Jornal ✿ FICHAS ² ✿


Por: ~




The Kids Don't Wanna Come Home



Ficha

✰ User - oh.shine ✰

Nome completo: Crystal Scarlett Miller

Idade: 17 anos - 19 de novembro de 1999

Personalidade: A primeira vista pode parecer uma garota metida e arrogante, o que realmente é verdade, mas a sua personalidade é bem maior que isso. A patricinha possui camadas profundas que apenas quem a conhece bem pode perceber.
Dona de uma personalidade forte, vive pronta para qualquer batalha e sabe manipular muito bem para levar vantagem em algo, pois apesar de não possuir força física para uma luta de verdade tem muita astúcia e perspicácia para uma discussão.
Autoconfiante e corajosa, Crystal sabe o que quer, tem certeza que vai ter e está sempre calculando um plano em sua mente para chegar ao objetivo. Não mede esforços para conseguir o que quer e é o tipo de pessoa que prefere mil vezes pedir perdão depois do que permissão antes de realizar algo.
Possui uma lábia inegável que faz com que a maioria das pessoas que deseja gostem dela, apesar de não usar deste artifício constantemente. Não faz questão que alguém que não lhe trará benefício lhe adore, por isso seu grupo de amigos é bem seleto.
Egocêntrica, ama receber algum elogio, seja pelo bom desempenho na escola, por seu talento com moda ou por sua beleza. Está sempre disposta a ouvir alguém falando bem dela, assim como também ama falar de si mesmo.
Demora bastante para confiar em alguém e desconfia até mesmo de sua própria sombra, porém não deixa isso transparecer bem para que não atrapalhe nada que possa planejar mais a frente em sua vida. Entretanto, quando começa a confiar verdadeiramente em alguém protege essa pessoa como a si mesmo.
Crystal é orgulhosa, vingativa e invejosa, odiando quando alguém faz algo que não seja de seu agrado. Além disso, odeia ver uma pessoa se dando melhor em seus planos do que ela, mesmo que isso não lhe afete de nenhuma maneira.

Aparência: Crystal exala beleza, confiança e chama bastante atenção por onde passa por ter bastante charme e delicadeza, todavia seus traços não são nem um pouco incomuns.
Olhos e cabelos castanhos escuros com fios completamente lisos e de tamanho mediano, lábios avermelhados e finos, dentes brancos e alinhados, pele lisa e sem machas.
Possui 1,66 m de altura seu corpo é magro, com coxas finas, barriga chapada, seios pequenos e bumbum e quadris de tamanho médio.




(Victoria Justice)

História: Nasceu em Georgia, EUA numa família classe média baixa e sem nenhuma estrutura para dar a ela todos os luxos que sempre desejou. Sua mãe, Melissa, era governanta da casa do prefeito, enquanto seu pai, Dustin, era o capataz de uma fazenda de uma família muito rica da região, onde anteriormente seu avô também trabalhou na mesma função.
Millie, a filha mais nova da família para qual Dustin trabalhava possui a mesma idade que Crystal, por isso as duas cresceram sendo amigas muito unidas, enquanto Millie dividia todas as suas roupas chiques e de marca com a menina menos afortunada. Todavia, com o passar dos anos, Crystal foi percebendo que a amiga tinha tudo, ao passo que ela só era dona das sobras velhas que a outra lhe dava.
Suas atitudes foram mudando e ela passou a fazer tudo apenas para tirar vantagem da bondade e riqueza da outra que a enxergava como uma irmã, emprestando até mesmo dinheiro quando ela lhe pedia dizendo que estava tão pobre que não conseguia nem se vestir adequadamente.
Quando Dustin e Melissa perceberam o abuso da filha para com Millie começaram a brigar com a garota e disseram que a impediriam de falar com a amiga se ela ousasse continuar com as chantagens emocionais. Crystal ficou enfurecida e começou a revelar o que seus pais já desconfiavam e temiam a muito tempo, a patricinha odiava ser pobre e ser filha deles. Por isso, eles a impediram de voltar a se encontrar com a outra e colocaram-na de castigo alegando que deveria aprender a dar valor a tudo que eles faziam e que não era apenas o dinheiro que traria felicidade.
Após algumas semanas depois dessa briga, a menina decidiu que era hora de fugir de casa e procurar uma forma de progredir sozinha.
"Eu serei modelo, crítica de moda, primeira dama, esposa de um ricaço ou qualquer coisa que me dê dinheiro e uma boa colocação social. Eu prometo para mim mesma."

Sexualidade e curiosidades:

É heterossexual;
Não come coisas muito gordurosas, como pizza, hambúrguer, frituras, etc;
Ainda é virgem;
Constantemente se olha no espelho, pois tem mania. É como se ela sempre achasse que está com algo estranho no rosto;
Tem claustrofobia e se ficar por muito tempo em algum lugar fechado pode até mesmo desmaiar. Isso porque sua respiração fica muito rápida e o gás carbônico em seu sangue diminui (alcalose respiratória);
Tem intolerância à lactose, mas essa é a única alergia que possui;
De vez em quando, Crystal rouba roupas e produtos de beleza (maquiagem, cremes, etc) de lojas caras, porém nunca foi pega;
É apaixonada por moda e seu estilo de se vestir é esse:


Pretty Dirty Secrets

That basic bitch leaves finally



Ficha

∴ Nome completo: Charles Alexander Cooper (O garoto possui apenas o sobrenome da família de sua mãe)

∴ Significado: Seu primeiro nome, Charles, pode significar "homem do povo" ou "homem forte". Já Alexander é a versão inglesa e alemã de Alexandre e quer dizer "protetor da humanidade".
Seus nomes foram escolhidos por sua mãe e por sua avó materna, sendo o primeiro pela sua mãe, que quis fazer uma homenagem colocando em seu filho o mesmo nome de seu avô e o segundo, dado pela mais velha que sempre gostou da denominação.

∴ Apelido: Alex (usado por seus amigos), Chuck (usado pela família) e Cooper (que é o modo como seus colegas de classe o chamam por não terem intimidade)

∴ Idade: 17 anos - 4 de maio de 1999 - Touro

∴ Aparência: Possui cabelos compridos e castanhos escuros, assim como a cor de seus olhos. Os fios estão quase sempre meio bagunçados e jogados para trás, fazendo com que mesmo lisos fiquem com algumas voltas desgrenhadas nas pontas.
Seu rosto é composto por lábios de tamanho mediano, não sendo nem muito volumosos e nem finos, além de um pouco rosados, indicando a boa saúde do rapaz. Com uma barba que ele muitas vezes deixa aparecer, trazendo um charme de mais velho.
Sua altura é de 1,78 m e seu corpo é bem definido, com músculos aparentes.





(Thomas McDonell)

∴ Personalidade: Alex não é do tipo que fala com todo mundo. Ninguém nunca irá vê-lo chegar em um grupo de pessoas cumprimentando a todos e dizendo como sentiu falta ou a quanto tempo não se veem, pelo contrário, ele vai chegar, ver o grupo, se afastar, pegar seu cigarro e fones de ouvido, colocando o rock na altura máxima e fazendo com que todos escutem e se perguntem se aquilo não irá acabar com seus tímpanos.
Ele gosta de conversar, só não de puxar assunto com quem não conhece, além de odiar ficar em um grupo de pessoas, seus amigos são muito seletos. Demora a confiar nas pessoas e de se sentir a vontade com elas, mas quando acontece, se torna mais brincalhão, todavia, suas piadas são sempre de duplo sentido e de humor negro.
Não gosta de falar de seus sentimentos ou história de vida, tudo é muito pessoal e ele se sente incomodado e sem jeito ao se abrir. Porém gosta de falar de suas preferências, como: música, comida, hobbies, aspirações e manias.
Quando se importa verdadeiramente com algo ou alguém demonstra isso com ações. Vai mostrar que gosta de estar perto e de proteger a pessoa, vai, até mesmo, conseguir se abrir mais com ela e falar o que sente, como: "Me importo com você.", " Você é meu amigo(a)".
Orgulhoso e prepotente, não assume que está errado e se irrita bastante em ser contrariado, se isso acontecer, irá se mostrar um Charles agressivo e boca suja que, apesar de não partir para agressão física, vai jogar tudo que vê pela frente para o chão ou paredes. Por isso, quando o garoto se encontrar nesse estado, o melhor é deixa-lo em paz e procurar uma melhor hora para conversas e conselhos, já que mesmo que seja um amigo, este está sujeito a levar uns bons foras.

