Jornal Ficha para a fanfic: Slave Toy


Por: ~




♦FICHA:



►Nome Completo :
Aine Suenobu

>>>>Aine Significa: Brilhante,felicidade,pequeno fogo em Irlandes gaélico,Variante de Eshne<<<<<


►Apelidos :
>>>> Ai-Ai: todos os seus amigos a chama assim,na hora que ela se apresenta,ela fez questão de que a chamem assim

>>> Lobinha; Seu irmão a chama assim pelo simples fato dela ficar imitando um lobo quando quer irritar alguém <<<<<

>>>Tampinha : ela é baixinha,geralmente seu irmão parentes ou ate mesmo inimigo,quando quer ver ela soltando fumaça pelas narinas,chama ela desse jeito,e ela quer voar no pescoço da pessoa<<<<<<<<<


►Idade :
18 anos

>>>>09/08

>>>Signo de Leão



►Aparência :













>>> Aine tem os cabelos curtinhos,ate um pouco acima do ombro,são fios rebeldes que se cacheiam nas pontas e dão volume aos seus cabelos,sua franja é repicada acima dos olhos,possuem um cacho virando para a esquerda,seus cabelos são rosas meio cor de chiclete,seus olhos são roxos bem intensos,são bem contornados naturalmente parecendo que ela passou lápis de olho ou algo do tipo,mas ela não gosta de maquiagem ,também não precisa, cílios alongados e volumosos e curvadinhos,sua pele é alva macia e suave como uma porcelana,livres de manchas e imperfeições,lábios carnudos porem não de um jeito grosseiro,seus lábios são pálidos com o centro avermelhado como uma boca de boneca.
Aine tem um corpo muito bem marcado,seios fartos e firmes,barriga sequinha,cintura fina quadril largo,coxas fartas e durinhas canela levemente torneadas,ela é baixinha de um metro e cinquenta e nove de altura,e pesa cinquenta e três kg.
Aine não tem as unhas grandes,são pequenas mas não na carne,quase como a de um guri,que ela sempre pinta de preto,ou de rosa,mas ela pinta mais de preto mesmo,Aine anda sempre com o pulso esquerdo enfaixado com faixas de várias cores,mas ela prefere as faixas na cor preta.


►Personagem que retirou a aparência :
Kofuku Noragami


►Personalidade :

>>> Sabe aquelas pessoa que é super fofa ! e você tem vontade de apertar essa pessoa é Aine.

Aine é muito extrovertida,não é tímida,quando ela chega em um lugar com pessoas novas,ela já chega querendo fazer amizades,ela é uma colecionadora de sorrisos,super positiva,fala com todo mundo sem diferenças,ela gosta de se sentir útil para alguma coisa,por mais que ela não sirva pra nada,é desastrada,destraida,vive no mundo da lua,e vive trombando em alguém,vive se esborrachando no chão,as vezes ela tropeça nos próprios pés! de tão desastrada,Aine é boa pra cozinhar,tirando o fato dela sempre esquecer de algum ingrediente,ou esquece a panela no fogo e etc,faça você mesmo a comida se ela for te visitar,a menos que queira ter sua casa incendiada ai você chama ela.
Aine fala muito,ama conversar e inventar apelidos para as pessoas,Aine é inocente de mais,se manda uma cantanda ela pensa,pensa pensa e não entende,ela não entende nada que tenha duplo sentido.
Aine é um doce de pessoa,um amorzinho,é fácil ter a amizade dela,Aine tem um ótimo senso de humor,é da quelas pessoas que gosta de ficar em grupo,de se divertir a noite com as amigas,de fazer festas de karaôkê,Aine não tem vaidade,nem é egoista,ela é capaz de ficar sem comer,mesmo se estiver com fome,para dar o que ela tem a uma pessoa que não tem.
a coisa mais importante para a vida de Aine é a musica,o lema dela " Amor e Musica é tudo na vida dos humanos",seu amor pela musica é tanto tanto,que ela é uma dessas artistas que toca em barzinho todas as noites,ela toca mais de três instrumentos diferentes,Violão,Violino,Violoncelo,Piano,guitarra,baixo,sax,flauta e gaita,ela ama musica e esta sempre disposta a aprender mais,ela escreve musicas lindas alegres e cheia de sentimentos positivos,ela ama fones de ouvidos,tem uns cincos o favorito dela é um branco e lilás(depois coloco a foto).
Aine tem um coração grande,que cabe todo mundo,é o que as pessoas chama de "Coração insolarado" ela sempre recebe elogios pelos seus atos de bondade,mas ela faz sem pensar,quando ela vê já ta fazendo.
Aina já teve muitas paixões,mas sempre por aqueles garotos brutos e que se acham porque são populares,ou por aqueles inteligentes e meio isolados que nem fazia ideia da existencia dela,já teve seu coração partido por va´rios garotos que se aproveitavam do jeito de menina moça dela,e com isso ela tem medo de e apaixonar e sofrer
É quase uma raridade ela ficar brava com alguém,a menos que a chamem de tampinha ai ela fica MUITO MAS MUITO BRAVA MESMO!
Aine é uma menina muito carente de atenção,ela quer ser notada por alguém,pois na opinião dela,se ninguém saber que ela existe...ela não existe...ela quer que você dê atenção a ela,dê abraços cafunés,conte histórias e tals,ela é como uma criança,uma criança que precisa de atenção.
Aine tem medo de não ser ninguém,e com ninguém ela quer dizer ser só alguém na sociedade,um fantasma na qual as lagrimas ninguém vê,a voz ninguém ouve e que passa despercebido no mundo,ela é muito chorona,de dia ela é tudo aquilo que listei,mas a noite todas as lagrimas que ela não teve coragem de chorar perto de alguém,ela se encolhe em um canto e chora baixinho pra ninguém ver,no outro dia ela força um sorriso de que nada aconteceu durante a noite.
Aine para as pessoas é só uma criança...uma criança que tem medo de ...tudo...



