Jornal ~Fichinha~


Por: ~


Modelo Da Ficha: Passado

Nome e sobrenome:

- Aoi Arashi


Significado e origem do nome:

-Aoi – Japonês – Azul.

-Arashi – Japonês – flores após a tempestade


Apelido:

-Ari:Não tem nada contra ele, foi dado pelos seus amigos por causa do nome Arashi
-Chīsana (pequena): Por causa do seu tamanho, adquiriu esse apelido de Yuma, foi a primeira coisa que ele notou nela: a diferença de tamanho


Idade
18 anos de Idade.


Signo e data de nascimento:

-Signo: Leão
-Data de nascimento: 11/08/1998

Aparência:

-Rosto1: http://orig06.deviantart.net/a74d/f/2015/140/f/e/sao__lisbeth_head_reference_by_sxymegger-d8ty5g7.png
-Rosto2: http://vignette1.wikia.nocookie.net/swordartonline/images/1/1b/Lisbeth_SAO.png/revision/latest?cb=20130121153505

-Corpo1: http://img1.wikia.nocookie.net/__cb20121231222223/sao/es/images/6/67/Lisbeth_ACD_1.png
-Corpo2: https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/91/69/06/9169065bf0ed0439ad0c61a1dfb1a612.jpg


Descrição da aparência: Ela possuía 1,62 de altura, 49 quilos, está no seu peso ideal, tinha estatura meio baixa para sua idade, tinha cabelos curtos que batiam acima do ombro, eles eram rosas meio puxado pro lilás, tinha pele clara, quase pálida, algumas sardas um pouco abaixo dos olhos, dos dois lados, olhos cor de vinho, sobrancelhas bem desenhadas, possuía seis médios, curvas visíveis, bumbum proporcional ao corpo, nem muito grande nem muito pequeno, ela gostava muito de ficar em um jardim cheio de flores, por isso possui um cheiro doce e sensível por natureza, ela não gostava de muitas coisas em si, porém, as únicas coisas que ela mais gostava em si mesma eram seus olhos e seu cabelo, partes que ela havia puxado da mãe, não gostava em si do seu corpo, achava sempre que tinha que emagrecer, por mais que tivesse no peso ideal

Personalidade: Era uma menina doce e gentil, era meio tímida e um pouco cabeça dura, normalmente tinha um sorriso meigo e gentil no rosto, no grupinho de amigas era sempre aquela que ficava quietinha na dela, só falavam caso pedisse, era boa conselheira e ouvinte, gostava de ajudar as pessoas que precisavam, e fazia isso com muito orgulho, era aquela menina quietinha que não falava quase nada, quando se irritava ficava de cara emburrada, era um pouco rancorosa e vingativa, ninguém suspeitava que ela faria algo, poderia ser meio manipuladora as vezes, aproveitava a sua reputação de doce e frágil para aprontar, não fazia sempre, mas na maioria das vezes sim, era um pouco medrosa, se debochassem dela ou algo do tipo ela não fazia nada, simplesmente ignorava, até porque aquela pessoa ia pagar bem caro depois... O olhar dela era meio vazio as vezes, sem demonstrar emoção nenhuma, ela disfarçava toda sua dor com seu sorriso, não gostava de confiar nas pessoas


História: A família dela era muito religiosa, frequentavam sempre a igreja, estavam sempre se oferecendo para ajudar em tudo, um dia essa igreja pediu para que mulheres virgens se oferecessem para serem mandadas a um determinado lugar, uma mansão, ela se recusou até o fim mas, seus pais, visto que ninguém iria oferecer a filha, no intuito de ajudar a igreja, a ofereceu, a igreja a aceitou, 3 dias depois ela foi mandada à mansão


Como ela morreu?

Um descuido muito grande... Ela tocou em um assunto muito delicado do seu par... Tocou no seu ponto fraco e ficou clicando na mesma tecla... Ele se irritou, e por um simples impulso de raiva ele quase a matou, só quase mesmo... Os dias foram passando, a cada dia, era uma tortura diferente, ele dizia que era o seu castigo... Sempre, sempre a torturando, tanto física, como emocionalmente, sempre lhe dizendo e fazendo coisas horríveis... Ela não aguentou mais, pra que tanto sofrimento? Porque de tudo isso? Porque ela continuava tentando sobreviver? Foi com esse pensamento que ela... Se matou, com uma faca cravada sem seu coração, com lágrimas nos olhos, ela deixou esse mundo... Sempre culpando ele, só por causa de algo que ela falou, se ele não tivesse feito tudo aquilo com ela, ela não teria... Mas no fundo, ela não sabe se sente raiva, ódio, ou remorso, ela de certa forma se culpava e se menosprezava...