∴ História: Chuck nasceu em uma família classe média baixa do Brooklyn, filho de uma garçonete com um estudante de jornalismo que era um cliente assíduo da lanchonete onde a mulher trabalhava.
O casal era jovem e havia terminado a escola a pouco tempo e, enquanto Demetria estava querendo arrumar um dinheiro extra para ajudar sua mãe que havia acabado de se aposentar e estava doente, Larry queria se divertir e aproveitar a juventude enquanto não começava uma vida realmente séria como jornalista. Entretanto, o namoro dos dois, acabou por dar um fruto, o que não agradou muito o homem e o fez desaparecer imediatamente após descobrir a informação.
Com isso, Demetria ficou sozinha, tendo que sustentar uma criança e ajudar Lauren com as finanças, achando que não poderia realizar seu sonho de começar uma faculdade de enfermagem e ter uma boa casa e um casamento duradouro, como sonhara desde que era criança.
Quando Alexander já estava com 12 anos, sua mãe conheceu Garret, um empresário e olheiro de modelos rico e famoso que estava passeando pela cidade em busca da modelo perfeita para estrear em sua nova linha, onde ele usaria apenas mulheres não famosas. Todavia, Garret e Demi foram se encantando um com o outro aos poucos, até finalmente, se casarem 8 meses depois em uma grande cerimônia.
Assim, a nova família mudou-se para Rosewood, lugar onde o empresário nasceu e morou sua vida toda por ter manter muito carinho pela cidade. A partir de todos esses acontecimentos suas vidas mudaram completamente, Demi se formou em enfermagem, Charles entrou no colégio da região e tudo começou a dar certo.

∴ Família:
Mãe:
Demetria Hobbes, 36 anos, enfermeira.

(Lana Parrilla)
Demi não pode tomar conta do filho muito bem, já que tinha que trabalhar, por isso, sua relação não é exatamente a de cuidado e zelo materno. Eles parecem mais como amigos, onde Charles dá todo o seu apoio a mãe a as suas decisões e a mulher pode desabafar o quanto quiser sabendo que nunca será julgada.

Padrasto: Garret Hobbes, 43 anos, empresário.

(Ben Affleck)
Chuck nunca possuiu um exemplo de homem em casa antes de Garret aparecer, então sempre ficou com "um pé atrás" com ele. Entretanto, quando viu o quanto o empresário fazia bem a Demetria acabou por aceita-lo. Sendo assim, os dois se falam e o mais novo o considera uma boa pessoa, mas não conversam muito.

Avó: Lauren Cooper, 57 anos, professora aposentada.

(Sônia Braga)
Ele tem bastante carinho por ela. A senhora é boa conselheira e amiga, estando sempre disposta a dar atenção ao neto desde que este era apenas um bebê.

∴ Gostos e Desgostos: Gosta de cigarros, chá de erva doce, chocolate meio amargo, indie rock, estar com sua mãe e sua avó, escrever, bebidas alcoólicas, ficar sozinho e cozinhar.
Desgosta de festas, receber ordens, dançar, pessoas materialistas, mesquinhas ou que gostem de aparecer, doces, ficar rodeado por muitas pessoas, que falem mal de sua família.

∴ Talentos: Charles é poeta e fotógrafo

∴ Qualidades e defeitos: Como qualidades ele tem a esperteza, coragem, sinceridade e a lealdade.
Já como defeitos possui a irritabilidade, má educação, o fato de ser vingativo e a grosseria.

∴ Hobbies: Escrever e passear por locais desertos para tirar fotos.

∴ Medos/ Traumas/ Fobias: Ele não gosta de admitir, mas possui medo de altura, de locais fechados e de perder as pessoas que gosta (teme ficar totalmente sozinho).

∴ Manias: Charles vive estalando os dedos o tempo todo e morde o canto dos lábios quando está muito concentrado em algo.

∴ Estilo: Seu estilo é informal, desleixado, básico e confortável, pois ele não se importa muito com o que está usando.
O garoto sempre veste a primeira roupa que encontra em seu armário e por cima coloca uma jaqueta ou colete, além de usa-las várias vezes enquanto ainda acredita que estejam limpas. Por isso, não é difícil vê-lo caminhando pela rua com a mesma combinação de roupas por dias consecutivos.


⁂Relações⁂
∴ Com Amber DiLaurentis: Não gostava dela e nunca escondeu isso de ninguém, nunca a obedeceu e odiava quem o fazia, afinal de contas, era só mais uma garota como tantas outras da escola, a única coisa que tinha de especial era se achar especial.
Nunca havia conversado com Amber e não se arrepende de nada depois de tudo, Charles sempre foi ele mesmo e mostrava quem era. Sem arrependimentos, sem pena, ele realmente não sente a falta dela.

∴ Com Holland Waldorf: Alex não é do tipo que ama garotas populares e que cai aos pés delas, pelo contrário, ele não vai nem procurar saber sua real personalidade se começar a ver que é o tipo de garota metida que tem seguidoras. O garoto detesta as pessoas fúteis e que julgam pela aparência, embora ele mesmo o faça muitas vezes. Todavia, também admite que acha interessante a força que ela possui para comandar uma escola.
No geral, ele prefere que ela não se meta com ele e Charles fará o mesmo, não chegará nem perto dela.

∴ Com amigos: Será sincero e completamente leal. Estará disposto a ouvir, apesar de não gostar e nem saber muito bem dar conselhos. Charles é o tipo de cara que arrastará um caminhão por alguém que ele ame e fará isso se vir que o sentimento é recíproco.
No entanto, conquistar sua afeição é uma tarefa árdua e demorada.

∴ Com inimigos: Vai provocar quando estiverem próximos, no entanto, também não vai procura-los. Deixará claro que não gosta deles e que pode "partir pra cima" se estiver irritado ou se um deles começar com piadinhas ou fizer qualquer coisa que lhe desagrade.
Alexander estará sempre com "o alerta ligado" quando seus inimigos estiverem por perto, então não é difícil sair uma discussão a qualquer momento.

∴ Com as rainhas: Será bem parecida com a que tem com Holland e a que possuía com Amber, deixará claro que não as respeita e que nunca as obedecerá. No entanto, não ficará arranjando discussões com as garotas, afinal, elas já são ridículas sozinhas, segundo ele.

∴ Com o par: Ninguém nunca o verá abraçando, beijando ou fazendo carinhos em público, porque não é seu feitio e ele detesta que o vejam sendo gentil ou fofo. Porém quando estiverem a sós fará essas coisas. Além disso, a todo momento fará brincadeiras de duplo sentido para quem quiser ouvir, não se importando em quem ficará incomodado, mesmo que seja a menina, afinal, ele amará vê-la vermelha.
(Charles é heterossexual)

⁂Perguntas⁂
∴ O quão bem conhecia Amber? Ele não a conhecia bem e nem queria conhecer. Não gosta do tipo de garota que ela era e preferia manter distância.
Tudo o que ele sabe sobre ela é que era uma garota mimada que comandava um grupo de garotas mimadas como ela.

∴ Morreria por alguém? Sim, por qualquer pessoa que ame (mãe, avó, namorada ou melhor amigo)

∴ Faria parte do A Team? Em que circunstâncias? Entraria se isso fosse necessário para proteger o seu segredo, mas nunca criaria o grupo. Sua participação seria contra a sua vontade se A ameaçasse expor o que ele passou para todos.

∴ Teria coragem de matar alguém? Sim, mas apenas para proteger alguém que ama.

