Jornal Trick or Treating? -Interativa-


Por: ~


Trick or Treating? -Interativa-




Meu Doce ou travessura é o Yuma Mukami



Nome:

Mika, ele é de origem Japonesa significa Agradável aroma. Esse nome era da avó de sua mãe, no caso sua bisa avó, a mãe sempre amou a avó mas ela faleceu por causa da idade e como forma de omenagem e também porque ela sempre amou esse nome colocou o nome da filha com o mesmo nome da avó.

Segundo nome e Sobrenome:

Dayane significa "divina", "brilhante", "iluminado". No caso a tradução do seu nome completo Stephanie Dayane seria "A Divina Coroada" ou "A iluminada Coroada".
É da parte de pai, o motivo de terem colocado o sobrenome é pelo simples fato de apenas a família de parte de pai ter dado assistência para os dois, eles sempre estavam ajudando os dois qundo preciavam, enquanto a família da mãe nunca nem ligou para a neta.

Apelidos:

Ika: Todos a chamam assim sendo uma reduzida de seu nome, ela gosta acha fofo, quem iniciou a apelidar ela assim foi uma amiga do seu antigo colégio que quando foi para sua casa ficava chamando ela assim e os pais gostaram e adoraram o apelido, e os pais falam o nome completo dela apenas quando ela está encrencada com algo.

Idade:

16 anos. Nasceu em 22 de Janeiro em 2000 de 22:27.
Seu signo é capricórneo
O parto foi feito por uma parteira em seua casa.


Nacionalidade:

França

Aparência:

possui uma beleza digna de uma moça de 16 ou 17 anos, tem a altura igual a 1,65 demonstrando ser delicada e esbelta com seios do tamanho médio e um quadril alongado. Longos cabelos de cor branco neve que chegam até seus pés, eles são despojados em sua face com tranças na parte da frente. Possui olhos azuis cor do céu que se assemelham com safiras de tão brilhantes que conseguem ser. Seu rosto é com leveza e desenhado com a mais pura perfeição e sua pele é macia que nem pêssego.













Personalidade:

Ela tem uma personalidade forte e atraente. Nela existe dois estados em sua personalidade: um é tímido, sensível, e paciente. O outro é exuberante, vivo, e pode chegar a esconder as profundezas de sua personalidade embaixo de um ar frívolo. Ambos os tipos de da personalidade têm uma força de convicção e da verdade muito forte e são muito honestos. Ela é capaz de ver os dois lados de um argumento. Está aberta à verdade e disposta a aprender de tudo de novo que há. É muito teimosa, quando tem algo em mente não existe ninguém que irá fazer ela mudar de ideia.
Ela é extremamente inteligente mas não chega a se gabar, sendo uma ótima pessoa para se pedir ajuda em alguma matéria para estudar. Tem uma fome enorme de conhecimento. Vai estar sempre fazendo perguntas e tentando entender as coisas à sua volta.
Não costumam fazer amigos com facilidade. Não se entrega de alma tão rápido. Porém, uma vez que decide que vale a pena amar alguém, se converte em um amigo disposta a sacrificar tudo por essa pessoa e ser fiel durante a vida inteira.
Ela costuma ser fazer o estilo “rebelde sem causa”, e vai em busca de seus próprios pensamentos e ideias, ela acaba sendo vista pelas pessoas então como a diferente que enfrentava os professores mas na verdade ela só estava defendendo o que acreditava, sendo original.
Se faz muito de forte na frente das pessoas, buscando demonstrar uma expressão despreocupada e segura quando na verdade os outros mal conseguem imaginar o que realmente está acontecendo com ela.
Ela é uma mistura de otimismo com realismo, mas sendo na maior parte do tempo mais realista.
Acaba se tornando tímida de primeira já que não é de socializar muito, por isso fica calada de início sem falar nenhuma palavra...
Ela tem bastante senso de humor e faz muitas brincadeiras coma as amigas, muitas pegadinhas também, uma vez até houve dela ter dormido na casa de Akire e ela colocou talco no secador para que quando ela fosse ligar sua cara ficasse cheia de talco, e não é que deu certo. Ster chorava de tanto rir do rosto cheio de talco de Akire.
Ela não hesita nem por um instante em apostar tudo para ganhar um lance. É uma adversária temível por gostar de desafios, do jogo e do sucesso.
Tem uma impulsividade nas veias, sempre agr sem pensar e qundo percebe o quando percebe o que fez ou o que falou fala para si mesma que não acredita no que acabou de falar ou fazer.
Extrovertida e simpática, essa menina não terá problemas para conquistar as pessoas e deixar todos apaixonados por ela.
Será também uma grande amiga. Logo as pessoas vão perceber que ela é alguém em quem podem confiar e com quem podem dividir seus problemas.

