite, a deusa da beleza, parece gostar muito do garoto, porque não haveria outro modo de tal criatura ser tão bela senão uma benção da deusa do amor. O traço mais marcante de Brady é seu olhar penetrante, magnético. Grande e misterioso, são o destaque do seu rosto! Os olhos são azuis, o olhar parece hipnótico e capaz de ler pensamentos, juntamente com as sobrancelhas bem feitas, grossas e escuras, que dão ao garoto um ar ❝sexy❞. Brady é dono de um olhar maduro, sério, capaz de fazer com que todos os olhares se voltem para ele. Possui um maxilar demarcado e queixo fino. Brad exala rebeldia e deixa qualquer um, garoto ou garota, atraído. Possui um olhar confiante, como se dissesse ❝sou bonito, e sei disso❞. O nariz é como o de qualquer outro garoto, considerado normal para o seu padrão. A sua boca pode ser considerada fina, os lábios são macios e rosados.


O corpo de Bradley possui um porte físico e é definido, principalmente no abdômen e nos braços. É alto, medindo 1,83 cm de altura e pesando 76 kg, composto em sua maioria por massa magra e massa muscular. A sua pele é branca e rosada, sensível à presença dos raios solares. A derme é quase perfeita, não possui espinhas, mas tem algumas pintas quase imperceptíveis. Possui poucos pelos espalhados pelo corpo, um ponto para os genes de seus pais. Destaque também para os seus cabelos dourados, normalmente preso em um coque, com alguns fios caídos de lado. Volta e meia o garoto passa as mãos no cabelo tentando ajeitá-lo, como uma mania. A coisa mais característica do seu visual é um relógio de ouro, sempre presente e que combina perfeitamente com um terno ou jaqueta. Possui um cheiro característico que é uma mistura de morango e cigarro.



✗ Personalidade ✗
Antes de mais nada, Bradley ama uma boa aventura! Pra ele não tem tempo ruim, toda hora é hora de se arriscar. O garoto é apaixonado por tudo aquilo que o tira da rotina, uma viagem pra um lugar novo, um restaurante com comidas diferentes, alguém com novas histórias, tudo aquilo que traga novidade pra sua vida é bem-vindo. Ele não consegue se acomodar, seja em uma casa, no trabalho, ou em alguém. Ele não se apega a ninguém. A não ser que valha muito a pena. Independente, Bradley odeia depender de alguém ou dever favores. Gosta de fazer tudo por conta própria, do seu jeitinho.
Brad te passa aquele ar de ❝tô nem ai para o mundo❞, ele é desses que te fazem implorar a sua presença somente pela forma como faz tudo se tornar mais interessante. Se tem uma coisa que ele tem de sobra sem fazer nenhum esforço é a sensualidade, sabe como envolver qualquer um com todo um clima antes do finalmente. Tem um olhar enigmático, penetrante. O menino é uma mistura de encantação e mistério, é singular, cheio de surpresas. Ele é desses estilo rebelde sem causa que dificilmente você conseguirá evitar, te terá nas mãos quando der o seu famoso sorriso cafajeste toda vez que te olhar. Ele o faz tão rapidamente que, quando você se der conta, já estará entre os dentes dele. Aliás, ele é muito galanteador, possui bom papo e pegada. Conquistar Bradley requer esforço em dobro. Quando você achar que já tá quase no coração dele, vai se dar conta de que não chegou nem na metade do caminho ainda. Não é fácil não, mas que graça teria se fosse? Se envolver com ele é como participar de um campeonato de jogo de azar, as chances de ganhar são mínimas, mas o prêmio compensa todos os riscos. Não é qualquer ventinho que consegue balançar suas estruturas, tome cuidado ou você será apenas mais uma one night stand do garoto.
Bradley é um homem de atitudes quando se trata de paquera, decidido e determinado, mas prefere que tudo seja no seu tempo. Ele não segue regras, ele faz as regras. Tirar sua liberdade seria o pior de seus pesadelos. Ele gosta de viver solto, de aventurar-se, de viver no limite. Quer sensação melhor do que sentir a adrenalina em suas veias? O menino tem desejo por controle e poder. Brady é extrovertido e simpático, sabe a hora certa de falar e não sente vergonha de nada.


