Notícia Editada - Canal Fanfics - Perguntas e Respostas frequentes sobre as novas regras


Por: @


Olá novamente pessoal, tendo em vista que muitas pessoas interpretaram equivocadamente algumas regras, nós estamos respondendo nesta notícia as dúvidas dos usuários.

Lembramos que já foi postada outra notícia referente à apologia aqui, que deve ser lida para uma maior compreensão da situação.

Antes de responder as questões, gostaríamos apenas de frisar, mais uma vez, que fazer apologia à um crime e narrar um crime são situações completamente diferentes, sendo a primeira situação (apologia) algo errado e a segunda (de narrar) algo normal.

Também gostaríamos de destacar que muitas das dúvidas e receios estão sendo referentes à regras que sempre existiram no Spirit, mas, mesmo assim estaremos esclarecendo-as.


Perguntas e Respostas:

1) Agora é proibido fanfics com estupro, canibalismo, pedofilia, etc.?
R: Não, não é proibido. O que sua história não pode fazer é estimular o leitor a cometer esses crimes e/ou a achar que sua prática é aceitável.

2) É proibido relação (não contendo sexo) com um indivíduo de 17 e o outro de 25? E contendo sexo?
R: Não, não é proibido em nenhum dos casos.

3) Agora são proibidas fanfics yaoi de Kuroshitsuji? Visto que o protagonista tem treze anos, e seu parceiro é já um homem adulto.
R: A categoria não define o tema da fanfic e sim o escritor da fanfic. Por exemplo: Ele pode usar algumas ideias, personagens, etc., da obra (da categoria) e construir universos diferentes. Ou seja, pode-se narrar um piquenique com as personagens de Kuroshitsuji e nem por isto quer dizer que a fanfic terá todos os temas e gêneros da obra da categoria. Mas, caso haja relação sexual, aumente a idade da personagem.

4) Como narrar um personagem canibal ou psicopata (em primeira pessoa ou não) sem cometer apologia? Lembrando que em ambos os casos, eles sentem prazer em fazer tais crueldades.
R: Apenas não passe a idéia, lição de moral, propaganda que incentive a prática. Narrar sobre crimes e pregar que devemos cometer crimes são situações diferentes. Crimes podem ser narrados em histórias normalmente, desde que não estimule o leitor a cometê-los e/ou fazê-lo achar que suas práticas são aceitáveis. Caso seja necessário expor que o canibal ou psicopata defenda seus crimes, desconstrua a ideia, usando os demais personagens, de que aquilo é errado, que não é aceitável. Numa trama em que há um psicopata ou um assassino, coisas do gênero, sempre haverá aquele mocinho, que irá contra o vilão/personagem, não aceitando aquele fato. Use isso em suas histórias, quando haver um personagem tomando o assunto como algo positivo.

5) Seria considerada apologia se o protagonista tiver Síndrome de Estocolmo?
R: Deve ser levada em consideração a idade do indivíduo, bem como a existência de eventual enfermidade ou deficiência mental, deixando claro na história que se trata da doença e não defendendo que o crime que desencadeou a síndrome seja algo bom/legal e que por isto deva ser praticado, desta forma, crimes podem ser narrados em histórias normalmente;

6) Se um indivíduo sofrer de abuso, e lá estar descrito o quão sofreu, odiou, só que, com o passar do tempo, acabou gostando, seria apologia?
R: Deve ser levada em consideração a idade do indivíduo, bem como a existência de eventual enfermidade ou deficiência mental, existência consensualidade e se isto é tratado de forma positiva, ou seja, se por fim a proposta apresentada pela história é de que as pessoas devem abusar das outras. Se a história possui essa finalidade, é proibida, pois estará fazendo apologia.