História:

Angelina (Sua mãe) conheceu Miguel (seu pai) em uma viagem para França e então começaram a namorar , mas como era apenas uma visita para conhecer França ela tinha que voltar para sua cidade natal (Japão) Ele então Foi até sua mãe e disse que a amava e que queria casar com a mulher, ela ficou sem reação com uma mistura de felicidade invadindo seu corpo e ela aceitou sem hesitação. A família da parte da mãe não aprovava a união dos dois, mas eles não ligavam , era estranho, sabiam que aquilo podia ser apenas uma paixonite jovem porém tinha algo que eles sentiam que seriam felizes.... Houve o casamento e apenas a parte da família do marido compareceu. Passando 1 ano Angelina engravidou, foram os meses mais de mais preocupação que eles tiveram, porém a família de Miguel sempre dava assistência para os dois, a mãe do futuro papai até ensinava Angelina de como teria que segurar o bebê quando nascesse.
Quando Mika nasceu já estava certo qual seria o nome e sobrenome.
Os primeiros meses de Mika foram os mais engraçados de todos, Miguel não sabia o que fazer então só ficava observando enquanto Angelina cuidava da criançada, depois com o tempo ele pegou o jeito.
Ela cresceu como uma criança feliz, com todos aí seu lado a ajudando, muitas vezes passava o dia com os tios, era muito divertido!
Mas como sabemos tudo que é doce acaba logo e aconteceu o que eles menos gostariam, sua mãe acabou por falecer quando ela tinha 7 anos, Foi em um acidente de carro onde ela tinha saído para fazer umas compras e um outro carro onde o motorista estava embriagado bateu com tudo no carro de Angelina, a notícia percorreu por todo o colégio de Mika e toda vez que ela passava todos comentavam "Olha só, aquela lá é a filha da mulher que morreu" Aquele se tornou o pior ano que ela já teve, algumas vezes ela se deparava chorando lembrando como era quando sua mãe fazia cafuné em seu cabelo para a fazer dormir...

Ela ia muito até um campo de margaridas que tinha perto de casa, era o seu lugar preferido no mundo todo! Lá ela tinha paz, podia ficar tranquila e relaxada, e o vento batendo em seus cabelos era a melhor sensação que tinha, ficava ali deitada o dia todo ouvindo músicas...

Agora com 14 anos ela teria que ser mudar e não seria com seu pai, ela iria sozinha pois ganhou uma bolsa no Japão! Devido a uma visita que teve com seu pai à negócios para lá (seu pai é piloto de avião ) acabou fazendo uma prova de um colégio muito bom mas foi apenas por fazer, ela não fazia ideia que iria se sair tão bem aponto de ganhar uma bolsa! Mas ela não queria se despedir da França, a pior parte era que ela teria que ficar na casa de seus avós parte de mãe! Ela não conhecia absolutamente ninguém da família da mãe, porém ela iria ter que ir, era uma das melhores escolas e esse era o momento para "detonar nos estudos para ter um futuro brilhante" segundo Miguel.