Família: Sua mãe e seu pai

-Mãe:

Nome: Elisa Arashi

Idade: 31 anos

Aparência: http://4.bp.blogspot.com/-QdqA1vUZ93w/U4_lguCfOcI/AAAAAAAAdC4/EGABeL8fdRw/s1600/800px-Couch_vocaloid_blue_eyes_glasses_megurine_luka_long_hair_tank_tops_books_pink_hair_meganekko_anime_s_High.png

Descrição: 1,70 de altura, 57kg, cabelo com tom rosa, olhos azuis, corpo bem definido, usava óculos

Ocupação: Era estilista

Status: Viva (pelo menos naquela época sim, atualmente, com a nova personagem não)

Relação: Não se falavam muito, a sua mãe lhe dava tudo que ela queria, mas não lhe dava o amor necessário, nunca se falaram por mais de 5m

-Pai

Nome: Akira Arashi

Idade: 35 anos

Aparência: http://2.bp.blogspot.com/-tzjJU84fz9Y/TtVcRbwTFFI/AAAAAAAAASE/2FaJGAoumJQ/s1600/Yakumo.png

Descrição: 1,81 de altura, olhos em tom avermelhado, cabelo castanho escuro

Ocupação: Trabalhava com empréstimos e consórcio

Status: Vivo (naquela época né, com a personagem encarnada é morto)

Relação: O mesmo da mãe, a diferença é que eles se falavam mais e tinham mais intimidade um com o outro, mas do mesmo jeito da mãe, ele não tinha muito tempo para ela


Gosta:

-Animais
-Filmes, principalmente de ação
-Sol
-Sorvetes
-Costurar
-Cozinhar
-Calor


Desgosta:

-Pessoas falsas
-Frio
-Gente snobe
-Pessoas curiosas
-Gente intrometida
-Insetos
-Coisas afiadas
-Trovão


Passatempos:

-Ver algum filme, faz isso quando está entediada e com vontade de ficar deitada
-Cozinhar, faz isso quando não tinha nada pra fazer e quando queria melhorar suas habilidades


Manias:

-Roer as unhas, quando está nervosa ou entediada
-Arrumar toda e qualquer bagunça que vê, odeia coisas desarrumadas
-Mexer no cabelo quando está com vergonha


Vícios: É viciada em energéticos, ela começou com isso quando tinha 15 anos, ela começou a tomar quando não queria dormi, não é sempre, apenas sua mãe sabia desse vício, ela mantinha escondido, mas a mãe acabou por descobrir, e ela não tá nem ai, acha que isso vai prejudicar a saúde dela, mas se ela quer, fazer o que né...


Gênero de personalidade: Yandere, e as vezes, mudava de humor muito rápido, por isso tinha uma pouco de bipolaridade


Habilidades: Cozinhar e enganar as pessoas


Medos/Fobias/Traumas:

-Agulhas, n tem motivo específico, mas odiava agulhas (fobia)
-Palhaços (medo)
-Aranhas (medo)
-Trovão (medo)


Segredos: Ela sempre se vingava certo? Uma vez, ela descobriu que uma "amiga" falava mal dela pelas costas, e pra se vingar, fez o seguinte:
Ela chamou a amiga dela e a mãe para passarem o dia lá na casa dela, elas passaram o dia todo lá, conversado e tals... Em um momento específico, ela pediu licença e disse que ia "no banheiro", sem que ninguém percebesse, saiu pela janela do quarto e foi até o carro da mãe dela com um alicate, rapidamente ela cortou o freio e deu um jeito de apagar os faróis, ela voltou como se nada tivesse acontecido.
Ela enrolou as duas até anoitecer, até que finalmente elas saíram, estava totalmente escuro, os postes naquela área estavam com defeito, por isso a luz era fraca, a mãe dela dirigia um pouco rápido, mas com a falta de luminosidade decidiu diminuir a velocidade, mas não conseguiu... Dirigindo no escuro, a mãe da menina acabou por bater em um carro que estava quebrado na lateral da pista, não tinha visto o carro... A mãe da menina ficou internada por 2 meses, e a menina sofreu alguns ferimentos, ela não se arrepende disso, e preferiu manter em segredo

Par: Ayato

Relação com

❧Par: Tentava não o atrapalhar muito, era o único em que ela confia quase que 80%, tentava manter esse seu lado vingativo e chato distante dele, sentia certa... Atração e curiosidade, ficava mais meiga perto dele, e sorria com bem mais frequência, bom, isso tudo depois né, porque no começo não queria nem olhar na cara dele, sempre mantendo distância por medo e falta de confiança, e também pelo jeito meio chato que ele a tratava, mas com o tempo acabou por ter certa curiosidade sobre ele, e olha que ela não é curiosa, na verdade ela não gostava de gente curiosa, mas de certa forma se sentiu pressionada a conhecer ele melhor

❧Amigos: Não confia tanto, na verdade era assim com todos, mas os tratava bem, geralmente ficava quieta só prestando atenção, mas tinha tendência a falar mais perto deles e sentia mais confortável

