Notícia Menina de 12 anos cria mangá interativo


Por: ~



Quem disse que desenhar mangás de sucesso é só negócio de adultos está muito enganado.

No Japão, uma menina de somente 12 anos está soltando a criatividade com desenhos para crianças e conseguindo surpreender muitos veteranos.

O universo dos mangás é extremamente diversificado e, por isso, é responsável por movimentar cerca de ¥500 bilhões por ano no Japão. Isso não impediu a Editora JPS (Japan Publication Service) de investir em Saki Matsuzawa, uma estudante do que seria o Ensino Fundamental 2 (antigo Ginásio), 2ª colocada do “Kid’s Express 21?, um concurso nacional nipônico para incentivar a criatividade dos jovens.


Saki criou os personagens e a história “Meron Pan no Ichi Nichi” (ou “Um dia do Pão de Melão”) em 2006 e foi descoberta por Sakyou Takaishi, editor-executivo da JPS, que indicou o trabalho para a C-Time, uma empresa que produz jogos e animações de computador.

Por sua vez, a C-Time transformou o pequenino pão de melão em uma versão on-line, que se assemelha ao mesmo tempo com um jogo e um mangá, onde o internauta pode participar e interagir com a história enquanto ela acontece. No site é possível ler e se divertir nos idiomas japonês, inglês e coreano, e a empresa já pensa em adicionar mais línguas, já que o número de visitantes passou de 80.745.


Apesar de seu talento natural de desenhar e escrever histórias, a tímida garota parece um pouco despreocupada com seu futuro e, em uma entrevista dada ao “The Japan Times Online”, afirma que somente quer se divertir:

“Eu realmente não ligo para o futuro, nem mesmo penso sobre ele. Contanto que eu esteja viva, está tudo bem”. Por um momento, no entanto, ela repensa sua resposta e completa dizendo que gostaria de aprender mais sobre como usar o computador para desenhar.


“Eu amo ler mangás, de todos os tipos, mas não possuo um favorito em particular”, comenta entusiasmada a nova mangaká (desenhista de mangá), “Além disso, amo jogar videogames, como o Nintendo Wii, Gamecube ou o Playstation 2. Claro, também amo desenhar. E dormir! Dormir é ótimo. Gosto muito de viajar, também, já estive na Rússia, México e Coréia. Cada um deles foi fantástico, especialmente a comida. Eu quero visitar esses países novamente um dia, definitivamente”.

“Eu nunca pretendi fazer um livro, mangá ou nada disso, só aconteceu naturalmente. Após ter desenhado os personagens do ‘Meron Pan’, percebi que precisava de uma história para eles, e ela veio até mim. Eu não conseguiria tê-la feito se tivesse de forçar”. Esperamos que ela tenha muito mais histórias na cabeça, para surpreender e incentivar uma nova geração de mangakás, repletos de criatividade, energia e idéias inovadoras.


Fonte: Henshin!


Gostou da Notícia? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Para ter acesso a todas as funções disponíveis no Spirit, é necessário que você esteja cadastrado no nosso site e esteja logado no sistema.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...