Podemos dizer que seus avós também não fizeram um papel muito receptivo, na realidade eles nem estavam querendo que ela fosse para a casa deles mas depois depois de Miguel muito pedir e explicar a situação financeira dele que não podia pagar um apê para a filha morar e que ela teria assim um futuro brilhante os mais velhos chegaram num bom senso e concordaram com a ideia.
Mika foi para o Japão e agora morando com os avós, ela continuava sem querer morar com eles, por isso quase nunca estava em casa, ou estava com as amigas se divertindo ou na casa de uma delas estudando.
Ela nunca seguia as regras que os idosos aplicavam à ela, e muitas vezes já saiu escondida pela janela para sair com as amigas...
Quando ela soube do tal concurso já tinha certeza que iria participar! Faria qualquer coisa para não precisar morar com os avós e isso era fato, além do mais ela iria pedir algo que nunca mais fez, pedir doces ou travessuras, a quanto tempo! Seria uma experiência divertida e com um prêmio.


Qual foi seu sentimento ao saber que era armação da sua família essa brincadeira para você ficar noiva?

"Você só pode estar de brincadeira com a minha cara!" Ficaria com uma mistura com raiva com decepção porque mesmo que o sentimento que era recíproco entre eles de desgosto não fazia a menor ideia que seriam tão ruins ao ponto de fazerem algo do gênero.

Gosta

*Margaridas; A fazem lembrar de casa

*Escutar música e cantá-las; Música para ela é uma das maiores virtudes da vida

*Comidas doces; Muito gostosas, se quer dar alguma comida para ela mas não sabe o que, compre algum doce!

*Passeios ao ar livre; Muito relaxante, ela adora

*Sair com as friends; Quem não gosta de ficar com as amigas?

*Cubos de açúcar; Ela é apaixonada pelos cubinhos de açucar <3

*Dançar; apenas com as amigas ela dançaria numa boa, feliz e contente

*takoyaki ( takoyaki é uma espécie de bolinho de polvo frito famoso no japão )

*Mangás e animes; É super vicada, adora tanto ler mangás quanto assistir os animes, os que ela mais assiste são os do genero romance

*K-pop e Doramas, Antes mesmo de se mudar para o Japão já curtia a música k-pop e os doramas, não tem um preferido, simplismente adora todos eles

*Pessoas com cabelos num tom castanho ou ruivo; não sabe explicar o motivo, só acha bonito

*Frutos do mar, ela sempre gostou de frutos do mar, principalmente polvo

Não gosta:

*Pessoas que se acham

* Abelhas ( aquele zumbido a deixa em uma agunia insuportável, se ver uma vai logo se afastando)

*Que a proíbem de algo; acha isso insuportável

* Invadam sua privacidade ( ela tem um espaço só para ela onde suas coisas ficam bem guardadas, se você quiser mexer em algo custa perguntar antes?!)

*Bagunçam seu cabelo ( podem alisar, pentear e até brincar mas bagunçar ele é o modo de você fazer ela se irritar)

* Chá ( ela pode até tomar café, porém chá ela não gosta nem do cheiro e nem do sabor)

*Insetos ( os acha nojentos)

*Unhas sujas ( dá muita agunia )

*Rap ( não gosta muito desse tipo música)

*Machismo

* A comida curry, não é muito fã da comida...

* Festa ( ela não se sente confortável em lugares com festas pois é meio tímida para dançar na frente de todos e por isso ficaria mais sentada do que se divertindo nelas)

*Quando as pessoas a limitam

Virtudes:

É uma ótima cantora

Original em tudo o que faz

Utiliza a criatividade como ninguém

Tem postura humanitária e tolerante.

É engenhosa.

Confiável

É estável em suas emoções na maior parte do tempo

Defeitos:

não se adapta facilmente a regras preestabelecidas

contrariar as pessoas

É imprevisível, mas não é de mudar suas ideias.

