Jornal OHDC: Introdução ao universo da história (1)


Por: ~


OHDC: Introdução ao universo da história (1)

Olá leitores!
Já há um bom tempo que não posto um jornal, não é mesmo? Pensei em fazer isso no dia em que postei o mais recente capítulo de OHDC, mas acabei dando uma breve explicação sobre isso nas notas do autor mesmo.

“Ah Tay, então porquê tá escrevendo o jornal agora?”
Porque eu acho que alguns de vocês não vão entender direito se eu não explicar em detalhes e como não posso postar ainda o spin off do livro dos caçadores e artesãos, vai aqui no jornal mesmo.

Lembrando que não é obrigatório que continuem lendo o jornal – nunca é –, mas acredito que vá fazê-los entender melhor a história. Vamos lá ter uma premissa do que vai ser esse spin off?


Energia Vital – É a energia "etérea" que toda criatura (natural ou sobrenatural) possui. Está presente em todo o corpo do ser em questão, como um manto que o envolve numa primeira camada, servindo de proteção e de combustível para a vida.

A Energia Vital também pode ser encontrada com a mesma função em plantas, sendo mais evidente em algumas venenosas e/ou carnívoras. Pode ser usada como moeda de troca para serviços, compras de material ilícito, viagens pelos rios Oceanos e Styx, além de alimento e ingresso em dimensões proibidas.

Algumas criaturas, como a Dona Morte e os barqueiros se alimentam dessa energia.

Rio Oceanos – Percorre e dá acesso à todas as dimensões inferiores (como o Inferno e o Submundo), além de dimensões jamais exploradas.

Rio Styx – Percorre e dá acesso à todas as dimensões superiores (como as sete camadas do céu que compõem o Paraíso).

Trecho nulo – O encontro do rio Styx com o Rio Oceanos. Esse Trecho dá passagem à Terra dos Homens e é pouco frequentado por ter muitas rochas, armadilhas e ser o único lugar que os Barqueiros não sedem acesso mesmo mediante pagamento.

Barqueiros – São criaturas dos próprios rios, as quais jamais são vistas fora deles e ninguém sabe de onde vem. Perambulam em barcos pequenos e desgastados e sabe-se apenas que se alimentam de Energia Vital, geralmente cedida à eles como material de sacrifício de pagamento por uma viagem.

O mais estranho para as outras criaturas é que eles nunca dizem uma palavra, mas parecem conversar através do pensamento.

Dona Morte – Entidade única que faz o transporte das almas humanas ao seu destino final (Paraíso ou Sheol). Por não haver outra criatura que possa substituir seus serviços, sem ela não há o equilíbrio, fazendo com que as almas dos mortais jamais conheçam seu fim e permaneçam presas no Plano Etéreo.



✤ ✤ ✤


É só isso, por enquanto. Acho que assim conseguem compreender melhor o que está por vir. Lembrando que esses não são os únicos pontos a serem esclarecidos e que essa não é a forma de explicar as coisas que vou usar no livro dos caçadores e artesãos – apesar de didática.

Se ainda tiverem dúvidas, perguntem (eu não mordo).

Outra coisa, eu achei mais fácil escrever esse tipo de coisa aqui ou num post do blog do que ter que escrever como um diário pra não quebrar regras. Me digam se preferem assim ou como fanfic :}



Ah, espera aí que tem o momento propaganda!


Ajudando a organizar as ideias - Parte 1: Projeto iniciado pela @young_jae, conta com dicas para melhorar suas fanfics, tudo de um jeito cômico e mágico que só essa menina consegue criar. Aproveite pra tirar dúvidas, conhecer mais as experiências dela e saber o que ela tem a dizer sobre esse universo mágico que nós tanto amamos!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...