Jornal Dicas de Escrita


Por: ~


Olá!
Sempre recebo mensagens de leitores pedindo ajuda com a escrita, com o desenvolvimento das histórias e afins, então eu decidi escrever algumas coisas que me ajudam na hora da escrita, não que eu seja expert, mas sei que vai ajudar vocês também.

1 - Quando eu tenho uma ideia para história, meu primeiro passo é escrever o que eu imaginei em um caderno, é super importante pra mim, pois quando vou passar pro computador eu acabo lembrando ou imaginando mais coisas para complementar.

2 - Eu sempre imagino as minhas histórias em três etapas: 1) Entrosamento dos personagens - Se eles não se conhecem, é a etapa onde eles vão se conhecer, desenvolver uma intimidade e começarem a pensar em algo a mais (vale tanto para yaoi, para yuri e héteros). 2) Inicio do relacionamento - Os personagens já imaginam o que querem, é o momento de colocar alguns obstáculos no caminho deles. 3) Ápice da história - Geralmente o meu ápice envolve lágrimas, alguma coisa que vá atrapalhar o relacionamento dos personagens e depois o momento que tudo se resolve.

3 - Escrita - Muitos me dizem que eu escrevo bem, apesar de precisar melhorar muito, mas o motivo da minha boa escrita é eu leio muito. Não só ler ou livros com temática jovem. Leiam Paulo Coelho, Machado de Assis, leiam Capitães de Areia, leiam Capitu, enfim, leiam clássicos da literatura brasileira. Eu tive que ler muito autores nacionais para trabalhos de escrita de Língua Portuguesa no terceiro ano e isso me ajudou infinitamente. A leitura de livros que não são passados atualmente enriquece o vocabulário. Quantas histórias vemos que contenham a palavra efêmera? E demasiadamente? Exasperado? É muito difícil, palavras que tem significados tão comuns e que podem facilmente excluir um caso de repetição.

4 - Escrever em tempo livre - Qualquer coisa, apenas escreva. Teve uma ideia no meio da noite? Escreva. Teve alguma inspiração no meio da tarde? Escreva. Simples frases, textos aleatórios, inícios de histórias, tanto faz, só escrevam. Vai se tornar um hábito maravilhoso que vai ajudar muito na hora da escrita.
*Dica: Tenham sempre algum caderno e caneta próximos da cama, as maiores inspirações vêm nessas horas.
5 - Substituições - Sabem quando escrevemos uma cena em primeira pessoa e queremos descrever um pensamento de desejo de um dos personagens? Tipo, "Eu queria ver ele. Queria que ele estivesse do meu lado." O "ele" se repete e acaba ficando cansativo, então podemos fazer pequenas mudanças no texto para que se torne melhor para ler: "Eu queria vê-lo. Queria que ele estivesse ao meu lado." Sentem?

6 - Descrição de personagens - Sempre me perguntam como imagino tal personagem. Apesar de gostar de ver como vocês os imaginam, eu sempre descrevo o que imagino (com exceções). Nunca descrevam um personagem todo da primeira vez. É cansativo e é bem mais bonito você descobrir a cada capitulo um pouco mais sobre o homem tão bonito da história.
"Ele tinha os cabelos loiros, olhos azuis, boca levemente rosada e as sardas mais bonitas que já havia visto. Seus braços eram fortes e musculosos e sua barriga sarada e definida...."
Minha alteração: "Minhas mãos pousaram nos fios de cabelo loiros, puxando-os em minha direção, enquanto seus lábios rosados percorriam por meu pescoço. Seus olhos estavam fechados e eu desejei poder mergulhar no oceano azul e profundo que eles eram. Seu rosto estava avermelhado e pequenas gotículas de suor se formavam sobre suas sardas douradas. Me sentia desejado naqueles braços fortes que me abraçavam e a vontade que eu tinha de lamber cada gominho de seu abdome e cravar minhas unhas em suas coxas grossas enquanto passeava com minha língua por suas entradas era enorme."
*Trechos criados especialmente para esse post, não vão encontrar isso em nenhuma história minha ou de qualquer outra pessoa.
Viram como é melhor fazer isso com calma?

7 - Escrita de cenas sexuais - Não tem melhor maneira de escrever isso sabendo como isso é feito. Experiência própria, experiência de amigos, videos, textos, qualquer um desses ajuda. O sexo fica bem mais realista e excitante quando se tem algo em que se espelhar.

8 - O uso de "isso, isto, esse, este, aquilo, aquele"
São palavras chaves para definir alguma frase. O conhecimento de como usá-las é mais do que importante.
Isso e esse são usados para informações já ditas. (Ex.: Eu já te disse isso, não podemos faltar ao evento da escola) Ou para apontar para algo próximo. (Ex.: Pode ser esse?)
Isto e este são usados para informações futuras. (Ex.: Este ano de 2016 me parece que vai melhor do que esse.) Ou também para apontar algum objeto ainda não mostrado. (Ex.: Tem este que vou te mostrar agora.)
Aquilo e aquele são usado para identificar objetos em uma distância mais longa. (Ex.: O que é aquilo lá?; Aquele é o garoto de quem falei.)
Prestar atenção na aula de português é fundamental para quem pretende escrever.

9 - A sinopse é uma das partes mais importantes da composição de uma história. Ela é a cara da sua história, ela quem vai chamar a atenção dos leitores. Uma sinopse bem escrita, com poucas revelações, mas mesmo assim instigante é o segredo para uma história ter bastante leitores.
Sempre vejo umas sinopses assim: "Sinopse ruim, história boa" Sinceramente, quem vai querer ler uma história que nem o próprio autor se interessa em tentar criar algo que os leitores possam gostar?
Tem também aqueles que postam sempre: "Capitulo meio bosta, mas ta valendo" Acho bem mais em conta o autor escrever algo que ele goste, que ele vá ter gosto de postar e os leitores vão ter prazer em ler, mesmo que demore. (Sou meio suspeita pra falar isso)

10 - Acentuação, pontuação e ortografia são pontos máximos para escrita. Eu particularmente, não gosto de ler histórias com muito erros, claro, alguns sempre passam despercebidos, mas tem muito erro que pisca em neon na tela. Acentuação é muito importante. O acento pode mudar a forma de pronúncia da palavra, mudando seu sentido. (Ex.: Séria: designação de pessoa que não perde tempo com gracinhas, sempre fazendo suas atividades sem interrupções. Seria: Palavra no passado, algo que queria que fosse feito: "Isso seria incrível se tivesse sido mais cedo"
Uma história bem pontuada é uma delícia de se ler.
Vírgulas antes do espaço, nunca após: "Eu queria ver o sol nascer, mas acabei dormindo antes."
Ponto final sempre que terminar uma frase: "Você precisar fazer isso."
Ponto de exclamação sempre em frases que indiquem surpresa, interjeições gritadas: "Eu não acredito!" "Você não vai sair com ele!"
Ponto de interrogação sempre, irrevogavelmente, em finais de perguntas, questionamentos: "Nós vamos sair?" "Ela vai jantar com ele?"
Novamente, aulas de português são fundamentais pra isso.

Bem, espero que tenham gostado, não sou professora de português, mas já errei muito e aprendi com isso. Qualquer outra dúvida vocês podem perguntar aí e qualquer erro podem falar.

Escutando: Know Yourself - Drake

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...