Um pouco anti social

Ela chega a ser muito curiosa

Não tem limites.

Hobbies

Jardinagem- Gosta de plantar e colher frutos que planta, e a melhor parte é a vasto jardim que lá tem, várias flores de váreas espécies...

Cozinhar – é muito divertido e dá pra se aprimorar e ficar cada vez melhor!

Cantar- Sempre amou cantar, principalmente quando escuta música. Ela pratica o canto em um lugar distante na mansão para que ninguém a ouça

*Ler ( adora quando está entediada)


Inabilidades

Consertar coisas

Nadar

Andar de Bicicleta

Ficar seria por muito tempo

Desenhar ( mas ela faz uns rabiscos mesmo assim)

esportes em geral

Socializar

Habilidades

Cozinhar

Tocar violão

Dar conselhos

Fotogênica

Guardar segredos como ninguém

Artesanato

Família

Pai:
A melhor convivência que existe entre um pai e uma filha, estavam sempre sorrindo e rindo com várias piadas soltadas ao vento. Mas ele dava alguns "puxões de orelha" na filha as vezes, com aquela rebeldia toda ele não aguentava, mas tudo se resolvia no final das contas.
A personalidade de Miguel é calma compreensível e amoroso, sendo muito social e comunicativo, resolvendo sempre as coisas com um bom e velho diálogo, típico do librianos



Avós:

Seu avô e avó nem trocam palavras direito com a neta, eles dão algumas ordens para a mais nova mas ela ignora por completo as palavras dos velhos os fazendo ficar irritados com a garota mas ela nem liga, em todas as vezes que eles vão dar alguma bronca na garota ela apenas coloca seus fones e coloca no volume máximo a música não escutando nada o que os idosos falam.

Sua avó é muito perfeccionista olhando para cada detalhe sendo assim muito critica e acabando ser criticada pela vizinhança também, ela não faz questão alguma em socializar ou não com a neta.
Ela também não suporta o gato que a sobrinha resolveu abrigar quando chegou noJapão



Seu avô é mais amoroso que a avó, ele tenta se aproxima da neta mas ela não quer, o que faz o avô ficar decepcionado, ele sabe que foi errado em "esquecer" da filha e está nem aí para a neta mas ele realmente estava querendo se reaproximar da mais nova pois tinha se arrependido e queria Conhecer sua neta....



Par

Yuma Mukami, Ayato Sakamaki ou Subaru Sakamaki


Relação com o par:

Ayato:



Mika e Ayato praticamente vivem discutindo. A personalidade de Mika mexe muito com o Ayato, ela defende suas ideias com unhas e dentes sendo muito rebelde, e acaba se tornando atraente essa sua personalidade forte. Eles acabam por discutir muito pois ela fica o criticando já que acaba se achando demais e não tolera o lado possessivo e arrogante de Ayato e o ruivo detesta o fato de a albina estar sempre o corrigindo e falando que tem que ser menos convencido e também detesta o fato de Mika se recusar a servi-lo como seu "ore-sama" o que só piora as coisas. Os dois só começam a se entender quando começaram a aprontar juntos algumas "pegadinhas" com os que lá vivia, e então com a risadas e diversão juntos eles perceberam que o outro até que não era tão chato assim. Ela ficaria extremamente vermelha quando ele faz piadas sobre seus seios, mesmo eles sendo num tamanho bom e fica revirando a cara.
Eles tinham seus momentos de brigas mas também de carinho, onde Ika ficava muito feliz, com um sorriso de orelha a orelha

