Jornal Dante


Por: ~


APOCALYPSE

Nome: Dante Alighieri Vargas

Apelido: Não possui nenhum

Idade: 19 anos de idade

Personalidade:

Dante teve uma infância difícil. A morte dos pais quando adolescente resultou em uma personalidade distorcida, por vezes errada. Dante se deixou levar pelo ódio e pelo rancor que a morte lhe proporcionou e virou praticamente um sem-teto, visto que passava boa parte do tempo fora de casa, na maioria das vezes, em bares ou boates.

Dante é caracterizado como sendo um personagem muito corajoso e leal, mas violento e agressivo. Ele tende a usar a violência para resolver seus problemas, e devido a isso, já se meteu em muitas brigas contras as autoridades.

Dante, na maior parte do tempo, é sarcástico, raivoso e as vezes um cabeça-quente mal-humorado.

Ele pode se tornar violento e raivoso com um pouco de facilidade diante de uma situação que esteja diante de muita pressão, mas em outras em geral, ele consegue se manter calma e resolver os problemas a partir da base do sarcasmo.

Dante é mais inteligente do que aparenta. Com seus dezenove, quase vinte anos, é comum que adolescentes tenham um pensamento um tanto quanto lerdo ou ao menos devagar, mas ele aprendeu a pensar rápido.

Quando ele chega nos locais, a atenção de todos são viradas para ele, especialmente as garotas.

Falando nisso, Dante tem uma laia muito boa, ele é ótimo em mentiras e manipulação. Pode, as vezes, em seu estágio maior de fúria e raiva, matar ou machucar gravemente alguém para conseguir o que quer.

Dante, um jovem irritado e bastante cabeça-quente, se mete em briga em, quase todos os lugares possíveis. Ele sempre está com um olho roxo, com um corte ou com o nó dos dedos roxos e vermelhos. Isso é uma de suas principais formas de descontar a raiva que ele ainda possui, através das brigas, onde na maioria, ele sempre vence...

Jovem e muito irritado, mas com muita inteligência e humor negro, ele está descontente e desassociado com a sociedade e aparentemente bastante apático em relação a qualquer tipo de ser humano.

Se Dante quisesse, ele poderia ser o assassino mais louco e psicopata possível. A frieza que ele possui diante de algumas situações, como por exemplo, traição, é mais fria que gelo. Ele poderia matar milhares de pessoas e poderia se tornar um assassino louco!

No entanto, Dante consegue resistir a tudo isso. Na verdade, ele tem um enorme coração por baixo desse exterior áspero. Ele é um cara que arriscaria tudo, e até mesmo si próprio, para defender quem realmente ama.

Dante, bem no fundo, quer que peguem leve com seu coração, porque ele sempre parece estar na beirada do abismo, pulando para o desconhecido. Ele tem muito medo de olhar pra frente, então, fica sempre remoendo o passado, e isso é um dos motivos pelos quais ele possui um ódio interminável, num ciclo infinito de raiva.

Em seus surtos de raiva, ele pode bater em paredes, derrubar e quebrar coisas. Se coloca-lo sob mais pressão, ele pode gritar a ponto de assustar, e, não tente ir falar com ele. Deixe que ele se acalme de maneira própria.

Dante, é o tipo de pessoa que, sempre que ele se afasta, esse é o momento para que alguém o encontre. As vezes ele gostaria de ser "achado", mas esses pequenos momentos são muito rápidos, e ele logo vai negar sua ajuda. Não insista. Deixe ele ir.

Ainda assim, ele é um bom homem, que as vezes coloca seu coração no lugar do cérebro. Ele se importa muito com as pessoas, mesmo que deteste demonstrar isso, ou até mesmo não consiga.

Dante é um bom rapaz.

Se você tiver a grandiosa sorte, mesmo! Algum dia, poderá ver o sorriso de Dante, do jeito verdadeiro, sem o sarcasmo. É realmente algo muito bonito, mas é uma pena que ele suma com tanta facilidade.


Historia: Dante Alighieri Vargas nasceu na cidade de Roma, na Itália, no ano de 199. Ele era filho de Kuchel e Lovino Vargas, e sim, ambos os pais de Dante não possuíam o sobrenome "Alighieri". Isso ocorreu porque a família de Dante era estreitamente católica, e adoradores do escritor da Divina Comédia, Dante Alighieri.

No entanto, Dante morou em vários lugares do mundo ao decorrer de sua vida.

Além de seus pais, Kuchel e Lovino, ele vivia com a irmã, Melissa, com o irmão mais velho, Feliciano, com o primo/irmão adotivo, Daniel e com a avó, Koralina.