7) Gostaria de saber se as novas regras apresentadas no tópico III, serão rigorosas a ponto de excluir fanfics em que tenha personagens que consumem drogas ou que tenha envolvimento com o crime. Há muitas fanfics que abordam o estupro, drogas e criminalidade, todas serão apagadas? Como funciona isso, pois não acho que as fanfics incentivem o ato mesmo que o personagem seja um praticamente ou usuário (frequente) de tais coisas.
R: Narrar algo sobre um drogado não é igual dizer na fanfic que é bom usar droga e que quem está lendo deve usar, glorificando, mostrando como positivo, o ato de consumir drogas (o que, portanto, seria fazer apologia).
Conforme você falou, fanfics onde há um drogado não quer dizer que haja incentivo ao uso. Retratar o assunto não é a mesma coisa que fazer do assunto o tema principal da obra. Podem, por exemplo, abordar/retratar na história o uso das drogas e fazer uma fanfic com gangsters ou mafiosos. Mas deixando claro que o uso de entorpecentes, bem como o estupro e outras ações ilícitas são crimes e não simples atos bons e que devem ser praticados.

8) Tenho uma dúvida acerca das mudanças nas regras para postagem de fanfics.
Eu tinha a intenção de postar uma fic com o tema BDSM em breve, mas agora não sei se essa pratica sexual pode ser considerada uma apologia à violência, já que a dor e o ato de machucar são enaltecidos e visto como algo bom, pesar do ato é concensual, ou seja, todos personagens permitem a prática, então não viola nenhum direito humano ou coisa assim, que parece ser o motivo pelas mudanças nas regras.
Minha fic se encaixa nas regras ou seria deletada se eu postasse?

R: BDSM não é crime. Verifique apenas a idade dos protagonistas bem como a existência de eventual enfermidade ou doença mental.

9) O quesito de maiores de idade relacionarem-se apenas com maiores de idade e menores com menores provavelmente irá tornar 50% das histórias postadas fora das regras. Não consideram essa uma regra muito rígida? Não poderiam reconsiderar?
As chances de duas pessoas namorarem com a mesma idade é muito ínfima.
Poderiam, por favor, reconsiderar?
Há um descontentamento quase geral dos usuários, leitores e escritores do site.
Agradecida desde já pela atenção.

R: Por favor leia as regras novamente, tal afirmação como relatou não existe nas regras. Não confunda a doença pedofilia (e fazer apologia a esta doença), com relações sexuais normais.

10) Como se darão as análises dos casos de apologia?
R: Os casos em que for alegada a apologia à algum crime, devido a seriedade da questão, serão analisados pela Administração do Canal com grande atenção, zelo e com imparcialidade, como sempre foram, vez que, tais regras já estavam presentes da versão anterior dos termos.



Questões referentes à outros assuntos:

1) Possuo uma dúvida em relações às fanarts em capas por causa dos direitos autorais. No caso, se conter alguma edição na obra, não pode?
R: O Spirit apenas alerta, na regra, de que se o direito do autor da obra for violado, ele pode exigir que eles (direitos) sejam respeitados e o usuário poderá ser sancionado. Evite o uso de desenhos independentes/indyarts, fanarts e wallpapers de fãs, por exemplo, para evitar problemas.

2) Tem muita gente com dúvida á respeito das capas, a maioria pede capas em blogs para isso (Wonderful Designs, Dunaway Designs, Nyah! Conference), que coloca os créditos “Design por fulana - fanfic por ciclana”, isso por um acaso é contra as regras? Porquê, a pessoa coloca ali quem fez o design e tudo mais, e que foi exclusivo para aquela fanfic. Como faremos? Teremos de substituir nossas capas que foram feitas deste modo?
R: Não, isto não é contra as regras, capas de terceiros se refere à pessoas que pegam capas das fanfics de outras pessoas para usar nas delas, o que seria plágio de capas. A regra foi revisada para melhor compreensão.


Desde já, mais uma vez, agradecemos pela atenção.

Em breve novas questões e respostas serão tratadas através de novas notícias de “Perguntas e Repostas”, para esclarecer mais as dúvidas, inclusive de outros temas.

Att.
Administração Spirit.




Editado - Novas Perguntas e Respostas frequentes sobre as novas regras*

Olá novamente, pessoal.

Estamos postando mais uma rodada de perguntas e respostas frequentes para melhor tranquilizar a todos. Bom, antes de iniciarmos mais essa rodada, gostaria de explicar a diferença do termo Romantismo para o Realismo.

