Jornal Sex, Drugs and Rock'n Roll - Ficha


Por: ~


https://socialspirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-originais-do-i-wanna-know-sex-drugs-and-rockn-roll-interativa-5670282

Frase

Eu quero viver, eu quero amar, mas é uma longa e difícil estrada para fora do Inferno. Ser tão jovem é tão assustador...

Nome

Christopher Noah Wood

Apelido

Chris, simplesmente por ser o mais comum para Christopher, ele foi chamado assim a vida inteira. Kit também é um apelido "mais íntimo".

Idade

25

Sexo

Masculino

Orientação sexual

Homossexual
(X) Ativo () Passivo

Aparência




Altura média, cerca de 1,70. Pele branca e olhos esverdeados, fundos e penetrantes. Cabelos loiros e lisos, cortados num topete. Rosto quadrado, geralmente deixa a barba por fazer, mas não a deixa ficar muito grande. Seu porte físico não é musculoso, apesar de não ser totalmente magro, pode-se dizer que ele é atlético. Sua voz é rouca e cansada, o rosto expressa cansaço e ansiedade na maioria das vezes.

Famoso que o representa

Luke Mitchell.

Personalidade

Chris é quieto, tenta permanecer a maior parte do tempo "na sua", sem aparecer demais, o que não quer dizer que seja calado, se alguém puxa assunto ele se mostra alguém bastante interessante e com uma boa conversa, por incrível que pareça ele ama ciências biológicas e fala disso como nunca quando tem a oportunidade, sendo seu maior sonho cursar uma faculdade voltada para tal. Ele gosta de sorrir, mesmo que seja difícil vê-lo fazendo isso, já que a maior parte do tempo ele está num ambiente desconfortável a ele. Não tem muitos amigos, mas se apega demais aos que tem. Não é um cara violento, tampouco vingativo nem rancoroso, tem uma empatia extrema por qualquer coisa, seja uma criança que sofre bullying na escola até uma velhinha com dificuldades em levar suas compras, Chris se coloca no lugar daquela pessoa e tenta ajudá-la de qualquer forma possível, até mesmo quando (raramente)briga com alguém ele mede bastante suas palavras tentando não machucar demais o outro. Apesar de gostar de ajudar ao próximo, ele sente vergonha(seria medo?) de pedir ajuda aos outros, por algum motivo...
É bem sociável, apesar de tímido, e gosta de sair com os amigos, que é onde ele se solta, sempre alegre e conversando com tudo e todos. É leal e também corajoso, como já dito, ele gosta de ajudar as pessoas, e quando é quem ama, não mede esforços para tal.
Seu maior defeito é ficar cego, surdo e mudo de amor, aceita tudo que o outro quer, é cego para os defeitos do parceiro, é surdo para o que os seus amigos dizem sobre ele e não consegue impor sua opinião no relacionamento.
Em resumo: é um cara legal e interessante, um pouco introvertido, mas otimista, altruísta e amigo.

História

Nasceu em Birminghan, seus pais se separaram quando ele tinha 14 anos, sua mãe foi para New York, nos EUA, e ele passou a morar apenas com o pai, ainda em Birminghan, seu pai era um fundamentalista religioso e não aceitava o fato de Chris ser gay, quando o filho lhe disse aos 16 anos, então os dois brigavam bastante, chegando até a se agredirem, quando Chris fez 18 anos, seu pai, Horace, havia gastado todo o dinheiro reservado para sua faculdade de propósito e lhe disse que ele teria que se virar, os dois brigaram feio dessa vez e Chris saiu de casa, com o pouco dinheiro que tinha e foi para Londres, passou uns dias num hotel horrível procurando um emprego, mas o único local que encontrou aceitando jovens sem currículo e sem um euro no bolso foi o Sex, Drugs and Rock'n Roll, onde está há anos, juntando o salário e gorjetas que ganha para pagar o apartamento alugado onde mora atualmente, se sustentar e juntar o dinheiro para seu curso todo de uma vez. Sua mãe tenta convencê-lo a fazer as pazes com seu pai e manda algum dinheiro de vez em quando. Nem ela nem seu pai sabem no que ele trabalha.

Posição

Na boate é garoto de programa, mas sempre procura um segundo emprego, fixo ou não, mas geralmente é demitido quando descobrem no que trabalha à noite, atualmente é caixa de supermercado por meio período com um salário baixíssimo.