❧Inimigos: Sempre mantinha distância, tinha certo medo mas... Não hesitava em fazer alguma coisa com eles as escondidas, por vingança sabe

❧Família: Não muito bem, a falta de comunicação deles deixava a desejar, alguns chegavam até a duvidar se eram mesmo uma família, quase não se falavam e não demonstravam tanto afeto um pelo outro

❧As outras meninas: Do mesmo jeito dos "amigos", bem, sorrindo, as vezes ficava até mais animada e falante perto delas

❧Minha personagem: Do mesmo jeito das outras meninas, a tratava bem, a ajudava sempre que possível, raramente tirando o sorriso do rosto


❧Reiji: Dentre todos, ele, é o que ela menos temia, seu jeito todo "certinho", organizado, educado e rígido lembrava o seu pai, o que fazia a afinidade dela com ele não ser muito boa, tentava agir com mais respeito e disciplina perto/com ele

❧Subaru: Dentre todos, ela não o entendia, sempre ali, com seus fones e sozinho, bem confuso e curioso, o achava meio estranho, porém não o tratava com indefensa

❧Kanato: Tem certo medo dele e prefere manter distância, prefere não questioná-lo e nem nada do tipo, mas depois, quando descobriu sobre os gostos de comida dele, passou a fazer frequentemente bolo e biscoitos para ele, pra tentar acalma-lo

❧Laito: Não curtia muito seu jeito pervertido e masoquista, achava ele meio estranho ou esquisito, mas nem por isso o tratava de forma chata, só preferia não falar com ele

❧Subaru: Tinha mais medo dele do que dos outros, ela considerava o seu temperamento explosivo e perigoso, por isso preferia não contradizer nada do que ele dizia e tentava não irritá-lo

❧Kou: Até que gostava dele, as vezes o jeito descontraído fazia ela se sentir mais a vontade, achava ele meio engraçado as vezes, mas por algum motivo, tinha medo de contradizer ou enfrentar ele

❧Yuma: Se sentia uma anã perto dele, sua paciência perto dele se esgotava muito rápido, odiava quando ele a chamava de Chīsana, ela se irritava bastante, as vezes a ponto de xingar ele

❧Azusa: Acha ele meio estranho, e tem mais do que certeza que seu nível de masoquismo é maior que o de Laito, não conversa muito com ele, apenas as vezes, já tentou pedir para ele parar de se corta, o que não adiantou nada

❧Ruki: Acha o jeito dele menos sério que o de Reiji, mas por algum motivo ele também lembra o seu pai, ela tem uma leve impressão que se seu pai tivesse outra personalidade, seria igual a de Ruki, por isso tenta conhecer ele um pouco melhor

❧Carla: Por algum motivo não tem tanto medo dele, acha ele bem calmo até, comparado aos outros, porém não se falavam com tanta frequência

❧Shin: Não fala com ele quase nunca, não vai muito com a cara dele, acha seu jeito superior irritante e prefere manter distância para evitar conflitos

Com qual das garotas se dá melhor: Pares de: Subaru, Ayato, Kou e Yuma


Com qual das garotas menos se dá: Pares de: Reiji, Shin e Kanato

Frases que normalmente diz:

-"As vezes eu tenho vontade de esfregar a cara de todo mundo no asfalto..."
Diz isso porque se irrita com a falta de consideração das pessoas e o jeito falso delas


Frase que a define:

-"As vezes é bom saber a hora de desistir..."
Ela sempre continuava, sempre acreditando que algo bom poderia acontecer, ela não aceitava o fato de que a vida, as vezes, não lhe dava escolhas, e o melhor a se fazer era se submeter a ela e simplesmente desistir


Música que definia sua personagem:

Creed – One Last Breath

One Last Breath

Please, come now, I think I'm falling
I'm holding on to all I think is safe
It seems I've found the road to nowhere
And I'm trying to escape
I yelled back when I heard thunder
But I'm down to one last breath
And with it, let me say
Let me say

Hold me now
I'm six feet from the edge and I'm thinking
Maybe six feet
Ain't so far down

I'm looking down now that it's over
Reflecting on all of my mistakes
I thought I found the road to somewhere
Somewhere in His grace
I cried out heaven "save me"
But I'm down to one last breath
And with it, let me say
Let me say

Hold me now
I'm six feet from the edge and I'm thinking
Maybe six feet
Ain't so far down

Hold me now
I'm six feet from the edge and I'm thinking
Maybe six feet
Ain't so far down
I'm so far down

Sad eyes follow me
But I still believe there's something left for me
So, please, come stay with me
'Cause I still believe there's something left for you and me
For you and me
For you and me

Hold me now
I'm six feet from the edge and I'm thinking

Hold me now
I'm six feet from the edge and I'm thinking
Maybe six feet
Ain't so far down

Hold me now
I'm six feet from the edge and I'm thinking
Maybe six feet
Ain't so far down