∴ Razão ou emoção? Razão


Cigarette Daydreams



Ficha

✖ Nome completo: Serena George Weatherly (Alguns a chamam de S)

✖ Idade: 17 anos - 23 de dezembro

✖ História: Nascida às 03 da manhã do dia que antecede a véspera de Natal, S nunca foi muito sortuda em ganhar presentes ou em ter grande atenção às suas festas, sendo estas sempre ignoradas pela maioria das pessoas, que apenas traziam uma "lembrancinha" que serviria para as duas datas. A menina nunca se importou com isso, muito pelo contrário, gostava de ficar em seu quarto tocando seu violoncelo ou ouvindo música clássica, enquanto ignorava as brigas de seus pais ateus com seus avós e tios paternos que diziam sobre a importância das festas natalinas e do quanto o casal poderia ser castigado por querer ignorar a festa.
A verdade era que a família quase não se reunia, pois Marian e Luke, pais liberais de Serena, viviam brigando com os parentes ricos e conservadores do homem, enquanto os parentes da mulher, simplesmente já haviam se afastado dela desde seus 16 anos, quando Marian viajou de Paris, onde morava, para os Estados Unidos em busca de seu sonho de ser apresentadora de rádio.
Entretanto, o casal possuía muitos amigos que constantemente iam visita-los. Quando isso acontecia, todos se reuniam para tocar rocks antigos e beber cerveja no quintal até altas horas da madrugada.
O fato de seus pais serem tão peculiares e populares entre seu próprio grupo de amigos sempre deixava Serena intrigada, já que ela era completamente distante desse mundo e preferia mil vezes permanecer sozinha com sua música a qualquer interação com o mundo exterior.
Apesar dessas circunstâncias, sua relação com os pais foi boa durante toda a sua vida e ela não gostaria de mudar absolutamente nada em sua história. Eles sempre trataram-na bem e permitiam que fosse quem quisesse ser, então ela considera que apesar de ter um lar diferente, é uma privilegiada.
Marian é uma radialista que apresenta um programa numa rádio pouco famosa da cidade e Luke um fotógrafo e ex vocalista de uma banda de metal que fez sucesso na cidade na época de sua juventude, mais aproximadamente nos anos 70. Ambos ganham o suficiente para vivier bem, porém sem luxos, sendo considerados classe média. Quando precisam de um pouco mais de dinheiro para si, se esforçam e nunca pedem ajuda dos familiares de Luke, todavia quando necessitam de algo para Serena, o casal não mede esforços e é capaz de pedir dinheiro emprestado, pagando o mais rápido possível. Deste modo, quem paga o colégio muitas vezes são James e Lucy, avós da garota.

✖ Aparência: Olhando para Serena podemos ver uma menina de feições doces, porém incomuns. Principalmente sua marca registrada, as escuras e grossas sobrancelhas.
Seu rosto provoca controvérsias, pois nem todos o acham bonito, mas S acha e isto basta para ela. Seus traços são únicos e ela vê este fato como algo completamente incrível. A pele branca, pálida e sem imperfeições, os fios de cabelo castanhos escuros ondulados e compridos, batendo na altura de sua cintura.
Além disso, temos seu nariz pequeno e anguloso, lábios naturalmente rosados dando lhe uma aparência completamente saudável, rosto em formato de diamante e olhos castanhos.
Ela é magra e tem altura mediana, sendo suas medidas exatas: 54 kg e 1,65 m.



(Lily Collins)

✖ Personalidade: Sua personalidade é um pouco peculiar, a menina não fala muito e nem possui muitos amigos, entretanto não é por ser tímida como a maioria das pessoas pode imaginar, é simplesmente porque ela não gosta de socializar mesmo. Outros podem acha-la antipática, o que provavelmente é verdade, mas Serena prefere ignorar esses rótulos e apenas dizer que é "uma pessoa que gosta de escolher muito bem com quem vai simpatizar".
Ela aprecia arte e cultura, por isso, vai se preocupar em arranjar amigos que também gostem. Odeia o modo como o mundo tem ficado vazio, então quer amigos que sejam inteligentes o suficiente para conversar e tirarem-na dessa grande bola onde se sente perdida.
A verdade é que Serena é uma velha no corpo de uma garota e ela tem consciência disso. Uma nerd que não sabe conversar com gente da sua idade e nem consegue enlouquecer e beber em festas como qualquer adolescente faria. Quando tenta esquecer de tudo, sua mente é tomada por pensamentos que dizem que beber é proibido para alguém da sua idade, que tabaco e drogas fazem mal, beijar a boca de todo mundo pode deixa-la com sapinho e milhares de outras ideias que só atrapalham qualquer diversão desse tipo.
Brigas sem sentido também estão fora de seu vocabulário, principalmente se houver agressões físicas. S é horrível no "mano a mano" e provavelmente vai apanhar muito mais do que bater, talvez nem consiga dar um tapa se quer. Sabendo de suas limitações, prefere nem arriscar e toda vez que alguém começa uma discussão e ela percebe que o sangue pode subir a cabeça e ficar mais sério, vira as costas e sai andando. Todavia, sendo orgulhosa, nunca pede desculpas e nem dá o braço a torcer, se a outra pessoa vier atrás dela querendo continuar a briga e partindo para cima, vai aceitar a luta com unhas e dentes. Afinal, melhor apanhar do que admitir que está errada na frente de todo mundo.
Não é vingativa e aceita desculpas sem problema, entende que qualquer um pode errar e que isso é humano. Sendo a capacidade de perdoar sua maior qualidade.

✖ Sexualidade: Heterossexual

✖ Quer ter um par? Sim

✖ Algo a acrescentar sobre o personagem? Ela toca violoncelo desde os 7 anos, quando encontrou um na sala de música da escola e se apaixonou pelo instrumento. Desde então, realizou diversas apresentações. Além disso, ela o carrega para todos os lugares que vai;
Nunca namorou, mas já ficou sério uma vez, durante 5 meses, com o garoto com quem deu seu primeiro beijo;
Ela tem como hobbie fotografia e aprendeu esta arte com seu pai;
Como o país de origem de sua mãe é a França, a mulher tem como língua materna o francês e passou esse ensinamento a filha. Dessa forma, Serena é bilingue.


Queen Bees

I know you love me


Ficha I
Nome completo: Susan Jareau (Seu nome significa pura, graciosa)

Apelido: Susy

Apelido que a Gossip Girl usa no blog: Snow White (Por causa de sua aparência com a personagem infantil que, como ela, possui pele branca e cabelos escuros)

Idade: 16 anos

Data de Aniversário: 30 de agosto

Aparência: Possui os cabelos castanho escuros e naturalmente ondulados, podendo estar um pouco mais cacheados ou lisos de acordo com o dia. A menina não faz questão de alisa-los ou enrola-los, pois gosta de quando estão naturais, porém faz penteados, como tranças, rabos de cavalo e coques.
Sua pele é clara e lisa, estando sempre com uma maquiagem básica apenas para dar um ar mais saudável. Os lábios, que são finos e pequenos, costumam estar com um batom rosa ou nude.
Susy tem uma altura mediana que é de 1,68 m e seu corpo é magro.




Photoplayer: Bailee Madison

Personalidade: Ela tem fases como a Lua e não costuma ser legal com todo mundo, além de pensar antes em si mesma do que nos outros. Sua vida não foi fácil e ela aprendeu a se virar sozinha muito bem, apesar de não ter muita confiança.
Gosta de se mostrar para os outros forte e determinada, mas está frequentemente se perguntando se está fazendo a coisa certa e ideal. Como em um jogo de xadrez, pensa sempre nos passos a frente para não ser derrotada, algo que ela teme bastante. Entretanto, não mostra para ninguém que está com dúvidas, acredita que deve provar ao máximo o quanto é segura.
Seu hobbie no colégio é humilhar quem tem vontade e é muito boa nisso, por ser uma excelente estrategista, então é bom que todos tenham cuidado com a patricinha, seu lado doce some completamente quando descobre que foi traída ou que alguém muito querido foi.
Susan é amada pelos populares por ser um verdadeiro amor com eles, porém também é odiada pelos pobres seres menos badalados da escola, já que a menina é um verdadeiro terror com quem não tem o que oferecer a ela.
É boa nos estudos e é uma das melhores alunas da classe desde pequena, visto que seus pais ensinaram-na que a educação é primordial para ela se tornar alguém grande na vida.

Família:
☆Pai☆

Arthur Jareau, 56 anos, empresário.

(John Stamos)
A relação de Susan e Arthur é boa, porém os dois não se falam muito já que o homem passa a maior parte de seu tempo em seu escritório ou na empresa. Porém a menina sempre entendeu que isso era um mal necessário para conseguirem manter uma boa vida.