É metido de um jeito que chega até a irritar. Não é humilde e adora se gabar pelas suas conquistas e dinheiro. A única menção de humildade que você verá ele dizendo será ❝Modéstia à parte, eu sou muito bonito❞. Outra característica marcante é o seu vestuário roqueiro, estilo James Dean dos anos 50. Não se força a fazer nada do que não tem vontade, respeita, principalmente, seus desejos. Vomita o que pensa sem nem se preocupar se isso vai pegar em alguém. Tanto faz se os outros não estão preparados pra tanta sinceridade, o importante é não se calar! É gênio forte, cabeça dura, faz birra, bate o pé, teima. Orgulhoso, gosta de ser o dono da razão. E na maioria das vezes é.
Ele tem uma malícia que é só dele, que encanta, vicia. É até difícil de entender o que é que esse cara tem de tão especial, mas Bradley é assim, interessante, atraente, e a gente nem sabe o porquê. Bradley é assim: um quebra-cabeças de mil peças difícil de conseguir encaixar todas as peças. Além disso, ele considera o amor uma fraqueza, já que nunca viu nenhuma demonstração de amor entre os pais, ele passou a desacreditar nesse sentimento.
O estudante usa bastante do humor negro, que utiliza situações mórbidas, de politicamente incorretas, para extrair comicidade, ou que insere elementos mórbidos, macabros e/ou trágicos em situações cômicas. O deboche e o sarcasmo também fazem parte do seu vocabulário. Bradley é praticamente uma Wikipédia ambulante de palavras enfeitadas. Porém, o garoto não faz uso de toda a sua inteligência na universidade, principalmente quando o assunto é matemática. Possui um pensamento rápido e não consegue ficar parado por muito tempo. Quando você perceber, ele já terá feito três coisas ao mesmo tempo, sempre se comunicando e movimentando as mãos junto.
Não adianta tentar controlar esse cara, porque ele não nasceu pra ser domado. Nasceu pra mandar, não pra ser mandado. Você pode até tentar, mas ele não vai acatar as suas ordens e nem abaixar a cabeça pra realizar todos os seus desejos. Gostar de ver as pessoas se ajoelharem e implorarem por ele. Bom advogado, raramente você verá esse garoto voltar atrás em sua opinião e sabe como influenciar e manipular os outros a aceitarem-na. Bradley se acha a última bolacha do pacote, a única coca-cola no deserto, o rei da cocada preta.

✗ Família ✗
[Georgina Whiting Brandenburg | 47 anos de idade | Mãe | Empresária]

[ ̶E̶l̶i̶z̶a̶b̶e̶t̶h̶ ̶O̶l̶s̶e̶n̶]
Embora Georgina nunca tenha sido diagnosticada, a mulher provavelmente possui imperatividade. Vive correndo para lá e para cá, sempre apressada com o seus compromissos e bufando para o marido. A mãe de Bradley possui um pavio curto. O menino recebeu muitas broncas da mãe quando era criança, mas a mulher nunca chegou a bater nele. Dificilmente há demonstrações de amor entre os dois. Sempre tentou dar uma boa educação para o filho, levando-o para eventos da Alta Sociedade e eventos beneficentes. O seu sonho é que Bradley um dia encontre uma moça capaz de dar um jeito no seu comportamento e que o coloque na linha. Espera que ele não viva um casamento infeliz como ela viveu.

[Daniel Brandenburg | 47 anos de idade | Pai | Administrador da Empresa Brandenburg]

[ ̶M̶a̶t̶t̶h̶e̶w̶ ̶M̶c̶C̶o̶n̶a̶u̶g̶h̶e̶y̶ ̶]
Ele é autoritário e bastante protetor quando se trata de manter a integridade da família. Bradley e o pai conversam apenas o necessário, não são de ficar jogando conversa fora. Daniel morre de orgulho da família e o status que ela possui. É um pouco conservador e gosta bastante que Brady o obedeça, já que faz questão de fazer o melhor por ele, mas o que acaba acontecendo é justamente o contrário: o menino só traz desgosto para Daniel. Ele faz o estilo ❝serião❞ e valoriza bastante a educação, porque apesar de ser um pouco fechado com o filho, ele se preocupa bastante com o futuro dele. Foi ele quem influenciou o menino a seguir carreira de direito. Daniel não ficaria surpreso se um dia o filho aparecesse lhe dizendo que engravidou uma menina ou matou alguém, o homem não confia em Brady e sabe que ele é capaz de fazer loucuras, sem juízo.