Please, come now, I think I'm falling
I'm holding on to all I think is safe
Um Último Suspiro

Por favor, venha agora, eu acho que estou caindo
Estou me segurando em tudo que acho ser seguro
Parece que eu achei a estrada para lugar nenhum
E eu estou tentando escapar
Eu gritei quando ouvi o trovão
Mas o que me restou foi um último suspiro
E com ele, me deixe dizer
Me deixe dizer

Me segure agora
Eu estou a seis passos do precipício e eu estou achando que
Talvez seis pés
Não sejam tão distantes assim

Estou olhando para baixo agora que tudo acabou
Refletindo sobre todos os meus erros
Eu pensei que havia encontrado a estrada para algum lugar
Algum lugar na Sua graça
Eu clamei aos céus "me salve"
Mas o que me restou foi um último suspiro
E com ele, me deixe dizer
Me deixe dizer

Me segure agora
Eu estou a seis passos do precipício e eu estou achando que
Talvez seis pés
Não sejam tão distantes assim

Me segure agora
Eu estou a seis passos do precipício e eu estou achando que
Talvez seis pés
Não sejam tão distantes assim.
Estou tão distante

Olhos tristes me seguem
Mas eu ainda acredito que tenha restado algo para mim
Então, por favor, venha ficar comigo
Porque eu ainda acredito que tenha restado algo para mim e para você
Para mim e para você
Para mim e para você

Me segure agora
Eu estou a seis passos do precipício e eu estou achando que

Me segure agora
Eu estou a seis passos do precipício e eu estou achando que
Talvez seis pés
Não sejam tão distantes assim.

Me segure agora
Eu estou a seis passos do precipício e eu estou achando que
Talvez seis pés
Não sejam tão distantes assim

Por favor, venha agora, eu acho que estou caindo
Estou me segurando em tudo que acho ser seguro


Música que definia seu relacionamento com o par:

Lara Fabian – Love By Grace

Love By Grace

I remember the rain on the roof that morning
And all the things that I wanted to say
The angry words that came from nowhere without warning
That stole the moment and sent me away
And you standing there at the doorway crying
And me wondering if I'd ever be back

I said I didn't come here to leave you
I didn't come here to lose
I didn't come here believing I would ever be
Away from you
I didn't come here to find out
There's a weakness in my faith
I was brought here by the power of love
Love by grace

And I remember the road just went on forever
Just couldn't seem to turn that car around
'Till in the distance like a long lost treasure
A phone booth that just could not be found
And you standing there at the doorway waiting
And the moment when we laid back down

I said I didn't come here to leave you
I didn't come here to lose
I didn't come here believing I would ever be
Away from you
I didn't come here to find out
There's a weakness in my faith
I was brought here by the power of love

That was just a moment in time
And one we'll never forget
One we can leave behind
'Cause when there was doubt
You'll remember I said

I didn't come here believing I would ever be away from you
I didn't come here to find out
There's a weakness in my faith
I was brought here by the power of love
I was brought here by the power of love
Love by grace
Amor Pela Graça

Eu me lembro da chuva no telhado naquela manhã
E todas as coisas que eu queria dizer
As palavras furiosas que vieram do nada, sem aviso prévio
Aquilo roubou o momento e me mandou embora
E você parado ali na soleira da porta, chorando
E eu me perguntando se algum dia voltaria

Eu disse eu não vim aqui para te deixar
Eu não vim aqui para perder
Eu não vim aqui acreditando que estaria
Longe de você
Eu não vim aqui para descobrir
Que há uma fraqueza em minha fé
Eu fui trazida aqui pelo poder do amor
Amor pela graça

E eu me lembro que era uma estrada sem fim
Apenas não conseguia retornar com aquele carro
Aquela distância como um tesouro há muito perdido
Uma cabine telefônica que não conseguia encontrar
E você parado ali na soleira da porta, esperando
E o momento em que nos deitamos

Eu disse eu não vim aqui para te deixar
Eu não vim aqui para perder
Eu não vim aqui acreditando que estaria
Longe de você
Eu não vim aqui para descobrir
Que há uma fraqueza em minha fé
Eu fui trazida aqui pelo poder do amor

Aquilo foi apenas um momento no tempo
E um que nunca vamos esquecer
Um que podemos deixar para trás
Pois quando houver dúvidas
Você vai lembrar que eu disse

Eu não vim aqui acreditando que estaria longe de você
Eu não vim aqui para descobrir
Que há uma fraqueza em minha fé
Eu fui trazida aqui pelo poder do amor
Eu fui trazida aqui pelo poder do amor
Amor pela graça



Era virgem ou BV?
Virgem [ ]

Bv [ ]

Nenhum [x]

Algo mais?