►História :

Antes de mais nada,é melhor entender o antes de Ai.
Quando os pais de Ai se conheceram,a família deles era de inimigos,que juraram morte um ao outro,os dois eram proibidos ate mesmo de pensarem um no outro,a família do pai de Ai era uma família muito nobre da China,que veio como refugiados para o Japão,e a família da mãe de Ai era uma das mais tradicionais do Japão.
Mas os dois se amavam tanto,dês de que seus olhares se encontraram pela primeira vez,eles saiam todas as noites para se encontrarem as escondidas,ate que um dia aconteceu algo que deveria ser um erro,a mãe de Ai ficou grávida,e quando ela finalmente criou coragem de falar para os seus pais,eles anunciaram que ela iria se casar,ela ficou desesperada,contou ao pai de Ai,e eles resolveram fugir,eles foram para a china,para antiga casa do pai de Ai,que ficava bem isolada,ficava n o alto de uma montanha,lá era um lugar agradável,eles tinha uma vida simples,quando o bebe nasceu eles ficaram felizes,pois era um menino,alguns anos depois ela ficou grávida de novo e dessa vez de uma menina.
Mas nem uma família depois do sumiço dos dois,deixaram de se odiar,pelo contrário juraram que matariam eles se os encontrassem,e começaram a procurar em todos os cantos da terra.
Quando o bebe nasceu,nesse mesmo dia a mulher morreu no parto,e as famílias de ambos os encontraram,o pai de ai não teve outra escolha se não fugir da li o quanto antes,o mais doloroso para ele,é que incendiaram a casa com o corpo da sua amada dentro da casa,os seus pais e os pais da sua amada,tiveram o coração tão frio ao ponto de fazer isso,o que fariam com seus filhos? Ele não iria ficar ali para descobrir,ele foi imediatamente embora para outro lugar,ainda na China.
Quando Ai fez 4 anos,e seu irmão fez 6 anos,o pai já tinha tudo preparado,eles foram mandados para uma cidadezinha do Japão chamada Kyoto,para a casa dos seus bisa avós,e nunca mais souberam do seu pai,seu irmão já desiludido sabe que seu pai já estaria morto,mas não fez questão de acabar com as esperanças de sua irmã.
Os avós deles sempre foram uns doces,honestos gentis,calmos e sábios,deram toda a educação que tinham,foram ótimos “pais” para os dois,mas um dia normal como os outros era aniversário de Ai,eles foram comemorar fazendo um passeio a noite,nesse passeio eles são assaltados e feitos de refém os avós para salvar eles,morrerem juntos no lugar de Ai e seu irmão,depois do enterro de seu avós eles foram colocados na adoção.
Um casal que tinha perdido os filhos em um acidente,os adotaram,eram os pais que eles mereciam,muito bons,gentis,até que no aniversário de 10 anos de Ai,a casa foi inteiramente destruída por chamas,e seus pais morreram,eles acabaram voltando para o orfanto,toda vez que alguém queria adotar eles,quando eles lê contavam a sua história o casal queria levar apenas o irmão de Ai e não ela,mas ele não aceitava,não iria deixar sua única família de sangue para trás,então ele sempre ficava.
Mas ele já estava cansado disso,não aguentava ver a irmã sofrer,então ele descobriu que tinha um jeito de tudo dar certo,um demônio apareceu diante dele,e eles fizeram um acordo,que daria a família perfeita para eles,e o preço de tudo,a vida dele,a a vida da irmã dele,ele aceitou não tinha outra escolha,o demônio deixou marcas em ambos,mas ele nunca contou a irmã o que aconteceria
