Jornal Considerações finais - Todos Iguais


Por: ~


Considerações finais - Todos Iguais

Meu otp ultimate sendo uma delícia e te fodendo com o olhar.


Olá, amores <3

Aqui venho com as últimas "notas finais" de Todos Iguais. Quem leu, sabe que sempre fui de comentar bastante no final dos capítulos para maior entendimento do plot. Então, aqui eu explico tudo, sem medo de revelar nada porque, bem, né.
Contém spoiler da fanfic, que é essa: clique aqui :3

Primeiramente, eu queria dizer o que essa fanfic me proporcionou. Eu cresci muito como uma escritora por escrever e postar isso. Vocês não tem noção de como eu ficava nervosa com os comentários quando postava um capítulo mais "polêmico". Isso me fez perceber algo que eu não percebia, que é o impacto que posso causar.
De primeira, eu achava que era SUPER óbvio que o Kai e o Chanyeol tinham algo, mas percebi que não, não é nada óbvio. Realmente, eu não percebia o tamanho do impacto que faria. Depois disso, eu já fiquei bem mais preparada para cada capítulo que poderia ter um impacto daqueles.
Eu também achei que seria óbvio que os três ficariam juntos. Eu acreditava que tendo a tag Sekaiyeol, seria óbvio que os três têm que ficar juntos, afinal, a tag tá ali. Como ler uma fic com capa e tag "Chanbaek" e terminar Chankai, é muito impossível. Sei lá. São coisas que ficarei mais atenta. Não é nada óbvio essas coisas, a cabeça de vocês não funcionará como na minha, porque vocês não sabem do que vai acontecer e agora eu percebo isso.
O que quero dizer é que, para mim, a fanfic era bem menos dramática do que eu tinha pensado. Isso é delusório kkkk. Então, concluindo isso aqui, eu aprendi muito sobre como ter a reação que eu quero que vocês tenham.
E claro, esse problema não se estendeu por toda a fic, mas sim só no comecinho. Depois peguei o jeito. Eu adorei como eu consegui levar vocês a se apaixonarem por Sekai, depois, mesmo com o susto, por Chankai e ainda por Chanhun (claro, há suas exceções, nem todo mundo foi fã de sekai, chankai ou chanhun, mas convenhamos....). Não é maldade minha, porque eu queria que no final, vocês aceitassem sekaiyeol de braços abertos lol
As lições que ficam para uma próxima mais: mais cliffhangers e, bom, postar com menos frequência HUEHEUHUE
Mas claro, sem perder a essência. Eu só preciso... Me atualizar.

Ok, enfim, vamos para a fic em si.
O foco sempre foi analisar cada personagem. Uma das minhas coisas favoritas foi demonstrar pensamentos sem que precisasse ser em primeira pessoa. Eu raramento escrevo em primeira pessoa, então é algo importante.
De primeira, vocês conheceram Jongin. Ele não tem dupla personalidade, como algumas pessoas podem achar, mas sim um alterego. Como o próprio Jongin da realidade, canon, que é sexy no palco, mas tímido e fofo fora dele. Entendem? Na fic, ele criou uma própria armadura para si quando "criou" Kai.
A ideia inicial era algo que se relaciona mais com o conceito de dupla personalidade: Kai ama Chanyeol e Jongin ama Sehun. Mas acabou não sendo isso: e, meu Deus, eu agradeço por não ter seguido esse caminho. Falo mais disso na frente quando vou comentar sobre construção da estória.

Como falei, eu quis mostrar o pensamento de cada um deles mesmo em 3ª pessoa, e ficou assim:
Jongin tem um pensamento focado, mas muito subjetivo. Ele sabe o que quer, sabe o que é, sabe o que quer dizer, mas ele não coloca em palavras fáceis.

"Numa delas, com o conhecimento de desenvolvimento de personalidade aprendido nas disciplinas mais centradas, ele meditou sobre seu crescimento e como se tornou quem é. É tudo erro de seus pais. O pensamento popular diz que os opostos se atraem, e você não precisa pensar muito para concordar - dois Jongins não se aguentariam."