☆Mãe☆
Mia Jareau, 55 anos, chef de cozinha.

(Luiza Brunet)
Mia é a melhor amiga e conselheira de Susan, sempre que a menina tem algum problema vai ao encontro da mãe e ambas conversam enquanto cozinham e testam novas receitas, algo que serve como uma terapia para a mais nova desde que era uma criança.

☆Avô Paterno☆
Paul Jareau, 74 anos, aposentado.

(William Friedkin)
Paul é "gentil, engraçado e o melhor avó do mundo", como diz Susy. Ele é a pessoa que dá atenção para ela o tempo todo, desde que se aposentou, e ela ama poder estar com ele. Sua presença acalma a menina e a diverte.

No geral, a família Jareau é bastante unida e divertida, todos dão suporte uns aos outros e não costumam brigar.

História: Nasceu em Portland nos Estados Unidos e viveu lá durante a maior parte da sua vida, mudando-se apenas quando já estava com 14 anos quando foi para o Upper East Side. A maior parte de sua história é um segredo, mas a menina conta algumas partes dela para não deixar ninguém com dúvidas de que está escondendo algo.
Susan revela que não era milionária como é agora e que vivia em Portland por escolha de seu avô que tinha como hobbie jardinagem, na época sua família era apenas rica e vivia viajando pelo mundo. Um belo dia eles decidiram que era hora de expandir os negócios e se fixar em um lugar, assim foram para Manhattan. (A história dela será melhor explicada por MP)

A quantos anos está na St Judes/Constance? 2 anos

É bolsista ou paga a escola? Paga a escola

Situação Financeira: Classe alta

Casa:


Quarto:


Sexualidade: Heterossexual

Quer par? Sim

Se for uma menina, faria parte no Baile de Debutante? Sim

Grupo social:
(
X) Patricinhas (Cher Monalisa Vanderwall)
( ) Atletas
( ) Rebeldes
( ) Góticos
( ) Nerds


Relação:
☆Amigos☆

Ela é um doce com eles e gosta de passar o tempo, porém não fala muito de si mesma e prefere muitas vezes ouvir e dar conselhos do que falar sobre seus sentimentos. A verdade é que Susan não confia muito nem mesmo neles, pois sabe que no Upper East Side qualquer um pode querer passa-la para trás.
Quando finalmente começa a confiar em alguém, este pode ter certeza que será um privilegiado. Ele verá uma garota simples, educada, doce e até frágil.

☆Inimigos☆
Susy é maldosa, vingativa, fria e está sempre pronta para descontar todas as suas frustrações neles. Os enxerga como verdadeiros sacos de pancada e considera facilmente alguém um deles, basta fazerem ou serem algo que não agrada a menina.

☆Alisson Kingston☆
Susy, sinceramente, não gosta da Queen Bee Ali. Ela faz a garota se sentir diminuída e perder a confiança em si mesma que ela tanto faz questão de exibir para os outros, por isso, faz de tudo para estar longe de Alisson e de seu grupinho de seguidoras fiéis.

☆Cher Vanderwall☆
Quase como uma melhor amiga, Cher é uma pessoa que Susan gosta de estar perto pelo significado que andar com ela tem. Isso a deixa mais confiante, além de fazer com que os outros a olhem e admirem.

☆Patricinhas☆
Ela é uma delas, então é como se fosse seu habitat natural. O lugar onde pode esbanjar sua popularidade.
Serão suas "amigas" e Susan será a pessoa que todas poderão contar seus segredos, já que a menina gosta de ouvi-los e de dar conselhos. Isso faz com que se sinta mais segura e dará a chance de ter um plano para cada uma, caso algo aconteça.

☆Atletas☆
Ela já "ficou" (está entre aspas porque sou uma velha e acho essa palavra um pouco estranha pra caracterizar beijos de língua entre duas pessoas, mas foi a melhor que encontrei pra colocar aqui) com alguns em festas e isso a ajudou em sua época de ascensão social, porém hoje em dia são mais como amigos.

☆Rebeldes☆
A bela não entende o porquê de alguém ser rico e querer arranjar confusão por isso. Além dos que tem a "cara de pau" e cinismo de dizer que é contra toda a história de supremacia da escola e depois ficar usufruindo disto.

☆Góticos☆
Desde que não arrumem confusão com ela, tudo estará bem. Ou seja, Susy não vai fingir que não existem e eles devem fazer o mesmo. Entretanto, se algum deles arranjar confusão com ela será constantemente humilhado na frente de todos, seja por suas roupas ou modo de ser. A moça irá arranjar algum modo de fazê-lo ficar exposto frente a todos.

☆Nerds☆
A patricinha não dirige sua palavra a eles, pois, para ela, são o tipo de pessoa que não vale a pena ter nem mesmo como inimigo.

☆Par☆
Será como seu melhor amigo e a nossa Snow White vai confiar plenamente nele. Por isso, a relação nunca irá começar do nada, e sim, com calma, onde eles viraram amigos primeiro.
Não precisará ser popular, embora facilite quando forem se conhecer, porque ela não se importará com isso se gostar verdadeiramente de um garoto.

Bebe?
(
X) Sim ( ) Não (Não é algo comum de acontecer, mas ela bebe em festas)

Fuma?
(
X) Sim ( ) Não (Quando está com raiva ou nervosa ela se isola e fuma)

Usa algum tipo de droga?
( ) Sim (
X) Não

Segredo: Quando mandar eu aviso

Roupas:
☆Dia a dia☆



☆Festas☆


☆Brunch☆


☆Bailes☆


☆Baile de Debutante☆


☆Formal☆


☆Praia☆


☆Pijama☆


Algo a mais? Não



Ficha II
Nome completo: Henry Robert Bellisario Cavendish (Henry quer dizer aquele que governa o lar, o que manda em casa. Enquanto Robert significa aquele que brilha e que possui fama)

Apelido: Ele não gosta de apelidos, por isso quase ninguém utiliza. Porém sua mãe o chama de Beto e sua irmã de maninho.

Apelido que a Gossip Girl usa no blog: Rebel Prince

Idade: 18 anos

Data de Aniversário: 15 de janeiro

Aparência: O rosto de Henry é formado por lábios finos e naturalmente rosados, rosto fino, olhos castanhos e nariz arrebitado e grandinho.
Seu corpo é magro na medida certa, ou seja, não é muito magro e nem demasiadamente malhado, tendo uma altura de 1,78 m. Sua pele é clara e tem ar saudável, revelando o menino rico e bem cuidado que é, apesar de seus atos negarem tal fato.
Cabelos castanhos e lisos também compõem a aparência dele, estando quase sempre para cima, porém podem estar, mais raramente, bagunçados pelas suas mãos.




Photoplayer: Dylan O'Brien

Personalidade: Sarcástico, engraçado, hiperativo e com um humor negro inconfundível, Robert é uma pessoa que nem todos gostam e conseguem ter por perto. Muitas vezes ele irrita e tira a paciência, até mesmo de quem ele gosta, e isso pode ser um problema para alguns, princialmente para quem não o conhece ou não está acostumado com seus maus modos. Não que isso signifique que o mesmo seja chato ou mal educado, até porque aulas e incentivo para ser um bom rapaz nunca lhe faltaram, o fato é apenas que o garoto gosta de fugir das expectativas e ser o contrário do que se espera de um filho rico de uma família de prestígio.
Ele ama chamar atenção e é muito debochado, por isso, se ele cismar com alguém, essa pessoa vai ser vítima de muitas piadinhas e provocações. Apesar disso, não faz seu feitio "sair no tapa" com os outros, não foi bem preparado para isso e seu porte também não é o ideal, então, não é difícil vê-lo apanhar caso venham para cima dele, entretanto Henry também não foge e é capaz de aguentar até o fim, nem que vença o inimigo pelo cansaço.
É um ótimo amigo e nunca deixa ninguém que precise na mão, inclusive sendo capaz de dar conselhos, apesar de estes não serem bons e sempre envolverem vingança com pichações, provocação verbal, entre outras coisas consideradas infantis.
Beto é um adolescente em plena formação e seus atos ultimamente tem sido apenas para provocar David e Anne, o que não é tão estranho de se ver acontecer com gente da sua idade. Portanto, suas idas à delegacia são frequentes, sendo, porém, sempre encobertas por sua mãe que manipula a imprensa para que ninguém descubra o filho e acabe com a carreira de seu marido.