Primeira mordida



Ela estava em seu quarto sozinha rabiscando seu caderno quando Ayato aparece em sua frente, ela obviamente se assustou e se levantou da cama ficando de frente para o garoto, ele a olhou de cima a baixo e deu um sorriso travesso, foi se aproximando dela e como resposta ela se afastava mas foi em vão ele se aproximava cada vez mais e ela ia se já pular a cama cama para começar a correr e sair do quarto quando ele a segura pelo pulso e a puxa contra seu corpo, ela ficava se debatendo sem parar:
_Ayato me solta!- falava a albina enquanto tentava se soltar das mãos do ruivo
_Ayato! Me deixa sair!- dizia com raiva a garota se debatendo contra o vampiro
_Fica quieta- ordenou Ayato já cravando as presas em seu pescoço e a segurando pela cintura
_A-Ayato, t-tá doendo!- implorava a albina
O ruivo solta um riso e logo depois saí do quarto da garota mas antes de sair disse:
_Até outra hora...
E logo depois a garota se deitou para recuperar as forças;

Primeira vez:



Para ela foi uma experiência muito marcante onde ela sente uma lúxuria que nunca sentiu. Não pode negar que ficou muito nervosa porém ela não deixou o nervosismo a consumir. Com muito prazer ela ficou depois


Yuma:



Por Yuma ser um tanto agressivo e por ser temperamental iria se encontrar reclamando com ela na maioria das vezes e ela sendo um tanto irônica com suas respostas. Achava o mais velho insuportável e grosso, onde tinha receio de se aproximar muito dele no início. Ela muitas vezes não entende ele por conta que uma hora ele  faz um alvoroço, mas depois ele fica entediado e adormece. Ela queria conhecer melhor aquele vampiro... Não sabia o porque, apenas via naqueles olhos marrons um olhar de compaixão e cuidado, principalmente com os "irmãos", onde ele dava toda a atenção e cuidado à eles, achava isso tão meigo e bondoso onde ele não poderia ser somente a pessoa grossa com ela.
Quando soube que ele gostava de jardinagem demonstrou interesse a mais na área e foi a partir desse momento que eles começaram a se dar bem e percebram que também tinham gostos parecidos em alguns outros aspectos. Ela muitas vezes pegava cubos de açúcar e levava para os dois comerem.
Quando ele estava cansado e queria dormir ela muitas vezes ficava mexendo em seus fios do cabelo até ele pegar no sono... Sempre que o via ia ao seu encontro com o vampiro para saber como ele estava, ela gostava de sua companhia era muito agradável, eles conversavam sobre absolutamente tudo que possa imaginar onde muitas vezes tinham risadas. Ela já até dormiu em seu peito por conta que estava muito cansada e só apoiou sua cabeça no peito do vampiro e adormeceu. O vampiro já chegou a colocar um cubo de açucar da boca da albina depois de uma mordida que a fez perder as forças de ficar em pé.
Ele também gostava de chamá-la de francesinha após ele saber que ela era francesa e ela como forma de retrucar o chamava de jardineiro.
Mika tenta ajudar o Yuma nas matérias que ele tem mais dificuldade, ela não hesita em dar um peteleco em sua testa quando está se desconcentrando ou querendo "desistir", e também como forma de incentivo a cada erro que ele comete ela bate em sua cabeça.
Ele muitas vezes pregava suas presas no pescoço de Mika pelo fato dela o contraria e essa ser a sua forma de "punição", ela ficava extremamente fraca a cada tirada de sangue por isso chegava a ficar sem forças para ficar em pé depois, ainda consciente apenas sem força, por isso Yuma a lavava até seu quarto com cuidado e a colocava em sua cama e então a albina adormecia....


Primeira mordida



Acontece no jardim, ela estava observando algumas flores e frutos qu0ando ele aparece e senta na grama fazendo gesto para que ela sentasse ao seu lado e ela obedeceu

—E então... Como vai Yuma?-tenta puxar assunto com o mais velho

O vampiro não respondeu apenas ficava observando o pescoço da albina

—A-Algum problema Yuma?