✗ História ✗

Bradley é o primogênito da família Brandenburg, filho de Daniel Brandenburg e Georgina Whiting. A mãe é uma grande empresária e o pai um famoso administrador, herdeiro de uma gigantesca rede de hotéis espalhada por todo os EUA. A família Whiting e a família Brandenburg eram família muito ricas, mas que passavam por um período de crise, estavam beirando a falência. É então que surge a ideia de um contrato. O contrato consistia no casamento entre o menino e a menina mais velhos de cada uma das família, assim que eles atingissem a maioridade. Além disso, outra cláusula do contrato dizia que eles deveriam ter uma criança (de preferência um menino), unindo assim as duas famílias e salvando as empresas da falência. Desde que a pequena Georgina nasceu, estava destina a se casar com Daniel, de mesma idade, um casamento arranjado que daria continuidade ao ❝reinado❞ Brandenburg e Whiting. As famílias planejaram tudo, sempre empurrando um para o outro. Já na adolescência, eles engataram um namoro, mas não havia nada mais que interesse no dinheiro um do outro e uma atração sexual, viviam traindo um ao outro, sem o menor respeito e amor. Enfim, não foi um relacionamento muito sólido e feliz. Georgina odiava o futuro que estava destinada a ter.
Apesar de tudo, quando a moça e o rapaz completaram dezoito anos, casaram-se. A festa de casamento era digna de um casamento da realeza. O vestido da noiva era simplesmente encantador, feito por um estilista muito renomado. Repleta de comidas chiques e com uma decoração invejável. Somavam-se mais de 200 convidados na festa. Os convidados curtiram muito a festa, dançaram, beberam e comeram o máximo que podiam, tudo às custas da riqueza da família Brandenburg. Por um breve momento, Daniel e Georgina pensaram que poderiam viver felizes juntos, afinal. Mas a sensação só durou até o final da lua de mel no Caribe, quando eles começaram a morar juntos. Eles sabiam que em algum ponto teriam que ter um filho, mas ainda era cedo demais para pensar nisso.

Viveram um casamento infeliz, cheio de brigas e ciúmes. Entraram juntos em Havard, ambos cursando administração. Com 23 anos de idade, eles terminaram a faculdade e herdaram os hotéis da família. Nenhum dos dois tinha tempo para parar em casa, devido à administração dos hotéis. Além disso, Daniel estava frequentemente viajando para visitar as outras sedes da rede. Resumindo: o casal mal se via. Entretanto, ainda tinham um contrato para cumprir. É por isso que, um ano depois, Georgina finalmente consegue engravidar de Daniel, gerando um herdeiro e cumprindo com o contrato. Para a sorte do casal, descobre-se alguns meses depois que a criança era um menino. Nasce então, nove meses depois, o pequeno Bradley, uma criança de cabelos louros encaracolados. Brad cresceu em um ambiente bastante hostil, basicamente criado por diversas babás. Nunca recebeu muito amor nem atenção dos pais, que o compravam com presentes caros e festas sofisticadas. Daniel e Georgina o tratam mais como um prêmio do que como um filho, o qual exibem em toda festa beneficente da alta sociedade que vão.
Bradley aprendeu como se portar na alta sociedade, a falar palavras difíceis e a se vestir bem. Descobriu como mentir para parecer educado e ser parte da Elite. Por viver boa parte da sua vida sendo criado por babás, Brad aprendeu cedo como cuidar de si próprio e sabe muito bem se virar sozinho, é um garoto muito independente. Quando atingiu a adolescência, o garoto fez de tudo para conseguir a atenção dos pais. Decaiu na escola, passou a fumar e a beber, enfim, adquiriu a postura de adolescente rebelde (sendo ❝Eu não pedi para nascer!❞ uma de suas frases mais comuns na época). Ao invés de conseguir a atenção dos pais, Brad conseguiu justamente o contrário: os pais se afastaram mais ainda dele e quase o deserdaram.

