Jornal As luzes do outro lado


Por: ~


As luzes do outro lado

As luzes do outro lado

De longe eu via as luzes do outro lado. O lampejo dos edifícios daquele lado
E mesmo sendo desafortunado, entrei eu desavisado,
De amor alucinado, lá onde tudo era dourado.
E apesar de assustado, ofereci amor mais válido,
Que todo metal prateado, que brilhava daquele outro lado.



S.S.C. ,
Para alguém que jamais lerá, pois do outro lado está


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...