O Romantismo, segundo um Dicionário Online é uma expressão usada para designar uma situação que envolve um universo romântico, poético ou romanesco. Ou seja, ele torna um assunto ou tema abordado em algo bonito, glorificado e fantasiado, saindo da realidade.

É diferente do Realismo, que como o próprio nome diz, mostra a realidade, como ela realmente é, não glorificando o ato ou o transformando em algo ilusório e/ou fantasioso.

O Autor pode abordar o assunto que quiser na sua história, contanto que ele mantenha em mente demonstrar a realidade e não fantasiando um ato, que por lei é criminoso, ilícito ou doentio.


Apologias à crimes sempre foram proibidas no Spirit, então fiquem tranquilos, nossa postura não mudou e não será leviana. Nenhuma categoria, gênero ou aviso serão apagados.


1) Fanfics significa Ficção criada por Fans, não são textos argumentativos, sendo assim, como poderia cometer apologia?
R: Há apologias tão explícitas e descaradas que realmente se vê que a postagem perde o caráter de fanfic/história e este é um dos tipos de postagem que justamente a regras visam impedir. Contudo, defendendo e criando justificativas, glorificando o que não deveria ser glorificado, por meio de romantização do ato, uma fanfic/história pode fazer apologia. Pois, defesas não se fazem apenas por meio de argumentações. Mas, não generalize, uma apologia não é uma coisa subjetiva ou duvidosa, quando há defesa que foge a licença poética, ela é visível.

2) Por que não avisar o autor ao invés de excluir?
R: Com mais de 700 mil usuários, e mais de 1.6 milhões de capítulos, não há possibilidade de avisar as pessoas de suas violações. Ademais, as regras que o usuário declara concordar a cada postagem feita por ele, são exibidas antes dos formulários de postagem. Assim sendo ele tem conhecimento delas e, em caso de dúvidas, deve então, antes de postar, sempre procurar ler os FAQs ou procurar o Fórum, para saná-las. Sendo que inclusive contamos com Betas para ajudá-los.
Registro, ainda, que, ninguém pode alegar desconhecimento da lei, então, em casos de violações de leis, torna-se incompatível e incoerente fazer uso de avisos prévios.

3) Agora é proibido fanfics que contenham sexo tanto heterossexual quanto homossexual?
R: Não é e nunca foi proibido.

4) A partir dos 14 não é mais considerado pedofilia, então não proibido relação (não contendo sexo) com um indivíduo de 17 e o outro de 25? E contendo sexo?
R: Vou dividir esta pergunta em tópicos:
- A pedofilia é uma doença, uma perversão, onde maiores buscam se satisfazer com qualquer pessoa menor (e menores são pessoas com menos de 18). Postagens que fazem apologia a ela são textos de caráter visivelmente doentio, geralmente apenas pornografias com menores, sem qualquer história ou apenas mostrando como um pedófilo pratica sua lascívia;
- A doença pedofilia pode ser tratada na fanfic, desde que não haja apologia ao pedofilismo/pedofilia (vide tópico acima sobre o que é pedofilia);
- A partir dos 14, havendo consensualidade de boa-fé (e o maior não sendo um pedófilo-doente praticando sua perversão), não é crime;
- Sobre relação não sexual, desculpe-nos, mas, a questão não fez sentido.

5) Fanfic lolicon/shotacon não serão mais permitidas?
R: Neste quesito nossas regras nunca foram diferentes. Fanfics que retratem relações sexuais e abusos contra menores de 14 anos e que retratem de maneira positiva a doença pedofilia (vide questão 4, por favor), nunca foram permitidas.
Assim sendo, o Spirit não apagará qualquer categoria, aviso ou gênero.
Não confunda o Aviso “Shotacon/Lolicon”, que serve para um leitor saber que a fanfic mostrará, em algum momento, alguém jovem se relacionando (e ele precisa saber para decidir se quer ler a fanfic), com defender/justificar a pedofilia.
Como dito em outra questão, a pedofilia-doença pode ser tratada na fanfic, desde que não haja apologia ao pedofilismo/pedofilia (vide questão 4 novamente, por favor);

6) Se houver um romance entre um adulto e um adolescente, e esse adulto ficar pensando que era errado, estaria cometendo apologia?
R: Não, mas como a pergunta ficou sem maiores detalhes, por favor leia as demais questões para poder compreender o que é apologia à doença pedofilia.