Duas semanas após o trato uma família perfeito os adotou,ricos e poderosos,e gentis,mas tudo mentira,pois a mulher era um ilusão,e o pai era o próprio demônio,já que seu irmão não vira a face dele.
Anos,muitos anos depois estava na hora de honrar com o acordo,o irmão morreu misteriosamente,o que deixou Ai muito abalada,a ponto de não ter vontade de viver.
Um dia mexendo nas coisas do seu irmão,ela achou um caderno,as paginas era cheias de símbolos estranhos,e no final das paginas havia umas palavras,era como um quebra cabeça,que só ela poderia resolver,e assim foi,era uma carta do seu irmão:
“ De todas as coisa importantes,você é a maior delas,eu não podia suportar ver você triste,então fiz um pacto com um ser de trevas,algo que não devia ter feito,prometi a minha e a sua vida para nossa felicidade,me perdoe” e no final da carta um outro símbolo estranho,que tinha na mão do seu “pai”,e assim ela acabou descobrindo,que o ótimo pai que ela tinha só não havia morrido todo esse tempo,porque não podia,e que ele era um demônio,mas a questão era...por que ele não havia matado ela ainda.
Furiosa e trás de resposta,ela foi falar(enfrentar) com ele,brigaram,e ela perguntou o por que dele não ter matado-a ainda e ele respondeu: “ você é o premio que eu precisava,o seu fim chegará,mas até lá você não sai da minha visão”,ela tentou fugir várias vezes de casa,mas havia algo que a impedia de forma brusca,ela se trancou no quarto por medo dele,e sempre que ele ia falar com ela, ele batia na porta (pra não ser um pouco invasor),e ela falava que estava nua,mas ele entrava do mesmo jeito,e ele se trancava no banheiro.
E quando finalmente ela fez 16 anos,a sua sentença de morte chegou como um tapa na cara,ou um soco no ventre,ela ia ser mandada como saudação a um tal de rei dos vampiros,ela pensou em se matar primeiro,pois todo esse tempo ela ficou estudado coisas das trevas tentando achar uma maneira de anular o contrato e a única maneira é se matando ao em vez de ser morta por ele,mas ela tinha medo disso,e foi obrigada a aceitar,ela tentou ver o lado bom,a marca que ele havia deixado nela sumiria,mas não sumiu,tudo deu errada pra ela,era o fim de jogo,era o que ela pensava

►Personagens que participaram da história:

O "Pai"

idade indeterminada,ele fala que já viveu na pré-história,ele é um ser abominável! cruel,e mandão,faz da vida de Aine um inferno! ela quase não pode sair,é da escola pra casa de casa pra escola,e se ela tentar mudar a rota,a marca que ele deixou nela serve para contro-la dor,ele faz de tudo para no final se dar bem,é um amigo bem proximo de Karl.
a primeira imagem que tem dele,é que ele é simpático e gentil,e apresenta Aine como única filha de seu único casamento,que sua mulher havia morrido,Aine tem vontade de gritar ''MENTIRA" mas ela não pode


►Gostos :

-Tocar guitarra/violão
- compor musica
-Musica em si!
- filmes de aventura/suspense
-doces
-cantar
-flores
-neve
- café
-J-rock
-Cachorro/gato




►Desgostos :
_ chá
- que pisem no seu pé
- de brigarem com ela
- de não ter atenção
- de falarem que rock é do demônio
- de que atrapalhem ela a escrever
- da noite!