Ou:

"Nesse ponto de vista, próximo de Sehun, é perfeito, Jongin dança na peça do universo, tudo ia dar certo, tudo sempre dá certo, a qualquer circunstância. [...] Seus tiques não conseguiam organizar o que mais necessitava ser organizado. Mas, ali, não importava nada disso porque Sehun é perfeito. Ser merecedor de sua presença preenchia a vida de Jongin; um pequeno anjinho, dançando consigo, o mais gracioso no palco do infinito."

E tem muitos e muitos exemplos disso.

Sehun é a personagem mais fácil, acredito eu. Ele é muito indeciso, normalmente se culpa muito e tenta conciliar as coisas, achar razão nelas. Jongin normalmente é cheio dos próprios paradigmas, então ele sabe a razão das coisas. Sehun, porém, nunca está satisfeito e muda de opinião muito rápido.

"Sehun não tinha uma origem legal, com essa dúvida que remete desde sua infância, onde calçava sapatos da mãe e ouvia músicas pop. Na verdade, a única coisa que poderia ter alguma relação é ter idolatrado a Miranda Kerr desde que a viu pela primeira vez no Victoria Secret’s Fashion Show. Sem a menor dúvida, isso não se atribui a homossexualidade. Não mesmo. E agora? Sehun pensava algo como... 'Que saco. Eu queria muito ser gay'."

Quero dizer, aqui fica bem clara a sua indecisão.

"Sehun engole a seco. Ele está numa mesa para oito pessoas. Apenas ele. 'Falo que estou esperando outras sete pessoas? Todas elas foram ao banheiro juntas?' [...] Não quer que Chanyeol fique ali. Por que o mundo prega-lhe essas peças? Sehun tenta se lembrar: todo fenômeno tem causa e condição. Todo fenômeno tem causa e condição. Todo fenômeno tem causa e condição. Encontre a causa e a condição, Sehun."

(lembrando que essa ideia da causa e da condição acabou aparecendo no final, quando Jongin diz que Sehun é a causa e Chanyeol é a condição do fenômeno que Jongin é).
Sehun é o que mais tem pensamentos. Normalmente aparece muito ele pensando sobre os pensamentos do universo, o que ele quer com isso tudo, porque está fazendo isso tudo. Eu acredito que falei mais de uma vez sobre Sehun pensando no universo e mais de uma vez sobre a causa e a condição.
No capítulo 4, mostra que essa característica vem de seus pais, que sempre lhe explicavam a ligação das coisas - isso não fica muito claro, é só evidente que eu falo de Karma, que liga com a causa e condição que... Enfim.

Chanyeol, para mim, é a personagem mais complexa, mais que Jongin. Acho que é mais fácil entender o ponto de vista de Baekhyun que o de Chanyeol.
O que eu queria dele é que ele fosse um enigma. Lembro-me de ler um comentário falando que Chanyeol era muito misterioso, por isso ele é tão interessante. Foi essa a intenção.
Ele não tem muitos pensamentos, então não darei exemplos. Mas todo mundo sabe que ele é calculista e normalmente tudo acontece da forma dele. Como quase levar Jongin a se pegar enquanto Sehun poderia aparecer, naquele evento beneficente e, claro, fazer amizade com Sehun para poder aproximá-lo de Jongin de novo.
Eu acredito que Chanyeol ficou bem claro depois do capítulo da viagem. E também, ligando esse capítulo ao que acabei de falar, é bem óbvio que Chanyeol já planejava nos detalhezinhos como colocar Sehun dentro dessa suruba. E, mesmo sendo um pouco diferente do que ele pensou, sucedeu nisso.

(Porém, digamos que até Chanyeol se surpreendeu com sua capacidade, quero dizer, nem ele previa que se livraria de Lu Han tão facilmente. As intenções eram puramente ferrar com Baekhyun e, bom, acabou matando dois coelhos numa cajadada só).

Me perguntaram se o fato de Chanyeol correr pra barra da saia de Sehun quando teve problemas com Kai é algo característico de sua personalidade manipuladora. Quero dizer, assim que viu que aquilo tava dando merda, simplesmente deixou Jongin para lá.

