Notícia A parte Técnica da dublagem...


Por: ~


Atenção você que quer se tornar dublador!
Antes de se matricular em qualquer curso de dublagem siga alguns conselhos que serão de grande utilidade para que você não caia numa armadilha.

1- A primeira providência é pedir o currículo dos professores. Depois de se certificar de que aquelas informações são verdadeiras (ligando para as empresas onde eles afirmam trabalhar) veja se são os próprios a dar as aulas. Avalie atentamente a experiência deles.
2- Peça uma apostila com o programa, as lições e o método de ensino. Se tentarem minimizar a importância desta exigência, desconfie.
3- Peça para assistir a uma aula sem compromisso.
4- Verifique o local onde é ministrado o curso. Avalie as condições técnicas, a salubridade do ambiente, e o conforto oferecido aos alunos.
5- E fique atento quando lhe prometerem registro de ator/atriz. nenhum curso de dublagem pode fornecer. E poucos são os cursos de teatro que estão autorizados. Ninguém pode tirar o registro por você. Denuncie se lhe oferecerem essa "gentileza".
6- Se durante o curso você for convocado por algum "professor" para dublar em qualquer estúdio, exija o recibo de pagamento pelo seu trabalho. Se você trabalhar e não receber, denuncie ao Sindicato dos Artistas.

1- O que é necessário para se tornar um dublador?
Para se tornar um dublador é necessário saber ler fluentemente em voz alta, saber interpretar, e se souber falar inglês, melhor ainda. - "Meus amigos e minha família dizem que tenho voz bonita..." -Ótimo, mas quem não tiver, terá as mesmas oportunidades de trabalho.

2- Como conseguir o registro de ator/atriz?
Vá até o Sindicato dos Artistas e pegue a relação dos cursos que o próprio sindicato indica. Há cursos com duração de 1 ano, 1 ano e meio, 2 anos; aulas diárias ou 3 vezes por semana. Há o da CAL (Centro de Artes Laranjeiras) sem dúvida o melhor de todos e o mais demorado: 3 anos. Os preços também são variados. Munido do diploma de conclusão volte ao sindicato para obter o Atestado de Capacitação, e vá ao Ministério do Trabalho. Lembre-se: nenhuma empresa de dublagem o aceitará sem esse registro, por mais talento que você demonstre.

3- Como saber se tenho talento?
Sua família e seus amigos próximos são seus maiores incentivadores porque são sua primeira platéia. Você os diverte com imitações. Este é o começo. Pode acreditar nisso. Se você tem o hábito de gravar desenhos animados e filmes para depois ficar imitando a gravação, parabéns! É um grande exercício de interpretação. Continue, não pare. Isso será de grande utilidade no curso de teatro que você vai fazer e posteriormente na dublagem. O imitador quase sempre é um excelente ator. E volto a repetir: as pessoas tímidas podem surpreender pela histrionice quando pegam um papel para interpretar.

4- Terei emprego?
O curso não é uma agência de empregos. Ele ensina a profissão. A cortesia que o curso proporciona é um currículo daqueles que revelam talento, disciplina, dedicação e profissionalismo.

5- Qualquer um pode fazer o curso?
Pode. Mas terá que se submeter à uma avaliação prévia. Ela é individual, simples e rápida. Nenhum bicho de sete cabeças.

6- Quanto posso ganhar por mês?
O seu faturamento vai depender exclusivamente de você. Do seu talento. Da sua disponibilidade. Os dubladores brasileiros sempre têm outras atividades profissionais. Mas há quem se dedique em tempo integral à dublagem. Saiba que você vai trabalhar muito, se exercitar muito não só durante as aulas mas em casa também


Gostou da Notícia? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Para ter acesso a todas as funções disponíveis no Spirit, é necessário que você esteja cadastrado no nosso site e esteja logado no sistema.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...