►Manias :
- Roer a ponta do lápis/caneta

- apertar os punhos quando esta brava

-imitar um lobo



►Hobbies :


-Tocar guitarra/violão


isso inclue ela trabalhar em um barzinho,foi a única atividade livre que seu "pai" permitiu


desenhar:
seu quarto é cheio de desenhos! nas paredes no teto,faltava só no chão


-escrever/musicas/poesias
suas musicas na grande maioria das vez falam sobre liberdade de se expressar e de fazer o que quer sem medo da sociedade







►Medos / Traumas / Fobias :
Medos:
-Escuro

-lugares fechados

- sangue

-ser um “fantasma” na sociedade

fobias:
-ALTURA



►Frases :
" Não é por que o mundo é cruel com migo,que eu vou ser cruel com ele também"

"Todos nós temos a chance de viver...talvez a minha eu tenha deixado passar"


►Qualidades :

- Sempre positiva,amiga,companheira de todas as horas!

- tem facilidade em se expressar

- tem muita facilidade de fazer amigos


►Defeitos:

- medrosa

-chorona

- um desastre na cozinha


►Par :
Mukami Kou



►Relação com o Par :
Quando o viu pela primeira vez, tentou ser gentil e se mostrar corajosa,porem ele não passava de um garoto mimado e egocêntrico,que só Sabe se importar com sigo mesmo,sendo insensível,ela começou a odiá-lo por isso ,Kou por sua vez a achava um brinquedo,um cachorrinho em suas mãos,viu nela uma criança,colocava medo nela e com isso conseguia fazer dela sua escrava pessoal,é claro que Aine tentou resistir,mostrou relutância,e mais ainda quando descobriu o ser vampiro que ele é,mas ele sempre colocava medo nela,”você não passa de uma humanazinha,comparado a mim você é poeira de baixo dos meus sapatos” empregada seria a palavra certa,para definir o jeito com que Kou a tratava,por outro lado,ele gostava do sangue dela,em borá ela resista tanto,ele é capaz de esperar que ela implore de joelhos compaixão por sua vida,mas ela não vai se curvar tão cedo,ela o acha bonito elegante,porem como diz o velho ditado “por fora bela viola,por dentro pão bolorento”,ela sempre diz a ele “você pode ser lindo elegante,mas nem uma mulher é capaz de amar alguém como você” ele sempre responde,”eu não preciso do amor de ninguém,tenho seu sangue e isso já me basta,e logo terei sua devoção também” ele insiste que ela um dia ira adorá-lo como um Deus,a relação deles é muito hostil,ele a maltrata tanto fisicamente quanto mentalmente,ela não o suporta e faz de tudo para ficar longe dele,esses sentimentos não muda,ela acha que ele não é capaz de mudar,a guerra entre eles parece nunca ter fim,ela vive um verdadeiro inferno junto dele,mas começa a se acostumar com o jeito dele,mas ainda sim é difícil os dois se entender.
Ate que um dia ele a encontra chorando em um canto qualquer,ele se incomodou ao ver os olhos roxos profundos dela derramar lagrimas,ele acostumou a ver os olhos dela,sempre com raiva e com medo,ou quando estava com suas amigas,seus olhos sorriam,mas chorar ele nunca a viu chorar,foi isso que fez o coração do Kou bater(modo de dizer) ele não entendeu o que sentiu na quela hora,mas parecia querer protege-la acima de tudo,aqueles olhos para ele se tornou a coisa mais importante na sua vida,em quanto aqueles olhos sorrissem por ela,ele estaria satisfeito



►Relação com os outros vampiros :
Shu Sakamaki
Não conversam muito, ele quase não levanta do sofa,mas é só ela organizar alguma coisa que ele vai e bagunça e é claro que ela chama atenção dele, e ele a chama de chata!


Laito Sakamaki
ela não gosta dele de jeito nem um,não gosta de quando ele a chama de Cadelinha do Kou,por ela sempre estar perto dele,ela fica muito vermelha e Kou fica se achando
ele ama ficar provocando vermelhidões em seu rosto,falando coisas que a deixa muito sem graça

Kanato Sakamaki
ela gosta dele,acha ele um fofo,já viu ele estérico,mas tirando isso ela fica de boas com ele,ele a trata como se fosse uma de suas bonecas,ela faz de tudo um pouco para não vê-lo irritado e esterico,mas não consegue evitar que ele fica assim,e quando isso acontece é pernas para que te quero!