Família:
☆Pai☆

David Francis Cavendish, 43 anos, senador.

(Jared Leto)
A relação entre os dois é a pior possível, pois não existe diálogo algum e, quando existe, se resume a David reclamando do filho e se queixando do fato dele não fazer nada direito.

☆Mãe☆
Anne Margaret Bellisario Cavendish, 40 anos, editora de uma revista de moda.

(Audrey Tautou)
A mulher dava atenção ao primogênito até ele começar com suas crises de rebeldia, mas agora sua atenção também é mais voltada para o trabalho. Entretanto, ainda se intromete muitas vezes na vida de Beto, defendendo o menino quando este se envolve em confusões e atrapalhando quando o mesmo se relaciona com alguém que Anne não deseja.

☆Irmã☆
Cecily Atena Cavendish, 2 anos.

(Valentina Santos Muniz)
Henry ama a irmã e faz qualquer coisa por ela. Sempre brincam juntos e ele é a pessoa que mais dá atenção à ela com exceção de sua babá, já que os pais não possuem tempo e nem interesse em cuidar do bebê.

História: Henry sempre viveu no luxo, desde seu nascimento, sua família tem um grande legado na política e ele cresceu ouvindo que, como homem e primogênito, deveria seguir fielmente o caminho que seu bisavô e mais tarde seu avô e pai trilharam. Entretanto, essa nunca foi a vocação do menino, aliás até agora ele não sabe qual é, seu único desejo na juventude é perturbar os pais e arranjar problemas, o que já criou muitas brigas na família, pois enquanto sua mãe o encobre e defende de tudo e de todos, David é rígido e manda o filho dar um jeito em sua vida e temperamento.
Nascido em Washington, onde seu avô era senador, Beto estudou nas melhores escolas da região e aprendeu a falar três línguas, além do inglês, sendo elas francês, espanhol e latim. Fez aulas de etiqueta, que ele constantemente faltava para sair com os amigos mais pobres que ele conhecia na rua, e aulas de música, onde aprendeu a tocar violão e piano, mais tarde trocados por teclado e guitarra. Foi educado para ser um perfeito gentleman, todavia decidiu que não seria.
Começou a perceber que não era como sua família em sua fase de pré adolescência quando saía pelas ruas e conhecia o mundo do jeito que realmente era, pessoas passando necessidades, violência, preconceito. A partir daí, viu que seus pais eram apenas falsos no meio do mundo de plástico que vivia, onde quem tinha dinheiro, ignorava quem não o tinha.
Após uma série de episódios de rebeldia, foi mandando por sua mãe para um internato em Luynes, França, pouco antes de completar 15 anos. Lá estudou até o ano passado, quando voltou para terminar seu último ano na St Judes.

A quantos anos está na St Judes/Constance? Entrará esse ano

É bolsista ou paga a escola? Paga a escola

Situação Financeira: Classe alta

Casa:




Quarto:


Sexualidade: Panssexual

Quer par? Sim

Se for um menino, vai fazer parte do time de Lacrosse? Sim

Grupo social:
( ) Patricinhas:
( ) Atletas
(
X) Rebeldes
( ) Góticos
( ) Nerds


Relação:
☆Amigos☆

Ele ama seus amigos e faria qualquer coisa por eles, nem que isso envolva arriscar a vida, brigar com quem está a seu redor ou emprestar dinheiro. Quando ele confia em alguém ajuda no que essa pessoa precisa.
Além disso, se o amigo estiver em uma discussão, jamais dirá que não concorda com ele na frente dos outros, Henry esperará a briga terminar, puxará o amigo e falará o que sente.

☆Inimigos☆
Provocará eles o tempo inteiro com piadas, sarcasmo e risinhos quando estes falarem algo idiota, visto que seus inimigos são, em geral, pessoas mesquinhas, superficiais e materialistas.
Também não gosta de quem é certinho de mais, pois considera que não sabem aproveitar a vida e que gente assim não pode ser completamente verdadeiro, já que não demonstra o que sente e pensa realmente.

☆Alisson Kingston☆
Detesta a Queen, pois apenas o fato da escola ter uma rainha já é ridículo o suficiente, ainda mais essa menina sendo uma patricinha mimada e manipuladora. Ele não concorda com nada que ela faz e, com certeza, é uma das pessoas que considera inimiga.
Podemos dizer que é uma das poucas exceções na escola que não é manipulado por ela, mas isso se deve ao fato de Ali ser muito parecida com sua família. Acha que a garota representa o que o Upper East Side é e deve parar de ser, maquiado e super preocupado apenas com o seu próprio umbigo.

☆Cher Vanderwall☆
Henry admira a menina. O modo como ela é forte, desafiadora e não se rebaixa a Alisson como a maioria das pessoas o faz.
Claro, que também não concorda com o fato de Cher mandar e desmandar nos alunos quando quer, só que isso acaba que não influencia tanto na relação dos dois. Desta forma, são amigos e conversam sem problemas vez ou outra.
Podemos dizer que é uma amizade de amor e ódio, os dois se falam, mas nem sempre concordam com o que o outro faz.

☆Patricinhas☆
Não gosta delas e, em sua opinião, são o pior tipo de pessoa que alguém pode ser. Como a maioria percebe, porém se recusa a dizer, Beto vê que não são verdadeiras nem com elas mesmas, por isso, faz de tudo para se afastar e não escutar as baboseiras que dizem a maior parte do tempo.

☆Atletas☆
Era de se esperar que o garoto se desse bem pelo menos com eles, considerando o fato que está no time de Lacrosse, todavia não é desse modo. Jogar só o ajuda a descontar um pouco da raiva que tem dos "mauricinhos metidos a besta" e fora está interação, prefere manter distância.

☆Rebeldes☆
Beto é amigo deles, mas não se restringe a andar apenas com este grupo, porque acredita que se fizer isso estará aceitando o que os outros acreditam que é certo: nerds andarem com nerds, rebeldes com rebeldes, patricinhas com patricinhas, etc, ou seja, estará aceitando a segregação escolar.
Então é bem comum vê-lo sozinho, com góticos, com nerds ou com amigos misturados de vários grupos.

☆Góticos☆
Henry gosta deles, pois percebe que não fazem parte da falsidade que é a hierarquia escolar, eles simplesmente não ligam para nada disso. Apenas esse fato já aumenta o respeito que possui por esse grupo.

☆Nerds☆
Também são amigos de Robert e ele gosta de estar com eles, principalmente do que pode aprender e conversar, visto que, também conhece muitas coisas pelas ótimas escolas que estudou anteriormente.

☆Par☆
No começo a relação não será tão fácil, porque Henry não tem pretensão nenhuma em se apaixonar, muito menos em namorar. Ele irá negar a todo custo que está sentindo algo diferente e vai se afastar.
Quando finalmente aceitar que está apaixonado, vai falar com a pessoa e revelar o que está sentindo. Jamais aceitará ficar de brincadeira ou fazendo joguinhos, uma vez que acha isto uma perda de tempo. Se ama alguém, ama de verdade, e será amoroso e engraçado, deste modo, deve ser alguém acostumado com sua personalidade.
A relação será repleta de frases de duplo sentido na frente de quem quer que seja, além de beijos quentes quando o casal sentir vontade.

Bebe?
(
X) Sim ( ) Não

Fuma?
(
X) Sim ( ) Não

Usa algum tipo de droga?
(
X) Sim ( ) Não (LSD, DMT e maconha)

Segredo: Vou mandar

Roupas:
☆Dia a dia☆



☆Festas☆


☆Brunch☆


☆Bailes☆


☆Baile de Debutante☆


☆Formal☆


☆Praia☆


☆Pijama☆


Algo a mais? Não


Reborn



Ficha I

Nome Completo: Violet van der Woodsen, ou Vivi para os mais próximos

Idade: Dezessete anos, nascida dia 12 de janeiro

Aparência: Inegavelmente bonita e com porte de modelo, Violet já recebeu diversos elogios e até perguntas como "Você é modelo ou atriz? Parece as moças da televisão", respondia todas timidamente com um obrigada, ela acreditava que tudo aquilo era apenas fruto de muito esforço, todavia não era totalmente verdade, a natureza também fora muito generosa com ela.
Olhos verdes, grandes e marcantes, rosto anguloso, pele bronzeada naturalmente, lisa e macia como seda e lábios carnudos, estes últimos sendo sua característica física mais marcante.
Os cabelos antes cacheados foram alisados desde seus 10 anos e agora permaneciam assim, porém com ondas feitas por ela todas as manhãs. A cor ainda é o castanho natural de sempre.
Sua altura é de 1,76 m de altura e seu corpo é magro, mas bem distribuído, tendo 55 kg.