7) Se eu fizer uma fanfic que tenha relações sexuais e/ou amorosas entre um indivíduo com, por exemplo, treze anos, e outro de vinte e cinco, mas deixar CLARO nas notas iniciais que aquilo era errado e que eu não apoio, seria excluída?
R: Aumente a idade da personagem para pelo menos 14 anos para evitar problemas, por favor. O que o autor/escritor pensa não descaracteriza a apologia. Se a obra defender, justificar, glorificar, romantizar algo indevido, infelizmente a apologia já foi feita. Por favor leia a questão 4 desta rodada de perguntas e respostas para entender o que é a doença pedofilia e o que é apologia, pois, a caracterização dela é bem delimitada e, fique tranquilo(a).

8) Eu escrevi uma fanfic onde há o abuso de um menor (pedofilia), mas no caso não há nenhum tipo de apologia, a fanfic não diz em momento algum que isso é certo e nem incita ninguém a de fato praticar, então a única dúvida que me resta é: Por conter pedofilia ela é ilegal?
R: Sim, pode conter. A doença pedofilia pode ser tratada na fanfic, desde que não haja apologia ao pedofilismo/pedofilia. Caso o menor tenha menos de 14 anos, aumente a idade dele. Por favor leia a questão 4 deste tópico para entender o que é pedofilia e apologia.

9) Um indivíduo com 14 anos (ou menos) ter relações sexuais com um outro indivíduo maior de idade seria apologia mesmo sendo consensual?
R: Relações sexuais com menores de 14 anos são consideradas crime de estupro e o ato sexual não deve ser exposto/narrado na fanfic.

10) Então escrever sobre assassino, sobre a vida dele e os atos cometidos é apologia?!
R: Não há nenhuma regra que diga isto E, em nenhum momento foi afirmado isto. Como já dito, falar sobre criminosos e crimes não é defender/glorificar/incentivar o crime.
Se for mostrado o apreço do assassino pelos atos dele, mostre, mas, apenas não eleve isto ao ponto de se caracterizar simplesmente uma mera defesa de assassinatos, incutindo que isto é bom, através de uma história/romantização.

11) "Eu pretendo fazer uma fanfic de Tokyo Ghoul, em que a maioria dos personagens só se alimentam de carne humana por causa de uma espécie de "mutação genética". Nesse caso também pode ser considerado canibalismo? Ou por serem espécies diferentes (humanos e ghouls) ela foge desse grupo? "
R: Atos criminosos e violentos podem ser retratados normalmente, apenas não defenda-os através de justificativas e romantizações, para divulgar a mensagem de que isso é bom e deve ser feito.

12) A categoria Jeff The Killer (personagem sofre de distúrbio mental, bipolaridade e psicopatia) causa apologia?
R: A categoria não define o tema da fanfic e sim o escritor da fanfic. Por favor não misture as coisas.

13) Personagens que gostam de se drogar, seria apologia?
R: Não.
A apologia é quando a história defende que se drogar é bom e que se deve fazer isto, romantizando o ato (a romantização faz com que a coisa se torne mais bonita e veste roupagem de correta). Fanfics podem ter drogas e drogados e, o drogado pode gostar de drogas (afinal, ele infelizmente gosta/gostou de drogas em algum momento e por isto mesmo é um drogado-viciado), apenas não passe a ideia de que ser drogado é bonito e bom, trate do assunto com realismo (não romantize).

14) Se o protagonista for usuário de drogas e/ou ter distúrbios mentais e for estuprado (pedofilia também poderia entrar nesse exemplo), seria apologia?
R: Relações sexuais com pessoas que, devido a enfermidade ou deficiência mental, não tem condições de entender ou de oferecer resistência à prática do ato, são consideradas crime de estupro e o ato sexual não deve ser exposto/narrado na fanfic. Pode abordar o assunto, contanto que o ato (a violência/estupro) não seja descrito.

15) Se uma fanfic conter estupro e o estuprador se arrepender, é considerado apologia?
R: As intenções das personagens podem influenciar na caracterização ou não da apologia, mas, atente-se mais ao fato de que nas fanfics não pode haver a romantização ou glorificação do ato, para justificar e pregar a prática dele.