Vou ser sincera, eu não pensei nisso. Acho que algo mais passivo, por falta de palavra melhor.

Quero dizer, Chanyeol só escutava merda do Kai e tinha um amigo que o tratava bem melhor. Acho que é... Instinto natural. Então, ele não pensou "Ah, se Kai não me dá moral, eu simplesmente largo ele pra lá", mas sim "Eu me sinto triste, então vou procurar alguém que me alegre". Entendem?

Acho que no discurso de Baekhyun, faltou um detalhe: Chanyeol realmente não pretendia deixar Kai na merda, mas é aquele ditado "Se me atacá, eu vou atacá" HUE. Com o "atacar", quero dizer que o problema não começou quando Kai o abandonou (quando Sehun estava na Inglaterra), como disse Baekhyun, mas sim quando o Kai começou com frescura quando os dois voltaram a namorar, diferente do Baekhyun disse.
Mas Baekhyun tem razão sobre algumas coisas que ele fez, como não beijar Jongin no evento beneficente, ou tentar arruinar o relacionamento com Sehun.
O que quero dizer é que Chanyeol não tem um plano de 10 anos bem definido, com todos os seus passos bem planejados *como um psicopata*, mas sim que ele age por instinto estratégico, porque quer as coisas e tenta ganhá-las com muita maestria. E normalmente isso dá muito certo.

Finalizando, acho que não ficou muito a dizer ou explicar. Acho que o que tinha ficado mais ????? foi toda a bagunça com Baekhyun.
Eu tenho orgulho de dizer que eu escrevi essa fic do jeito que imaginei, o final foi como pensei e tudo o que aconteceu, foi como pensei, sem mudar por causa dos pedidos de alguém ou qualquer coisa. Mas..... Algumas coisas eu acabei decidindo que seriam melhor se fossem diferentes.

1. O Lu Han não teria traído o Sehun. Na verdade, ele teria se complicado por conta das suas investigações e teria que voltar para China. Eu decidi mudar isso porque a) Não seria muito agradável, o Sehun acabaria sendo metido nisso e dariam uma preocupação desnecessária e b) Porque eu quero que o Baekhyun se dê mal EHUHEUEHU c) Para mim, essa solução para o Lu Han pareceu uma gambiarra. Tipo, eu vou me livrar do Lu Han mandando ele pra China e pronto. Por isso mudei de ideia.

2. O relacionamento entre o Jongin e Chanyeol seria diferente. Eu pensei que Kai ficaria com Chanyeol porque ele precisa muito de um dominador para deixá-lo submisso, o que Sehun com certeza não faria (na adolescência). Isso parece meio brega e imaturo, eu gosto de ter mudado isso. Afinal, depois que Sehun voltou, por que Jongin simplesmente não o faria de seu dominador, e pronto? Acho que o conceito que os dois o completam BEM MELHOR. Por isso, tinha a tag de sadomasoquismo, porque a ideia era ter MUITO mais disso. Eu também realmente me preocupei com alguns conceitos de ética e moral (porque Chanyeol se zangaria frequentemente com Kai e simplesmente o bateria e o jogaria na cama e o foderia e aquela coisa que eu fico tão preocupada se está certo ou nãp que até me deixa com dor de cabeça). Então, meio que Kai e Chanyeol não teriam nenhum afeto um pelo o outro e nem namorariam. Parece meio "????" não é? (falem que sim). A realidade é que, quando escrevi o capítulo com aquela playlist de música clássica, percebi que era muito melhor que os dois se amassem. Eu pelo menos acho que dá um ar mais aesthetic. (Ah, e essa decisão foi feita um pouco antes de eu começar a postar).

3. Baekhyun basicamente aparecia na fic para dar uma zoada e sumir. Com uma "zoada", digo provocar um ciúme ali e aqui e pronto acabou. Mas repensando a fic, eu tinha a ideia aquela coisa da manipulação e vingança do Chanyeol - e mal consegui dormir de tanta animação.

4. Kai teria traído o Chanyeol com o Taemin. Seria um pouco antes de Baekhyun aparecer. Mas percebi que vocês já o odiavam suficientemente e tirei.

