Notícia Centro de pesquisa dos EUA aposta em jogos 'sérios'


Por: ~


Um novo laboratório de pesquisas na escola de design Parsons tem como objetivo criar jogos “conscientes” – os chamados “jogos sérios” – e estudar se a prática deles pode resultar em benefícios sociais.

Os jogos, educativos, são voltados a setores específicos do mercado e podem ser usados para treinar estudantes e profissionais de diversas áreas. O exército norte-americano, por exemplo, treina com jogos que simulam ataques terroristas, situações com reféns em escolas e desastres naturais.
Outros jogos “sérios” ensinam modos não-violentos de combater ditadores e ocupações militares.

Colleen Macklin, diretora do centro PETLab da escola de Design Parsons acredita que a pesquisas, iniciadas nesta quarta (12), podem levar os jogos sérios a uma audiência mais ampla. “Nosso objetivo é criar relações entre design de jogos, questões sociais e aprendizado”, ela disse.

O PETLab, em iniciativa inédita no país, vai criar modelos de novos jogos ou interações que abordam temas sociais e estudar se eles podem gerar mudanças sociais positivas.

O centro de pesquisa surgiu com investimento da Fundação MacArthur, que estuda como as tecnologias digitais afetam o aprendizado e o comportamento social das pessoas.

Jogos e parcerias

Os pesquisadores do centro pretendem criar mais jogos como o popular “Ayiti: The Cost Life”, desenvolvido pela organização Global Kids e a produtora GameLab, no qual jogadores administram a vida de uma família na zona rural do Haiti. O objetivo do jogo é tomar decisões econômicas para manter a família estável – economizar dinheiro ou dar uma festa ou comprar comida?

O PETLab iniciou uma parceria com o Games for Change, um grupo sem fins lucrativos que apóia designers de “jogos sérios” e mantém um fórum para a discussão de trabalhos.

“Estamos plantando sementes para a próxima geração de designers”, disse Suzanne Seggerman, fundadora do Games for Change. “Seria maravilhoso ter jogos de ‘Fast Food Nation’ ou ‘Uma Verdade Inconveniente’, em que o jogador poderia aprender de verdade como melhorar o meio em que vive”.

Por enquanto, o centro de pesquisas está trabalhando com a Microsoft, estudando se os softwares de criação de jogos para Xbox poderiam ser utilizados para fazer jogos com “consciência social”.

O PETLab também trabalha com a MTV, oferecendo um canal pela internet com informações sobre ambiente, saúde sexual e imigração. O centro também promove manuais ensinando a criação de jogos para jovens.

Fonte: Globo.com

Veja também

Ao no Exorcist em 2017!
Ao no Exorcist em 2017!
Shingeki no Kyojin em 2017!
Shingeki no Kyojin em 2017!

Gostou da Notícia? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Para ter acesso a todas as funções disponíveis no Spirit, é necessário que você esteja cadastrado no nosso site e esteja logado no sistema.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...