—Não há problema algum, eu só estou observando seu delicioso pescoço- ele dizia enquanto se aproximava lentamente da garota

Ela tava se levantar para sair do lugar quando foi puxada pela mão do moreno a fazendo cair no chão, ele ficou prendendo as mãos da garota no chão enquanto ficava em cima dela, sr aproximou lentamente até seu ouvido e cochichou

—Isso nem vai doer tanto... Considere isso como um castigo por ter sido tão desobediente comigo hoje.

Um arrepio percorreu mas costas da mais nova até que ele gravou suas presas no pescoço dela a fazendo soltar um gritinho abafado, quando então ele para de morder olha bem para os olhos da albina e fala:

—Seu segue é tão... Doce

E dá uma última mordida no ombro dessa vez e sai de cima dela a deixando fraca e com a respiração abafada, ela acabou ficando com as pálpebras pesadas e fechou seus olhos, mas ainda assim conseguia escutar tudo em sua volta

O vampiro a pega no colo e a colocou em seu quarto mas antes de sair diz

— Tchau Francesinha...

Primeira vez



Após o ocorrido ela fica meio constrangida ainda, já que essa seria sua primeira vez e por conta disso teria ficado com medo e ansiedade... Mas não mudaria a forma de como trata o Yuma. Ainda com pensamentos no momento ela ficaria meio avoada e não prestaria muita atenção no que as outras pessoas falavam com ela...
Ela achou meio dolorido sabe... Mas se transformou em prazer... Ela não pode negar o fato de ter gostado. E de ter tido em certo momento uma luxúria

Subaru:



*Eles inicialmente discutiam muito, por causa do temperamento dele, mas depois dele ter visto uma "crise de raiva" dela eles começaram a e se dar bem, mas ainda assim as vezes tinham duas desavenças....
Ela não gostou muito da forma grossa e o temperamento do Subaru inicialmente, mas logo começou a se acostumar e a ter uma certa "atração" por essa personalidade e do seu tipo "isolado" acha isso meio fofo nele.
Ela odiava quando ele falava alto, e por isso se alterava um pouco, eles gostavam de passar o tempo juntos, ficavam conversando e as vezes nem falavam nada, apenas olhavam um para o outro
Mesmo achando estranho ele querer dormir em um caixão que também está em seu quarto, tenta ignorar o fato ou então ri da situação ( ela ri mentalmente).

Primeira mordida:



Ika estava indo até a biblioteca pegar um livro novo para ler até que esbarra com um certo albino vampiro que estava andando sem prestar atenção
_Olha por onde anda!- Disse o albino
_Eu?! - afirmou a garota franzindo as sobrancelhas
_Sim, por acaso existe mais alguém aqui?
_Eu não quero discutir com você Subaru, então vou continuar meu caminho, com sua licença- dizia a albina continuando seu caminho mas sendo parada pela mão puxando seu braço
Ele a olhou bem no fundo dos olhos e cravou suas presas no ombro dela a prendendo na parede, ele sugava cada vez mais até que percebeu que a garota estava falando algo
_S-Subaru p-para...p-por favor!- pediu a garota de olhos fechados
O albino obedeceu e soltou a albina, ela estava com os olhos fechando bem devagar por isso resolveu se dirigir até seu quarto ignorando a presença do Subaru, mas ela estava tão lenta que o albino se manifestou levando-a até seu quarto e a deixando lá sozinha

Primeira vez:



Fica extremamente nervosa e com medo, mas após o ocorrido ela fica cansada e com uma expressão de satisfeita em sua face


Relação com



Shuu

Eles quase nunca se falam e quando falam mal trocam dez palavras. Mika prefere manter distancia dele já que ele parecia querer ficar sozinho e não ia ser ela que ia atrapalhar esse seu querer. Mas mesmo assim existe dentro dela uma ponta de curiosidade sobre o loiro, ele é muito misterioso querendo sempre ficar sozinho em seu "mundo da música", é assim que ela chama ele quando está com seus fones (ou seja todo o tempo).