Tudo mudou quando os pais de Dante morreram num acidente de carro, perto da encosta italiana, na estrada num dia chuvoso. Dante e os demais não estavam no carro, mas isso dificultou muito sua infância, e por fim, na adolescência, fez comque Dante repreendesse fortemente os sentimentos, com medo de que isso pudesse acarretar novamente nos sentimentos de tristeza, ódio e raiva, que sentiu quando Kuchel e Lovino morreram.

A casa não era mais a mesma sem o alegre Dante. Não sorria. Não brincava. Sempre mal-humorado, e frequentemente quebrava o pau com os irmãos e com os professores de sua escola.

Dante sempre se fechava, chorava pelos cantos e resmungava que queria sua mãe de volta. Kuchel e Dante sempre foram muito próximos, e ele era o filho preferido dela. Kuchel, é claro que amava todos os seus filhos, assim como o sobrinho, mas ela se identificava muito mais com Dante.

A morte de sua mãe mexeu muito com a cabeça, e principalmente, com o coração dele. Ele não mostrava mais afetividade, começou a ser sarcástico, irônico, a fumar cigarros e a beber muito.

Nunca teve muitos amigos devido ao temperamento que ele tinha na escola, e depois da morte de sua mãe, ele começou a ser violento, narcisista e desafiador com os professores.

Melissa era a do meio na família, e morreu depois de ser estuprada por alguns gangsters italianos. Seu irmão Feliciano, se matou, com um tiro na boca e logo depois caiu do terraço, na frente de Dante. E por fim, só sobraram Sua avó e ele.

Koralina morreu quando Dante estava com 17 anos, de ataque cardíaco devido a sua diabete, e logo após isso ele começou a se sustentar com as despesas que sua família havia deixado no banco.

Ele conseguiu ir para a faculdade, onde queria advocacia, mas não quis continuar com o curso.

No dia do Apocalipse, Dante pensou em se matar, mas viu que seria algo inútil e que outras pessoas poderiam precisar dele.

Aparência: Dante tem a aparência de um adolescente que está bem em cima de sua faixa etária e de sua real idade, os plenos 19 anos. O formato do rosto é um pouco circular, mas não deixa de ser bonito. O cabelo é repicado, em um corte onde ele cortou as laterais e atrás, deixando uma "moitinha" repicada em cima. A cor de seu cabelo (pantene) é o castanho escuro. Seus olhos são em tonalidade de castanho avermelhado, e é algo bem chamativo. Dante tem por volta de 1,80 a 1,85 de altura e esse é o máximo que ele irá crescer. Sua pele é pálida, mas sempre com manchas roxas e cortes.



































Gostos:

- Armas de fogo
- Cigarros
- Liderar
- Rock N' Roll
- Punk Rock
- Ter o controle
- Músicas antigas
- Brigar (Por diversão)
- Vencer
- Comidas de fast-food
- Atividades físicas
- Sexo
- Carros Antigos
- Bebidas
- Café
- Ter o poder
- Fumar
- Dias amenos
- Boates
- Lugares abandonados
- Motos
- Se sentir superior
- Proteger

Desgostos:

- Perder alguém que ama
- Falhar em algo
- Não saber o que fazer
- Chuva
- Ficar sob pressão
- Chorar em público
- Se sentir fraco
- Que alguém comece a "folgar" com ele (Ele vai pra cima no mesmo instante)
- Muito calor
- O Futuro
- Perder o controle sob si mesmo
- Conversar sobre ele mesmo, seu passado e etc (Pode se sentir desconfortável, e se a pessoa continuar pedindo e exigindo ele fica muito irritado e com muito raiva)
- Pensar muito em sua vida
- Garotas que querem compromissos muito sérios
- Morte
- Perder
- Dia dos Namorados
- Tédio

Poder: Controlar coisas relacionadas a cópia de outras habilidades. Ele consegue copiar movimentos, poderes e etc. Quando ele usa uma vez, parece que aquele determinado poder ficar guardado numa... Vamos chamar de pasta. O poder fica guardado dentro de uma pasta, e ele poderá usá-los sempre quando quiser.

Habilidade:
- Dante é extremante ágil e rápido, tanto em meios de visão (Reflexo rápido) como em aspectos fisícos (Correr, saltar, rolar...)



- Dante também tem bastante força, para socar, chutar, arrombar portas, esmurrar etc. Isso é porque ele meio que cresceu na rua, e aprendeu a brigar sozinho. Briga de rua, pra ele, não é um problema.