Não tem como negar o charme do rapaz e a sua facilidade em conquistar garotas. Desde os 14 anos, Brad adquiriu grande destaque por isso na escola. É conhecido por ❝pegar❞ varias garotas numa mesma noite, e nunca repetir a dose (afinal, ❝figurinha repetida não completa álbum❞), não se fixando a ninguém. O garoto nunca teve uma namorada de verdade, não consegue aturar a mesma garota ao seu lado por mais de uma semana. Seu alvo normalmente são as novatas, como ele diz, ❝carne nova no pedaço❞, mas as líderes de torcidas também fazem o seu estilo. Além disso, é conhecido por ser o ❝badboy❞ da escola. Muito popular por sua postura, dinheiro e beleza, todos na escola o respeitavam e almejavam ter uma chance com ele, ou conseguir a posição de amigo dele. Não havia ninguém naquela escola que não saiba o nome dele.
Aos 16 anos, Bradley ganhou o seu primeiro carro: um Audi A3 sedã. Apesar de ter adquirido vários outros carros depois desse, o Audi continua sendo o seu xodó, trata como se fosse um filho. Como vivia praticamente sozinho em casa, Bradley também era conhecido no Upper East Side como o rei das festas. As melhores festas de Nova York eram as feitas na casa dele, todos esperavam serem convidados para uma de suas festas. Era onde acontecia as melhores brigas, fofocas e pegação, com direito a muita bebida. O seu último ano no colégio foi considerado inesquecível, o garoto dobrou a quantidade de festas por semana. Depois disso, ficou mais de um ano parado tentando entrar em uma faculdade. Com uma ajudinha dos pais, Bradley conseguiu entrar para o curso de direito da RIU, onde estuda já faz quatro anos. Todos na RIU o conhecem - ou pelo menos ouviram falar dele.
No fundo, o loiro só precisa de alguém que o ame verdadeiramente e o compreenda, só faz o que faz pra chamar atenção.

✗ Qualidades e Defeitos ✗
[Q]
Determinado ∴ Inteligente ∴ Sedutor ∴ Charmoso ∴ Boa lábia ∴ Sabe guardar segredos ∴ Independente.


[First day of school. Strange city, new house, no friends…I’m psyched! — Beverly Hills, 90210]

[D]
Arrogante ∴ Egocêntrico ∴ Infiel ∴ Convencido ∴ Festeiro ∴ Pessimista ∴ Aventureiro ∴ Autoritário ∴ Bom mentiroso.



✗ Gostos e Desgostos ✗
[G]
— Carros: Bradley possui uma coleção de carros e é fascinado por eles. Sua coleção inclui duas Ferrari, uma Mercedes-Benz e uma BMW X1. Seu carro preferido é um Jeep Renegade, recentemente adquirido.
— Não tem afronte maior para o garoto do que uma garota negar ficar com ele. Ele gosta de ser charmoso e galantear as garotas. Possui uma vida mais do que sexualmente ativa.
Além de: Academia || Bebidas alcoólicas, tendo a vodka e a cerveja como preferidas || Andar de skate || Festas || Nicotina || Carne || Rock || Filmes de ação e drama || Ficar sozinho || Lugares altos || Matérias de humanas || Sentir a adrenalina no seu corpo || Viajar || Esportes radicais como snowboard, asa-delta e escalada.

[D]
— Agressão: o garoto não curte muito entrar em brigas, só quando precisa defender os seus amigos. Se você ver Bradley batendo em alguém, pode ter certeza de que a coisa é séria. Normalmente, prefere ignorar as ameaças que recebe.
Além de: Ser proibido de fazer alguma coisa || Ter que seguir regras || Esportes || Se tornar como os pais || Hortelã || Ser submisso || Calor || Suor || Frutas || Matérias de exatas || Frutos do mar (é alérgico).

✗ Manias e Hobbies ✗
[M]
01. Morde os lábios e passa as mãos no cabelo sempre que vai falar com alguma garota.
02. Mastiga chiclete sabor morango sempre que no tédio.
03. Conta até dez toda vez que sente raiva.
04. Revira os olhos frequentemente.


[H]
01. Cantar: Sua voz soa como música para os ouvidos de todos, aveludada e calma, gostosa de se ouvir. Faz aulas de canto desde os seus doze anos de idade e é muito afinado, mas nunca seguiria carreira de cantor. Seus artistas preferidos são os vocalistas das bandas de rock. Elvis Presley é sua grande inspiração, o rei do rock. Além disso, sabe o básico de como tocar guitarra.


02. Beber e fumar: Seu lema é ❝Antes embriagado de álcool do que de amor❞. O garoto segura o cigarro quase deixando escorrer entre os dedos e coloca sua boca em volta, soltando a fumaça e fazendo com que qualquer coisa simples vire arte, acompanhado de um charme tipo James Dean anos 50, de uma forma que você não consegue parar de observá-lo, esse simples ato te arrancam suspiros. Em relação à bebida, Brady já se acostumou tanto com o álcool no organismo que nem faz efeito mais, não fica bêbado com frequência.


