Jornal Quando o desespero chega...


Por: ~



Vinte para às nove, véspera da prova que está valendo sua vida e amor dos seus pais. Não dá aquele desespero? Aquela vontade de gritar, espernear e chorar pelos estudos gastos em um ano e ainda nem acertar o número de questões que garante sua entrada? Sim, dá aquele desespero.
Não é a primeira vez que isso me acontece. Há pelo menos três meses deu esse calafrio, esse desespero, esse sentimento de que não estudei o suficiente para alcançar meu objetivo. Eram 210 candidatos, muito fácil comparando com o que está por vir amanhã, alunos de toda a região da cidade em busca de uma vaga. Não vão ser somente 210, será, estimulando, mais que o quíntuplo disso? Deu o desespero. Caiu a ficha. Adeus, propostas, sorrisos, amizades e oportunidades.
Foi assim, acertando no mínimo 30-35 questões de 50, muito pouco, que cheguei à conclusão de que dá para passar, porém com sufoco, O mais legal seria passar com 40-50 questões, suave na nave, leve como um esquilo.
Resolvi escrever esse jornal para desabafar, se não quiser ler, nem leia, apenas me deseje muita Boa Sorte e reze pela Sabrina morta daqui a algumas semanas, resultado da prova (vulgo, eu).
Nove horas, e para dar aquele ânimo e acalmar o monstro que ocupa minha mente chamada desespero eu ouço a música acima. Linda, linda, descreve inteiramente minha situação neste momento. So-cor-ro.

~FIGHTING!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...