Lista de Leitura: grazielle170283 Lista de leitura

Lista criada por: ~
4 histórias
Fanfic / Fanfiction O Céu explica tudo...
Terminada
Capítulos 136
Palavras 576.557
Atualizada
Idioma Português
Categorias Henrique & Juliano
Gêneros Aventura, Ficção, Policial, Romance e Novela, Suspense
Season 01:

“Você já sentiu vontade de tocar em algo que sabe ser proibido? Já teve o desejo irresistível de experimentar alguma coisa que sabe não ser socialmente ou eticamente correto? Tão proibido e ao mesmo tempo tão desejável que poderia destruí-la?” Um remake da obra de Tatiana Amaral, "O Céu explica tudo".

Season 02:

“Uma vez minha mãe me disse que satanás era o anjo mais bonito do céu e o mais querido por
Deus, mas sua beleza o fez acreditar que podia mais. Então, depois de uma guerra, foi atirado ao
inferno, e jurou vingança. Para isso escolheu corromper a humanidade. Como? Alguns dizem que
através do dinheiro, outros através das palavras, mas muitos juram que foi através da beleza. Henrique tinha os três: dinheiro, persuasão e beleza. E roubava de mim todas as virtudes. Eu cobiçava, traía,
roubava, tudo em nome do amor que sentia por ele.”

Season 03:

“Eu sabia que seria daquela forma. Que ele se magoaria ao ponto de não haver condições de perdão. Que eu entrava em um jogo tão complicado e pesado quanto o que ele estabelecera com Vanessa. Que não permitia volta. Era o mesmo que ser enterrada viva. Sufocante, medonho, aterrorizante. Porque eu sabia que naquele momento nada mais poderia ser mudado. Henrique me odiava e com isso conseguiria se encaixar perfeitamente na segunda parte do plano. Era preciso ser forte, contudo eu não era. E só entendi isso naquele instante.”
  • 178
  • 1.389
Fanfic / Fanfiction De novo a vida está nos unindo
Em andamento
Capítulos 6
Palavras 3.184
Atualizada
Idioma Português
Categorias Henrique & Juliano
Gêneros Colegial, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela
 

Sinopse

 

- Menina...você sabe que seu pai está te arodiando. - A senhora morena de lenço na cabea e avental manchado fala, enquanto mexia a panela com uma cumprida colher de pau.- E que se te pegar de namorico com o menino dos Tavares, ele acaba com sua raça.

- Vó Roxa...- Digo, roubando uma batata frita que ela colocava na travessa.

- Largue isso. - Ela repreende, fazendo-se de brava. - Desse jeito não vai ter batata para o almoo.

-...eu estou com fome!. - exclamo, choramingando. - E meu pai irá saber se você ou a Antônia contar.

- Contar?. -Ela me encara com seus grandes olhos pretos, como duas jabuticabas brilhantes. - Eu já eu estou fazendo errado em acobertar essa sua loucura.

- Ele quer me ver hoje... - Digo sorridente.

- Nem pensar!.eu não tenho tempo para ficar te acobertando, enquanto você desaparece com esse menino por ai, para fazer sei lá o que!. - Ela esbraveja.

- Vó Roxa...a senhora sabe que no fazemos nada de errado.

- Explique isso para o seu pai. Eu acho que ele teria um infarto só de ouvir que um Colombo está apaixonado por um Tavares. - Ela diz, fazendo o sinal da cruz. - Deus me livre...pode até acontecer uma desgraça.

- Combinamos as duas. - Sorrio, ignorando tudo o que a senhora havia acabado de dizer. - Na cachoeira...em baixo do pé de Jequitibá.

- Menina... isso ainda ira terminar em desgraça, você conhece seu pai Rafaela...

- Essa richa  ridícula...o que nós temos a ver com uma briga besta que aconteceu muito antes dele nascer.

- Brigas por terras e mulher. Um demônio de uma mulher que no final, não ficou com nenhum dos dois. - Ela diz, olhando fixamente o caldo amarelo na panela de barro.

A história era antiga..havia crescido ouvindo a histria de dois amigos de infância, que cresceram juntos e por obra maldosa do destino terem seus caminhos cruzados com o de uma morena espanhola recém chegada ao Brasil, despertando a paixão em ambos.

Os jovens amigos haviam acabado de ganhar numa aposta alguns Hectares de terra..terra boa para o plantio e criação.

 

 

   ♡♡♡

 

- Sua vagabundazinha. - Meu pai grita, enquanto me arrasta pelos cabelos porta a dentro do casarão. - Hoje eu mato... ou você ou aquele maldito.

- Meu Deus... - Vó roxa entra as pressas. - O que aconteceu?.

- O que aconteceu?. - Ele grita, jogando-me no canto da parede, enquanto a encara com sangue nos olhos. -...você bem sabe!. - Ele berra. - A senhora estava acobertando a safadeza dessa piranhazinha. - Ele aponta em minha direção enquanto coloco as mãos sob meu rosto vermelho, marcado por suas bofetadas.