Ela as vezes, chegava a entrar em extrema depressão, as vezes quase se cortava




Modelo da ficha para: Futuro


Nome e sobrenome:

-Azami Daiki [Mude o nome e o sobrenome dela, elas renasceram, mas eles não sabem, seria bom mudar o nome delas]


Significado e origem do nome:

-Azami – Japonês – Flor
-Daiki – Japonês – De Grande Valor.


Apelido:

-Loirinha: Dada por seus amigos, por causa da cor de seu cabelo, é uma pelido simples e carinhoso, gosta dele
-Santa Diabinha: Também dado por seus amigos, esse ela já não curte muito, foi dado por causa da sua personalidade e sua forma de agir, ela é meio bipolar, motivo principal de receber esse apelido
-Diki: Nada contra, é por causa do seu sobrenome, Daiki, geralmente as pessoas acabam a chamando assim por instinto
-Tábua: Dado por Ayato, ela não curte muito, chega a retrucar de alguma forma, foi dado por causa que a região da frente dela é meio (pra não dizer bastante até) pequeno

Idade:

-17 anos de idade


Signo e data de nascimento:

-Data de nascimento: 24/04/1999
-Signo: Touro


Aparência:

-Rosto1: http://images4.fanpop.com/image/polls/723000/723388_1305992117391_full.jpg?v=1305992233
-Rosto2: http://vignette3.wikia.nocookie.net/shugo-chara/images/a/ab/Utau.jpg/revision/latest?cb=20100102170142&path-prefix=de
-Rosto3:https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/2d/42/9e/2d429ee1ad19f74c5734d4dbb0ebf808.jpg
-Rosto4: http://images5.fanpop.com/image/polls/1034000/1034861_1337668552810_full.jpg?v=1337669473


-Corpo1: https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/7e/a8/a1/7ea8a14d8a96055046ad971f3e70a57c.jpg
-Corpo2: http://images2.fanpop.com/images/photos/2800000/Utau-Dia-shugo-chara-2860116-500-375.jpg
-Corpo3: http://img08.deviantart.net/5f81/i/2012/292/0/d/utau_by_uchiha_14-d5i997s.jpg
-Corpo4: http://img08.deviantart.net/5f81/i/2012/292/0/d/utau_by_uchiha_14-d5i997s.jpg


Descrição da aparência: Cabelo liso, longo e loiro, pele clara, seus olhos são em tom roxo acinzentado, possui 1,67 de altura, pesa 54,5 (está sem seu peso ideal), seios relativamente pequenos, curvas visíveis, tem um cheiro doce e suave, alguns comparavam com baunilha. Em si, o que ela mais gosta são seus olhos e seu cabelo, adora a cor de seus olhos, acha seu cabelo longo macio e sedoso, e também brilhoso, por isso gosta dele. Já o que ela não gosta, dos seus seios, acha eles pequenos, e não curte muito o seu tamanho, gostaria de ser um pouco mais alta.

Se ela se importa com aparência?: Bom, o básico, não é totalmente desleixada, mas não se importa de ficar assanhada/bagunçada ou suja se for pra se divertir ou fazer algo que queira/importante. Não é vaidosa, mas não é dessas meninas que passa muito tempo se arrumando quando podia estar fazendo outra coisa.


Personalidade: No geral ela é uma menina divertida, mas é extremamente teimosa, odeia receber ordens, caso alguém tente mesmo mandar nela ela faz o contrário só pra irritar a pessoa, tem língua afiada, sempre com uma resposta na ponta da língua, não leva desaforo para casa. Não fica com medo tão facilmente, não se intimida facilmente, é aquele tipo de garota que bate de frente mesmo, se for pra sair no soco ela vai, sem dó nenhuma. Diz a verdade na cara mesmo, quando é com alguém que gosta manera pra não ter tanto impacto e magoar aquela pessoa, se não gosta de alguém ela não esconde, faz questão que aquela pessoa saiba. Sim, ela pode ser gentil, doce, divertida, amigável e educada, mas só quando quer, e depende muito da pessoa, é vingativa, as vezes um pouco rancorosa, também um pouco impulsiva. Quando se irrita... É melhor sair de perto, ela pode acabar por descontar um pouco em alguém que não tem nada a ver, mas só se esse alguém ficar insistindo em saber o motivo dela estar assim. Não é dessas que dá o primeiro passo pra concerta alguma coisa, a menos que ela que tenha feito merda, caso contrário não ta nem ai, o culpado que se manifeste. Ela até que gosta de ajudar as pessoas, mas só quando possível. É daquele tipo de gente que sabe dizer "não". É organizada e inteligente, independente também, sabe se defender, não que nem essas "menininhas indefesas", é um pouco bipolar, em uma hora ta super feliz, na outra ta com tanta raiva que pode acabar por roda a mão na cara de alguém. É companheira, boa ouvinte, boa conselheira, confiável e leal


