Notícia Animê em queda no Japão


Por: ~


O Animê, desenho animado japonês, que se tornou muito popular ao redor do mundo e ajudou a reconstruir a imagem do Japão para o mundo, está passando por uma crise.


Os trabalhadores de animê estão descontentes por causa das longas jornadas de trabalho com baixos salários, as vendas estão diminuindo e a concorrência com os outros países asíaticos está aumentando. Os estúdios da China e da Coréia do Sul estão produzindo programas ao estilo animê de alta qualidade, ajudados por mão-de-obra mais barata e até com subsídios governamentais.


As crianças japonesas desencorajaram os fabricantes de brinquedos, redes de televisão e outros patrocinadores tradicionais de financiar novos programas, fazendo muitos estúdios de animê a fazer pornôs leves e filmes violentos para audiências adultas. O YouTube e outros serviços gratuitos de internet prejudicaram as vendas de DVDs. As vendas de DVDs de animês feitos no Japão caíram 18% em 2008.


Executivos do setor estimam que nove de cada dez novos trabalhadores largam o emprego em três anos. Uma pesquisa realizada este ano mostrou que os animadores na faixa dos 20 anos ganhavam apenas 1,1 milhão de ienes (US$ 11.000) por ano em média, enquanto os na faixa dos 30 ganhavam 2,1 milhões de ienes.


A maioria dos jovens animadores, trabalham como freelance e muitas vezes não tem benefícios. Muitos são pagos pelo número de desenhos que produzem, e esse preço mudou pouco em 30 anos. O governo japonês afirma estar tentando apoiar o setor, com planos de aumentar os gastos em educação e treinamento de jovens animadores e alocar mais recursos para a comercialização dos filmes.

Fonte: Radio Animix

Veja também

Ao no Exorcist em 2017!
Ao no Exorcist em 2017!
Shingeki no Kyojin em 2017!
Shingeki no Kyojin em 2017!

Gostou da Notícia? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Para ter acesso a todas as funções disponíveis no Spirit, é necessário que você esteja cadastrado no nosso site e esteja logado no sistema.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...