Jornal Sobre críticos sabichões que não sabem nadica de nada


Por: ~


Sobre críticos sabichões que não sabem nadica de nada

É... Já fazia um tempinho que não postava um jornal, então cá estou eu, pra falar de um assunto que vem me incomodando há um tempinho. Esse assunto é o título do jornal, os "críticos sabichões". Para mim, são a pior raça que existem, junto com as falsianes de plantão e os pobres que ficam posando de ricos.

Mas, enfim, vamos falar sobre os sabichões. Sabichão é o sujeito que acha que sabe tudo. Paga de entendido de um assunto e acha que é o rei da cocada preta com seus "amplos conhecimentos". Essa raça é como praga, tem em todo lugar, então em algum momento da vida a gente dá de cara, sim, com um metido a sabe-tudo.

Por que estou falando disso? É porque aqui no Spirit parece que, volta e meia, aparece um usuário xarope, que se diz dotado de cultura e conhecimento, e resolve comentar nos trabalhos da gente como se fosse um crítico entendido. E quando comentam, comentam muita [email protected]#$%. Pura e simplesmente depreciam o trabalho dos autores, achando que estão fazendo uma "crítica sincera".

Quando criei minha conta, nos primeiros meses eu inventei de postar um wallpaper na hoje extinta Galeria. Para alguém que engatinhava na edição de imagens, era o melhor que eu poderia fazer à época. Atualmente eu sei que tava horrível, melhorei bastante a ponto de fazer um "remake" do dito wallpaper. Mas nunca me esqueço do comentário que recebi, em que uma certa usuária dizia que meu trabalho estava muito ruim e que eu nem deveria ter postado. Simplesmente disse isso e ponto final. Eu nem esquentei muito a cabeça, mas se fosse alguém mais sensível, aquele comentário seria o fim para mim.

Recentemente, apareceu uma pessoa para comentar em uma das fics que escrevo em coautoria com @Misuho-Tita, @Sally-Yagami e @TommySan. Leu mais de 100 capítulos para, em outras palavras, dizer que a história tava uma verdadeira [email protected]#$% e queria porque queria que colocássemos numa saga já pronta os conceitos que julgava interessantes. E depois comentou em uma história da Tita, queria dar uma aula de fantasia medieval a quem entendia do assunto, fazendo comparações esdrúxulas com Star Wars (gente, o que ficção científica espacial tem a ver com fantasia medieval?!), Harry Potter e até Os Três Mosqueteiros, dizendo até que no livro havia elementos de fantasia e steampunk (!). Além disso, acusava-a de plágio, o que sabidamente não é verdade!

Eu já não engolia os comentários da pessoa, e após isso, engoli menos ainda, pois nenhuma das três obras citadas tinha a ver com fantasia medieval. Principalmente Os Três Mosqueteiros, que se passa na França do Século XVII, governada pelo rei Luís XIII, não tem nada de fantasia e tampouco steampunk (que enfiaram num filme recente que é uma baita porcaria), mas sim, um clássico de capa-e-espada que renderia um bom shounen.

Enfim, a pessoa, além de bancar a sabe-tudo, vem depreciando algo que deu um trabalho imenso para construir só porque não é de seu agrado. E ainda vem dizer que está fazendo uma "crítica construtiva"!

As pessoas não sabem o que é sinceridade e muito menos crítica. Entendem que sinceridade é o "falar na cara", ser grosso e falar [email protected]#$%. Entendem que crítica é depreciar o trabalho dos outros, isso quando não depreciam outrem. E entendem que opinar e se expressar é impor os seus gostos, suas opiniões e passar por cima do que os outros pensam, pouco se importando com opiniões contrárias, que podem até estar corretas. Tudo isso é ignorado porque a pessoa acha que sabe demais, mas que não sabe absolutamente nada. Acha que sabe tanta coisa, que vai tentar ensinar outros a escrever indicando Wikipédia e WikiHow.

Ou seja, não passam de críticos sabichões que não sabem nadica de nada, mas se acham melhores e superiores até a grandes nomes da literatura mundial!

Senhores críticos sabichões, parem de enganar a si mesmos e sejam mais humildes, por favor!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...