(Taylor Hill)

Personalidade: Violet é uma garota normal, apesar de tudo. O tipo que é tímida antes de conhecer alguém e fala pelos cotovelos depois que já possui algum nível de amizade. Porém, a garota também dispõe de um lado mais autêntico, um lado engraçado e divertido, mesmo que não o faça de propósito.
Tem um humor ácido e negro, além de um tom de voz alto e estridente que é revelado quando está entre seus amigos, quando sua vergonha desaparece e ela pode ser quem é. Sua gargalhada também é única, algo quase que inexplicável, uma mistura de soluções e gritinhos altos e agudos que faz com que os outros que não a conhecem olhem para ela com caras espantadas.
Seus comentários também chamam atenção por nem sempre serem oportunos, a menina não possui muito controle da língua quando está entre amigos, embora isso aconteça algumas vezes quando está muito nervosa também, e acaba falando alguma besteira em voz alta, algo que era para ficar em sua mente e Vivi deixou escapar por descuido, por causa de seu pensamento rápido. Ela normalmente está pensando em milhares de coisas ao mesmo tempo.
Apesar de tentar ser simpática não consegue tal proesa por não saber começar uma conversa, acaba parecendo uma verdadeira idiota quando o faz. Aquele estilo de pessoa que pergunta se o dia está bonito quinhentas vezes e depois fica encarando o outro com um sorriso na constante esperança dele continuar a conversa.
Bastante perfeccionista, se preocupa em estar bem vestida e com a aparência impecável, dando muito valor às aparências. No entanto, não se importa tanto com as aparências dos outros, não sendo o tipo de pessoa preconceituosa, ela apenas é rigorosa consigo mesma.

Problema: Ela tem anorexia, hábito que adquiriu após a morte de sua mãe. Provavelmente, causado por ainda não acreditar que seja boa o suficiente para ninguém, já que nunca disseram que era. Seus problemas giram em torno da lembrança frequente de Lana e Katherine dizendo o que deve e não deve fazer.

História: Violet não nasceu bonita, segundo a sua mãe, embora a garota considere que todos os bebês são lindos. Ela nasceu, pelo que lhe contaram desde pequena, esbranquiçada, chorona, fedida e gorda, além de ficar constantemente com remelas e babando. Sua mãe e avó, fizeram de tudo para que "o patinho feio se transformasse em cisne", enquanto o pai apenas ignorava, aliás, suas interações com a menina eram raras: beijos na testa, comentários como "Sua mãe não gosta que coma doces" ou qualquer outra frase fria e rasa.
Vivi foi moldada por massagens modeladoras, aparelho nos dentes, cremes e mais cremes para pele, além de academia desde os 12 anos. Sempre pensara porque deveria fazer essas coisas, enquanto suas amigas comiam o que queriam e se divertiam, mas com o tempo foi se tornando tudo tão natural e automático que nem reclamava mais.
A verdade era que Violet nunca havia sido feia, seu corpo sempre fora magro, cabelos cacheados e castanhos, pele sem manchas e uma alegria e simpatia típica das crianças, aquela que faz os adultos se derreterem e que perdemos durante a confusão da vida.
Aos 13 anos, após uma ida de sua mãe e sua avó a um desfile de moda em Nova Iorque, Vivi recebeu a mais forte notícia que já recebera em sua vida. O telefonema de seu pai informava: "Estou no hospital no momento e não irei para casa hoje, fique com seu avô. Depois te explico melhor." Ela estranhou, mas nada perguntou, apenas sentou-se no sofá, pegou um livro e ligou a TV, fazia essas coisas quando estava com a tarde livre, ocupavam-lhe a cabeça. O jornal das 6 da noite estava começando e anunciava: "Lana e Katherine van der Woodsen sofreram um grave acidente essa tarde e permanecem em estado grave", entretanto Vivi não fez nada, apenas continuou ali sentada fitando a televisão até seu avô chegar. O senhor explicou algumas coisas e ela fingiu fungar e soluçar, mas ela não estava chorando e nem triste.
Chorou pela primeira vez três meses depois daquele dia, quando se deu conta que nada seria como antes e que estava livre, foi um choro de felicidade. Entretanto, não conseguiu se desvincular da sua vida e continuou com as mesmas atitudes e rotina, quase como um ritual.
Atualmente, sonha em ser escritora de romances policiais, como Agatha Christie, porque odeia os romances bobos que escrevem hoje em dia. Conseguiu emancipação e mora sozinha em uma casa (na cidade da fic) que seu pai paga para ela.

Relação com a família, amigos e demais pessoas: Sua mãe e avó materna, respectivamente, Lana e Katherine van der Woodsen, morrerem pouco depois do acidente, sendo a mais nova às 10 horas da noite e a outra às 2 da manhã do dia seguindo. Violet lembra delas, mas nunca tiveram uma boa relação.
Quando ao pai e ao avô materno pode-se dizer que a relação não existe, já que quase nunca conversam com a menina. Porém o avô é mais sensível e algumas vezes pronuncia umas poucas e sábias palavras.
Com amigos é divertida e naturalmente engraçada, não conta piadas, até porque não sabe, porém sua personalidade é assim. Uma vez um amigo seu da infância dissera: "Vivi e seus comentários nada oportunos", isso porque a menina se solta e fala coisas que mesmo não sendo tão legais e em tão bom momento se tornam engraçadas pela entoação e pelo tom de voz alto e despreocupado que usa com as pessoas mais próximas.
Não fala muito com quem não conhece, todavia solta alguns pensamentos sinceros que ajudam a quebrar o gelo as vezes. No geral, espera que o desconhecido tome a iniciativa e comece os assuntos.

Aceitará entrar no grupo de imediato? Não, porque acha muito difícil pedir ajuda, apesar de saber que possui um problema. Ela tem certa vergonha das pessoas verem que ela não é a perfeição que tenta a todo custo ser.

Como se relacionará com o grupo? Chegará tímida e quieta, sem coragem de falar de sua vida e problemas e isso irá demorar um pouco para mudar. Ela não vai querer se abrir facilmente sempre chegando, ouvindo e saindo, pronunciando apenas um "Oi" e "Tchau" quando lhe lançarem um olhar.
Depois, sua personalidade e ações será igual a com os amigos, faladeira e por vezes inoportuna.

Par? Sim.
A relação será tímida no começo, mas Vivi muitas vezes dirá coisas que lhe vem à mente o que lhe deixará com bastante vergonha, como: "Nossa! Como você está bonito hoje", quando na verdade queria dizer isso em seu pensamento.
Após o romance começar ficará mais solta e divertida, além de carinhosa. Quanto mais íntimos estiverem os dois, mais a garota irá falar besteiras e coisas de duplo sentido.

Curiosidades sobre a personagem: Sua cor preferida é roxo e ela sempre coloca algo dessa cor em seu look, mesmo que seja o batom ou o brinco;
Sua comida preferida desde pequena é biscoito de nata sem glúten, açúcar e nem lactose. Lana deixava a garota comer e isso se tornou um hábito que a acalma, por isso, pode-se vê-la comendo em muitas ocasiões;
Seu hobbie preferido é ler.




Ficha II

Nome Completo: Claire Maguire Moretz

Idade: Dezesseis anos, nascida dia 20 de julho

Aparência: A beleza de boneca de porcelana da menina é doce, revelando alguém que se importa com a aparência de maneira sutil e que gosta de ser romântica. Suas roupas e maquiagem mostram imediatamente sua personalidade e delicadeza.
Claire possui um rosto fino e comprido, pele clara com bochechas e boca rosadas e nariz de tamanho pequeno. Além de um corpo magro com curvas ainda se formando totalmente, distribuídos em 1,60 m de altura.
Seu cabelo é ondulado, curto e loiro, olhos castanhos claros e lábios finos com dentes brancos e perfeitamente alinhados.



