Jornal The New Sky


Por: ~


The New Sky

De repente 26.
De repente 2015.
De repente Dezembro.
De repente 01/12/2015 19:01
Devaneio.
De repente a vida se mergulha em um mar de incertezas
Afogando-se enquanto olha pro salva vidas, chamado razão.
A sofreguidão é traiçoeira e perigosa
Absoluta, ela reina dentro de nós como se não houvesse mais ninguém ali.
As convicções que tínhamos no peito afundam no escuro do profundo oceano da dúvida, de repente.
Olhando pro nada e com nada dentro de mim, tornando-se ela algo quase palpável.
Transforma-me e retorna cada vez que teimo em reaver aquele pequeno fio quase invisível de esperança que possuía sobre quem era realmente, antes do de repente acontecer.
Percebo só agora, que o agora é tão mutável como um camaleão.
Aproveita-se de nós, do nosso piscar de olhos.
E no instante após o de repente, a ambiguidade, além da morte, definitivamente é a única certeza que temos.
Plena agora, ela é o que de mais concreto e verdadeiro você possui.
De repente 01/12/2015 19:03
Ponderei um pouco mais
E de repente 2016.
[...]

Escutando: Leve - Mahmundi

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...