- Meu Deus Homem..ela  é só uma menina, para que usar esses nomes feios?. - Vó roxa, se aproxima.

- Não chega perto. - Ele grita alisando o bigóde bem aparado.

- No adianta vó Roxa..ele nunca vai mudar esse jeito chucro e ignorante.

- E cale essa boca sua piveta atrevida, as bofetadas que tomou no foram o suficiente para você aprender?. - Ele pergunta, enquanto o sangue esparrama-se por seus olhos azuis.

- Menina, pelo amor de Deus não fale mais nada...depois com calma vocês se resolvem!. - A empregada fala, chacoalhando as mãos para o alto.

- resolver?... não temos nada a resolver! - Grito furiosa. - Eu o amo e de pouco me importa seu consentimento.

- Essa menina puxou o sangue ruim da mãe...mas eu a ensinarei a virar gente!. - Ele fala, contendo-se. - Se no quiser apanhar mais um pouco, suba para seu quarto e no me apareça por aqui.

- Tudo bem.. - esbravejo. - E quando sair..eu irei correndo me encontrar novamente com ele..essa richa  entre vocês e eles...no temos nada ver com essa besteira toda!

- Fique quieta menina..eu te imploro. - V roxa fala desesperada.

- Repita... - Ele se aproxima rapidamente em minha direção.

-  isso mesmo... eu irei procura-lo novamente!. - Grito, sentindo sua mão pesada cair sob minha face, fazendo o estalo da bofetada ecoar, enquanto a empregada fecha os olhos.

 

 

 

   ♡♡♡

 

 

Enquanto assisto Henrique se aproximar sob a égua preta, sinto meu coração acelerar e minhas mãos suarem frio.

- Meu anjo.. - Ele fala pulando desesengonçado do cavalo. - Como você esta? - Henrique pergunta, enquanto avisto um outro cavalo chegar galopando graciosamente. - O que aquele louco fez com você?! - ele fala, alisando o hematoma aroxeado no canto de minha boca.

- Chega de conversinha fiada e fala o que você veio fazer aqui. - O senhor de sobrancelha grossa , diz num tom ríspido.

Encaro Henrique confusa, no entendia o que o capataz de seu avô fazia acompanhando-o.

- Do que ele esta falando?. - Pergunto, olhando para ambos.

- Vou esperar ali. - Ele diz, apontando em direção a lagoa aonde alguns patos banhavam-se.

 

- Precisamos conversar. - Henrique diz num tom estranho. - ..depois de ontem..eu.. - Ele engasga.

- Não.. - Digo, segurando o choro que se enroscava na garganta. - ..Você não vai dizer o que estou pensando que ira dizer!. - Falo sentindo meu coração parando aos poucos.

- Rafa... - Ele diz, docemente. -...somos tão jovens... e nada conspira a favor. A começar por nossas famlias. - Ele diz, esticando os braços para me abraçar.

- Eu não estou ouvindo isso..até ontem você dizia que me amava e enfrentaria o mundo para que ficassemos juntos! - Falo confusa, empurando seus braços.

- Me desculpe..mas não vou seguir..no desse jeito. - Ele diz, alisando os hematomas de meu braço esquerdo, olhando em seguida em direção a sua fazenda.

Sinto as lágrimas rolar, enquanto Henrique sobe em seu cavalo, com uma expresso de decepção.

- No faça assim Henrique. - Digo entre soluços... - Você jurou.. - Soluço mais alto, olhando-o seguir sem olhar para trás.

 

     

 

DEZ ANOS DEPOIS... ♡♡♡
  • 37
  • 15

Impasse escrita por ~akhalee

Fanfic / Fanfiction Impasse
Em andamento
Capítulos 5
Palavras 7.711
Atualizada
Idioma Português
Categorias Bruninho & Davi, Henrique & Juliano
Gêneros Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Com vidas não muito diferentes, Henrique e Natália se encontram por acaso do destino. E que destino gostoso... Mas como sempre, nada nunca foi e nunca será um mar de rosas, sempre nasce uma intriga para separar aquilo que é unido por natureza. Mas apesar de todas as brigas, intrigas e problemas, o coração fala mais alto. O sorriso bobo de pessoa apaixonada, o jeito de beijar, de abraçar e até de falar. Era visível que os dois estavam apaixonados, mas alguém do passado resolve voltar pra atormentar a relação de Natália, a colocando num impasse.
  • 25
  • 11
Fanfic / Fanfiction Eu quero ser seu anjo ❤
Em andamento
Capítulos 93
Palavras 121.243
Atualizada
Idioma Português
Categorias Henrique & Juliano, Luan Santana
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Henrique, um homem humilde cheio de sonhos. Seu maior sonho é ser cantor junto com seu irmão Edson.
No dia do seu casamento foi largado no altar por Isadora, a mulher por quem ele sempre fora apaixonado. Desde então, jurou nunca mais se apaixonar, virou um cara solitário e frio...
  • 125
  • 845