(Kiernan Shipka)

Personalidade: Claire é encantadora, romântica e, por vezes, boba. A menina tem uma luz e doçura próprias que fazem com que seja fácil gostarem dela, porém sua timidez impede que tenha muitos amigos. É muito fácil você ouvir alguém citá-la como "a menina fofa", isso porque poucas pessoas a conhecem de verdade, aliás, quase ninguém sabe sequer o seu nome, sabem apenas que ela exala um romantismo próprio.
Com uma paixão pelo gênero aventura e romance, Claire aprendeu a "viver no mundo da Lua", está sempre escrevendo, lendo ou imaginando algo, o que já fez a menina pagar alguns micos em ocasiões quando falam com ela e não responde por não estar prestando atenção, ou na situação em que bateu com a cabeça na porta de vidro da escola enquanto andava.
Não gosta de discussões e nunca eleva a sua doce voz, pelo contrário, em uma briga ela apenas diminui seu tom até se calar totalmente, caso a pessoa continue provocando e ignore o fato dela não parecer irritada. Aliás, Claire raramente fica raivosa, pois quando brigam com ela se sente entristecida e envergonhada.
Seu linguajar é culto e refinado, revelando seu cuidado com a gramática do idioma. Evita palavras grosseiras e odeia palavras de baixo calão, se afastando de quem as utiliza com frequência.

Problema: Tem baixa auto estima e costuma ficar bem triste e chorosa quando recebe críticas negativas;
Tem fobia social (Tensão nervosa, medo e desconforto desencadeadas pela exposição à avaliação social. Esse tipo de transtorno de ansiedade faz com que a pessoa se esconda e tenha vergonha de falar com pessoas e realizar atos normais do dia a dia, sendo pior do que apenas uma timidez).

História: Nasceu em uma chuvosa tarde de inverno, filha de Adam Moretz e Karen Maguire, que nunca se casaram formalmente apesar de já estarem morando juntos há sete anos e terem uma menina de cinco, chamada Sharon.
Nenhum dos pais da menina ganhava muito dinheiro em seu emprego, sendo ela uma baterista de uma pequena banda local e o homem um barman de uma das boates onde Karen fazia shows aos finais de semana. Com uma segunda filha e as despesas aumentado, o paraíso divertido e regado a festas em que viviam foi despencando e dando lugar a um ambiente pesado e carregado de brigas, dívidas e ameaças de despejo.
As irmãs cresceram ouvindo os tumultos e vendo diversas vezes sua mãe se enchendo de bebida e drogas para aguentar os shows que passavam a ser todo dia, inclusive nas ruas, quando a banda não encontrava local que as desejasse, além de um pai cada vez mais cansado e menos amoroso com seu lar.
No dia do aniversário de 09 anos de Claire, sua mãe decidiu fazer uma pequena festa com a ajuda de Sharon, convidando seus melhores amigos, que a ajudaram no que precisava para a comemoração, pois todos tinham pena das garotas que raramente tinham um aniversário animado. Entretanto, Adam chegou em casa apenas na manhã do dia seguinte dizendo que não estava com paciência de aguentar uma festa de uma das "pirralhas sugadoras do suado salário dele", segundo suas próprias palavras. Deste momento em diante, as três saíram de casa para nunca mais voltar, deixando o homem sozinho e derrotado.
Três meses depois Karen começou a namorar um rico empresário, conseguindo assim dinheiro e destaque para sua banda. Ela reclamava bastante dele para as filhas por ser velho e desesperado por mulheres mais jovens, porém estava cansada de lutar e preferia começar a viver uma vida de luxo, mesmo que continuasse infeliz. O nome do senhor era George e ele se casou com a moça com apenas cinco meses de namoro, terminando depois de um ano e dois meses para se casar com uma artista estreante de apenas 19 anos.
Após o casamento relâmpago, a baterista se casou mais duas vezes. Tendo como maridos um cardiologista com quem ela terminou por dizer que o homem era muito ocupado e um cantor de rap que morreu de overdose, deixando a família mais rica do que nunca.
Esses acontecimentos confusos e rápidos, fizeram a caçula ir se fechando. Nunca tinha amigos para conversar, sem considerar Sharon, por estar constantemente se mudando de cidade por conta das turnês ou casamentos de sua mãe, jamais mantendo as amizades. A mídia também contribuía com seu problema por divulgar o tempo todo que Karen era interesseira, fazendo os "haters" xingarem as três nas ruas e redes sociais.

Relação com a família, amigos e demais pessoas: Com sua mãe ela não conversa muito, normalmente apenas houve Karen falar sobre tudo, as vezes a menina responde com uma onomatopeia, como "aham" e "hum", apenas para deixar claro que está escutando.
Sua irmã é a pessoa com quem ela tem mais intimidade e coragem de contar seus sentimentos e histórias, mas ainda assim, dependendo do dia, a caçula prefere não conversar até mesmo dela.
Com os amigos a situação é a mesma, Claire gosta de conversar e até se esforça para superar seus medos, entretanto isso se torna difícil nos dias em que sua crise de fobia está mais forte. Porém está sempre disposta a ouvir e confortar alguém com abraços e carinhos quando necessário, sendo aquele famoso "ombro amigo".
Ela não fala com desconhecidos, por isso é muito difícil vê-la comprar até mesmo uma garrafa de Coca Cola na rua ou dar uma informação a alguém que peça.

Aceitará entrar no grupo de imediato? Sim. Afinal, Moretz sabe que precisa de ajuda, não gosta do modo que vive e quer conseguir se soltar e se divertir como todos os adolescentes que ela vê.

Como se relacionará com o grupo? Calada e fechada, não consegue ultrapassar suas próprias barreiras para se abrir e essa será sua maior resistência em compartilhar de sua vida. Algumas vezes se sentirá tão fraca e envergonhada que a vontade de sair correndo do local e se esconder vai deixa-la visivelmente perturbada e avulsa aos assuntos conversados.

Par? Sim.
Ele deverá ser paciente e acima de tudo apaixonado, já que o problema da menina faz com que ela se afaste até mesmo de quem ama, embora algumas vezes esteja tão bem que consiga conversar normalmente com o garoto.
Sua maior dificuldade será no início, quando Claire ficará com medo de que ele não goste dela por algum erro que cometer, algo que falar, ou apenas por ficar quieta em seu canto. Isso irá deixa-la nervosa, o que apenas piora o seu problema.

Curiosidades sobre a personagem: Ama cheiro de terra molhada e seus dias preferidos são os chuvosos e frios;
Tem mania de roer as unhas e estalar os dedos;
Toca violoncelo desde os 7 anos de idade, pois conheceu o instrumento na escola e se apaixonou por ele. Como não era um instrumento muito usado no local pelas crianças a diretora doou a ela. Hoje tem um que George lhe deu e não se desgruda do instrumento.


Heathens



Ficha

✸ Nome completo: Anna Claire Grey

❉ Idade: 30 anos - 13 de dezembro

✸ Sexualidade: Heterossexual

❉ Aparência:



(Rachel Bilson)
Ela possui os olhos castanhos bem escuros, que combinam com suas madeixas igualmente escuras, sendo essas, porém, mais claras nas pontas.
Sua pele é branca, mas está constantemente mais bronzeada, já que mesmo morando em um local frio, Anna gosta de manter sua pele neste tom.
Seu corpo é magro com formato de ampulheta, tendo ombros e quadris na mesma proporção e cintura afilada. Possui 1,57 m de altura.

✸ Personalidade: Tem um instinto materno que a faz cuidar das pessoas e ser carinhosa, na mesma medida em que é dura e consegue dar broncas sem parecer chata ou rude demais. É constantemente admirada pela calma e tranquilidade, conseguindo pensar com a cabeça fria antes de agir, o que facilita no sucesso de suas tomadas de decisão.
Sua maior paixão são seus pacientes e isso faz ela esquecer todos os seus problemas, quando está no trabalho não pensa mais no que pode ocorrer do lado de fora, pensa apenas que aquelas pessoas dependem dela e que precisam de qualidade de vida. A palavra que a define sem dúvida é: altruísmo, pois Anna está sempre disposta a ajudar quem precisa.
Outra de suas características marcantes é a curiosidade, que ela provavelmente herdou de seus pais, já que em suas profissões os dois também devem usar esse traço da personalidade. Anna gosta de explorar, ir ao fundo dos problemas, conhecer até tomar qualquer decisão.