Reiji

Ela fica dando muitas respostas com ironia para o moreno, devido a sua mania de ficar criticando a garota sobre a falta de modos e ficar repetindo as regras para a humana já que ela não liga parte elas e sempre mente dizendo :
—Você tem razão eu prometo que isso não vai voltar a se repetir
Mas ela repete mesmo assim

Ayato

Eles por terem suas personalidaes forte se encontravam mais discutindo, e ela não gosta muito dele por causa que é muito pervertido, mas quando começam a se dar bem por conta de algumas conversas que tiveram eles aprontam várias pegadinhas para os menbros da casa, e depois ficam rindo da pessoa, mas claro que eles fazem tudo isso escondidos para a pessoa que foi vítima da pegadinha não saber quem foi que armou.
Mas Ayato não desiste das piadas pervertidas e isso tira do serio, por isso revira a cara muitas vezes, ou então tenta o ignorar

Kanato

Acha o garoto fofo de Princípio, e o achava uma criança por conta do seu Teddy, mas após ver o garoto com seu olhar psicopata começou a ter uma certa distância entre os dois, sentia um medo que só aquele roxinho conseguia fazer nela, após saber das noivas passadas e o que ele tinha feito com elas, foi aí que seu medo aumentou de verdade e não queria se encontrar com o garoto em nenhum momento, tentando sempre desviar do vampiro para não se encontrar com ele

Raito/Laito:

Sempre me chamando de Bitch-chan, e ela odiava o jeito que aquelas palavras saiam da boca do ruivo, Raito a irrita profundamente e sempre a provoca com piadas com segunda intenções. Mika simplesmente foge do Raito, quer ter o menor contato com ele, e quando são obrigados a ficarem no mesmo ambiente ela se mantém a uma distancia.

Subaru

Nunca gostou da forma agressiva de Subaru, ela sempre reclamava que ele deveria ser mais calmo, porém o albino não estava nem aí para a garota. Logo depois dela ter coragem para enfrentar o Vampiro e ele ter a ignorado eles passaram a se dar "bem", até tinha um apelido para Subaru, era " Subara", mas ela só chegou a usá-lo uma vez por conta que ele não gostou do apelido.

Ruki

Acha o mais velho muito preocupado com os irmãos, e isso é a coisa que ela mais Ademira nele. Mesmo com seu jeito intimidador de ser ele é o único vampiro que ela "respeita", mais por medo do que respeito na verdade, suas palavras trazem brutalidade com elas e ele interage com as pessoas como um militar de coração cruel e isso a deixa um tanto intimidada e fica apenas calada e o ouvindo

Kou

Ela adorava o loiro, achava ele muito kawai e amigável, mas percebe que ele é muito egoísta e usa seu rostinho bonito para sua vantagem, por isso ela começa a passar direto pelo vampiro sem olhar no olho, mas ao refletir percebe que está sendo infantil em fazer isso por este motivo volta a conversar com o loro mas como sabe de suas duas caras não chega a ser tão amigável que era antes, não que ela seja grossa, apenas responderia com naturalidade, sem a forma amigável que falava antes

Yuma

Ela de primeiro olhar já tinha gostado do cabelo do vampiro,mas isso não quer dizer que eles seriam amiguinhos, na realidade discutiam muito por conta do temperamento curto do Yuma. Eles só cmeçaram a se dar bem por conta da jardinagem, ela seempre gostou das plantas e frutos, e quando viu aquele jardim não pensou duas vezes, com certeza ia até lá para cuidar dos frutos e observar as flores, eles a partir desse momento começaram a ser bem chgados, ela gosta de conversar com ele e ajudar a cuidar dos seus tomates e frutus, e ele ficava até contente por ter alguém com quem podia cuidar das plantas. Ela também levava cubos de açucar para os dois.

Azusa:

Ela detesta o fato de Azusa se cortar e tenta de tudo para faze-lo parar. Pode ser vista tendo um conversa com o vampiro por causa de seus cortes e está sempre cuidando de seus ferimentos e trocando suas faixas.
Ela só não gosta de ver pessoas se machucando por isso tenta ajudá-lo a parar com essa mania!