03. Nadar: Praticamente um peixe. Bradley participa de aulas de natação desde os seus cinco anos de idade e já ganhou muitas competições, possuindo uma extensa coleção de troféus e medalhas. Consegue permanecer por um bom tempo de baixo d'água sem respirar, possuindo um fôlego invejável, e sabe todos as modalidades da natação: crawl, costas, borboleta e peito. Bradley não tem um bom físico à toa, né?



✗ Medos, Traumas, Fobias, Alergias ✗
[M]
Medo da morte ∴ Medo de palhaços.

[F]
01. Filofobia: medo de apaixonar-se.
02. Atazagorafobia: medo de ser ignorado ou esquecido.

[A]
É alérgico a frutos do mar.

✗ Segredo ✗
❝'Cause two can keep a secret if one of them is dead❞.
X

✗ Relação com Amelia ✗
Bradley não nega já ter tentando se envolver com a menina quando entrou para a RIU, mas Amelia nunca deu muita bola para as suas cantadas. Nunca passaram de bons amigos. Com o tempo, foram perdendo o contato. Hoje são apenas dois rostos conhecidos na faculdade. Embora Bradley já tenha deixado bem claro que caso a menina precise de ajuda em algo, ele estará lá para ajudá-la.

✗ Quer par? ✗
❝And so you are like my sunrise; without you these dark nights would never end. You found the darkest part of my soul and gave it light, and for that I will always love you❞. — My sunrise.

Música tema: Kids Again — Artist Vs. Poet.

Disponível para par. A garota será como um farol para Bradley, um amuleto desde que se conheceram, embora o garoto tente negar os sentimentos que sente pela moça, pelo menos de princípio. Precisa de alguém forte ao seu lado. Talvez não tão forte como ele, mas alguém que possa ajudá-lo a crescer. O par será a primeira pessoa a perceber que por detrás dessa fachada de badboy, existe alguém de bom coração e que suas intensões não são as piores. Brady também será muito ciumento, gosta de passar uma imagem de protetor. Parte para cima sem pensar duas vezes se mexerem com a sua namorada.
Uma vez namorando, Brad vai ler a mente do par como uma carta, e quando ela sentir frio ele lhe dará a sua blusa sem pestanejar, porque é isso o que ele gosta de fazer. Bradley é um cavalheiro, puxa a cadeira pra a moça se sentar e irá dizer todos os dias e provar o quanto ela é especial para ele, o garoto será a causa da insônia do par todas as noites. Quando estiver junto dele, sua boca será um convite toda vez que sorrir e o par sempre aceitará. Porque ele se entrega de verdade em um relacionamento - embora sejam raras as vezes que o garoto se apaixonou.
Não mede palavras na hora de dar em cima da garota, chega trincando o maxilar e dando aquela lambida na boca, deixando a respiração tão perto da dela, que seu coração acelera e ela só desejará que ele beije sua boca e para deixá-la na vontade, ele lhe beija na bochecha, o prazer dele é de provocá-la. Bradley e o par viverão uma intensa sensação de fogo e gasolina.

✗ Seu personagem bebe? Fuma? Se droga? Em quais ocasiões? ✗
Bradley não perde uma festa e está frequentemente bebendo e fumando cigarro nessas ocasiões. Também fuma quando está estressado e precisa relaxar. Embora já tenha experimentado a maconha, o menino prefere se manter longe das drogas ilícitas, a boa e velha cerveja já é o suficiente para ele.

✗ Mora na faculdade ou na própria casa? ✗
Na faculdade. Apesar de possuir vários carros, ele acredita ser mais fácil morar na universidade. O sentimento de estar próximo dos colegas e fazer parte de uma fraternidade também são importantes para ele.

✗ Prejudicaria alguém para seu benefício? ✗
Conhecendo sua personalidade, provavelmente sim. Se for uma coisa que ameace a sua integridade e a pouca visão de bom moço que ainda resta dele, então sim. Ou caso algum de seus amigos fosse ameaçado, ele faria de tudo para protegê-lo.

✗ Contaria o segredo de alguém? ✗
De jeito nenhum, sem chances. Apenas a família e os amigos muito íntimos compartilham de seus segredos. Mesmo sabendo do assunto, não possuem muitos detalhes do ocorrido.

✗ Algo a mais? ✗
Possui uma tatuagem pequena e delicada no lado direito do abdômen escrito ❝LVI❞, que significa o numeral 56 em romano.

♥ * ♥ ¸.• {Be unique} ♡♥ *


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...