Reiji Sakamaki
tenta sempre se comportar quando esta perto dele,parecer uma dama ajeitada,mas ele sempre chama a atenção dela por ser tão desajeitada,ele a acha delicada educada,mas não o bastante quer que ela seja perfeita! e isso causa medo nela,muito medo

Subaru Sakamaki
os dois não se odeia,mas ele odeia ela falar tão baixo,odeia o jeitinho delicado e gentil dela,acha ela fraca de mais,de todos na casa ela não tem medo de Subaru,apenas tenta não falar na frente dele,quando ele pergunta ela responde só mente sim e não,com a cabeça,e de vez em quando ela arrisca falar,mas sabe que Subaru detesta sua voz baixa
Ayato Sakamaki
tem medo nele,e ele se acha por isso,sempre que ela dorme de luz acesa,ele vai e desliga e fica fazendo barulhos na parede só para assuta-la,acha engraçado o jeito que ela se encole na cama e fica rezando
Ruki-
ela o acha muito misterioso e fechado,mas não nega ama a voz dele,a voz dele trasmite calma para ela,ela gosta de quando ele lê para ela,porem ele sempre fala um curto e grosso não! mas ele insiste tanto que ele acaba lendo,mas isso não quer dizer que ele seja gentil com ela,ele rude curto e grosso mas de um jeito sutil

Yuma:
" ta frio ai em cima" ela sempre fala isso,e deixa ele irritado,Yuma é tipo uma muralha para ela,ele assim como todos,acha que ela é boba,mas não é,os dois compartilha o mesmo gosto por jardinagens,chegam ate discutir no jeito que cada um cuida das plantas,brigam por causa disso mas é uma briga suave
Azusa-
não fica muito perto dele,com esse papo de dor,tem tanto medo de que ele acabe se matando da quele jeito,mas acaba lembrando que ele não morre,mas fica preocupada,ainda mais quando ele faz sua par corta-lo,ela fica muito preocupada



►Relação com as Oc’s :

A turma da bagunça,Aine ama elas de coração,não sabe o que seria da vida dela sem elas,Aine conta tudo pra elas,qual quer coisa que sente,e gosta de quando as amigas vem desabafar com ela,ela gosta de ser o ombro amigo delas,o Tumulo que elas podem confiar e enterrar seus segredos! Ela jamais vai deixa-las na mão!


►Relação com o Karl :

Aine preserva muita sua liberdade e não gosta dele,mas sempre que chega perto dele seu coração falta sair pra fora,por muito medo,mas também porque acha ele lindo,e fica toda vermelha só de olhar pra ele,e ele não tá nem se importar com ela,mas não deixa de notar as suas vermelhidões e fazer algum comentário de duplo sentido


►Reação/Ação, quando:


• Descobrir que criaturas místicas existem e que você será noiva de um dos filhos de seu senhor:

Sua boca se abriu em um perfeito O," AHHHH JESUS ME SALVA!' foi isso que ela pensou,mas não comentou,apenas acentiu com a cabeça,e depois tentou se jogar de uma janela,mas não teve coragem


• Ao ver o seu par com outra menina :
de primeira ficou de boas,ela sentia pena,pois Kou não é flor que se cheire,mas depois de um tempo,ela passou a sentir tanto ciumes dele,que por dentro ela queimava em segredo,mas por fora parecia tranquila,mas depois ia para um lugar pra gritar,ou dava socos no travisseiro


• Descobrir o passado de seu par:
ela ficou xocada,não sabia que Kou tinha sofrido tanto,e que aquela era causa de seus constantes pesadelos,ficou triste por ele,queria abraça-lo mas de que jeito,ele parecia tão longe de suas mãos.


• Estivesse apaixonada:
"NÃO! NÃO POR FAVOR NÃO!!!" já teve o coração partido várias vezes,ficou com medo de que acontecesse de novo,mas o que ela sentia por Kou era mais forte que qual quer sentimento que já sentiu

• Descobri-se que seu par gosta de você:
ela pensou que não seria correspondida,então ficou tão surpresa quanto,ela ficou tão feliz,e ao mesmo tempo tão envergonhada,não tinha palavras para descrever o que sentia.


►Algum Objeto especial ?
sim uma pulseira de plastico que ganhou do seu irmão,por mais que seja de plastico,ela nunca nunca e eu disse nunca! tira do braço,é muito especial pra ela:




►Curiosidades :

- ela tem o pulso esquerdo enfaixado porque ali esta a marca do seu "Pai"



►Sabe que sua personagem está sobre nosso controle e que ela vai reagir de acordo com o andar da fanfic ? -mas sem alteração da oc original-

sim!


►Irá querer Hentai (ou lemon) ?

-Hentai? mas é claro que sim!


►Algo a mais ?

ela tem um a guitarra vermelha,que pra onde ela vai ela leva,antigamente ela tinha um violão,mas trocou pela guitarra:





e só espero que gostem! fiz com muito carinho!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...