5. Também antes de começar postar, eu pensava que o relacionamento de Chanyeol e Baekhyun teriam terminado porque Baekhyun queria que Chanyeol o dominasse, mas Chanyeol não conseguia fazer isso por causa do trauma que teve com Jongin. BLERG. Baekhyun sendo uma naja é BEM melhor. E, além do mais, por causa desse detalhe, a fic teria um caminho completamente diferente. Basicamente, ele não teria aparecido quando Kai e Chanyeol tivessem problemas, mas sim depois que os dois foram até Sehun para conversar. Kai conversa com Sehun e Sehun não consegue aguentar e volta pros braços dele, terminando com Lu Han do nada e aceitando ter uma relação tripla com Chanyeol (AAAAAAAAAAA). Então, numa bela noite, Baekhyun decide aparecer na casa dos três e pedir para Chanyeol voltar com ele. Chanyeol também não resiste ao garotinho e beija-o sem que os dois saibam, mas pede para voltar no outro dia porque ele está bêbado. Aí, no outro dia, ele bate na porta e vê Jongin, em toda sua glória, quase a mesma cena (por isso é Baekhyun's POV), só que com Sehun nela. Sehun fica enojado vendo aquilo e os dois brigam e deixam o palco -q, Chanyeol conversa com Baekhyun e decide que vai deixar os dois para ficar com ele. Depois disso, cheguei num impasse e simplesmente decidi que seria uma 4some. Graças a Deus eu mudei de ideia.

6. A relação de Tao e Sehun seriam diferente. Eu gosto muito do capítulo na Inglaterra, mas a ideia era outra. Seria assim: Tao descobriria que Sehun era virgem e o levaria numa estrada no caminho da gayzisse. Tipo, ensinaria tudo, e isso seria bem detalhado na fic. Eu sinceramente acho que escrever isso seria uma perda de tempo, o capítulo de Sehun e Tao já é uma perda de tempo sendo só aquilo, ainda mais quando eu queria escrever cada detalhe do processo de Sehun se tornando uma vadia. Só que eu só não escrevi por pura preguiça. Sério. Ia ser assim se eu não tivesse com tanta preguiça.
Ah, e teria uma 3some Tao, Lay e Sehun. Talvez eu ainda escreva isso tudo com o formato 1shot.

7. O epílogo seria diferente. Na verdade, os três brigariam feio. Feio mesmo. Eu realmente estava animada em não mostrar um "felizes para sempre" como normalmente acontece, porém quanto mais a fic se desenrolava, mais eu achava isso pretensioso e desnecessário. Parece aquelas pessoas que, para a fic não ficar clichê, coloca uma pessoa morrendo do nada. Eu ODEIO gente pretensiosa. Tudo tem ser natural (espero que eu não tenha parecido pretensiosa). Mas o lemon é igualzinho. Mudando só a parte da gravata, porque eles teriam acabado de acordar, e então brigaram e transaram.

Espero que tenham achado isso interessante <3 Desde sempre eu comento essas curiosidades, inclusive em relação à estória original, que é da mulher e do homem e tals. Vocês sempre me diziam que gostavam, então resolvi deixar essas coisinhas aqui <3 Também quis mostrar que auto-crítica é muito importante. Vocês podem ver que eu não seguia a maioria das primeiras ideias que me apareceriam. Não acho que essa fic é perfeita, mas eu não mudaria nada nela (eu só acho que mudaria o fato de Chanyeol e Kai terem transando sem camisinha naquela foda na casa do Chanyeol, a primeira Chankai da fic, sabem? Eu poderia ter mudado isso, foi sacanagem demais com o Sehun. Mas eu queria deixar uma dica que eles já tinham feito aquilo... Sei lá. Eu às vezes fico remoendo isso na calada da noite KJAHJHFJK).

Muito obrigada por tudo, pelos comentários positivos (e alguns negativos hehe) que me deixaram muito animada a escrever mais e mais. Eu sou muito apaixonada por escrever desde me entendo por gente, então me deixou muito animada ter todo esse feedback, mesmo que não pareça tanto para algumas pessoas, para mim foi perfeito.
Quero beijar vocês todas :3 *joga muitos beijos*


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...