História: Sabe aquele tipo de bairro em que todo mundo evita passar? Evitar morar? Evita falar? Então... O motivo é simples: Gangues, sim, lá era o território delas. Ela tinha 7 anos e vivia com seu irmão e seu pai, sua mãe havia falecido durante o parto. Seu irmão era envolvido com essas gangues, o irmão queria a herança do seu pai. Como ele possuía contato com a gangue mais problemática do bairro, e com eles, ele bolou um plano para conseguir a herança: Matar o seu pai. E quanto a irmã? Ela era nova, poderia servi pra alguma coisa depois, no momento o mais importante era o dinheiro. E assim foi feito... Mataram o pai, roubaram tudo, cada coisa da casa, o irmão se fez de inocente e conseguiu "legalmente" a herança de seu pai, já Azami foi levada para aquele bairro, viveu lá com seu irmão por 5 anos, ela era meio que feita de escrava, fazia tudo que eles queriam sem questionar, o irmão não tava nem ai pra ela... Com o tempo ela foi aprendendo defesa básica, bem básica mesmo, só pelo fato de olhar as brigas que tinham por la, nunca chegou a matar ninguém, não aguentava nem ver essas cenas... Ao completar 12 anos, já não aguentava mais, não tinha 1m sequer de descanso, ela então, com muita dificuldade fugiu... Passou 2 meses na rua, evitava ao máximo chegar perto daquele lugar, e quando via alguém de lá andando por ai se escondia na hora, ela então foi achada por uma senhora e mandada a um orfanato, onde viveu lá por 4 anos (até completar seus 16 anos), até que o orfanato foi atacado, e pelo menos grupo que matou o seu pai... Eles queriam tudo que foi arrecadado no orfanato, ninguém morreu ou chegou a ser ferido seriamente, mas eles roubaram tudo de lá, não deixaram nem 1 centavo... "Por que?" ela pensava "Eu nunca fiz mal a ninguém então... Porque? Porque isso sempre acontece comigo?", ela só pensava nisso, parecia que lhe perseguiam... Eles destruíram o orfanato... As crianças foram separadas e mandadas a orfanatos diferentes para não ficarem na rua... Ao completar seus 17 anos, ela vivia andando pela rua livremente, continuava vivendo no orfanato, ela simplesmente não aguentava mais tanto sofrimento, ela queria fazer todos que a fizeram sofrer pagarem, pagarem por tudo que fizeram, por cada lágrima que a fizeram derramar, cada vez que que a fizeram sofrer, por cada esperança que fizeram ela perde... Ela queria se vingar pelo sofrimento que a causaram... E por algum motivo a raiva dela cada vez sempre aumentava... Porque ela tem que passar por tanto sofrimento de novo? Porque...?


Como ela reagiu, quando reencontrou o par:

-Não acreditou, não imaginou que iria vê-lo novamente... O "culpado" de tudo aquilo, dela estar sofrendo tanto... Ele estava bem ali na sua frente, a pessoa que um dia ela havia amado, a pessoa que a fez sofrer, a pessoa que a traiu... Ele estava bem ali, na frente de seus olhos, foi como se ela tivesse encontrado seu pior pesadelo, e foi isso mesmo, mas por algum motivo, ela se sentia um pouco... Feliz?


Qual sua reação ao par pedir seu sangue?

-Negaria comi uma desculpa qualquer para tentar se safar, chamaria ele de louco e faria o possível para sair dali o mais rápido que desse, pensaria rápido em uma desculpa coerente e plausível, sabe que não é fácil convencer ele a não fazer algo que ele quer fazer

E como seria se ele tentasse te morder a força?

-Poderia chegar a tentar para-lo com alguma ameaça, ficaria se debatendo por um tempo, porém sabe a diferença, o nível de força dele está totalmente diferente do dela, mas não é por isso que ela iria simplesmente dá o sangue de boas pra ele, com certeza tentaria sair

Como se sentiu quando o viu novamente?

- Ela se viu em um filme, como se tudo que ela já passou estivesse passando em sua mente, todo o sofrimento que ela viveu, ela sentia uma raiva muito grande por ele, mas por algum motivo não conseguia odiá-lo, se sentia encurralada com o seu passado, mas por algum motivo, ela não conseguia não sentir alguma coisa que tivesse a ver com felicidade, ela não entendia, era tudo culpa dele, então porque ela simplesmente não consegue odiá-lo e acabar de vez com tudo isso? Por um lado ela queria fazer ele sofrer, pagar por tudo que ele fez pra ela, cada gota de sangue dela derramado, cada lágrima, cada grito de dor e agonia, tudo... Mas por outro ela só queria chorar, de felicidade, tristeza e raiva, queria falar com ele sobre tudo aquilo, queria se desculpar pelas coisas horríveis que ela falou, ela se sentiu presa em uma rua de mão única, com duas divisões... Não sabia o que fazer...