Fobia:
- Dante não possui fobias

Medo:
- Tem medo de perder pessoas que ama, assim como perder Kuchel
- Medo de se apaixonar (A última vez que isso aconteceu, a garota que ele gostava, chamada May, se matou.)
- Medo de não conseguir realizar o que quer
- Lugares pequenos e fechados

Como reagiu ao apocalipse: Dante só faltou dizer: Não é possível que o Universo queira tanto assim minha bunda...". Ele pensou em se matar, porque achava que não iria sobreviver a mais coisas, porque, seu coração pedia pra ele ir mais devagar, mas o mundo não deixava. Então ele começou a entrar um pouco em pânico no inicio, mas logo se acalmou, e começou a fazer o que ele deveria fazer.

Algum parente vivo? Se sim qual?:
Não. Ele possuía uma prima distante, que se chamava Lavine, mas ele não sabe se ela está viva.

--Como age em momentos de-

Felicidade: Dante não demonstra muito. Os sorrisos bobos são a coisa mais fofa e linda, mas ele some, se você chegar muito perto. Difícil é deixa-lo feliz de verdade, sua felicidade se resumia em bebidas, sexo e um pacote de cigarros. Mas, como eu disse, os sorrisos de Dante, verdadeiros, são a coisa mais linda que ele possui, mesmo que não saiba. Ele age naturalmente, mas parece que ele fica mais engraçadinho, faz mais piadas com os outros e ri muito alto.

Tristeza: Ele fica com raiva. A raiva é um antecedente que leva a tristeza de Dante, e ele sabe. Mais cedo ou mais tarde, uma lágrima ele vai ter que derramar e ele não vai deixar que ninguém o veja, absolutamente ninguém. Depois que ele puder se acalmar mais, e pensar no que fazer, ele voltará ao objetivo principal que é continuar vivendo e ignorar o que seu coração disser a ele.

Raiva: Ele perde a linha. Ele fica vermelho de raiva, grita, berra e fala MUITOS palavrões. O senso destrutivo dele parece que irá explodir. Você deve prestar atenção no que ele disser, não o desafie, obedeça e pronto.

Humilhação: A provocação como principal arma. Ele é do tipo que não leva desaforo pra casa. Vai falar mesmo e não está nem ai, deixar Dante humilhado vai ser uma tarefa difícil pra você, não tente deixa-lo pra baixo, o que vai conseguir, vai ser um belo soco na sua cara e bons xingamentos.

Orgulho: Sempre orgulhosos e narcisista. Essa é a personalidade do Alighieri. Sua personalidade habitual é essa, orgulhosa. Não há tanto para comentar, mas seu ego pode ser do tamanho do mundo.

Conquista: Ele se sentirá ainda MAIS orgulhoso! Se sentirá o melhor dos melhores e pode se tornar até um pirralho mesquinho. Mas ele o agradecerá se você o ajudar, claro, o maior mérito sempre será dele e ninguém vai tomar sua coroa!

----

Qual seu maior sonho?:
- Gostaria de ver sua mãe, Kuchel, de novo.

Roupas casuais:
A jaqueta preta o protege da chuva e do vento. Ele a roubou depois do inicio do Apocalipse numa loja. Por baixo, uma camisa regata branca. A calça preta rasgada as vezes o faz passar frio, mas tudo bem. As botas militares o permitem pisar em algumas coisas, como lama ou áreas de destruição. (Nota: As cores são BEM mais escuras, mas eu queria uma imagem de qualidade!)



Escolha a opção--

Proteger ou Ser Protegido?:
Proteger. Sempre proteger. Ele pode ser um desgraçado, mas ainda há um coração valente e piedoso por baixo dessa casca áspera que ele chama de pele.

Fugir ou Lutar?:
Lutar. Lutar até a mote. Mesmo que Dante caía, ele sempre diz que irá cair, mas atirando e ainda lutando com as forças que ele ainda tem.

Em grupo ou Sozinho?:
Sozinho. Trabalhar em grupos não é praia dele, visto que ele também cresceu sozinho. Ele está acostumado com ele mesmo.

---------

Jogo favorito:
Jogos de console

Comida favorita:
Macarrão

----------

Isso é uma fanfic apocalíptica, sabe que seu personagem pode se ferir ou até morrer?:
Sim, está tudo bem.

Vai comentar?
Eu sempre comento quando posso. Acho que a participação dos leitores é muito importante.
Alguma sugestão?

Irá escolher seu par quando eu pedir? Ou vai dizer "Escolha você"?
Eu farei o que me pedir para fazer!

Vamos nos divertir?
WOAH! Claro!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...