16) O que seria a apologia às drogas e violência?
R: Seria em determinado ponto de uma história, defender-se que se deve usar drogas ou romantizar o uso dela ou, ao invés de postar uma história, postar só uma defesa/romantização/glorificação de uso de drogas.

17) Em caso de fanfics o qual a personagem principal fora abusada sexualmente, e ao querer vingança, acaba se apaixonando pelo autor do crime, isto seria apologia?
R: Se não houver romantização para justificar o abuso sexual, ou seja, se não for glorificado o abuso sexual, não há apologia. Apenas não demonstre que fazer abusos sexuais é algo positivo.

18) Se a minha personagem é uma feminista de esquerda, isso é, ela defende o aborto porque o acha necessário e usa maconha e diz que é legal, tenho que obrigatoriamente mostrar a visão política dela ou me censurar para que ninguém ache que estou incentivando os outros?
R: Como já dito, narrar acontecimentos/fatos não é a mesma coisa que pregar a prática deles.
Mostrar a personagem defendendo pontos de vista não é usar artifícios de glorificação e romantização para justificar e pregar algo. Defender o aborto por ser um direito ao corpo não é a mesma coisa que romantizar o aborto. Defender o uso da maconha para fins, como por exemplo, terapêuticos (e até de lazer), não é romantizar o uso de drogas.
Por favor não misture a intenção das regra e das leis, ao tipificar apologia à crimes como um crime, com pseudo censura e pseudo incentivos tolos.

19) Personagens que gostam de se drogar, seria apologia?
R: Não. Apenas não use romantismos para defender o uso e nem glorifique o ato. Trate com realismo e não com romantismo.

20) Possuo uma dúvida em relações às fanarts em capas por causa dos direitos autorais. No caso, se conter alguma edição na obra, não pode?
R: Pode postar a imagem como capa, preferencialmente não a editando. Não é proibido o uso de fanarts como capas de fanfics. Mas se o autor dela denunciar a fanfic, cobrando a remoção de sua obra na qual ilustra a história, a imagem será removida e o autor advertido.

21) Se eu quiser usar uma fanart e o autor dela não estiver mais na ativa? E mesmo se eu conseguir autorização, como posso provar que consegui? Publicando um print?
R: A intenção da regra é lembrar o usuário de que o autor da imagem pode exigir a remoção dela de suas postagens e que vocês são responsáveis pelo uso dela. Caso isso venha acontecer, como já foi dito acima, a imagem será removida e o autor advertido.
Se a imagem for de livre uso, o autor não se importará, fique tranquilo (o fato dele estar ativo ou não, não influencia se pode-se usar a imagem ou não).

22) Por que existem livros que possuem somente contos, por qual motivo vão proibir isso no spirit?
R: Antes de mais nada se faz necessário registrar as intenções positivas da regra 1.7.
A regra visa evitar exclusões de postagens com sinopse irregular, que violem regra 1.4, pois, uma história com várias outras histórias dentro não possui única sinopse que seja correta para todas. Grande percentual destas histórias contém, assim, na sinopse, apenas um aviso de que se tratam de “coletânea de oneshots” (ou imagines). O que é irregular e causa exclusão da obra;
A regra visa também evitar a violação da regra 3.4, que traz que fanfics com mais de um capítulo devem conter o gênero “Romance e Novela”. Mas, não se trata de um romance e novela, são capítulos únicos. Isto, além de ser uma incoerência, afeta na filtragem feita pelos leitores, que estão buscando um tipo de obra ou outro;
Por fim, o sistema foi disponibilizado para postagem de fanfic e não de coletâneas.

Desde já, mais uma vez, agradecemos pela atenção.

Att.
Administração Spirit.




Editado em 28/05/2015 às 18:02

Editado para complementação da resposta "3".


Editado em 06/06/2015 às 15:30

* Editado para adicionar novas perguntas.


Gostou da Notícia? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Para ter acesso a todas as funções disponíveis no Spirit, é necessário que você esteja cadastrado no nosso site e esteja logado no sistema.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...