Lista de Leitura: Próximas leituras

Lista criada por: ~
46 histórias

Over Again escrita por ~AnaMalec

Fanfic / Fanfiction Over Again
Terminada
Capítulos 48
Palavras 108.099
Atualizada
Idioma Português
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Gêneros Ação, Aventura, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Romance e Novela, Violência
Após o fim do relacionamento com Magnus, Alec buscava conquistar o perdão do feiticeiro. Em uma das tentativas os dois se excedem, o caçador de sombras quase morre e, é neste momento que Alec conquista uma amizade que vai mudar o rumo da história!
Apenas uma observação: Magnus desistiria dele por isso?
  • 224
  • 184

Lados opostos escrita por ~Lovelyyyy

Fanfic / Fanfiction Lados opostos
Em andamento
Capítulos 13
Palavras 11.635
Atualizada
Idioma Português
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Gêneros Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Quatro deles são livres, quase imprudentes, são felizes com suas vidas, têm o apoio dos pais e amigos, e fazem o que sentem vontade, sem medo de ser quem são, sem aceitar o que lhes fazem mal, e vivem sem pensar no amanhã;
Quatro deles estão presos aos seus deveres, fazem tudo para agradar, com medo de desapontar os pais, reprimem todos seus sentimentos, aceitam tudo. Até que a faísca de rebeldia nasce dentro deles, ao conhecer as pessoas que vieram para bagunçar tudo.
Será que os opostos realmente se atraem? Ou você só deve se manter na sua zona de conforto?
Na luta entre a razão e a emoção quem vence?
Você seria capaz de se deixar levar?
  • 70
  • 81
Fanfic / Fanfiction Minha obsessão.
Terminada
Capítulos 59
Palavras 98.017
Atualizada
Idioma Português
Categorias Shadowhunters
Gêneros Ação, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Magnus era um menino fechado em seu mundo, sendo perseguido por seus demônios e que ele pensava ser criado por ele mesmo.
Alexander não estava nem ai para sua vida, não se importava com ninguém... Até alguém aparecer.
Seria obra do destino eles se encontrarem? Como dizem, o destino gosta de brincar com as pessoas e no final, pode ser algo que nunca imaginou!
  • 306
  • 434
Fanfic / Fanfiction Depois do Portal - Nova dimensão.
Em andamento
Capítulos 138
Palavras 127.903
Atualizada
Idioma Português
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Gêneros Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Clary e Jace acabam de passar pelo portal.
Magnus tem grandes coisas para fazer e resolver desde conseguiu seus poderes de volta.
Será que Alec se interessou por Magnus? E Izzy vai morar com Simon?
Esta historia ocorre depois dos acontecimentos na dimensão alternativa em Shadowhunters.
#Malec, sizzy e clace.
  • 298
  • 620
Fanfic / Fanfiction Ninguém disse que isso tudo seria tão confuso
Terminada
Capítulos 62
Palavras 84.158
Atualizada
Idioma Português
Categorias As Crônicas de Bane, Christina Grimmie, Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Gêneros Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Meus pés se moviam por conta própria, de forma devagar e sem padrão, e em poucos passos, eu estava frente a frente com ele. Ele fitava meus olhos, e eu os dele.
Coloquei minhas duas mãos em seu peito, e então o beijei.
Foi a coisa mais louca e insana que eu já tinha feito na minha vida inteira. Nem eu estava acreditando que estava beijando Magnus Bane, o alto feiticeiro do Brooklyn.
Dane-se.
Não foi algo profundo, o tipo de coisa que se pode dizer “Meu Deus, Alec é um maluco...” mas, pra mim, foi o mais perto que eu consegui chegar do limite da minha sanidade.
Em um estalo, separei nossos lábios, e o encarei de muito perto. Nossas respirações se encontravam, e uma mistura de tristeza e surpresa invadiam seus olhos de gato.
— Talvez eu não irei te esquecer, Magnus Bane. – Sussurrei, limpando suas lágrimas com meus dedos, trêmulos. Então, apoiei suas bochechas com as duas mãos, e encostei minha testa na sua, e ambos fechamos os olhos.




