Lista de Leitura: danamorim Lista de leitura

Lista criada por: ~
3 histórias

Armor (Malec) escrita por ~Kortana

Fanfic / Fanfiction Armor (Malec)
Em andamento
Capítulos 43
Palavras 196.677
Atualizada
Idioma Português
Categorias Shadowhunters
Gêneros Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
"Durante os anos que vivi, me deparei com muitos que ousavam falar sobre o bem e o mal. Mas, se quer a verdade, esses termos não significam nada. As pessoas fazem o que lhes interessa independente de quem machucam. É maldade conseguir o que se quer, mesmo que fazê-lo causará o sofrimento de outro? Eu o fiz, e continuo fazendo. As consequências de meus atos quando não caem sobre mim, não me interessam. O que alguns chamam de maldade, acredito que seja uma reação apropriada a um mundo cruel e injusto." — Magnus Bane
  • 223
  • 466
Fanfic / Fanfiction Ultrapassando limites
Em andamento
Capítulos 26
Palavras 44.581
Atualizada
Idioma Português
Categorias Shadowhunters
Gêneros Ação, Artes Marciais, Aventura, Ficção, Hentai, Lemon, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Magnus Bane nunca pensou que pudesse ser reprimido por alguém.
Isso foi antes de ele conhecer Alec Lightwood.


Magnus Bane, filho de um empresário milionário, sempre teve tudo do bom e do melhor e acha que pode fazer tudo o que quiser, quando quiser. Durante a manhã, atormentava a vida de seus professores e colegas. De tarde, ocupava-se com qualquer diversão que encontrasse. A noite, ia para boates e dormia com quem achasse bom e atraente o suficiente para si. Possuía uma personalidade forte. Insolente.

Ao comprar briga com a professora de Biologia apenas por estar entediado, Magnus é expulso da sala de aula e enviado até a sala do diretor. O que ele não sabia, era que o antigo diretor do colégio havia sido afastado por conta de problemas de saúde. Havia um novo para substituí-lo.

Magnus soube no momento em que entrou naquela sala, que aquele homem era diferente. Tinha um efeito diferente do que as outras pessoas tinham sobre si.

O que ele nunca soube, era que ficaria completamente apaixonado pelo diretor Lightwood.
  • 179
  • 432
Fanfic / Fanfiction Losing Your Memory
Em andamento
Capítulos 4
Palavras 7.265
Atualizada
Idioma Português
Categorias Shadowhunters
Gêneros Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi
{Segunda Temporada de Crazy in Love}


Pov Raphael.

"Simon me fitava com um sorriso bobo no rosto era tão bom o ter ali perto, e me olhando como se eu fosse a coisa mais importante do mundo.

— Isabelle ligou dizendo que precisamos ajustar os detalhes do casamento - Seu sorriso era maravilhoso e cheio de animação.

Ele estava tão animado com o casamento que me deixava apreensivo ja que com Sebastian atacando os submundanos aliados a clave as chances dese casamento dar certo era minima.

Tentei disfarçar minha preocupação serrando os punhos mas falhei nisso, Simon me conhecia bem e sabia que fazia isso por dois motivos:

Quando não sabia o que fazer

Ou quando algo me preocupava.

— Fala o que esta se passando nessa cabecinha? Desistiu de casar? - a ultima pergunta saiu num tom amargo e apreensivo, vi os olhos de Simon se arregalarem.

— Claro que não, não depois de tudo o que passamos. - Eu disse me levantando do sofá vermelho e me dirigindo ao armario que ficava no canto da sala - Simon, ja passamos por varias coisas e eu queria te dar algo que signifique o meu amor por você.

Sem nem mesmo o olhar eu sabia que ele havia sorrido, aquele tipico e nerd sorriso que eu tanto amava.

— Eu sei que me ama, não precisa provar, seus beijos e abraços ja comprovam isso - sua voz era tão docê e suave que me alegrava, ou eu que estava bebado de amor por ele.

— Mas eu quero te dar algo pra nunca se esquecer de mim - Eu falei abrindo um porta joias antigo que havia pertencido a minha falecida mãe.

Simon se levantou e andou ao meu encontro me abraçando por tras e mordiscando minha orelha

— Eu nunca poderia te esquecer só se eu fosse louco. - seu tom saiu numa promessa - Eu nunca te esqueceria, meu amor.

Eu sorri me virando pra ele enquanto pegava do porta joias minha correntinha de ouro com um cruxifixo como pingente.

— Quero que seja seu. 

Simon sorriu e colocou a corrente em seu pescoço.

— Obrigado, sempre que eu olhar pra ele, vou lembrar de você.

Eu sorri e o puxei pra mais perto o beijando com toda a necessidade do mundo.

— Eu te amo
  • 112
  • 54