Gosta

Coquetéis, seus preferidos sendo o Blue Lagoon e Sex On The Beach.
Restaurantes, pubs, cafés, lanchonetes, etc.
Carros, apesar de Chris não ter um ele acha o máximo andar num carro, com os vidros fechados, música alta, como se fosse seu "mundo interno", somente ele... e talvez alguém com quem possa "fazer alguma coisa".
Frio e neve(é ótimo para ficar na cama sem fazer nada!).
Filmes dos anos 70 e 80, principalmente os Cults e Trash, as pessoas acham estranho esse gosto peculiar.
Biologia.

Desgosta

Transar com desconhecidos/por dinheiro, AKA seu trabalho.
Seu pai.
Fundamentalistas religiosos e Igrejas, seu pai o levou em uma à força quando descobriu sua sexualidade e o tentou "curá-lo".
Boates, baladas, raves e qualquer lugar escuro onde pessoas dançam apertadas.
Música eletrônica.
Praias(Areia...)
Pessoas que vivem a vida sem pensar ou estão no mesmo trabalho que ele por opção/porque gostam.

Medos/fobias

Vícios

Bebida, quando tem coquetéis ele não se segura muito.

Segredos

Para seus pais, o trabalho na Sex, Drugs and Rock'n Roll.

Família



Horace Xavier Wood - 55 anos - Dono de uma farmácia.

Um homem de aparência rude e rígida, cabelos castanhos começando a ficar grisalhos e cavanhaque, seus olhos são azuis. É prepotente e autoritário, além de ser um fanático religioso, os dois brigaram por conta da sexualidade de Chris e este fugiu de casa. Não se veem pessoalmente há quase sete anos, Chris sabe que ele ainda mora em sua antiga casa, mas não se atreve a ir lá nem ligar para ele.



Audrey Noah Warner - 53 anos - Dona de um pequeno bistrô em NY.

Cabelos loiros e ondulados, olhos verdes e rosto pouco marcado por rugas para a idade. Chris até se dava bem com a mãe antes da separação, mas com o tempo foram se distanciando e hoje não são tão próximos, eles brigam as vezes devido a Audrey achar que Chris deveria se desculpar com o ex-marido e voltar para casa, mas no geral se dão bem. Audrey tenta mandar dinheiro para Chris, mas ela não ganha o suficiente com seu bistrô.

Largaria tudo para viver um romance?

Sim, depois do desejo de cursar uma faculdade, esse seria seu maior sonho.

Se sim, qual seria seu par e sua relação com o mesmo

Pode escolher.
Chris é grudento com o parceiro, ainda que não seja ciumento nem possessivo, nem gosto de frasesinhas melosas nem declarações de amor exageradas, ele é do tipo que gosta de sentar e andar de mãos dadas, ficar juntos sem fazer nada em casa e abraçar e beijar sem motivo algum. Também faria tudo por ele.
Ele seria bem cego de amor, de verdade, ignorando opiniões dos amigos e parentes ou fechando os olhos para o que o parceiro fizesse de errado, inclusive traição(sim ele é um "corno manso"), pra que ele finalmente abrisse os olhos para tudo e se acabasse com o namoro, seria necessário que o outro fizesse algo realmente grave ou muitas "pequenas traições" e coisas do tipo, até Chris chegar ao seu limite e explodir

Fetiches

Transar pela casa toda, banheiro, cozinha, mesa, sala, sofá, móveis, garagem/estacionamento e até na escada e no elevador, se for um prédio.

Zona erógena

Orelha e pescoço.

Uma pergunta idiota: vai querer cenas de sexo?

Sim, yes, ja, oui, sí, igen, iva, tak, evet, bai, vâng, po, da, com certeza.

A partir do momento em que seu/sua personagem for aceito ele pertencerá a mim. Está ciente disso?

Sim, yes, ja, oui, sí, igen, iva, tak, evet, bai, vâng, po, da, com certeza.

Caso precise, eu farei algumas mudanças em seu personagem. De acordo?

Sim, yes, ja, oui, sí, igen, iva, tak, evet, bai, vâng, po, da, com certeza.

Seu personagem não possuirá vida eterna, o que significa que, a qualquer capítulo, ele poderá morrer. Tudo bem com isso?

Sim, yes, ja, oui, sí, igen, iva, tak, evet, bai, vâng, po, da, com certeza.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...