Família: Seu pai e seu irmão, não conheceu sua mãe

-Pai:

Nome: Erik Daiki

Idade: 52 anos

Aparência: http://1.bp.blogspot.com/-qyaZgNvdU8o/UYWlRQFF4RI/AAAAAAAABC4/m9so31zpLnI/s1600/sebastian-michaelis-anisebastian-28057737-1408-792.jpg

Descrição:Olhos avermelhados, alto e magro, 1,78 de altura, cabelos pretos como a noite, pele pálida

Ocupação: Aposentado

Status: Morto

Relação: Ótima, sempre conversando, ele dava o maior apoio a ela, sempre conversavam e se divertiam bastante, uma relação realmente bonita de se ver

-Irmão:

Nome: Lucas Daiki

Idade: Antes tinha 18 anos, atualmente tem 28 anos

Aparência: http://pm1.narvii.com/5938/324770f0d48d43f7a0b261105fc52a8f0f3b5b07_hq.jpg

Descrição: Olhos meio roxos puxados pro vinho, cabelo castanho escuro, pele clara, 1,73 de altura

Ocupação: Era estudante, depois se juntou a gangue

Status: Vivo

Relação: Não se falavam muito, ela sentia que vinha dele um certo ar de superioridade, ele a tratava com certa indiferença, mas ela não o questionava nem retrucava por questão de respeito, afinal, ele é seu irmão mais velho, e único irmão


Gosta:

-Cozinhar
-Cantar
-Chocolate
-Noite
-Chuva
-Olhar as estrelas
-Animais
-Descansar em lugares com vento
-Dançar
-Lugares apertados


Desgosta:

-Gente insensível
-Gente intrometida
-Verduras
-Agulhas
-Por algum motivo, que ela não sabe, odeia palhaços
-Insetos
-Mexam nas suas coisas sem sua permissão
-Quebrem suas coisas
-Gente barulhenta
-Gente falsa
-Gente snobe


Passatempos:

-Ler algum livro aleatório quando está entediada
-Cantar quando está sem nada pra fazer
-Relaxar em algum lugar alto e com vento, sempre que está sem nada pra fazer, geralmente é nessas horas que ela canta


Manias:

-Encarar a pessoa quando está com raiva dela, e acaba fazendo isso sem perceber
-Ficar toda coberta na cama, embaixo dos lençóis quando está querendo pensar
-Ficar mexendo no cabelo quando está com vergonha ou nervosa
-Ficar balançando a perna quando está apressada ou impaciente
-Cruzar os braços quando está com raiva


Vícios: Chocolate, é chocólatra, tem sempre alguma reserva de chocolate, come sempre que quer, e não engorda com facilidade, as pessoas acham insensato comer tanto chocolate, além de ser muito açúcar no sangue, tendo risco de pegar alguma doença, ela pode acabar engordando, mas como dito ela não engorda facilmente, e geralmente alguém sempre a mantém na linha, quando come muito doce fica muito agitada


Gênero de personalidade: Um pouco yandere e bipolar

Habilidades:

-Cantar
-Cozinhar
-Dançar
-Dar respostas bem dadas
-E sabe desenhar um pouco


Medos/Fobias/Traumas:

-Agulhas (fobia)
-Palhaços (medo)
-Insetos (medo)


Segredos: Ela sabia do plano de seu irmão, sabia de cada detalhe, poderia ter contado ao pai e evitado toda a catástrofe, mas por pura curiosidade, decidiu fingir que não sabia de nada, e ver toda a cena do que aconteceria com seus próprios olhos

Par: Ayato

Relação com

❧Par: Tem mais cautela no que fala perto dele, meio que se traumatizou e não quer ter que passar por tudo de novo, sente certa raiva dele, mas não consegue odiá-lo, uma parte dela está feliz de ver ele novamente, mas mesmo assim não de dar respostas bem afiadas caso precise, Não age toda melosinha e amorosa com ele, mas tenta ser um pouco mais delicada nas patadas que dá

❧Amigos: Animada e alegre, se sente mais confortável perto deles, sorri com mais frequência, e as vezes dá um sorriso meigo e inocente que nem dava antigamente, um sorriso que ela achou que nunca mais fosse dá

❧Inimigos: É fria, pode chegar a ser um pouco sádica, é irônica com ele, sempre lhes dando uma patada atrás da outra, se precisar atacar vai sem dó e sem hesitar, não sentiria remorso

❧Família: No geral acho que é era uma relação um pouco perturbada, vamos dizer assim, mas não chegava a tanto, sempre conversando com seu pai, e tendo alguns problemas com o irmão, foi sempre assim

❧As outras meninas: Muito bem! Sempre se enturmando bem, tentando ajudá-las caso precisem, não vê motivos para tratá-las de forma rude ou chata, gosta delas e se sente mais confortável junto delas

❧Minha personagem: Do mesmo jeito das meninas, a trata bem, de forma educada, divertida e descontraída