Outras oc's :



Trata todas com muito amor e carinho.Muito amiga delas, sempre as dando conselhos de sua opnião, mostrando que ela é um pessoa com quem você pode confiar de olhos fechados onde nunca vai te abandonar.
Ela está sempre com as garotas, mas claro que ela já teve suas discussões com algumas delas mas depois de um tempinho tudo se acetava.
Não é de chorar perto delas, não gosta, acha que isso mostraria que é fraca, por isso não fala muito de sua família para elas, elas só sabem que sua mãe morreu e seu pai está na França, não citou detalhes sobre nada.
Quando alguma delas está triste vai saber o que aconteceu e tentar achar uma solução, ou então é apenas uma ouvinte para a outra poder desabafar.
É brincalhona com as garotas, fazendo elas smpre rirem.
Já fez várias pegadinhas com elas, sempre pensa em algo para aprontar com as demais, fica rindo até chorar dependendo da pegadinha.
Gosta de abraçar elas, isso a faz se sentir feliz e amada, não sabe explicar o sentimento, só sabe que ama cada uma dela com seus defeitos e qualidades.


Com a Akire:



Ela quando chegou no Japão não fez amigas, ela ficava almoçando sozinha no recreio, mas aí Akire chegou nela e elas começaram a conversar, conversa vai conversa vem, e quando menos esperou estava amiga da garota, conheceu as outras do grupinho e ela começava a se soltar aos poucos. Ela praticamente vivia na casa de Akire já que não suportava ficar em casa, sempre com muitas risadas, brincadeiras, desabafos e choro...
Akire se transformou na melhor amiga de Mika, ela foi a única das meninas que já viram ela chorar (o motivo foi por causa que ela tinha contado a história da morte da mãe)
Sempre perto da família de Akire ela agia como a pessoa mais educada e gentil que existisse para causar boa empressão, mas longe deles ela se mostrava a garota extrovertida brincalhona e despojada( as vezes) que era.


Reação:

Ao se apaixonar:

Ia querer negar esse sentimento com toda certeza, estava achando que era coisa de sua cabeça só porque estava se dando bem com o Yuma agora, ela não podia estar se apaixonando por um vampiro! Mas ao perceber que ela realmente está apaixonada por ele fica tentando manter-se longe dele e ficava dando respostas curtas, até que ele vai questiona-la do porque de seu comportamento estranho e ela responde que não é nada... E então ela até volta a falar com ele normal porém seu coração fica mais sensível com ele e cora mais rápido perto dele.

Seu par se apaixonar:

Fica surpresa e automaticamente em estado de choque, ela sente suas bochechas queimarem e fica muito vermelha, o seu coração está acelerado em seus batimentos, ela então começa a expressar um sorriso largo e então abraça forte o vampiro, ela fica muito feliz em saber dos sentimentos do garoto e quando se desgruda do caloroso abraço diz que sente o seu sentimento é recíproco

[b]Cena de sexo explícita ( detalhada) ou implícita (indireta)


Implícita

O que você prefere? Doces ou travessuras?

Doces

Qual seu doce?

Fruittella

Qual sua travessura?
Um grande susto junto com uma pegadinha, normalmente ela joga pó de arroz na cara das pesssoas

Algo mais?

Ela sempre brincava com esse ursinho de pelúcia quando menor, ele foi dado à ela pela mãe... Ela ainda tem esse urso, foi a última coisa que à mãe deu antes de partir...




* Aprendeu a tocar guitarra desde 10 anos e desde então sempre que podia tocava



*Esse é o gato que ela tem e a avó não gosta, ela só tinha encontrado o gato na rua e resolveu cuidar do bixano



Alérgica a mel









Lendo: Quem é você, Alasca?

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...