❉ História: Anna desde pequena gostava de cuidar de suas bonecas, ela fingia que estavam doentes e, assim, curava suas doenças. Conforme foi crescendo, percebeu que poderia seguir essa paixão sendo enfermeira, por isso, começou a trabalhar e estudar muito.
Se formou aos 17 anos em uma escola técnica onde fazia o curso juntamente com o Ensino Médio. Neste local ela teve que fazer um estágio, onde passou por vários campos e foi conhecendo mais sobre a profissão na prática, assim se identificou com a área de saúde mental e decidiu entrar para a faculdade e, logo depois, se especializar nisso.
Enquanto pesquisava para sua tese de doutorado, leu no jornal sobre o caso de Quinn Dollaganger e achou interessante, por isso, pôs na cabeça que trabalhar no hospital seria desafiador e bom para sua carreira. Após terminar a faculdade, se mudou para a Rússia e conseguiu um emprego no Hospital Psiquiátrico Elizabeth Báthory.

✸ Família: Mãe: Lauren Grey, 62 anos, biotecnóloga

Angela Vieira
Anna e Lauren nunca foram muito próximas, pois a mãe sempre foi muito focada em estudos e experiências quase não cuidando da menina. O contato mais íntimo que possuíam era sobre a escola, campo onde a mulher dava a maior força para a menina se esforçar e ser sempre boa aluna.
Agora que não moram mais juntas, quase não se falam e Anna não sente tanto a falta dela assim, como sente a do pai.

Pai: Michael Grey, 55 anos, chef de cozinha

George Clooney
A relação dos dois sempre foi ótima, Michael levava as filhas para o restaurante e mostrava tudo a elas, além de pedir para ajudarem e distraíram os funcionários, que também amavam quando as meninas iam. Elas eram as bonequinhas dele. Por isso, hoje em dia, Anna sente muito a falta dele e os dois se falam o tempo todo.

Irmã: Ashley Grey, 24 anos, fisioterapeuta

Leighton Meester
Como qualquer relação de irmãs, ocorriam tapas e beijos, as duas brincavam e brigavam quase sempre, mas se amavam. Quando cresceram, foram se distanciando mais, já que as duas estavam focadas demais em seus próprios objetivos, até que ambas foram morar sozinhas e o contato ficou mais incerto ainda.
Atualmente se falam raramente, porém a amizade e o companheirismo persistem.

❉ Gostos & desgostos: Ela gosta de surfar, ouvir música pop, ler, beber limonada, sair com as amigas para festas e ajudar os outros.
Não gosta de dormir até tarde, insetos, mentiras, pessoas indecisas, tomar refrigerantes e chorar na frente dos outros.

✸ Playlist: That's Life - Taylor Swift
https://www.vagalume.com.br/taylor-swift/thats-life.html

Gift Of A Friend - Demi Lovato
https://www.vagalume.com.br/demi-lovato/gift-of-a-friend.html

Firework - Katy Perry
https://www.vagalume.com.br/katy-perry/firework.html

Who You Are - Jessie J
https://www.vagalume.com.br/jessie-j/who-you-are.html

Work - Iggy Azalea
https://www.vagalume.com.br/iggy-azalea/work.html

❉ Vai querer um par romântico?: Sim. Será amorosa com ele, que deverá saber retribuir de alguma forma, não precisa ser necessariamente com palavras ou grandes provas de amor, ela conhece bem as atitudes das pessoas e sabe que existem outras formas de demonstrar afeto.
Anna não vai ficar perto dele o tempo inteiro, já que sabe dividir bem as suas ocupações e não irá abandonar as outras prioridades por causa de romances, mas quando nada impedir os dois de se encontrarem ou de se falarem de alguma forma, vai querer aproveitar o tempo ao máximo.

✸ Leu todas as regras?: Sim

❉ Está ciente de que seu personagem pode morrer?: Sim

✸ Está ciente de que seu personagem pode não ser aceito?: Sim

❉ Está ciente de que alguns personagens acabarão tendo mais destaque que outros?: Sim

✸ Palavra-chave: Malakoi

❉ Algo mais? Anna tem surf como hobbie e já ganhou medalhas de campeonatos para amadores;


Between war and Love



Ficha

Nome completo: Hillary Mitchell (Seu nome significa alegria)

Idade: 18 anos (30/07 - Signo de Leão)

Apelido: Hil

Aparência: Possui os lábios carnudos e bem desenhados, olhos grandes e na cor castanho, além de um nariz arrebitado. Seus dentes são perfeitamente alinhados e brancos.
A pele de Hil é branca, macia e lisa. Seu cabelo é castanho, com tons em castanho mais claro, na altura de sua cintura. Seu corpo é magro, possuindo seios e bumbum de tamanho pequeno, com coxas finas. Distribuídos em 1,63 m de altura.






Gifs de seu personagem:






Photoplayer: Maggie Lindemann

História: Hillary nasceu em Arizona, EUA, filha de uma emprega doméstica e um agricultor, mas sua vida mudou logo após completar 3 anos, quando foi adotada por um casal de amigos dos patrões de seus pais. A menina adorava brincar com a filha do casal, além de ser muito querida por eles, deste modo, pediram para leva-la alegando que cuidariam bem e que teria uma vida muito melhor do que a que a esperava naquela localidade. Com poucas condições e mais 3 filhos com idade superior a de Hil, Timothy e Sue Mitchell, aceitaram a proposta e deixaram a filha ter sua melhor chance em uma cidade maior, com pais em melhores condições sociais.
Byron e Eleanor Carter, não podiam mais ter filhos devido a uma cirurgia que a mulher havia feito para retirada de útero, em busca de prevenção para um possível tumor, por isso, a adoção já era um desejo real na família. Com os acontecimentos, Hillary foi morar com eles e voltava para visitar os pais biológicos apenas em algumas ocasiões específicas.

Orientação Sexual: Bissexual

Personalidade: Hil é intensa e não se preocupa com nada, irresponsável, alegre e divertida, ilumina a todos com sua presença. Fala até mesmo com quem não conhece, é ótima em quebrar o gelo, além de amar falar sobre qualquer assunto, já que não se importa se está dizendo algo inteligente ou não, a menina simplesmente vai falar.
Com um gênio todo especial, nunca está interessada em o que vão pensar sobre suas atitudes, sua vida é um livro aberto, onde vaidosa e imprevisível, Hillary é capaz de fazer qualquer coisa.
Gosta de si mesma e tem uma auto estima bem elevada, consegue fazer os outros enxergarem beleza nela, mesmo que esteja sem maquiagem ou desarrumada, pois seu charme está no olhar e carisma exuberantes.
Seu maior defeito, porém, está em seu rancor, já que guarda tudo de ruim que fazem a ela e se vinga depois, mostrando para todo mundo algo bem ruim da pessoa, fazendo-a se humilhar perante os que estiverem assistindo.

Defina seu personagem: "Nunca permitam que ninguém no mundo vos diga que vocês não podem ser exatamente aquilo que vocês são." -Lady Gaga

De qual república ela ou ele vai pertence? República do Sol

Gostos/Desgostos: Gosta de bebidas alcoólicas, dançar, estar rodeada de pessoas, música eletrônica, garotos bonitos;
Não gosta de pessoas muito sérias, que ofendam seus pais (Hillary não dá a mínima para o que falam dela, mas não aceita nenhum tipo de ofensa contra sua família atual), ser pressionada a fazer algo, música clássica, legumes.

Medos e manias: Medo de escuro;
Medo de perder seus pais adotivos;
Tem mania de ficar rodando o cabelo nos dedos o tempo todo, não importando seu estado de espírito no momento.

Segredo: Vou enviar

Você tem consciência que agora seu personagem me pertence e eu poderei fazer o que quiser com ele? Sim

Favoritou a fanfic? Sim

Palavra chave? República

Algo a mais? Não


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...