❧Shu: O mesmo quieto de sempre... Suas conversas não duram muito, acha que ele deveria falar mais e interagir mais, porém respeita seu espaço e não fica o enchendo o saco sempre, também tenta evitar acordá-lo, pois sabe o quão irritante é

❧Reiji: Não gosta muito do seu jeito rígido e certinho, sempre agindo de forma um pouco mais educada com ele, não gosta quando ele fica lhe corrigindo, suas conversas geralmente são sobre como ela deveria se comporta em mesa e em outros momentos

❧Kanato: Não conversa muito com ele, mas gosta de lhe oferecer os biscoitos e bolo quando cozinha, prefere não se envolver muito, mas não o trata com indiferença

❧Laito: Acha seu jeito pervertido misturado com masoquismo um pouco cômico, leva suas piadinhas bobas na brincadeira mesmo, conversam um pouco, mas não sempre

❧Subaru: Novamente, acha seu temperamento um pouco violento e explosivo, mas já está acostumada, também né, depois de tudo que passou... Tenta se aproximar um pouco as vezes, não tem muito o costume de conversar com ele, mas sempre que possível tenta

❧Kou: Gosta do jeito dele, é uma das pessoas que mais conversam, e tem conversas mais normais também, só tenta não fazer muito os gostos dele porque acha ele um pouco mimado e amostrado, mas fora isso realmente gosta bastante dele, é um dos que ela tem mais intimidade, costumam conversas bastante, gosta de pedir para ele avaliar seu canto (voz)

❧Yuma: Até que gosta dele também, mesmo se sentindo uma anã perto dele, acha ele meio engraçado as vezes as conversas com ele são bem duradouras, e sua intimidade com ele é alta também, geralmente, quando tem dúvida em algo, o procura, de certa forma consegue desabafar um pouco com ele, gosta de pedir pra ele avaliar sua comida

❧Azusa: Suas conversas não duram muito sabe, mas ele tenta fazer durar, conversa com ele sobre diferentes coisas, de diferentes assuntos

❧Ruki: Parte da personalidade de Ruki é parecida com a de seu pai (atual), por esse motiva ela está sempre um pouco mais feliz perto dele, o admira, sente como se seu pai, pelo menos uma parte dele, estivesse ali com ela de novo

❧Carla: Prefere manter distância sabe, acha ele um pouco calmo, por isso não fica muito atenta perto dele, suas conversas duram um pouco, mas não tanto

❧Shin: Por algum motivo não consegue levar ele a sério, as vezes se segura pra não rir dele, o acha engraçado, não leva suas ameaças a sério, e não sabe o motivo


Tipo sanguíneo: É um doce intenso, O+



Com qual das garotas se dá melhor: Noivas do Shu, Kou, Yuma, Subaru e Shin


Com qual das garotas menos se dá: Kanato, Reiji

Frases que normalmente diz:

"Se a vida não ficar mais fácil, trate de ficar mais forte!"
Ela tem em mente que os fracos não sobrevivem no mundo, que a vida vai destroça-los da pior forma possível

"Seja forte, a vida exige isso de você"
Como anteriormente, ela acha que a vida irá destruir a mente dos fracos, por isso, tem que ser forte

"Se você quer evitar decepções, diminua suas expectativas"
Com isso ela quer dizer que não adianta criar expectativas de mais, só assim você consegue evitar decepções


Frase que a define:

"Seja forte, a vida exige isso de você"
Como anteriormente, ela acha que a vida irá destruir a mente dos fracos, por isso, tem que ser forte, e é isso que ela tenta ser


Música que define sua personagem:

A Lista – Oswaldo Montenegro

Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar?
Quantos amores jurados pra sempre?
Quantos você conseguiu preservar?

Onde você ainda se reconhece?
Na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria?
Quantos amigos você jogou fora?


Música que define seu relacionamento com o par:

I Knew You Were Trouble - Taylor Swifit

Eu Sabia Que Você era Problema

Era uma vez, alguns erros atrás
Eu estava na sua mira, você me pegou de jeito
Você me encontrou, me encontrou, me encontrou
Acho que você não ligava, e acho que gostei disso
Quando eu me apaixonei intensamente, deu um passo atrás
Sem mim, sem mim, sem mim

E ele está bem longe quando está ao meu lado
E eu percebo que a culpa é minha


É virgem ou BV?

Virgem [x]

Bv [x]

Nenhum [ ]


O que você permite que aconteça com a sua personagem?

❧Ser estuprada [ ]

❧Ser estuprada pelo par [x]

❧Corte o cabelo [x] (não muito please)

❧Morra! *Risada maligna* [ ]

❧Mate o par [ ]

❧Mate Alguém inocente [ ]


Favoritou a fic?

Sim! :3


Vai comentar?

Claro


Algo mais?

É bem artística e habilidosa





Espero que goste, to fazendo ela ficha desde as 20h45 kkkkk, adorei a ideia da fic!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...