P.S.: ESSA FANFIC É BASEADA NA HQ EU NUNCA DISSE QUE VOCÊ TINHA QUE SER PERFEITO, de HootSweets.
  • 535
  • 856
Fanfic / Fanfiction Where do we go from here? [MALEC]
Terminada
Capítulos 89
Palavras 193.411
Atualizada
Idioma Português
Categorias Shadowhunters
Gêneros Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
"Algumas pessoas sofrem para entender sua própria culpa. Relutantes ou incapazes de justificar o papel que desempenham nele. Outros fogem da culpa, escondem sua consciência, até não sobrar nada dela. Mas eu corri em direção a minha culpa. Eu me alimento dela. Eu preciso dela. Para mim, a culpa é uma das lanternas, que ainda iluminam meu caminho."
  • 484
  • 2.195
Fanfic / Fanfiction Perfect illusion (malec) - (Em revisão)
Terminada
Capítulos 55
Palavras 92.297
Atualizada
Idioma Português
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Gêneros Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Você já se apaixonou? Já teve seu coração partido? Já chegou a achar que tinha encontrado o amor de sua vida e depois descobriu que tudo não passava de uma grande mentira? Já ficou longe de uma pessoa apenas para tentar esquecer que um dia a amou, mas quando a viu novamente descobriu que nunca mais seria capaz de esquecê-la? Certamente já, todo mundo vai ou já passou pro isso. Mas se ainda não aconteceu com você deixa me contar como é que é.
Primeiro você vai se sentir nas nuvens, vai achar que sua vida começar a partir do momento em que tu te apaixonaste que tu podes enfrentar o mundo se tiver aquela pessoa ao seu lado, será capaz de tudo ate mesmo de ir contra sua própria família ou parte dela, apenas para viver aquele amor. Vai se entregar de todas as maneiras possíveis.
Talvez você tenha a sorte de conhecer uma pessoa boa que te ame de verdade e que nunca ira partir seu coração, mas se você for uma pessoa com minha sorte você vai sofrer, vai se sentir usado, um completo lixo, vai perder a direção, vai chorar, vai querer que sua vida acabe logo, vai sentir um vazio imenso no peito e pra tentar preencher esse vazio tu vai se agarrar a qualquer coisa, pode ser a faculdade dos seus sonhos, um emprego qualquer em um bar de esquina, a amigos próximos, a uma viagem longa ou também ao um litro de uísque. Eu escolhi a faculdade dos sonhos em uma cidade distante, passei anos distantes, construir minha carreira e posso ate dizer que estava feliz. Mas ai acontece algo que faz você voltar, e reencontrar aquela pessoa e descobrir que o dizem sobre o tempo ser o melhor remédio pra curar um coração partido não passa de uma grande mentira, o tempo não cura nada o tempo apenas faz você se acostumar com aquela dor, faz a gente aprender a mentir tão bem que nos mesmos acreditamos nas mentiras, já a distancia deixa você se acostumar com a ausência de alguém tão presente em sua vida, apenas para te mostrar o quão estupido você é, por acreditar nas baboseiras que diz por ai.
Mas não é por causa disso que devemos deixar de acreditar no amor. Certo? Talvez a pessoa que te machucou ou vai ter machucar não saiba amar e precise de você pra aprender ai cabe a você decidir se vai ou não perdoa-la.

Por: Alexander Lightwood ou simplesmente “Alec”.
  • 250
  • 386
Fanfic / Fanfiction War Of Hearts (Malec)
Em andamento
Capítulos 12
Palavras 6.821
Atualizada
Idioma Português
Categorias As Crônicas de Bane, Os Instrumentos Mortais
Gêneros Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural
Alexander tinha seu futuro pronto. Após a extinção do mundo das sombras, levando consigo os caçadores de sombra, honra era tudo que lhe restava nesse mundo agora somente mundano.
Não havia problemas em seu plano, se casaria com Lydia Branwell, um casamento arranjado, trabalharia na empresa de seu pai, e restauraria a honra da família.
Mas tudo isso mudou quando Alec conheceu o romântico é simpático Magnus Bane. Assim que o viu, percebeu o que sentia. A falta de ar e aceleramento cardíaco demonstravam de que estava se apaixonando por aquele homem.
Mas para sua família, sentimentos não importavam. Ele deveria abrir mão de algo. Sua família, ou seu amor verdadeiro
  • 31
  • 41